20 de março de 2017

Exército dos EUA vai começar a testar laser para derrubar drones

CAROLINE ROCHA
A fabricante de produtos espaciais Lockheed Martin mostrou nesta segunda-feira, 20, um sistema de lasers para eliminar drones que estejam sobrevoando áreas não autorizadas. Segundo a empresa, a solução vai começar a ser testada pelo exército dos Estados Unidos. Em experiências, o sistema conseguiu alcançar 58 quilowatts de potência, mas é possível que o potencial aumente nos próximos meses.
O laser utilizado pelo sistema é chamado de feixe de laser de fibra combinada. Isso significa que ele une diversos lasers individuais para criar um único feixe, mais -potente. "Os veículos do exército poderão carregar algo suficientemente pequeno e poderoso o suficiente para ser militarmente útil", explica Robert Afzal, responsável pela área de sistemas e sensores de laser da empresa.
O método usado atualmente para derrubar drones usa mísseis, que custam bem mais, e possuem efeitos colaterais, correndo ainda o risco de não atingirem o objetivo. De acordo com especialistas, as armas a laser podem ser mais baratas do que as munições tradicionais, já que não exigem projeteis e não precisam ser carregadas.
Por enquanto, as agências vão analisar o potencial da ferramenta
Olhar Digital/montedo.com

2 comentários:

Anônimo disse...

Maj PM-DF, vai perder R$ 18 mil ? Só que não.

http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/pm-expulsa-major-condenado-por-estuprar-duas-jovens-no-df.ghtml

Anônimo disse...

E nós do "EB brasileiro" cumprindo missão com catanho ainda...

É de chorar tamanho amadorismo

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics