9 de maio de 2017

Qualquer semelhança...

51 comentários:

Anônimo disse...

De novo me montedo???

Antigona

Anônimo disse...

Perfeito!! (kkkkkkkkkk)

Anônimo disse...

Não concordo com o estereótipo feito. Vivi em ambas as situações e cada uma apresenta dificuldades e benesses relativas ao cargo / função. Há bastante trabalho, seja físico e/ou intelectual em cada lugar. Esse tipo de comparação, apenas fortalece o preconceito e cria um tipo de rixa interna. Somos filhos da mesma Instituição, com a mesma farda e mesmos princípios basilares.

Anônimo disse...

Verdadeiro kkkkkk ...

Anônimo disse...

É assim mesmo ...
Almofadinha de medalhas...kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

não é verdade, em todo lugar há os dois esteriótipos e caras que somam ou te deixam na mão.

pegou mal a postagem...

Anônimo disse...

Aqui no CMP pra quem não serve em BSA são quatro formaturas com capacete e mochila no lombo duas passadas uma em ordinário e outra em acelerado.

Anônimo disse...

Em 2008 fiz parte da primeira leva de militares que foram transferidos por terem mais de dez anos de guarnição, tendo todo um prejuízo familiar e financeiro deste ato. Adivinhem quantos saíram de Brasília. Nenhum. Fechei meu tempo dois anos depois é pedi a reserva, muita sacanagem com a tropa.

Anônimo disse...

Medalha é uma ação política (hj em dia) ! Então ...

Sgt Resenha

Anônimo disse...

Sou tropeiro desde de 3º Sgt. Nunca fui punido, todos TAF e TAT "E". TAF mesmo. Só consegui as medalhas básicas e a Osório. Dois cursos operacionais e dois estágios montanha e caatinga. Conheço colegas "ruins" de trabalho, que foram para Brasilia por (peixaria), conseguiram a Pacificador. Fui para Selva duas vezes e posso afirmar que lá a missão é real. Sou a favor que os tropeiros sejam diferenciados do pessoal de QG. A atividade fim do EB é combate e o tropeiro que faz isto. Andar de sapatinho, camisa bege deve ser muito bom, tem camarada com 28 anos na Guarnição de Brasilia e nunca foi movimentado. Quero ver o camarada 1º Sgt antigo com mochila e para fal no meio da selva, isto sim quero ver.

Anônimo disse...

Ao Sr Comentarista de 9 de maio de 2017 15:53. Foi muita injustiça mesmo que fizeram em 2008. Fico indignado com isto. Existem camaradas com mais de 25 anos em Brasilia e no mesmo PNR. Camarada em Guarnição Especial que não é movimentado. Camarada ocupando PNR mais de décadas e com imóveis na cidade e alugando para colegas que chegam movimentados. Camarada separado e residindo em PNR. Isto os Comandantes não enxergam. A única solução é buscar na Justiça. Queria ver a resposta porque um militar fica 30 anos em Brasilia e quando vai para reserva pega PTTC. Como pode isto?

Anônimo disse...

As fotos retratam a atual situação dos praças(foto 1) e dos comandos(foto 2).

Anônimo disse...

Concordo plenamente servir em Brasília é para peixes e não necessariamente ser um bom profissional.

Anônimo disse...

Senhores, sei que a verdade dói e muitos não gostam de enfrentar a realidade, mas essa montagem representa, sim, a verdade desses dois tipos de ambiente no EB. Cada um tem seu valor, em suas respectivas atribuições, mas convenhamos que o pessoal de Brasília (das Diretorias, claro) vivem numa outra dimensão.

Quem ainda estiver com dúvidas, faz um passeio lá em Brasília nas férias e comprovará.

EMANUEL DIMAS PEREIRA DE SOUZA disse...

A realidade dói, mas é a pura verdade!!!!!!!!

Anônimo disse...

Aos ciumentos, Brasilia é para os melhores. Quem pode pode, quem não pode se sacode. Ar condicionado, sem sentir o peso do tecido rajado no corpo, receber Excelente nos TAF e estar ao lado de quem decide as coisas no Exército é para poucos. Ser a elite é para poucos. Beijinho no ombro para os de tropa.

Anônimo disse...

Camaradas, muita calma! Apenas uma brincadeira. Cada um que agarre a sua oportunidade.

Anônimo disse...

No final da carreira todo mundo vira herói injustiçado.

Anônimo disse...

Excelente a postagem. Retrata realmente o combatente da selva, com pele sofrida pelo suor, muitas vezes com micoses do suor. Na selva o combatente de serviço é 24h com a gandola. O da direita retrata a galera de Brasilia, cheirosos, bem alimentados, transporte na porta da CORTE, PNR, Clube no final de semana para o futebol, churrasco e gelada e as medalhas; medalha, medalha, medalha.... Enquanto na Selva, nada de medalha, jaraqui com farinha e muita vibração. Vamos ver este ano a DCEM atuando e dando oportunidade aos esquecidos da Ponta da Linha. Rotatividade já! Limpar quem esta em guarnição especial além do tempo e em Brasilia também..vamos lá DCEM, "fogo na moita deles". Ninguém é insubstituivel, vamos lá..oportunidade para os outros.

Anônimo disse...

Algum colega de Brasilia sabe informar o percentual das promoções para qao. Grato. ST no 10º QA e compulsória pegando

Anônimo disse...

Concordo com o companheiro que disse que coisas boas e ruins em ambos Comandos, se em um há a dificuldades e intempéries das localidades inóspitas, na outra há o ar muito seco, e as vezes aquela velha guerra de papel, mas todas tem suas coisas boas, a oportunidade de conhecer nossa querida Amazônia e na outra fazer parte direta ou indiretamente das decisões de nosso querido Exército, simples assim, quem viver verá.

Anônimo disse...

Estarão todos em Curitiba...é só prendê-los.

Anônimo disse...

A mais pura verdade

MESSIAS DIAS disse...

Montedo.

Definindo com fotos e palavras.

Perfeito!

Anônimo disse...

Um dia pagaram 10% do soldo para quem era da tropa. Ai avacalharam pagando até para Cia Cmdo de QG. Depois acabou.

Anônimo disse...

Mais uma vez afirmo: o blog, em q pese algum pouco valor, especializa-se em fomentar a divisão de classes. Seja entre círculos hierárquicos, seja entre ambientes de trabalho. Ademais, a força negativa com que abastece o inimigo - reportagens contra a instituição - reforça o meu pensamento como o da maioria de bem que, ainda, visitam esse espaço.
Maj LEONARDO

Anônimo disse...

Caramba, muito bacana essas missões reais...

Anônimo disse...

Ao Anônimo do dia 9, (16:45) que é tropeiro desde 3 Sgt. Meu camarada, vamos para outro ponto de vista. Eu sirvo em Brasília, mas antes de vir para cá, servi na tropa (assim como todos aqui). Tenho medalha corpo de tropa 2 capacetes (13 anos em pelotão), todos TAF e TAT "E" (o TAF onde sirvo é filmado), na tropa, representei minha OM em modalidades esportivas âmbito Bda e DE, e outras competições civis e não fui agraciado com a Osório..considere-se um felizardo por ter recebido, afinal nas duas OM operacionais que passei, a medalha era para o praça mais antigo, bastava ter os TAF ou TOF(ou vai me dizer que na tropa não acontece?). Tenho apenas 1 curso operacional, pedi outros 2 e nunca fui atendido(sorte/peixaria/competência a sua hein), estou entre os 10 da turma, tanto na formação quanto aperfeiçoamento. Vim para Brasília me inscrevendo nos processos da DCEM, sem "peixaria"..a propósito, de acordo com seu pensamento, imagino que você deva ser peixe de alguém né, pois já serviu duas vezes na selva...ganhou seus pontinhos de Gu.. Eu me pedi duas vezes e não fui atendido. Não tenho Medalha Pacificador.. conheço muito cara bom que ganhou..e ruim tb..pois aqui, a cota de medalhas, injustamente, é maior (de acordo com o Of General). Porém não esqueça que a Medalha Corpo de tropa só ganha quem está na tropa..e pontua mais que Pacificador (Prata e Ouro).. Tb tive colegas ruins de trabalho..tanto na tropa quanto aqui. Não é porque está na tropa que todos são operacionais..ou vc nunca teve companheiros que fugiam de missão, de escala de sv, de campo, não colocavam a mão na graxa, etc??? Em todos lugares há vagabundo, babão, bajulador, "carreirista". Qto ao tempo de Gu, aqui têm militares há muito tempo sim... mas e na tropa não tem? pesquisa a guarnição de Santa Maria, como exemplo..Como existem muitas Diretorias/Departamentos, há mais vagas para ST/Sgt antigos...o QCP de um Esqd, se não me engano, prevê 02 ST..onde o excedente vai servir?? Servir aqui tb é uma questão de antiguidade e escolha. Enfim, caro "sgt tropeiro", acho que não deveria generalizar..é preciso respeitar quem serve aqui..pare com essa síndrome de que os que servem na tropa são sempre prejudicados, os coitados... Há privilégios/injustiças em todos os lugares. Como vc diz, a atividade fim é o combate, e o tropeiro faz isso...e quem Comanda/planeja? quem fornece a logística? Quem faz chegar o pagamento na conta do tropeiro? Quem transfere vc para a selva? quem seleciona vc para 2 cursos operacionais?? Convenhamos hein...pense um pouco antes de falar besteira.

1 sgt inf disse...

retrato q traduz a verdadeira face da discrepância entre os "Lords" e os "plebeus"...NÃO ADIANTA NEGAR!!!...quer se dar bem, vai pra Brasília. kkkkkk

Anônimo disse...

Ao comentarista de 9 de maio de 2017 22:26

Não culpe oo Montedo de nada não camarada ! Quem publica os fatos é a imprensa, se liga. Proiba o G1 e demais jornais de publicar as noticias então.

O Montedo apenas transcreve.

O Blog não é das FFAA, o Blog não é oficial. Vá ver as noticias de interesse da Força, que esconde o que acontece da tropa, as quais ficam apenas nas 2ª Seções, deixando a tropa desinformada do que acontece Brasil afora.

Vá acesar os sites do EB, DGP, DEC,etc ...

Vida que segue camarada ....

Anônimo disse...

Quem causa o mal são os chefes sem sensibilidade, incapazes de serem justos, não conceituando com retidão os melhores. Portanto, oficias no comando incapazes de saber quem é quem em um universo de 20 a 25 ST/Sgt e não corrigindo ou penalizando os preguiçosos.

O Blog informa a tropa a realidade, muitos mais do que o Comando que se omite e varre pra baixo do tapete os acontecimentos.

Vc que reclama, já enviou algum link para ajudar o Blog ? Ou age como a maioria, vê, lê, deleta e não repassa nada sobre a caserna !

Seja mais útil a coletividade. Ajude.

Anônimo disse...

http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/exa-rcito-diz-que-na-o-a-mais-o-responsa-vel-pela-pista/379525

Anônimo disse...

9 de maio de 2017 23:50. O Sr deve ser um dos "beneficiados" heimmmm. O que o cara falou esta certo. Tem que ter rotatividade sim. No máximo 5 anos e deu. Vem para tropa camarada. Coloca os BIL e os quarteias da Vila Militar. Vem com a gente. sai do ar condicionado.kkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Um camarada me ligou e disse. Aqui é outro Exercito. na tropa o cara rala mesmo, corre atra´s de meios, aqui eu abro um armário e esta lotado de material de expediente. Na tropa o cara tem que se virar nos 30. aqui o chife perguntou quanto eu queria de conceito. na tropa é "pauleira" o cara nem sabe qual o conceito. palavras de um cara que esta em Brasilia, e vem camarada dizer que não, sai fora meu....

Anônimo disse...

O comentarista 9 de maio de 2017 18:56 está confundindo Brasília com Goiania. Amigo, a brincadeira fala de Brasília...e você pelo que diz, está em Goiania.

Anônimo disse...

E vc acha isso horrível? Fique um ano em um Pelotão de Selva!

Anônimo disse...

Quem é mais importante para o Brasil, a Vaquejada ou as Forças Armadas?
Resposta.Para alguns membros do Congresso é a Vaquejada.
Vejam a votação das PECs 249 de 2008 dos militares e a PEC 50 de 2016, qual será votada realmente?
Mas o fumo está a caminho.

Anônimo disse...

muita choradeira....
vão estudar seus tropeiros da SELVA!!!!
QUEM VAI PARA A SELVA, VAI POR CAUSA DO DINHEIRO E NÃO DO AMOR À PATRIA....

Anônimo disse...


Anônimo 10 de maio de 2017 12:44 Tenho 17 anos de tropa..imagino que vc não deve ter isso nem de Sv para pensar dessa forma..Em nenhum momento falei que era contra rotatividade..apenas falei que ficar muito tempo em um lugar acontece em todos os lugares...As nossas escolhas são feitas baseadas no que é melhor para nós, para nossa família...queria ver se vc tivesse uma filha estudando em Universidade pública(depois de anos de estudo)se iria pedir transferência quando fechasse teus "5 anos" de Gu..ou se tivesse uma esposa que trabalha e ajuda no orçamento familiar. Quem se beneficia aqui é minha família.. como falei, estudei muito na carreira e ralei na tropa...os benefícios, se vierem, são fruto disso. Trabalhar com ar condicionado?? Grande parte dos quartéis de tropa possuem ar nas suas seções... ou seja, comentário infeliz o teu... repito, alguém tem que trabalhar na burocracia..
- o anônimo 10 de maio de 2017 12:49 está correto qdo fala em meios..nas Diretorias não falta mesmo, tem muito... mas alguém já serviu no BPEB??1º RCG? igual a tropa de fora de brasília...

Enfim, não sou dono da verdade e concordo com o que muitos disseram ai.. só não se pode generalizar..e achar que todos se dão bem aqui.

Anônimo disse...

por que será que quem passa por Brasília sempre quer voltar pra lá? é outro Exército..

Anônimo disse...

https://www.stm.jus.br/informacao/agencia-de-noticias/item/7254-stm-tranca-procedimento-investigativo-contra-diretor-de-presidio-da-marinha-procurador-pediu-privilegios-para-tenente-preso-por-homicidio

Anônimo disse...

Vá pescar com seus netos...
Nunca sairá.

Anônimo disse...

Parabéns pela colocações companheiros....

Pessoal tem uma necessidade de reclamar, que reclama até do que não precisa.

2° sgt 2002

Anônimo disse...

Sirvo em um BIL é me sinto muito feliz, pois ano a atividade de tropa e sei que na tropa temos também nossas vantagens.

MINUSTAH!!!!!

BRABAT/26!!!

Anônimo disse...

Eu fui por experiência, e porque amo o que faço.
O dinheiro foi consequência.

Não meça todos por sua régua.

Anônimo disse...

Ao engravatado, que não conhece selva, os 20% encima de soldos miseráveis que recebemos na selva mal dão conta de pagar a conta de luz, que é em torno 150% mais cara. Combustível é mais caro, alimentação, aluguéis nem se fala. Falta de conhecimento gritante imaginar que quem vem pra selva junta dinheiro ou fica rico. Nós anos 90 quando 20,30 mil reais concistiam uma soma considerável, uma temporada na selva garantia um modesto imóvel, ou terreno, ou pelo menos a possibilidade de saldar dívidas e ficar no zero-a-zero. Hoje, 2017, já longínquos os anos 90, recebemos....os mesmos 20 ou 30 mil, que não servem nem para alugar um simples caminhão e trazer nossos pertences para uma GU aqui do norte, temos que nos reunirmos entre meia dúzia e locar o mesmo caminhão. Juntar dinheiro é uma utopia aqui na selva. Empregos não existem para as esposas. Concito ao engravatado de Brasília que exige que venhamos para selva por "amor à pátria", que venha conhecer a realidade antes de emitir juizos.



Anônimo disse...

Falta atualizar urgente a tabela de bagagem, Auto e moto, não atualizadas desde Dez 1994 (o frete deve ter aumentados mais de 600% nesse periodo de 20 anos);

*** O valor da indenização é para o militar custear o transporte da sua bagagem e não JUNTAR 3 ou 4 militares para alugar UM caminhão.

Anônimo disse...

Você falando abertamente assim fica comprovado que o dinheiro da transferência serve para enriquecimento ilícito. Ele tinha que pagar a mudança e o restante ser devolvido. É por isso que a sociedade civil está cagando para nosso choro em relação a previdência.

Anônimo disse...

Quem vai para a SELVA É VOLUNTÁRIO!!!! e deve AMAR A PATRIA....
Caso contrario, é pelo DINHERIO SIM!!!!!
Então, sem chororo.......

Anônimo disse...

Anônimo disse...11 de maio de 2017 12:27
Porque não te calas Aspone de BSB????? Vem pra cá amar a Patria. Entrega o PNR, VENDE OS FINOS MÓVEIS, TIRA AS CRIANÇAS DO COLÉGIO, A ESPOSA DO TRABALHO, pega 20 mil e vem pra correr de calça e coturno fora do expediente...vem amar a Pátria.

MESSIAS DIAS disse...

Subserviência é a sua marca.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics