10 de agosto de 2017

Soldado do Exército é preso após roubar carro com fuzil e ir trabalhar no veículo



Um soldado do Exército Brasileiro teve a prisão decretada pela Justiça, nesta quarta-feira, por suspeita de envolvimento com um assalto ocorrido na última sexta. Jhon Alysson Freitas Costa, de 19 anos, é lotado na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO) da corporação, situada em Deodoro, na Zona Oeste do Rio. De acordo com informações da 31ª DP (Ricardo de Albuquerque), responsável pelo caso, as investigações tiveram início quando uma seguradora de automóveis informou aos militares que um carro roubado havia sido rastreado até o pátio da unidade.

Após esse contato inicial, integrantes da Polícia do Exército localizaram o suspeito, que prestava serviço naquele momento. Jhon Alysson foi então encaminhado à delegacia distrital, na tarde desta terça-feira, onde prestou depoimento — a princípio sob a suspeita somente do crime de receptação. Inicialmente, ele alegou ter adquirido o veículo de um mecânico.
Jhon Alysson Freitas Costa é soldado do Exército BrasileiroConvocado a comparecer à unidade, o profissional indicado pelo soldado assegurou que não havia participado de qualquer negociação com Jhon Alysson. Na sequência das oitivas, o militar acabou admitindo ter realizado o roubo na companhia de outros bandidos do Morro do Tiradentes, pertencente ao Complexo do Chapadão, onde o jovem reside. No telefone celular do rapaz, foram encontradas várias fotos em que ele aparece empunhando o mesmo fuzil M16 que portava ao cometer o crime, conforme o relatado por testemunhas.
Na delegacia, tanto o motorista de Uber quanto o passageiro transportado no momento do assalto indicaram Jhon Alysson como integrante do bando que praticou o roubo. Uma das vítimas reconheceu a voz do soldado e também o casaco que ele vestia ao ser preso, o mesmo que usava na noite do assalto. O veículo, um |JAC J5 branco cuja versão zero quilômetro pode custar mais de R$ 60 mil, foi devolvido ao proprietário.
— Já apuramos que ele também tem envolvimento com o tráfico de drogas do Chapadão. Agora, mesmo sendo militar, ele será encaminhado ao sistema penitenciário estadual — explicou o delegado Renato Perez, titular da 31ª DP.
EXTRA/montedo.com
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, atividades ao ar livre e close-up
O recruta preso servia na EsAO (Imagem: Facebook)

14 comentários:

Anônimo disse...

Esse é o nosso Exército. Mas é claro, vamos todos cegamente fingir que é um caso isolado e que fora isso somos ultra profissionais com o melhor material humano do mundo

Anônimo disse...

Pau nele e rua. Bandidão com cara de menino.

Anônimo disse...

Ele não teve sua origem no EB, teve sua origem em alguma família brasileira, esta que está podre e acaba contaminando tudo onde é inserida, neste caso foi vítima o Exército. É aquilo que já vi muitas vezes pais dizerem: "Meu filho não quer nada, quero ver quando ele for pro Exército, o Exército vai dar um jeito nele." Quem já tinha que vir dando jeito nele era a família!

Anônimo disse...

Infelizmente, nas centenas de comunidades existentes as crianças e jovens são "adotados" pelos marginais diante da situação ou incapacidade das famílias. Para muitos jovens os heróis são os traficantes portando fuzis e ostentando. São obrigados a se alistarem nas Forças Armadas onde aproveitam a oportunidade para encobrirem a sua verdadeira vocação. Dançou!

Anônimo disse...

Anônimo das 17:50 Não havia me dado conta de que alguns têm origem no EB, enquanto que outros menos privilegiados têm origem nas famílias brasileiras. Obrigado por me retirar desta minha ignorância �� sempre achei que eu havia nascido da minha mãe kk. Me bateu uma dúvida agora: Sou sgt de carreira do EB, eu estaria enquadrado no primeiro ou no segundo caso? É que contextualizando vc parece ter dito que os soldados vêm das famílias brasileiras, e os oficiais e sgts vêm do EB. Ou seriam só os oficiais? Fiquei preocupado agora kk Será que minha mãe sabe disso?

Sylvio Moya disse...

Famílias desestruturadas acham que o EB é reformatório. Aí entra esses lixos.

Anônimo disse...

Muito triste.
Certamente ele errou.
A família fracassou.
Mas nós também como militares fracassamos.
Pois estamos tão preocupados com aumento que esquecemos os nossos subordinados.
Negócio no Exército é minha carreira.
Ninguém quer conhecer seu soldado. Ajudar nem se fala .
Mais fácil dar uma fatd.
Vivemos momentos difíceis.

Anônimo disse...

Anônimo 10 de agosto de 2017 19:35, "você é brilhante em interpretação". Entenda isto: oficial ou praça, não importa, ambos têm origem no núcleo familiar. Nesta eles devem ser educados e chegarem prontos em termos de caráter, não é o EB que tem de pegar "burro velho" para dar educação. Tudo querem culpar o Exército, todo mundo se faz de vítima e ninguém assume seus erros. Eu quis dizer que ele não é nenhuma vítima nesta história, não é nenhum coitadinho, a vítima está sendo o Exército Brasileiro, pois teve seu nome manchado mais uma vez, isto porque não falam que foi o Jhon que fez a "M", falam que foi um soldado do Exército.

Anônimo disse...

Kkkkkkkkk acho que só oficiais que vem da AMÃE

Anônimo disse...

Não existe cadastramento de carros nessa OM? É só chegar e entrar com o carro e ninguem pede documento nem nada? Quero servir ai pois na minha OM se não tiver o selo de estacionamento nem entra

Anônimo disse...

Parabéns à CS.

Gustavo Reolon disse...

Bom meu caro, é difícil ter apenas material humano bom se a fonte é uma sociedade podre

Jane F Mello disse...

A Mídia é sensacionalista mesmo eles falam e o povo acredita em tudo e justamente por isso que nosso Pais está do jeito que está, sinto muito informa vcs mais essas noticias são mentirosas e essa arma da foto e uma arma de paintball ele não foi o assaltante procurem noticias com coteudo verdadeiro nós que somos da família já estamos entrando com processo contra tudo isso que tem sido falado queremos que a midia prove isso tudo infelizmente nosso povo acredita muito no que a mídia joga espero que vcs e ninguém da família de vcs sejam alvo dessa injustiça !!!

Jane F Mello disse...

A Mídia é sensacionalista mesmo eles falam e o povo acredita em tudo e justamente por isso que nosso Pais está do jeito que está, sinto muito informa vcs mais essas noticias são mentirosas e essa arma da foto e uma arma de paintball ele não foi o assaltante procurem noticias com coteudo verdadeiro nós que somos da família já estamos entrando com processo contra tudo isso que tem sido falado queremos que a midia prove isso tudo infelizmente nosso povo acredita muito no que a mídia joga espero que vcs e ninguém da família de vcs sejam alvo dessa injustiça !!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics