2 de janeiro de 2017

Coronel do Exército é condenado a cinco anos de prisão por desviar recursos da perfuração de poços no Piauí

Fortaleza (CE) - O coronel do Exército Paulo Roberto de Souza, ex-comandante do 3º Batalhão de Engenharia de Construção (3º BEC), sediado em Picos (PI), foi condenado por quatro votos a um pelo Conselho Especial de Justiça da Auditoria da 10ª CJM a pena de cinco anos de reclusão, com direito a apelar em liberdade. Na sessão, ocorrida em 7 de dezembro, o oficial, hoje na reserva, foi julgado juntamente com o ex-tenente Giovanni de Moura Santos, absolvido por unanimidade, por falta de provas. 
Ambos foram denunciados em agosto de 2014 pelo Ministério Público Militar,  acusados de apropriarem-se indevidamente de valores referentes à perfuração de poços artesianos para particulares no estado do Piauí, durante os anos de 2007 e 2008, período em que o coronel comandou o 3º BEC. O MPM já informou que não irá recorrer. A defesa ainda pode apelar ao STM.
Acompanhe aqui a movimentação do Processo. Leia aqui  a sentença do CE J/10ª CJM.

Leia também
MPM denuncia ex-comandante de batalhão do Exército por desvio de recursos na perfuração de poços

34 comentários:

Anônimo disse...

Aiiiii se fosse a oraça veia 1Sgt rezando para ser promovido !!!
Se fosse praça ia perder o rumo de casa !!! Agora eu falo...tem dinheiro, mas ....sem palavras !!!

Anônimo disse...

Este é o caminho das pedras para se fazer Justiça, nenhum ato ou fato da administração pública, no tocante ao EB é desconhecida pelo Cmt, o fato que todos atos e fatos são determinados pelo OD e seu rol. Sendo assim o mpm tem que conhecer algumas realidades na caserna no tocante a administração, onde em muitos casos militares de baixa patente são escalados para exercerem funções para as quais não são qualificados e ainda acumulam diversas atividades: escala de serviço, instruções, marchas,formaturas, operações e muitas outras  (combate a dengue) etc. Aliado a esta conjuntura, muitas das vezes os  créditos vêm com  prazo curto para empenhar, assim tem que fazer tudo à toque de Caixa, ainda não podem reclamar das determinações do comando - as quais sempre muito veladas - porque senão é perseguido, punido ou não recebem reengajameto. Também sabemos que seria imoral e até cínico dizermos que a praça realiza algum ato administrativo, haja vista que são funções indelégaveis e restrita a oficiais, assim uma aquisição  passa pelo menos 5 vezes pela mão do od, sendo este, juntamente com o seu rol, sabedores e responsáveis pela execução orçamentária, além se serem responsáveis pelo controle do patrimônio. Assim concluo que ainda existe uma mecânica onde diversos atores atuam no processo (fases da despesa), para qualquer compra na administração pública, portanto  seria inimaginável pensar que esse subtenente, foi o único responsável por essa suposta improbidade.

Léo disse...

O Superior Tribunal Militar poderá inocentá-lo.Já temos um almirante preso.Ter mais um oficial , ex-comandante de OM, reconhecidamente honrosa e cujos trabalhos ,há décadas,desenvolvidos no semi-árido nordestino e em outras regiões são de valores inestimáveis,seria doloroso demais para a gloriosa instituição de Caxias.O CEJ pode ter sido duro demais,né não ?

Anônimo disse...

Cadê os arapongas? Só investigam os praças quê tem algum negócio familiar para aumentar seus míseros salários? Digo sempre, vasculham debaixo dos tapetes do salão de honras que encontrarão muita sujeira. Não sejam Capitão do Mato, desse vergonhoso cabresto chamado "inteligência". Bizu se respaldem e denuncie ao mpm ou mpf é muito simples.

Anônimo disse...

Se fosse um praça, já teria sido excluído a bem da disciplina. Esse pode até responder um Conselho de Justificação, mas ainda vai demorar muito a perder o seu posto.

Anônimo disse...

Uma pena um comandante de OM praticar esse ato, sabendo da situação financeira da tropa, que vive com muito menos. Certamente, o discurso nas formaturas eram diferentes dos seus atos.

Anônimo disse...

Quase sobrou para o Ten temporario, que sempre cumpre ordens absurdas pra não perder o reengajamento.

Anônimo disse...

O queeeeee? Existe corrupção no EB? Então um golpe militar não resolveria o problema da corrupção no Brasil? Estou surpreso com essa notícia. Nunca imaginei isso em meus mais de 20 anos de serviço. Hahahahah

Anônimo disse...

Vão começar a olhar para traz vai ter muita gente.......

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/bom-dia-rn/videos/v/sargento-da-aeronautica-e-detido-por-agressoes-verbais-a-esposa/5545290/

Anônimo disse...

Vai devolver tudo o que "desviou" para sua conta corrente com juros e correção monetária? Se "torrou" a grana, basta um desconto no contracheque " ad eternun"! Agora ser condenado a 5 anos de reclusão com direito a apelar em liberdade é o retrato autêntico das nossas leis fracas e fomentadoras da corrupção.

Ps Silv disse...

Vergonha para o Exército...
Cadeia nele!!!

Anônimo disse...

Tem algo de errado. Nenhum pracinha! Então esse cara é bom. Fez tudo só.

Anônimo disse...

E ae irão cassar as medalhas também...

Anônimo disse...

Deveria ser condenado a morte por negociar com algo mais precioso para os nordestinos "a água".

Anônimo disse...

Matéria show:

http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2017/01/forca-nacional-e-fuzileiros-poderao-adestrar-guarda-municipal-do-rio.html

Anônimo disse...

Outra matéria show:


http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2017/01/partido-dos-trabalhadores-busca-aproximacao-com-forcas-armadas-e-critica-possivel-inclusao-de-militares-na-reforma-da-previdencia.html

Anônimo disse...

Peço a Deus para iluminar os Comandantes para não caírem em tentação e cumprirem todas as missões possíveis conforme a lei.

Os Comandantes de OM devem aprender dizer não para algumas missões que extrapolam o limite da capacidade da realização dos trabalhos do pessoal da OM e de suas qualificações.

Os generais somente repassam as missões e os Comandantes de OM querem cumprir da melhor forma possível e com o pessoal que dispõem, qualificados ou não.

Os problemas vão para os subordinados que devem realizar várias tarefas ao mesmo tempo (sobrecarga), sempre com ânicmo, presteza, etc, mesmo não conhecendo o assunto e entregar tudo pronto no tempo certo, sem erros ou rasuras.

Pela falta de tempo para executar as missões algo pode dar errado e pode ser mal interpretado. Não existe uma ouvidoria dentro da força para os subordinados relatarem "mesmo" anonimamente a decisão que o Comandante venha a tomar que contrarie as ordens em vigor (leis), sem se expor.

O sistema das forças armadas deram um poder quase ilimitado para os comandantes (poder discricionários), que muitos acham que não tem limites.

A justiça está sendo feita, está na hora dos comandantes de OM recusarem algumas missões, se não tiverem, pessoal qualificado, tempo necessários e materiais adequados.

O mesmo deve acontecer com os subordinados, se não tiverem qualificações para exercer a função, simplesmente escrevam relatando os fatos e mesmo vale para o tempo de execução.

Falam que missão dada é missão cumprida, mas se algo der errado quem executou é quem vai responder.

Está na hora de maior seriedade nas execuções dos trabalhos pelos militares, a justiça está fazendo o trabalho dela e os militares não podem errar nunca.

A justiça não pode esquecer que os militares estão sempre em condições de realizar os seus trabalhos, mas as prioridades devem ser definidas, existem uma série de atividades a serem cumpridos normalmente nas OM, mas quando solicitados para intervir em uma solicitação de Ministro da Defesa, os trabalhos que estavam sendo executados na OM, são repassados para outros, muitos não são qualificados para exercerem tal atividade, mas fazem da melhor forma possível.

E assim caminha a humanidade.

Feliz 2017

Unknown disse...

Mas nas FFAA funciona assim erro paga por isso... e não tenta processar o juiz...

Anônimo disse...

Boa Noite Montedo!
Publica ai a noticia completa:
https://www.stm.jus.br/informacao/agencia-de-noticias/item/6857-justica-militar-condena-coronel-do-exercito-a-cinco-anos-de-reclusao-o-militar-foi-acusado-de-mandar-furar-pocos-artesianos-no-ne-e-ficar-com-o-dinheiro

Anônimo disse...

Usar a tropa para realizar seus objetivos pessoais é fácil, diga-se de passagem na fronteira com um país alguns cmt usaram as U para galgarem postos estressando e cansando a tropa durante uma certa jornada e na mesma epoca em que as OM se transformaram no NAVY SEALS de tanto material que chegou agora acabou o dinheiro a tropa esta desgastada e eles já conseguiram algumas promoções

Anônimo disse...

Perfeito, parabéns pela reflexão!

Anônimo disse...

Como tem praça recalcado nesse Blog. Cada um escolhe o seu destino. Não está satisfeito em ser praça, coragem e vá embora!

Anônimo disse...

Pesquise por "preso" ou "condenado" no blog. Você vai ver as dezenas de oficiais e praças condenados e o pior: quase sempre são pegos no erro por denúncia externa (MPF ou até MPM)Mesmo assim temoa que ouvir que as FFAA são reservas morais hahahahaha

Anônimo disse...

Cuidado, quem lê seu texto acha que foi só um jeitinho que o coronel deu pra agilizar a missão. Não foi isso! Ele DESVIOU recursos para uso pessoal. Esquema. Não tenha cegueira seletiva

Anônimo disse...

Ao comentarista de 3 de janeiro de 2017 13:50
A questão não é ser recalcado, o problema é não usufruir do dinheiro público para satisfazer suas vontades,então se você é oficial não há problema nenhum,somente faça o certo,gaste o previsto conforme Lei 8666/93 e siga sua carreira!Pois a lei está acima dos muros e do ambiente Hermético do Exército e se você quiser se dar bem em cima da Administração Publica vais cair em tentação e ser sancionado também.Como ultimo comentário a você pode ter sido ensinado que fostes formado para ser um membro da Monarquia,porém te informo que todos que são de carreira todos tem responsabilidade e são sócios dessa Empresa uma vez que muitos oficiais se enxergam como donos do EB e os pracinhas são seus criados.
Por ultimo vai uma noticia para abrires os teus olhos e acordar para a nova realidade:
http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2016/12/forca-tarefa-para-cuidar-de-corrupcao-nas-forcas-armadas.html

Anônimo disse...

Recalcado é vc "Anônimo 3 de janeiro de 2017 13:50"!!!! Não tem ideia do que um mal caráter atrás de uma farda e estrelas gamadas (gemadas, sei lá) é capaz de fazer? Se um Praça reclama de algo errado a um Of Sup, este joga sujo impondo medidas aleatórias, fazendo com que os outros Praças fiquem contra ele, no mesmo modo do experimento dos macacos e o choque elétrico! É este mal caráter que inventa palhaçadas no serviço pisando sobre as NGA e segurança orgânica das OM; que tenta cortar auxílio transporte das Praças inventando linhas de ônibus imaginárias para reduzir o valor deste auxílio e tornar inviável a sua solicitação por graduados mais altas ou inventando desculpas dizendo que o militar tem que fazer o uso do transporte público sendo que o valor não cobre a passagem; que joga uns praças contra outros, enfim, quem realmente sofre com isso são as Praças, pois carregamos o piano e levamos fumo quando algo dá errado!

E fico feliz em ver a justiça sendo feita, pois assim eles ficam com o botão na mão e pensam 2x antes de fazer da tropa e recursos públicos seus brinquedinhos!

E não somos recalcados meu amigo, apenas queremos uma maior valorização de nossa profissão, que a cada dia ocorre uma grande evasão de Sgt pois os projetos de plano de carreira que surgiram até agora só acirram a disputa interna de conceito entre as Praças, piorando ainda mais o caldeirão do inferno!

Praça Realista

Anônimo disse...

Se cita o oficial criminoso e recalque.
Prefiro ser recalcado do que ser criminoso.

Todos devem condenar estas praticas ilícitas.

E o mundo maravilhoso de "Bob" tudo feliz, sempre o errado e o civil, perseguição, etc. O judiciário deve estar perseguindo esta pobre vitima.


Anônimo disse...

Quem defende corrupto, corrupto é!

Insatisfação disse...

O cara foi condenado? O que você quer mais? Se vai recorrer em liberdade é porque a lei assim o permite, não é a classe social nem o cargo ocupado. Aconselho a você ler e estudar um pouco a legislação penal.

Unknown disse...

É exatamente essa a minha opinião. Este blog parece ser a "voz oficial" dos Praças recalcados. Se a carreira militar lhes é tão ruim assim, por que ainda estão nela?

Anônimo disse...

Roubo é roubo. Sem mais.

Anônimo disse...

Fui cabo do EB portanto só praça,o que me parece minha classe é burra desunida e sem conhecimento de leis,por isso que se fosse um 1 GTS. Pegaria 50 anos ,senhores o mesmo pau que bate em Chico bate em Francisco,o detalhe é que Chico sabe se esquiva

Anônimo disse...

Todo corrupto estah errado! Agora, antes de apontar o dedo pra qualquer corrupto, corre pra tua casa e joga fora todos os CDs e DVDs piratas que vc comprou, faz teu filho fazer o mesmo com os jogos piratas dele. Estah usando internet no trabalho para seus assuntos particulares, pare agora! Recarrega a bateria do celular no trabalho? Tem gatonet? Trapaceia na hora de vender o auto? Ainda naum pagou tuas multas de transito? Alias, alguma vez pediu pra alguem assumir seus pontos na CNH? Eh infiel no casamento? Quantas vezes jah desejou a mulher (ou pior ainda, o homem) alheia/o. Ser "honesto," no mais perfeito sentido da palavra, eh uma virtude presente em poucas pessoas, motivo pelo qual poucos possuem plena capacidade de julgamento. Julgar soh eh facil quando vestimos a toga Da hipocrisia...
ST 93

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics