18 de abril de 2017

O FUSEX é uma massa de recursos funcionando à deriva, nas mãos indevidas do Governo Federal

Publicação original: 17/04 (07:48)

Resultado de imagem para fusex
José Batista Pinheiro*
O Fundo de Saúde do Exército (FUSEX) foi criado pela Portaria Ministerial nº 3055, de 07/12/1978, em consonância com o Decreto nº 79440 de 29/03/1977, com proposta do DGS da época. O Fundo arrecada mensalmente, desde a sua criação, com desconto obrigatório em folha, do pessoal da ativa, inativos e pensionistas, uma expressiva Receita cujo destino atualmente é o Tesouro Nacional, dinheiro particular de contribuinte transformado em dinheiro público e incorporado às “Receitas da União”.
A criação e instalação do FUSEX pela Portaria Ministerial acima citada instituiu a inclusão dos recursos arrecadados ao Plano de Contas Extras Orçamentários – Conta 66, no título: 66.12.00 – Fundo de Saúde do Exército (Conta particular do EB existente na época), o que reforça a nossa tese de que naquele tempo o dinheiro privado ficava dentro da nossa instituição Exército como receita financeira particular, podendo render juros e correção monetária. Com a reforma administrativa pública federal os recursos particulares dos contribuintes do FUSEX foram negligentemente incorporados à Receita da União. Achamos que foi um abuso contábil cometido pela União, passado despercebido pelos gestores da então Conta 66 (não orçamentária), FUNDO DO EXÉRCITO. Ao se transformar em verba orçamentária, os recursos do Fundo também ficaram sujeitos aos preceitos da administração pública federal. A nossa contribuição tornou-se um tributo a mais que se paga ao Governo somado a tantos outros que já pagamos. Assim, no final de cada exercício financeiro a conta é zerada e passa para o exercício seguinte sem nenhum possível saldo credor e, ainda, não rende nem um centavo no mercado financeiro.
O Decreto 93872/86 declara que a receita para o tratamento dos militares, em geral, são provenientes de dotações orçamentárias, mais as contribuições particulares do pessoal da ativa, reserva e pensionistas e as indenizações de 20% dos tratamentos médicos hospitalares. No caso, o governo federal outorgou aos militares o dever de ajudar o seu próprio tratamento, quando deveria ser obrigação exclusiva do Estado. Uma nação que deseja possuir Forças Armadas tem que bancar tudo: formação do pessoal, alimentação, SAÚDE, fardamento, equipamento e material bélico.
Nós sabemos que a rapidez e a qualidade do atendimento médico são itens fundamentais para a cura do paciente. O dinheiro sendo público obedece a normas muito rígidas em seu trâmite, ocasionando demora na liberação dos recursos, além das liquidação da despesa, na contratação de qualquer serviço ou aquisição de insumos médicos. Inclusive, o seu repasse lento e burocrático fica à mercê da boa vontade das autoridades financeiras do Governo que podem ainda “contingenciar” a liberação da verba. Essa rotina dificulta médicos, hospitais e laboratórios particulares em se conveniar ao FUSEX. Infelizmente o pessoal da reserva, reformados e pensionistas são idosos sujeitos à doenças degenerativas, cardiopatias graves, acidentes vascular cerebral (AVC), mal de alzheimer e outros próprios da 3ª idade. No nosso entendimento, o Fundo de Saúde do Exército – FUSEX tornou-se apenas em uma sigla sem personalidade jurídica, sem patrimônio financeiro e sem direção executiva própria. Trata-se de uma massa de recursos funcionando à deriva, nas mãos indevidas do Governo Federal. O funcionamento do sistema poderia ser semelhante aos executados pelos diversos Planos de Saúde ora existentes que atendem com presteza e qualidade à quase totalidade da população brasileira. O assunto é válido para as demais Forças. (Edição: montedo.com)
*Coronel reformado do Exército

59 comentários:

Anônimo disse...

fhc alem de congelar os salarios por 8 anos, editar a mp do mal, roubou o dinheiro do fusex (todos os fundos de saude das ffaa) colocando em caixa unico da união,meteu a mão no q não lhe pertencia. mas tudo com apoio interno dos generais, pois ninguem gritou/reclamou/ou se mexeu.
assim é a vida, mas ela tb nos mostra quanto safados são os inocentes/sabidos/inteligentes/sociopatas que tomaram o poder. possam de tudo mas são ladrões.
estão atentos e preocupados, mas, agora começou a subir o véu, mais coisa aparecerá????????
e não satisfeitos, querem mais e mais dinheiro, tudo com a aprovação dos chefes militares.
como respeitar quem não nos respeita?

Anônimo disse...

Muito bom seu artigo.

Anônimo disse...

CADÊ OS 28%. ORDEM JUDICIAL.

Anônimo disse...

Bom seria uma guerra mundial para os urubus comer estes corruptos. Ainda bem que existe um justo juiz que estes corruptos vão ter que prestar conta e aí sim vão chorar no inferno. Lembre_se que tá escrito na Bíblia sagrada onde fala que o ambem o ladrão não entrará no reino de Deus. Então se prepare você que tem fraudadoe estorquido e matando inocentes com suas ganancias seu aves de rapinas. O inferno será suas moradias.leia a biblia e veja.

Diego H disse...

Muito bom artigo, muito bem escrito, parabéns Coronel.

Anônimo disse...

Excelente comentário!

Anônimo disse...

Será que é só fundo do Exercito? E as outras Forças? O Fusn=ma não é diferente.

João Luiz disse...

Ou seja, o governo simplesmente "mete a mão" no NOSSO dinheiro que é descontado OBRIGATORIAMENTE, e que deveria ser especifico para a função, causa o maior transtorno pois falta verba direto para o FUSEX, e ninguém do Alto Comando faz absolutamente nada...ainda dizem que devemos confiar nos nossos comandantes...fala sério!!!

SERRANO disse...

Fora preciso em suas argumentações claras e óbvias com conhecimento de causa, em razão de algumas iniquidades administrativa a FORÇA HOJE PENA.


Santa Maria-RS Colibri disse...

Ladrões do governo federal roubaram tmb o fusex com pleno apoio dos generais que viraram idiotas nas maos do ladroes

Neurisvan disse...

Acho que culpa maior pelo Fusex se encontrar nessa situação é do próprio Exército no seu alto comando ao aceitar que nosso dinheiro, do pagador do prêmio do Seguro Fusex fosse anexado ao tesouro da União, dinheiro nosso que pagamos o Fusex fazedo caixa para o PT dar propina para Odebrecht, depois não pagam os hospitais conveniado, como ocorreu aqui em São Paulo com o ACCamargo que ficou 5 meses sem prestar serviços ao Fusex por falta de pagamento deixando centenas de pacientes de câncer sem atendimento,levando alguns até a ter piora no seu estado de saúde por falta de atendimento!

Anônimo disse...

Já que a situação tá tão ruim, qual a melhor arma pra acochambrar?kkk

Anônimo disse...

O anonimo abaixo, sempre posta essa pergunta ...

Anônimo Anônimo de 17 de abril de 2017 10:16 disse...
CADÊ OS 28%. ORDEM JUDICIAL.
.....................

Bom ! Eu recebi a DIFERENÇA em 2011 R$ 3.200 porque entrei na Justiça. Vc teve peito prá entrar ou ficou com medinho ? Aguardo sua manifestação.

Anônimo disse...

Glória a Deus!! Ainda tem gente que escreve bem e esclarece tudo!! Tá faltando é o Exército ser mais claro em sua comunicação social!!

Anônimo disse...

https://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/exercito-apreende-maconha-e-armas-escondidos-em-carga-de-soja

Anônimo disse...

O Hospital de Bagé conhecido como "Hospital Fantasma" visto que não tem nada de especialidade vai se tornar Posto Médico. Esperamos que tenham mais convênios. A gente sai de Santa do Livramento e D. Pedrito e não pega consulta

Anônimo disse...

Comentário excelente deste Cel, porém pergunto, onde ele estava e o que ele fez? Todos os Oficiais reformados gritam e esperneiam. E quando estavam na ativa?

Anônimo disse...

Tenho um amigo da FAB que paga plano de saúde para ele e toda a família. Ele entrou numa briga com a FAB porque queria deixar de ter desconto no contracheque do valor relativo ao SARAM (Fundo de Saúde da FAB), pois ele usava o plano de saúde particular, mas não abriram mão de forma alguma. O problema é que nos hospitais da FAB não há tratamento decente. Há má vontade até do pessoal da recepção do SAME, muitas das vezes. Existe uma imensa falta de médicos e até hospital sem definição de término da obra, caso da Base Aérea de Santa Cruz.

Anônimo disse...

Aos mais entendidos do direito. Seria possível entrar com uma ação coletiva, para esses recursos não entrarem no caixa único da união? Já que o fusex na maioria dos lugares já está falido, na minha cidade atendimento, só pelo SUS ou particular.

paulo ricardo almeida - S Ten R1 disse...

Aqui em São Gabriel - RS estamos jogados na lama, não tem mais gineco, pediatra, cardiologista, etc... quem quiser consulta só botando a mão na carteira...

Anônimo disse...

Não falta mais nada, está tudo dominado.
Pois vejam que no passado com o papo de pagar a construção faraônica da capital federal meteram a mão no fundo de aposentadoria de todos os militares com a promessa de no futuro garantir a estes todos os direitos de quem não tinha e não tem FGTS, isto mesmo foi o começo do fim do "MONTEPIO DA FAMÍLIA MILITAR", e agora a nossa aposentadoria depende de reforma da previdência.
Conte outra piada, pois esta é muito velha e não engana mais, caro governo de ambiciosos e gananciosos por recursos públicos em belas palavras "bando de mão leve", de cinco, nove,dez dedos e tentáculos infinitos".
O povo não aguenta mais, acordem nobres autoridades, há tempo ou será tarde demais depois do 2º semestre deste ano. Pois, já está claro quem mais vai pagar este pato novamente...............

Anônimo disse...

Na Aeronáutica é o FUNSA. Deve estar no mesmo rolo.

Buscando a IF disse...

Acho que para que se faça qualquer análise sobre o assunto, é fundamental que se saiba quanto se arrecada com o desconto obrigatório mais os 20% em comparação a quanto se gasta com os exames e tratamentos de saúde do pessoal. De repente a família militar é capaz até de sair no lucro nessa conta, superando as desvantagens apresentadas no texto, referente às dificuldades de emprego do recurso público.

Anônimo disse...

Mais uma vergonha para os militares

Francisco Jaques disse...

A verdade é que estamos nas mãos de bandidos, ladrões e corruptos políticas no serviço público.
Realmente a culpa é dos Generais, pois receberem aumento de salário diferenciados, como acontecer no último aumento.
Os Cmts das FFAA receberam recentemente uma gratificação de função.
Os demais militares e civis que se arrombam.
Mas eles tem filhos e netos, e o futuro vai cobrar deles.
Como se diz: o tempo é o melhor remédio.

Anônimo disse...

Mimimi

Anônimo disse...

Aqui em Três Corações o crédito acaba no dia 10 de cada mês, e olha que aqui tem escola de formação. Uma vergonha !!

Anônimo disse...

Anônimo 18 de abril de 2017 07:17, você é analfabeto? Não sabe escrever, não? Só sabe desenhar: "mimimi"? Faça um contexto!

jessé lemos disse...

O FUSEX daqui de Maceió têm envidado esforços sobrecomuns para lavrar, junto às instituições de saúde SANTA CASA DE MISERICÓRDIA e HOSPITAL ARTUR RAMOS, um Convênio que venha a atender os militares e suas famílias com dignidade e honradez! Estamos no aguardo!!

jessé lemos disse...

Por quê gpi cancelada, hein!? Teria eu infringido normas do site!?

jessé lemos disse...

Aguardo.

jessé lemos disse...

Por quê foi cancelada, hein!? Teria eu infringido normas do site!?

Trago só Verdades doloridas disse...

Vai no SUS, princesa

Anônimo disse...

Via de regra, tudo o que está errado no Exército, está relacionado a alguma lei. A solução seria transformar o Fundo de Saúde em Fundação de Saúde. Vejamos: quando solicitamos algum recurso financeiro à FHE/POUPEX, o mesmno está disponível em até 48h. Por outro lado, quando fechamos uma fatura de despesa médica do FuSEx, a mesma passa por auditoria, espera suplementação de limite no SIRE, é empenhada e espera em torno de 30 dias (no caso mais otimista), para ser paga no SIAFI. Todo o processo de emissão de guia, atendimento, recebimento de fatura, auditorias, empenho da despesa, liquidação e pagamento, não leva menos do que 90 dias. Enquanto isso o desgoverno federal usa e abusa dos recursos que nos pertence.

Anônimo disse...

E ainda não estão satisfeitos, querem mais dinheiro dos militares. Enquanto ninguém der um BASTA, eles vão continuar sacaneando. E a nossa Constituição só serve para os militares?

Anônimo disse...

SOCORRO! BRASÍLIA! PEDIMOS SOCORRO!!

A partir de 01 maio 17, ESTÁ SENDO CORTADO o convênio da rede SANTA
- Santa Helena, Santa Lúcia e afins.

NÃO TEMOS PEDIATRA DE EMERGÊNCIA!!

Postei como ANÔNIMO, pois temo represálias sim.

Anônimo disse...

Interessante texto. Concordo em grande parte. Vamos a alguns pontos
- a reforma administrativa realizada na administração pública federal estabelece que não há "conta por fora", se o dinheiro é arrecadado deve ser atrelado a uma conta da adm federal...qualquer coisa fora disso é "caixa 2". Portanto, toda essa contribuição do FUSEx é tratada dessa forma.
- Perdemos muito sim em não poder gerenciar, semelhante aos planos de saúde, os valores do Fundo, mas isto é um problema da adm federal, não do EB
- A má qualidade de alguns hospitais militares se deve ao fato de, digamos, ser militar...onde há convênios, em geral o atendimento é semelhante aos oferecidos aos pacientes de planos de saúde
- Uma saída - por meio de alguma entidade privada, essa contribuição ser administrada, semelhante a planos de saúde, seria uma solução viável, mas tem problemas. As contribuições do FUSEx entram como "contribuição previdenciária oficial", mudanças poderiam ocasionar discussões sobre a "previdência" dos militares. / Entidades privadas visam lucro e tem custos adicionais na administração que hoje, no FUSEx, não são contabilizados. Resultado - as contribuições permaneceriam as mesmas? seriam suficientes?
Prezados, são apenas alguns pontos para discussão e reflexão...as vezes o problema foge da nossa alçada, outros não.
Abç

Anônimo disse...

"Fantasma" mesmo. O camarada chega de tarde lá, anda por tudo não se vê ninguém, Ninguém mesmo. Nem expediente a tarde o pessoal cumpre. Quero uma "boquinha" no Fantasma de Bagé.

Anônimo disse...

Concordo com o colega que escreveu que estamos sendo governados por bandidos, ladrões da política. Não tem outra explicação.

Dificilmente você encontra um político com postura de homem público, de estadista, todos são bandidos que ingressam na política apenas para roubar e enriquecer.

Veja o caso do Sarney. Desde 1964 o homem tem como única atividade profissional ser político. Hoje é um homem milionário, com certeza um dos homens mais ricos do país. Agora olhem os indicadores do Maranhão desde 1964. Não mudou quase nada para melhor. Somente a vida dos "Sarney" é que melhorou e muito.


Antonio Teixeira disse...

Pessoal. Na verdade a coisa não foi tão simples assim. Na transição militar democracia muitos direitos dos militares ficaram enterrados! Muitas informações e departamentos por questões de sigilo de informações foram queimados e desativados. Muitos comandantes foram obrigatoriamente aposentados. Iniciou nessa época a caça aos militares. Muitos generais ao serem desligados de suas funções não tinham nem casa própria pois muitos deles moravam em vilas militares. A preocupação na época em socorrer sua própria família mais a pressão externa colocando os militares como algozes da sociedade brasileira chegava as alta temperaturas. Quem prestava serviços nas áreas de informações deveriam manter-se fora do sistema convencional e com tudo isso na maioria perderam seus soldos e seus direitos seus arquivos destruídos sua identidadesenha preservadas junto com suas vidas e suas familias. E no governo FHC foi o cheque mate da classe militar. E que voz tinha um coronel numa sociedade cheia de sede de uma suposta justiça velada em vinganças. Por situações que alguns cometeram que muitos nem militares eram e na mauoria sim policiais civis. Que foi generalizada aos militares na totalidade das barbáries. Não digo que foi uma época mansa. Foi uma época violenta. Mas hoje as facções e a polícia civil mata cem vezes mais que no regime militar. Naquela época toda casa tinha arma pra se defender de bandidos. Mas nem por isso ouvia dizer que uma determinado bairro era bang bang todos os dias como hoje. Então o problema foi que a liderança militar assim como toda classe foram suprimidas como um todo. Mas isso não impede que ela se junte em abaixo assinado e conquiste seus direitos. Pois os militares tem a força de um gigante quando Unidos. E são os militares brasileiros que fazem desta patria um gigante adormecido. Tenho certeza que quando esse gigante acordar o mundo saberá que o Brasil e o melhor país pra se viver e o mais seguro.

Anônimo disse...

Culpa da própria força: qual o médico, em sã consciência, vai prestar concurso hj pra ganhar 6000 reais? Fazer missões esdrúxulas como acompanhar mulheres de general em chás beneficentes, encontro de turmas na AMAN, cardiologista exclusivo para palestra do Alexandre Garcia, festa junina no CIMAN... Basta dar um confere no BR: tem demissão de, pelo menos, 3 médicos/semana. As turmas, em 10 anos, já reduziram a, pelo menos, 1/3

Anônimo disse...

Não se preocupem que o EB está investindo na contratação de militares técnicos temporários, principalmente na área da saúde. Se não resolver o problema do FUDEX, no mínimo eles sairão com uma bolada depois dos oito anos de prestação de serviço. Pecuniária!E, o último a sair apague a luz. Tem a moral!?

Anônimo disse...

O meu desconto do fu.s.ex, ZM3, foi implantado dobrado! Será que a DSau sabe dessa anomalia no sistema? Ou o velho pracinha vai financiar o rombo

Anônimo disse...

Mimimi..seu anencéfalo reclamao

Anônimo disse...

Respeito a opinião do Cel. Entretanto, essa é apenas uma parte da história. A outra é falta de gestão dos hospitais militares. O FUSEx só serve como cabide de emprego para os PTTC e filhas e esposas de oficiais. Acabem com o FUSEx e contratem um plano de saude coletivo já.

Anônimo disse...

Bom o assunto é muito polêmico, mas se não me falhe a memória no começo do ano de 2016 foi realizada uma operação contábil dentro do sistema financeiro do EB, onde foram remanejados recursos do FUSEX para cobrir despesas básicas de funcionamento dos quartéis (água, luz, contratos de locação de equipamentos, telefonia, etc. e tal), fica a pergunta dinheiro para a saúde de todos remanejados para os quartèis não pararem e futuras ações serem movidas/cobradas na Justiça. Espero que somente tenha sido boato, caso contrário algo muito errado aconteceu.........

Anônimo disse...

O integrantes do EB (subtenentes) vivem dias de expectativa. Esta semana sai o QA para as promoções de Junho. Como vai ser???. A turma de 92 vem com toda força "esmagando" os militares das turmas de 86, 87, 88, 89, 90 e 91 que ainda esperam a promoção ao Oficialato, ou teremos uma chance?????? Affffff. Que agonia....A promoção não é por ostentação de usar uma espada, de comer melhor no cassino dos oficiais, de ter um HTO bacana, nada disso. Sei que QAO não é considerado Oficial pelos Oficiais de ACADEMIA e sim um auxiliar de Oficial. Pensamos no futuro uma grana a mais e um leito no hospital na velhice, pois o tratamento de Oficial é outro. Oficial fica em apartamento e praça em enfermaria. Os retardatários não promovidos tem esperança QAO EM JUNHO

Ataliba disse...

O sujo falando do mal lavado! Ninguém quer se expor, porém quando se fala, há os críticos de plantão.

Anônimo disse...

Excelente esclarecimento montedo. Infelizmente as grandes perdas do passado tiveram sempre interesses futuros, p quem acha que os chefes foram "enrolados" ou são burros" repensem pois p eles nada mudou (em qq desses lugares onde a saúde está ruim veja se um general ou familia fica sem atendimento) é realmente incrível a presteza e eficiência do sistema p com eles (sócios majoritários) nós (funcionários) devemos pagar a conta e nos dar por satisfeitos. Uma analogia rápida isso muito se parece com uma situação que todos acompanhamos no dia dia do Brasil né? ? Onde roubaram p si e a grande massa é quem vai pagar a conta. Coincidências? ?? Ou espelhamento de ações? será que nossos "chefes" ao permitir tantos absurdos (MP do mal etc..) não estão simplesmente preocupados consigo próprios em se manter como sócios desse clube" da mesma forma que todo político federal não será atingido por "reforma"
Nenhuma. São as perguntas que movem o mundo.

Anônimo disse...

Quando estavam na ativa e tinham o poder das espadas só diziam sim senhor e não senhor. O medo vem desde Guararapes. Os poucos que restam na ativa, se têm coragem são calados com transferências e cala boca. Veja os salários deles em comparação com a tropa. Então, para que reclamar? A tropa que se exploda!

Marcello disse...

Este Subtenente que vive falando do QA chega a me dar vergonha, sério, passo vergonha por ele, já conheci muito militar chorão, pedinte, mas este cidadão beira ao mendicante, beira ai ridículo. Este homem não tem brio? Não tem amor próprio? Vai traçar novos objetivos, vai estudar, vai trabalhar depois do pijama, cria vergonha na cara, homem velho fazendo um papelão desses.

Anônimo disse...

Sr de 19 de abril de 2017 20:55. Os Subão estão desesperados. Agora vai ter Idioma no CHQAO. As praças tem que sera darem conta que a carreira da praça é até subão. Tem que terminar com este qao, muita gente sofrendo. Não só o subão a familia dele também. O Sr deve ser oficial para falar isto dos Subão.

Anônimo disse...

Camarada de 20 de abril de 2017 08:40, inicialmente quero dizer que não sou oficial, longe disso, sou um pracinha pica fumo, entretanto, sei muito bem o meu lugar dentro desta instituição. Simples assim, veste a carapuça e pare de mendigar, é vergonhoso até mesmo para a sua família este tipo de humilhação. A vida não se resume à apenas sair Oficial QAO, a ganhar R$ 1.300,00 a mais quando for para reserva, isso literalmente no papel não resolver todos os seus problemas da vida; e a vida, nobre cidadão, é muito mais do que isto, e o pior, ele está passando. Pare de se preocupar com estas coisas medíocres e trace novos objetivos, trace novos planos, não crie expectativas para a sua família; este tal subão vai arranjar é uma doença psicológica daqui a pouco, ou algo pior, se é que não já está doente. Existe um mundo cheio de oportunidades para pessoas que não são preguiçosas depois do muro do quartel. Simples de entender, simples como andar para frente.

Anônimo disse...

Sr de 20 de abril de 2017 18:16. O Senhor vai chegar a subão e vai senti o mesmo. Ou o Sr é dos "lobinhos" que fica no zap zap o dia todo e falando em concurso. Acorda lobinho

Anônimo disse...

Não estudou e agora quer ser oficial que vergonha s ten se vendendo por míseros pontinhos pra tentar sair oficial é o triste fim dos fracos.

Marcello disse...

Olha, não faço parte dos lobinhos, das turmas mais modernas, entretanto, bem que gostaria de ser, na verdade daria um braço para fazer parte desta geração. Estes sim são espertos, não se deixam enganar, já chegam de costas, já chegam em busca de algo melhor, de alçar novos voos. E digo mais, não há nada de errado no comportamento desses que pensam assim, este país não tem mais jeito mesmo, esta instituição não respeita as praças, a vida está passando, eu até usaria as palavras de alguns colegas -"estão safando a sua onça". E mais, viva o whats, aplicativo inteligente, instantâneo, capaz de troca de informações em tempo real, viva a tecnologia. Doentes e infelizes são àqueles que continuam à viver no passado, saudosistas, que vangloriam-se em dizer que no meu tempo o Exército era assim e assado. Vai chupar um prego ou carpir um pátio.

Anônimo disse...

O anonimo abaixo, sempre posta essa pergunta ...

Anônimo Anônimo de 17 de abril de 2017 10:16 disse...
CADÊ OS 28%. ORDEM JUDICIAL.
.....................

Bom ! Eu recebi a DIFERENÇA em 2011 R$ 3.200 porque entrei na Justiça. Vc teve peito prá entrar ou ficou com medinho ? Aguardo sua manifestação.
E o seu medo de se identificar? Qual o motivo do cagaço? Comprou um apartamento com essa fortuna ? TC R1 QCO Leonardo

Anônimo disse...

"Olha, não faço parte dos lobinhos, das turmas mais modernas, entretanto, bem que gostaria de ser, na verdade daria um braço para fazer parte desta geração. Estes sim são espertos, não se deixam enganar, já chegam de costas, já chegam em busca de algo melhor, de alçar novos voos. E digo mais, não há nada de errado no comportamento desses que pensam assim, este país não tem mais jeito mesmo, esta instituição não respeita as praças, a vida está passando, eu até usaria as palavras de alguns colegas -"estão safando a sua onça". E mais, viva o whats, aplicativo inteligente, instantâneo, capaz de troca de informações em tempo real, viva a tecnologia. Doentes e infelizes são àqueles que continuam à viver no passado, saudosistas, que vangloriam-se em dizer que no meu tempo o Exército era assim e assado. Vai chupar um prego ou carpir um pátio." Tenho pena de você , tão inteligente, tão antenado, tão descolado, foi enganado e entrou para o EB achando como praça achando o que ? E ainda por cima é fã de vagabundos. Chupe um prego bem grande também e trabalhe ! TC QCO R1 Leonardo

Anônimo disse...

mais uma vez, os funcionários públicos pagam a conta. Copa do Mundo , Olimpíadas só serviram para encher os bolsos de uma meia dúzia. Pena não termos pena de morte. Essa só em tempo de guerra. Pra mim, já estamos em tempo de guerra, faz tempo.

Lamentável

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics