5 de maio de 2017

Remuneração dos militares: dois generais, cinco demandas e um caminhão de água fria

De general para general
Em correspondência dirigida ao general Mourão, responsável pelas finanças do Exército, o general Silva e Luna, secretário-geral da Defesa, tratou de jogar – não um balde! – mas um caminhão pipa de água fria sobre as expectativas dos militares em relação a um punhado de demandas relacionadas com a remuneração dos fardados. As informações servirão de subsídio para a primeira reunião da Comissão Permanente de Remuneração do Exército (CPREx), presidida pelo general Mourão.
Resultado de imagem para remuneração dos militares
Diferença dos 28, 86%
Após seis anos na gaveta do Planejamento, uma exposição de motivos foi devolvida ao MD em setembro de 2015, com sugestões e um aviso: não há previsão orçamentária! Em nova discussão em julho de 2016, o aviso se repetiu: não há previsão orçamentária! E para 2017? Não há previsão orçamentária! 2018? ...esqueça! Em 2014, o valor total era de R$ 7,5 bilhões.

Reajuste de diárias
Por ter impacto em toda a administração pública e considerando as restrições orçamentárias, o assunto não avançou, mas será objeto de novas interlocuções, sine die.

Reajuste da tabela de transporte de bagagem
Fica para depois. A negociação com o Planejamento foi suspensa, para não atrapalhar asa tratativas sobre as restruturação da remuneração dos militares.

Conversão em pecúnia da Licença Especial não gozada e não computada em dobro para a inatividade
O MD aguarda a manifestação do Exército e da Aeronáutica.

Nova política de remuneração para as Forças Armadas
A exposição de motivos faz aniversário mês que vem. Foi enviada a Casa Civil e devolvida ao MD, que promete retomar o assunto e reapresentar a matéria em breve.

74 comentários:

Luis Fernando Smidt disse...

Não devemos nos preocupar, porque nossos Chefes "estão atentos"!

Anônimo disse...

Já estamos pra lá de cansados de tantas coversas fiadas, de lorotas, de bafos de boca! Como é que está se discutindo uma reestruturação da remuneração e deixa o reajuste de uma tabela de fora "para não atrapalhar"? Se o alto comando das FFAAs não tem certeza do futuro do que pode vir por aí, melhor não encherem de esperanças os endividados e desmotivados militares e suas famílias!

Anônimo disse...

É um tal de empurra e empurra pra depois que dá dando nojo nos militares .....

3º Sgt / 2013

Anônimo disse...

Mais palavras ao vento.

Voltarei para o papiro.

Anônimo disse...

Justiça neles.

Os 28,86%, as ferias de recruta não goazada e a LE não gozada, são direitos dos militares. Entretanto só na Justiça e foi assim que recebi a diferença dos 28,86% em 2011.

As ações da LE e férias de recruta ta no pau e aguarda despacho do Juiz desde maio de 2016.

Não gozei, portanto tenho direito. Uma pena o EB ter me sacaneado, pois terei que pagar 23% para o advogado, de um direito meu.

Convém dizer, que o meu requerimento para receber as férias de recruta, ficou engavetado por 2 anos, por ter dado azar de ter no caminho militares preguiçosos. No final, o Gen Enzo no apagar das luzes baixou parecer suspendendo pagamento. Na SIP foram 248 prejudicados.

Então ficou assim:
- alguns inativos receberam e outros não;
- na ativa, alguns receberam 1/3 e gozaram as ferias e outros não.

Assim é o EB.

Anônimo disse...

Vão empurrando com a barriga,enrolando novamente os militares,prometendo coisas que não virão, enquanto sobra mais para as mordomias e gastos com os parlamentares na "feira" do toma-lá-dá-cá das votações no congresso. Se não derem nada aos militares o que vai acontecer?? Nada. Permanecerão tão obedientes e serviçais quanto antes, então, para que gastar dinheiro do orçamento com eles, com salários, diárias, ajuda de custos das transferências constantes, enquanto que os "pobres" e "necessitados" parlamentares nunca esquecem de se darem polpudos reajustes nos salários e auxílios, todos os anos. E, apesar das grandes dificuldades do país, nunca falta dinheiro para o que não presta. De que adianta ter poder nãos mãos, de que adianta ser um dos poderes constituídos, que deveria ser independente, se não consegue recuperar nem um real da perda salarial e nem receber o que a justiça determina, no caso dos 28%? E ainda vem a "facada" no bolso e perda de direitos com a reforma previdenciária.Para isso não falta vontade.

MARNO MATTE disse...

O dia que nossos companheiros fizerem igual a Aeronáutica, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e mais um bocado de gente, SE NÃO ESTIVER NA CONTA NÃO VAMOS! Essa lambança vai continuar. Paga depois, paga depois, aí vira sorvete.

Anônimo disse...

O ministro da defesa já disse que todas as tratativas sobre remunerações dos militares só será discutida após aprovada a reforma previdenciária para os civis!


Cadê o nosso amigo CHAPA QUENTE????????

Anônimo disse...

Sabem de uma coisa? Nem fiquei surpreso. Nem precisavam justificar nada, pois nada acontece de positivo com os militares.Só ha missões de todo o tipo. Para meter a mão de novo no bolso dos militares, tem umas justificativas assombrosas, só para causar apreensão, mas não passam de lorotas. Com o último "tripulante" do PTinic afundando nas pesquisas, continuam sobrando aos militares só as maldades dos últimos treze anos.Acostumaram a cuspir na cara dos milicos e nada acontece. Poder que não tem poder para cobrar e exigir tratamento justo e cumprimento da Constituição, só serve para enfeite. O pior de tudo é que se houvesse uma espécie de revolta para não, por exemplo,ser transferido e ganhar a "polpuda" ajuda de custo que mal dá para pagar as despesas da viagem e ainda morar de aluguel, aparecem uma dezena de gênios com autoridade, da própria força, prejudicando mais ainda. Só faltam mandar os familiares de carroça ou pau de arara.

Anônimo disse...

Passar para a reserva com 40 anos de serviço. Fica para amanhã. kkkk
Milico continua acreditando em papai noel. É claro que nunca vão melhorar a nossa situação salarial. Espero que com isso acabe definitivamente a inocência militar. Valeu Temer.

Anônimo disse...

Eles são ótimos para cortar direitos, mas para conceder não. Depois ficam de pijama se manifestando nos Blogs. Tem que agir na ativa seus machos.

Anônimo disse...

Todos os funcionarios publicos ja receberam essa diferenças em parcelas, se não me engano terminou em 2007.
- civis receberam 28,86% integrais;
- os militares não receberam a diferença até agora em 2017.

Um ST seria 5%.

Anônimo disse...

Alguém surpreso ?!Esperavam equiparação com outras carreiras de estado, esperem sentados. Vão empurrar goela abaixo os 5 anos e se achar ruim vai puxar mais 5. De 35 pra 40 - sem óleo...Aconselharia não pagar pra ver.

PS : Continuem votando em paisano qualquer, cagando pro titulo de eleitor. Do jeito que a coisa anda, o dia que a milicada tiver representação parlamentar, o troço vai estar tão piorado que vamos ter de lutar pra fazer voltar a ser "só ruim".

Anônimo disse...

Muitas noticias do Exército no G1 ...

http://www.globo.com/busca/?q=ex%C3%A9rcito

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/capitao-infiltrado-em-protesto-em-sp-e-promovido-a-major-do-exercito.ghtml

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/ro/rondonia/rondonia-tv/videos/v/exercito-divulga-o-resultado-da-segunda-operacao-de-vistoria-em-presidios-de-rondonia/5847235/

Anônimo disse...

E ainda há militares que falam em Intervenção militar.
Só os mais velhos, lembram como eram os reajustes das FFAA nos governos militares.
Houve um presidente militar, que não deu um reajuste mais justo à carreira militar, para que a imprensa, não o criticasse.
Ainda querem militares no poder?
Por que nossos superiores não se interessam para a votação da PEC 245?

Anônimo disse...

É só decepção.Como poderemos sustentar nossas famílias? Os comandantes não tem idéia do sufoco que estamos passando? Quantos empréstimos precisaremos pegar de novo ?

Anônimo disse...

Partiu papiro?

Anônimo disse...

Os professores da UFMT, utilizando o nosso "aumento" de 28% como base entraram na justiça e já estão recebendo o deles, ou seja nós ganhamos e não levamos e eles já estão com os contra-cheque gordos.

Anônimo disse...

SENHORES, M1A1.

Três Máximas que escutava no Quartel:

* Quem não Papira, entra em forma pro Aspira.

* Quem não Papira se trumbica.

* Só o Papiro Liberta e só Jesus Cristo Salva.

ESTUDEM.

Ex 1º SGT turma 95. Auditor Federal.

Lopes disse...


Nossos soldos irão melhorar sabe quando? O DIA EM QUE O SGT GARCIA PRENDER O ZORRO!
Só brincando mesmo!
Ninguém acredita mais!

Anônimo disse...

Ser militar de carreira no Brasil é a maior besteira que um jovem pode fazer no momento... façam uma pesquisa na OM de vocês e vejam quantos militares querem que seus filhos sigam a mesma carreira...

Anônimo disse...


vou esperar a última promoção em casa, se depender desses caras para receber a LE vou perder.

Anônimo disse...

Isso tudo não faz nenhuma diferença para mim. Há muito que entendi sobre a "verdadeira face" desta Instituição.

O que não entendo é como existem muitos - mas muitos mesmo - militares que ainda acreditam nos seus "chefes".

É como sempre falo: Deus nos livre de uma guerra.

Simples assim!

Anônimo disse...

E ainda exigem que estejamos sempre com uniforme novo, impecável.

Balela!!

Anônimo disse...

Eu morro e as coisas não melhora. Oh profissão difícil....

Anônimo disse...

A culpa é nossa, enquanto não tirarmos esse bando de comunistas do governo não iremos receber nenhum reconhecimento.
Quando aparece um candidato que se identifica com os militares nós somos os primeiros a cruxificar o cara.
Temos que eleger governantes identificados com a nossa causa ou ficar choramingando pelos cantos.
É só comprar a remuneração dos militares antes desse bando de comunistas do PT, PMDB e PSDB governar com a de agora!

Anônimo disse...

Eu não sou tão velho assim, tenho 52 anos de idade, quando Geisel foi o presidente ele não deu nenhum aumento e ainda falou que o exemplo ia começar de casa. Na época eu tinha entre 12 e 14 anos, cursando economia, estudei o período Geisel, o mais emblemático presidente militar que o país teve. O melhor preparado, o mais culto, tanto que antes de morrer deixou para a história as suas memórias e com autorização para publicar após a sua morte. O episódio da demissão do Frota é singular.

daniel c disse...

Tem dois presentes para os militares: A reforma da previdência(vai de avião) e mehorias no contracheque(vai por um burro cargueiro).

Anônimo disse...

Prezado Montedo. Imagino que a sua fonte seja pessoal de dentro do MD ou da SEF, chefiado pelo General Mourão, talvez um dos mais confiáveis desses últimos tempos...
Sabe o que é ruim ao ler essas notícias?
É saber que no mais alto grau hierárquico não conseguimos nada. Nem VB, Nem Morão, nem Heleno, etc.
Creio que já passou a hora dos nossos Generais abrirem a boca, pois a vida não tá fácil (R$).
Sou TC EB Inf Sem ECEME por convicção. Vejo que colegas estudados no EB estão blindados a coisas da Caserna. Sinceramente, não tenho muita esperança. Faço minhas atribuições pelo meu nome, da minha família e dos que trabalham junto de mim. Somente por isso.
Eu creio que para sairmos desse marasmo financeiro, dessa dificuldade de conseguir aumento de 5% ao ano nesse país em formato de Banana, somente um Mártir... aí voltaremos aos séculos XV, XVI, XVII e XVIII e as histórias da guerra.
Uma boa tarde aos bons profissionais militares, que merecem melhorias salariais e na qualidade de suas vidas pelas suas qualificações pessoais, profissionais e disponibilidade de tempo. Que as suas famílias tenham sucesso.

Anônimo disse...

Fiquem tranquilos. Os Cmts militares tem grande força de negociação pelos anseios da tropa. Articulação por melhores condições remuneratórias não faltam. São anos de estudos, para reestruturarem os vencimentos,aguardem...aguardem...e aguardem, até cair os dentes. Não deixarão nenhum dos seus desamparados.

Anônimo disse...

Todo cargo de confiança em Brasilia, independente de quem o ocupe, recebe infinitamente mais que aqueles que não ocupam tais cargos, mais que o dobro acompanhado de beneficies, mordomias e por ai se vai. Quem os ocupa, não vai brigar por ninguém e correr o risco de perder algo em torno de 60/70%. Quem ocupa cargo de confiança em Brasilia, ou é político ou alinhado com os mesmos. Alguém discorda? Logo, como anda nossa política nos dias atuais, mas que vem de á muito. Deu para entender?

Anônimo disse...

"SENHORES, M1A1.

Três Máximas que escutava no Quartel:

* Quem não Papira, entra em forma pro Aspira.

* Quem não Papira se trumbica.

* Só o Papiro Liberta e só Jesus Cristo Salva.

ESTUDEM.

Ex 1º SGT turma 95. Auditor Federal. Mais um mentiroso no Blog, tem vergonha de se identificar o nobre auditor fiscal ? Medo do que ?

Anônimo disse...

Sei, auditor fiscal lendo notícias sobre aumento salarial para militares vai chutar outro

Anônimo disse...

As FFAA estão literalmente se transformando no inferno de Dante: " Aquele que aqui entrar, esqueça toda esperança!. Temos então 25 dias pra conhecer o tamanho do "estrago" que farão no nosso já minguado e defasado salário!

Anônimo disse...

A paciência acabou..... esperem e verão o que vai acontecer...
Pra esses não adianta pequenas medidas, eles brincaram com vara curta com
a onça, que agora vai fazer sua parte.
Esperar que vai ter aumento é o mesmo que o sapo barbudo disse que " eles se contentam com migalhas" e ninguém fez nada.
Esperar pelos chefes omissos dos militares,cheios de mordomias, com motoristas para suas madames, um Officer para cuidar de suas finanças, é esperar até que a galinha crie dente.
Cadê os Operações especiais e os comandos, mas qdo olham o contracheques de especial não tem nada. Igual a Força Nacional R$ 500,00 por diária, até o Gen secretario está buscando dinheiro para pagar a demanda deles.
Os militares só terão reajuste digno e a reestruturação salarial,quando
um boi de piranha ou uma boiada fazer o que tem de ser feito.Pois estamos conhecidos como gado fardado, indo para o abatedoouro sem reação.


Anônimo disse...

Para quem não sabe, tanto o pagamento em pecúnia da LE ou férias, independe do EB, já havendo jurisprudência. A questão é se são 12 ou 6 vencimentos, já que se não for gozada valem 1 anos. Os 28% já está publicado desde 2010 no DOU, basta pesquisar e solicitar via judicial, já que não é competência da Força julgar qualquer coisa, mas cumprir o determinado.

Anônimo disse...

Caro comandante, o senhor não deveria se render aos acovardados do alto comando. Faça a escola e lute pra chegar ao generalato e faça a diferença, lute por todos nós militares.

Anônimo disse...

Nós militares não sabemos a força que temos! Está chegando a hora de mostrarmos essa força para esses corruptos!! Só analisarão nossos pleitos na atualidade quando começar a dar merda! Essa hora está chegando!

Anônimo disse...

Minha humilde opinião é que a culpa de tudo isso não é dos governos, nem os generais, a culpa é de nós mesmos ao ter escolhido esta jossa, esta coisa intragável, esta coisa como meio de "ganha pão". No fundo é isso mesmo, a maioria de nós apenas se arrepende profundamente de ter escolhido este meio como forma de sustento, sabendo que no fundo tínhamos capacidade de estar em outra instituição felizes e sustentando nossas famílias de forma digna. Quando cheguei à esta conclusão, fiquei mais tranquilo, mais conformado, só assim não sofro tanto. Isso mesmo, somos responsáveis por nossas escolhas, pena não ter tido a orientação necessária na época para que me abrisse os olhos para a escolha que estava fazendo, para dizer que havia outros caminhos para mim. Fazer o quê? Esperar o tempo passar, estudar e ser feliz longe deste negócio, é o que me resta.

Anônimo disse...

No final a reforma dos militares que seria um cala boca pra reforma dos civis vai ser a única que vai acontecer...

Anônimo disse...

O que mais tem nas FA hoje é vagabundo cheio de direitos!
Pede pra ir embora!
Dá lugar pra outro!

Anônimo disse...

Vai pro teto da previdência com 65 anos....kkkkk

Cavalaria - 1991 disse...

Muito !
Kkkkkk

Anônimo disse...

Semana passada o Gen Tomaz, Ch Gab Cmt Ex, fez palestra somente para os Oficiais da AMAN. O intuito era falar sobre processo de seleçao para missões no exterior. No entanto, ele começou a falar sobre essas mudanças. Em suma ele afirmou que:
- 35 anos para a reserva e de forma escalonada de acordo com atual tp sv;
- esqueçam aumentos pois não tem como pedir aumento em tempos de crise e restrições;
- o que estão brigando é manter a integralidade entre reserva e ativa e que não haja diferenças nos aumentos entre ativa e reserva;
- pensionistas, alunos de EE, Cb e Sd passarão a contribuir com P Mil.
Em suma, fiquem satisfeitos como está porque pode piorar.

Anônimo disse...

o de 5 de maio de 2017 16:39. Este companheiro não é mentiroso. Somos da mesma turma. Cursamos a ESIE juntos ele foi 02. No CAS ele não se apresentou porque já estava aprovado na Receita Federal. Militar diferenciado. Dormia cedo e gabaritava as provas. Garotão lobinho era o mais novo da Escola. Não vou citar o nome por não ter autorização. Ele é Auditor sim. Formou em Ciências Contábeis na Universidade Federal de Porto Alegre. Detalhe ele também foi aprovado no QCO. O que falei antes o cara é o cara. Também temos na Turma um Juiz de Direito que saiu da força como 1º Sgt e dois Delegados e Policia.

Anônimo disse...

Ao "3º Sgt / 2013"

Tu tinha era que estar na guarda agora pica fumo e não comentando aqui.


Ex sgt mnt com, hoje Técnico Judiciário Federal.

Anônimo disse...

O cara é sim Auditor. Ele adiou o até o CAS para concluir o ensino superior. Foi 01 do CAS e anos depois conseguiu entra na R.F.

Anônimo disse...

Eis aqui mais um invejoso. Quer dizer que não tem ex 1° Sgt que é Auditor Fiscal? Vai fazer um busca que vc encontra, assim como vc encontra Oficial também. O camarada não se identificou porque é um direito dele. Você deve ser aquele camarada que estuda há anos e não passa em nada e coloca a culpa sempre no tempo ou nas missões. Sai dae fanfarrão.

Anônimo disse...

Parabéns pela Vitória!!!

Anônimo disse...

Ser um praça nas nossas Forças Armadas é ter que levar em seus ombros um peso quase que insuportável! A força bem de dentro ... as dificuldades e responsabilidades impostas são de vulto incomparável...no entanto a nação... o país não fornece à este praça pelo menos uma remuneração digna ... onde ele pudesse dar um mínimo de conforto a sua esposa e filhos ...
As conseqüências serão de que os bons profissionais ... que tem honra e amor ao Brasil ... trocarão o amor pela farda Verde oliva por um outro emprego qualquer ... onde ele poderá dar o conforto que sua família merece!
Ficarão nas FFAA os tristes ... desesperados ... que poderão explodir o veneno do rancor e ódio em seu próprio povo opressor ao venderem suas almas aos comunistas!!!

Anônimo disse...

Amigos, sou o ex sgt INF Silva/200, estudei e passei no TJ em 2009.
Estudem, o papiro liberta. Hoje ganho apenas 30% a mais que um 2°Sgt (seria) mas tenho mais certeza de aumento s e promoções.

Abraço

Anônimo disse...

A minha turma de 2003 logística já saíram uma média de 30% dos sargentos. Se tivéssemos LE a galera do papiro ia vazar... Rio

Exemplo vão no DGP e coloquem Sgt turma a 2003; as mais são comunicação, topografia, aviação e saúde.

Anônimo disse...

Efetivo muito grande, alguns ociosos,
E muita gente pra pagar $.

Anônimo disse...

Vou papirar, isso sim. Chega dessa baixaria...

Anônimo disse...

Voces acreditam na preocupação dos Comandantes das FFAA conosco ??? Eles ganham bem, ja estao ´´bem pagos`` pelos politicos para manter a tropa nas redeas; pouco se importam com a condição da tropa e com a Pátria Brasileira.

Anônimo disse...

O importante é que algum alto coturno, consiga sua boquinha na estatal, boquinha na secretaria de segurança de algum estado, chefe de algum posto poupex e etc.

Não estou surpreso

Lembro de um comandante Btl da turma de 89 (muito ruim por sinal), que dizia, - "confiem em seus comandantes", pois é... confiar até quando??????????

Anônimo disse...

"o de 5 de maio de 2017 16:39. Este companheiro não é mentiroso. Somos da mesma turma. Cursamos a ESIE juntos ele foi 02. No CAS ele não se apresentou porque já estava aprovado na Receita Federal. Militar diferenciado. Dormia cedo e gabaritava as provas. Garotão lobinho era o mais novo da Escola. Não vou citar o nome por não ter autorização. Ele é Auditor sim. Formou em Ciências Contábeis na Universidade Federal de Porto Alegre. Detalhe ele também foi aprovado no QCO. O que falei antes o cara é o cara. Também temos na Turma um Juiz de Direito que saiu da força como 1º Sgt e dois Delegados e Policia." Também conheço um 1º Sgt de Infantaria que serviu durante muitos anos no CMJF, professor de Matemática,que também passou para auditor fiscal da RFB, um capitão QCO de Inglês do mesmo CMJF também passou no mesmo concurso, vários colegas de minha turma de sargento passaram para a PF, CEF, Petrobrás, ou arriscaram na iniciativa privada, vários colegas de minha turma do QCO também trilharam caminhos parecidos. O problema não é esse, se o indivíduo não está na Força, qual o medo de se identificar ? Embuste e cagaço, pelo que eu sei, são apanágios dos integrantes das Forças Armadas.

Anônimo disse...

Ao "3º Sgt / 2013"

Tu tinha era que estar na guarda agora pica fumo e não comentando aqui.


Ex sgt mnt com, hoje Técnico Judiciário Federal.

Nossa, que feito, você devia sonhar muito com essa "profissão ". Meus parabéns e fique calmo, não venha contar vantagens aqui no blog tipo ganho bem e "trabalho " pouco. Isso é coisa de vagabundo.

Anônimo disse...

"Eis aqui mais um invejoso. Quer dizer que não tem ex 1° Sgt que é Auditor Fiscal? Vai fazer um busca que vc encontra, assim como vc encontra Oficial também. O camarada não se identificou porque é um direito dele. Você deve ser aquele camarada que estuda há anos e não passa em nada e coloca a culpa sempre no tempo ou nas missões. Sai dae fanfarrão."
Primeiro pesquise o que é Inveja, depois reflita por que você também não se identifica. Major R1 P.

Anônimo disse...

Quem avisa amigo é. Quem tem tempo de ir para reserva faça. S Ten sem nivel superior vai para reserva ou faz uma faculdade. O QCO vai ser extinto e vão pegar os S Ten com nivel superior dentro das areas de interesse. O camarada vai Chegar até Cap QAO mas com especialidade. Quem não tem faculdade entra na vala comum. Serão poucas vagas e na antiguidade para atender os que não forma promovidos. O negócio da Praça chegar a Major QAO é papo furado. Resumindo vão pegas as praças com nivel superior e utilizar no lugar do qco, 35 anos vai ser real.

Anônimo disse...

aidentro,kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Enquanto isso, 85% do efetivo militar junto com suas famílias, estão literalmente na “M” com uma remuneração vergonhosa e humilhante, pois não fazem parte da casta privilegiada, os quais são contemplados com poupudas diárias, cargos comissionados e missões no Exterior. A classe tem a pior remuneração do funcionalismo público, onde o vencimento de um Coronel da ativa (Militar com 25 anos de serviços e com todos os cursos que a carreira impõe) é inferior ao do motorista do Senado; onde o vencimento LÍQUIDO de um SUBOFICIAL, da ativa (FFAA), com 30 anos serviço é de R$ 5.500,00; BEM MENOS que um soldado da PM-DF ou Policial Rodoviário Federal em início de carreira, SENDO QUE O DINHEIRO VEM DA MESMA FONTE PAGADORA: A UNIÃO. Isso sem falar na MP 2215-01 (LRM), que usurpou direitos dos militares e seus pensionistas, que está enterrada nos porões do Congresso há mais de 15 anos, levando a perda do poder aquisitivo da classe em torno de 60%. Tudo isso com a omissão dos Comandantes Militares. Sabidamente, os militares pertencem a uma categoria que não foi feita para viver na riqueza, na ostentação, mas em contrapartida, também NÃO JURARAM a viver na MENDICÂNCIA. O MILITAR JURA DEDICAR-SE INTEIRAMENTE AO SERVIÇO DA PÁTRIA E DEFENDÊ-LA COM O SACRIFÍCIO DA PRÓPRIA VIDA, MAS NÃO JURA A PASSAR PRIVAÇÕES, MUITO MENOS A SUA FAMÍLIA!

Anônimo disse...

Se achas que o que mais tem é vagabundo, espere pra ver depois que afunilar e minguar as promoções a QAO! Trabalhar igual mula na roça, puxar o saco, assumir reserva de material, se preparar para TAF e ainda ficar uma década como Sub? Vai dar merda

Anônimo disse...

Acredito que a reforma da previdência dos militares virão junto com a reestruturação dos vencimentos e da carreira simplesmente pq não podemos ter diminuição dos vencimentos e a própria legislação tem q se ajustar a mais 5 anos. Se tivermos um desconto a maior de 11% será inconstitucional pois não podemos ter nossos vencimentos diminuídos.

Unknown disse...

Ainda estou aki por conta da reserva com 30 anos de serviço, pq não há mais nada que segura uma pessoa no militarismo. Porém se isso mudar vou voltar aos estudos pra tentar cair fora.

Anônimo disse...

Cara, uma coisa é lógica:se na época que o Brasil tava melhorzinho de economia já era uma briga feia pra se conseguir aumento e só vinham migalhas, imagina agora que rasparam o fundo do cofre. Esquece aumento... Essa balela de "contrapartida" é só uma palavra no jogo de negociatas em que só os milicos entrarão com a "parte".

Anônimo disse...

O meu pensamento sobre os nossos comandantes é o seguinte:

" O dia que os soldados pararem de trazer-lhes seus problemas significa que você parou de liderá-los. Eles perderam a confiança na sua ajuda ou concluíram que você não se importa com eles. Em qualquer hipótese, significa falha de liderança."
General Collin Powell.

Não acredito em nada do que falam, pois até hoje só ouvi a mesma falácia: " nossos comandantes estão brigando por nós..."

Anônimo disse...


Lendo alguns dos comentários, a impressão que tenho é que nós militares vivemos às margens da realidade social, numa espécie de "matrix". Como é fácil levar no bico alguns (muitos) colegas com falsas promessas. Escrevi um artigo que foi postado aqui no Montedo (anônimo à época pois estava ainda na ativa) sobre o CHAQO. Minhas previsões se confirmaram com o passar do tempo. Muitos vibraram à época com a possibilidade de tirarem, enfim, seu curso superior através daquele engodo. Eu disse que não acreditava haja vista que para o MEC considerar um curso superior teria que haver uma universidade por detrás daquelas propostas. Dito e feito, mais um curso sem serventia fora da caserna. Na década de 90, eu no antigo 2º BC (São Vicente) entrei com um requerimento solicitando as diferenças do tal Plano Bresser, resultado, fui perseguido, insultado, detido e ameaçado por um comandante covarde e, o que é pior, criticado por meus pares por não "confiar em meus chefes". Ali acordei para realidade. Mas os tempos eram outros e passar em um concurso era quase impossível sem formação superior. O tempo passou, fiz dois cursos superiores, duas especializações e dois mestrados acadêmicos. Estou na reserva lecionando em uma Federal (por enquanto como professor substituto). Ouvi muito coisas do tipo: "Estuda, estuda e continua sargento como todos nós...." Hoje posso dizer, sou subtenente do EB com orgulho pois vim do chão da fábrica, de recruta. Mas com aquela punição (quatro dias detido, eu destacado em frente da tropa e minha punição lida na frente dos recrutas recém incorporados sob os olhares satisfeitos dos meus pares), hoje tenho que agradecer àquele tal de Cel ...., que com seu gesto arbitrário/covarde/autoritário, resquícios de anos do regime militar, me alertou para a necessidade de estudar e planejar um futuro para além dos muros da caserna. Quem eu sou? Quem desejar, procure aqui no site o artigo sobre "A precarização salarial das forças armadas", também é de minha autoria.

Wanderson Nunes disse...

sempre

Léo disse...

Não são "eles". Dê nome aos bois! Só temos VENCIMENTOS lixos porque quem deveria nos representar ,os que comandam,são omissos.

Anônimo disse...

Sabemos muito bem que os nossos Comandantes não estão nem ai para a tropa, existem cobranças para os praças a torto e a direita, por que eles não brigam para ver a situação salarial desses miseráveis militares que saem pela manhã para ir ao quartel receber ordem dos seus superiores e deixam familiares em casa passando necessidade, como fica a cabeça desse militar que está enfrentando uma situação dessa? pergunto: Por que ainda não pagaram a diferença dos 28,86% a esses coitados militares? Militares que muito das vezes estão vendendo picolé e churros nas praças nos finais de semana para comprar o pão na segunda-feira para os filhos comerem antes de se deslocarem para a escola pública; por favor não deixem esses homens e mulheres das Forças Armadas que ainda são reconhecidos pela população como os mais honestos viverem essa vida de miséria não, devolvam a eles tudo que foi tirado no governo de Fernando Henrique Cardoso, pelo amor de Deus, se você concorda comigo dê a sua opinião.

Anônimo disse...

Aumento de Salário? O último e decente foi em 1989 com a falecida isonomia. Desde 1990, quando Fernando Collor, que é RÉU NA LAVA JATO, quando assumiu, iniciou-se o processo de sucateamento das FFAA.

Precisamos eleger Deputados Federais e Senadores Militares com as patentes de Soldado até Capitão. Caso contrário, passaremos 2018 na miséria, mais o quadriênio de 2019 a 2023. Vamos começar a falar e praticar política dentro dos quartéis. Tem Oficial-General ganhando 11000,00 no contracheque da mordaça dado pelo PT. Muitas obras superfaturadas dentro dos quartéis. Oficiais e seus puxa-sacos estão enriquecendo ilicitamente. Vamos LOGO montar nossa bancada militar parlamentar, antes que sejamos aposentados iguais ao do INSS.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics