3 de julho de 2013

Quadro Especial: relator encaminha proposta que prevê promoção até segundo sargento, inclusive para inativos e instituidores de pensão

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL
SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI N. 4373/2012
(Do Poder Executivo)
Extingue o Quadro Especial de Tercei-ros-Sargentos do Exército e cria o Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exército.
O Congresso Nacional decreta:
Art. 1º Esta Lei extingue o Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército e cria o Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exército e dá providências correlatas.
Art. 2º Fica extinto o Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército, integrante do Quadro de Pessoal Militar do Exército.
Art. 3º Fica criado o Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exército, destinado ao acesso dos soldados, cabos e taifeiros-mor com estabilidade assegurada.
§ 1º O acesso dos cabos e taifeiros-mor de que trata este artigo será efetivado por promoção à graduação de terceiro-sargento, pelos critérios de antiguidade e merecimento, deixando aqueles militares de pertencer à sua qualificação militar de origem.
§ 2º Os cabos e taifeiros-mor com estabilidade assegurada concorrerão à promoção à graduação de terceiro-sargento desde que possuam, no mínimo, quinze anos de efetivo serviço e satisfaçam aos requisitos para pro-moção a serem estabelecidos no regulamento desta Lei.
§ 3º Os terceiros-sargentos integrantes do Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército, extinto pelo art. 2º, passam a integrar o Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exército.
§ 4º Os terceiros-sargentos da ativa, que hajam ingressado nessa graduação no Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército ou no Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exército, concorrerão à promoção à graduação de segundo-sargento pelos critérios de antiguidade e de mereci-mento, desde que satisfaçam aos requisitos estabelecidos no Regulamento de Promoções de Graduados do Exército.
§ 5º Para o critério de merecimento deverão ser ponderados preferencialmente sobre outros fatores, conforme dispuser o regulamento desta Lei, o tempo de serviço, o comportamento e o grau de escolaridade, nesta ordem.
§ 6º Para promoção à graduação de terceiro-sargento da ativa será exigido o grau de escolaridade mínimo do ensino fundamental ou equivalente e para a promoção à graduação de segundo-sargento da ativa, o grau de escolaridade mínimo do ensino médio ou equivalente, conforme dispuser o regulamento desta Lei.
Art. 4º Os soldados com estabilidade assegurada concorrerão à promoção a cabo do Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exército pelo critério de antiguidade, desde que possuam, no mínimo, quinze anos de efetivo serviço e satisfaçam os requisitos para promoção a serem estabelecidos no regulamento desta Lei.
Art. 5º Os soldados, cabos e taifeiros-mor de que trata esta Lei serão beneficiados por até duas promoções, desde que atendam aos requisitos exigidos.
Art. 6º A ementa da Lei n. 12.158, de 28 de dezembro de 2009, passa a vigorar com a seguinte redação:
“Dispõe sobre o acesso às graduações superiores de militares oriundos do Quadro de Taifeiros da Aeronáutica e do Quadro de Cabos da Aeronáutica”.
Art. 7º Fica incluído o art. 7º-A à Lei n. 12.158, de 28 de dezem-bro de 2009, com a seguinte redação:
“Art. 7º-A. Aplica-se o disposto nesta Lei aos integrantes do Quadro de Cabos da Aeronáutica (QCA), cujo acesso fica limitado à graduação de segundo-sargento.”
Art. 8º É incluído o parágrafo único ao art. 62 da Lei n. 6.880, de 9 de dezembro de 1980 – Estatuto dos Militares, com a seguinte redação:
“Art. 62. ............................................................................................
Parágrafo único. É admitida a promoção de inativos e instituidores de pensão, até a graduação de subtenente ou suboficial, objetivando recompensar a inadequação do fluxo de promoções refe-rentes às carreiras em extinção, observadas as seguintes regras:
I – terão direito às promoções os integrantes das carreiras referi-das que não tenham sido promovidos na ativa ao completarem o interstício da graduação;
II – computar-se-á como interstício para as promoções sucessivas o período que exceder ao interstício então vigente para cada graduação, computado o tempo na inatividade; e
III – as promoções sucessivas referentes a interstícios já completados, nos termos do inciso II, serão efetivadas em prazos nunca inferiores à metade do interstício e inversamente proporcionais à idade do beneficiário, conforme dispuser o regulamento desta Lei. (NR)”
Art. 9º O acesso às graduações superiores, nos termos desta Lei, respeitado o disposto no § 3º do art. 5º, adotará critérios tais como a data de praça do militar, a data de inclusão do militar no Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército ou no Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exérci-to, a data de promoção à graduação atual, a data de ingresso na inatividade e o fato motivador do ingresso na inatividade, conforme paradigmas a serem de-finidos no regulamento desta Lei.
Art. 10. A promoção às graduações superiores dos inativos, limitada à graduação de segundo-sargento, e aos proventos correspondentes, observará pelo menos um dos seguintes requisitos:
I – que a transferência para a reserva remunerada tenha se dado ou venha a se dar a pedido, depois de cumprido tempo mínimo de serviço de-terminado em legislação específica;
II – que a inatividade tenha sobrevindo ou venha a sobrevir pelo alcance da idade limite para a permanência no serviço ativo;
III – que a inatividade tenha sobrevindo ou venha a sobrevir em face de aplicação da quota compulsória; ou
IV – que a despeito de não cumprir o tempo mínimo de serviço determinado em legislação específica para requerer a transferência para a re-serva remunerada, a inatividade tenha sobrevindo em face de incapacidade definitiva para o serviço ativo.
Art. 11. Desde que atendam ao disposto no art. 3º e a um dos requisitos estabelecidos nos incisos I a IV do art. 10 e possuindo o tempo mínimo de serviço determinado em legislação específica para a transferência para a reserva remunerada, também farão jus ao acesso à graduação de terceiro-sargento ou segundo-sargento, conforme o caso:
I – os militares falecidos na inatividade, instituidores de pensão militar e oriundos do Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército ou do Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exército; e
II – os militares falecidos quando em atividade, instituidores de pensão militar e oriundos do Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército ou do Quadro Especial de Cabos e Sargentos do Exército.
Art. 12. O acesso às graduações superiores, até a graduação de segundo-sargento, será efetivado mediante requerimento administrativo do interessado, por ato da autoridade competente do Comando do Exército, após verificação do atendimento das condições exigidas.
Art. 13. Respeitadas as situações constituídas, é vedada a estabilização de praça que não tenha ingressado no Exército por meio de concurso público.
Art. 14. As promoções de que trata esta Lei não contemplarão os militares na inatividade.
Parágrafo único. Ficam ressalvadas do disposto no caput as situações definidas no parágrafo único do art. 62 da Lei n. 6.880, de 9 de dezembro de 1980 – Estatuto dos Militares.
Art. 15. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 16. Fica revogada a Lei n. 10.951, de 22 de setembro de 2004. 
Sala da Comissão, em 02 de julho de 2013.
Deputado CLAUDIO CAJADO
Relator

Nota do editor: a íntegra do relatório do Deputado Cláudio Cajado pode ser lida aquiA proposta segue agora para análise da Comissão de Constituição e Justiça.

65 comentários:

3º Sgt QE MARCOS disse...

Parabéns aos meus companheiros do Quadro Especial.
Conseguimos algo histórico nas Forças Armadas, fomos reconhecidos.
Muitos podem até achar que perdemos não conseguindo as promoções até Subtenente, mas gostaria de lembrar aos companheiros que não perdemos nada, pois não as tinhamos ainda. A promoção a 2º Sargento foi uma conquista, foi uma vitória de uma classe que iria para a reserva como 3º SGT QE e agora poderemos ir como 2º Sgt. Hoje são mais R$ 500 de diferença que podemos incorporar ao nosso salário.
Mas a melhor novidade foi a de que os Soldados estabilizados poderam ser promovidos a 3º Sgt e os Cabos Estabilizados a 2º Sgt, se estava dificil para nós 3º Sgt QE sustentarmos uma família com salário de sargento, imaginem os Cb e Sd.
Vamos levantar a cabeça senhores e receber essa promoção com orgulho e muita paz no círculo. Ninguém nos atrapalhou, nem os colegas de escola e muito menos o Deputado, temos que ver essa promoção com orgulho, pois o pouco com Deus é muito, e lembrar que a briga pela mudança na MP 2215 está firme e forte e com a volta do posto acima, podemos auferir os rendimentos de 1º Sgt na reserva. A LUTA CONTINUA E MAIS UMA VEZ PARABÉNS.

Anônimo disse...

Parabéns aos QE. Torçamos que venha essa merecida promoção a Segundo Sargento.
Selva! Fé na missão.

Anônimo disse...

Amigo Montedo, a vanguarda da informação militar.

Anônimo disse...

“Quadro Especial: relator encaminha proposta que prevê promoção até segundo sargento, inclusive para inativos e instituidores de pensão”

Art. 14. As promoções de que trata esta Lei não contemplarão os militares na inatividade.

Montedo, solicito explicar o TITULO com o Art. 14. Não esta tendo uma divergência?

blog montedo.com disse...

Pessoal, por absoluta falta de tempo, postei apenas a informação, sem uma análise mais acurada. Assim que for possível, farei uma postagem a respeito. Enquanto isso, conto com a colaboração dos meus leitores para irmos destrinchando esse emaranhado de 'juridiquês'.
Abraços a todos.

3º Sgt Marcos disse...

Amigo anônimo das 18:04, vou tentar explicar o Art 14. "As promoções de que trata esta Lei não contemplarão os militares na inatividade".

Os militares que estão na inatividade não podem ser promovidos na reserva, por este motivo somente os seus vencimentos serão reajustados de Sd para 3º Sgt e de Cb e 3ºSgt para 2º Sgt. Lembra que antes da MP 2215 os militares passavam para a reserva com um posto acima (remuneração), pois bem, eles também não eram promovidos a 2º Sgt, somente seus vencimentos é que contemplava o posto acima.
Resumindo:
- Na Ativa existirá a promoção a 3º Sgt e a 2º Sgt portanto os vencimentos quando da passagem para a reserva estará como se posto acima fosse.
- Na reserva, somente quem não tinha posto acima será contemplado, pois se promovesse quem foi com posto acima a 2º Sgt, eles teriam direito a remuneração de 1º Sgt, pois eles tem direito de posto acima!! Entendeu?
Um abraço

Anônimo disse...

CONTRA A REEEELEIÇÃO DO DEP CLAUDIO CAJADO.
Hoje foi publicado na Câmara o Parecer sobre a PL 4373/2012 do Sr Dep Claudio Cajado.
Mas com umas ressalva este Sr não contemplou nenhuma das 14 emendas recebidas, pois foi totalmente contra nós e sim apoiou a do Ministério da Defesa.
Então meus amigos do QE (principalmente da Bahia) vamos nos lembrar deste Sr e fazer uma campanha contra a reeeeleição dele, pois não nos ouviu e muito menos aceitou emenda daqueles Dep que estavam nos apoiando. Este Sr ficou meses com o processo quando poderia ter dado solução mais breve pois já estava comprado, então não fez nada de mais pois esta era a proposta original, sendo que já poderia ter sido solucionado a mais tempo e só tomou esta providência agora em virtude dos vários protestos no País e o por medo encaminhou o parecer, mas não esquecemos que ainda temos muito caminho pela frente pois ainda vai ter que passar por três comissões e sinceramente espero que não fique mais enrolado que os 28%, pois vai passar ainda pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional ( CREDN ), pela Comissão de Finanças e Tributação ( CFT ) e pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania ( CCJC ) .
Por favor senhores não venham defender o Sr Claudio Cajado, pois foi muito falso e tinha prometido atender nossos anseios e na hora H deu pra trás, acatando a determinação do MD em troca sei lá de alguma medalhinha que devem ter prometido para ele.

Anônimo disse...

Art. 14. As promoções de que trata esta Lei não contemplarão os militares na inatividade.
Parágrafo único. Ficam ressalvadas do disposto no caput as situações definidas no parágrafo, onde inclui os inativos e pensionistas.

Anônimo disse...

Parabéns MONTEDO pela divulgação e fonte de informação 100% confiavel. Contudo, permita-me em poucas palavras comentar o relatório. O Sr Dep Cláudio Cajado, DEM/BA depois de periodo considerável de tempo apresentou o relatório que o MD aprovou, sim, aprovou pois seu relatório visivelmente não contempla a classe como deveria e como merecia. O Sr Dep, advogado de profissão, não advogou pela justiça, não ouviu o grito das ruas, não foi imparcial como deveria, foi um promotor, no sentido de acusar de falta de escolaridade (era só cobrá-la), cupou o QE por não ter feito concurso (quando comparou o quadro de escola com o QE), tornou uma coisa relativamente simples em algo inteligível; propiciou àqueles que escarnecem e desrespeitam o QE, que continuem a fazê-lo, entre outras coisas alí explicitas. No momento que a nação se levanta, não contra este ou aquele partido mas, contra "os maus" perde o Sr Dep Cláudio Cajado de colocar seu nome na história como um Homem Justo, de valor e sobretudo preocupado com os mais fracos e discriminados. Não mostrou conhecimento acadêmico suficiente sobre interpretação jurídica,história e outras disciplinas que mostram os outros ângulos da letra fria da Lei, e sucumbiu frente aos encantos da meduza do MD. Colocou a culpa no governo que, ao contrário, luta contra a discriminação e pela melhoria de vida dos brasileiros; Não deu ouvidos ao profundo conhecimento sobre o tema de seus colegas,e, deu uma esmola para uma classe que luta diariamente, por uma vida melhor,e, se acreditou mesmo em quebra de hierarquia, não conhece absolutamente nada sobre o Quadro Especial do Exercito. Acredito ser a Bahia o único estado da federação que não tem quarteis, não tem QE, e agora não tem um representante a altura de sua importância e história.

Anônimo disse...

sim pra mim, inativos e inatividade, tudo na reserva, Art. 14. As promoções de que trata esta Lei não contemplarão os militares na inatividade, entenderam eu não, alguem pode explicar ou os inativos não estão na jogada.

luiz disse...

qual o intertisio, quanto anos? tem que ter o ensino médio?

Alexandre disse...

Na verdade por questões isonômica deveria promover tds (ativo e inativos)até a Suboficial.....

NOTA DO EDITOR:
Uma correção Montedo, A PROPOSTA SEGUE AGORA PARA ANÁLISE DA COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO DEPOIS DE VOTADA (CFT)DAÍ SIM SEGUE PARA A COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA.

Alexandre Andrade Cb-Refor disse...

RESPOSTAS AOS COMETÁRIO DE DE 3 DE JUL ÀS 18:04,18:54 20:23 e 22:18

Sobre o ART 14;

Art. 14. As promoções de que trata esta Lei não contemplarão os militares na inatividade,
LOGO ABAIXO TEM UM PARAGRÁFICO ÚNICO
Por favor lê ESSE PARAGRÁFICO ÚNICO, ele faz menção ao art 62 da lei 6.880 de 1980 (Estatutos dos militars)
OLHA O QUE O CAJADO COLOCOU NO Art. 7º Fica incluído o art. 7º-A à Lei n. 12.158, de 28 de dezem-bro de 2009, com a seguinte redação:
“Art. 7º-A. Aplica-se o disposto nesta Lei aos integrantes do Quadro de Cabos da Aeronáutica (QCA), cujo acesso fica limitado à graduação de segundo-sargento.”
Art. 8º É incluído o parágrafo único ao art. 62 da Lei n. 6.880, de 9 de dezembro de 1980 – Estatuto dos Militares, com a seguinte redação:
“Art. 62. ............................................................................................
Parágrafo único. É admitida a promoção de inativos e instituidores de pensão, até a graduação de subtenente ou suboficial, objetivando recompensar a inadequação do fluxo de promoções refe-rentes às carreiras em extinção, observadas as seguintes regras:
I – terão direito às promoções os integrantes das carreiras referi-das que não tenham sido promovidos na ativa ao completarem o interstício da graduação;
II – computar-se-á como interstício para as promoções sucessivas o período que exceder ao interstício então vigente para cada graduação, computado o tempo na inatividade; e
III – as promoções sucessivas referentes a interstícios já completados, nos termos do inciso II, serão efetivadas em prazos nunca inferiores à metade do interstício e inversamente proporcionais à idade do beneficiário, conforme dispuser o regulamento desta Lei. (NR)”

Rogério - JF disse...

Montedo, bom dia!

Parabéns ao Sgt Marcos pela lucidez no comentário (18:54).
Infelizmente ninguém está satisfeito com nada.
Com esse substitutivo apresentado pelo Dep Cajado há um reconhecimento ao pessoal da reserva.
Jamais, nunca, seria aprovado pela Comissão de Tributação e Finança uma proposta que não fosse nos moldes da original.
Exemplo disso é a MP do Mal, está engavetada desde 2001.
De que adiantaria sonhar com promoção até STen e morrer 3º Sgt QE. Hoje sair 2º Sgt QE é uma realidade e o mais importante é a oportunidade que os cabos estabilizados que em sua grande maioria encontram-se em região de fronteira sem possibilidade de estudar vão ter.
Parabéns ao Dep Cláudio Cajado pela coerência em seu parecer.
Todos nós QE quando nos propomos a estabilizar sabíamos que iríamos sair 3º Sgt QE e na reserva receberíamos proventos de 2º Sgt.
Pois bem é isso que está em pauta, quem está sendo prejudicado.
Lembro aos amigos militares que fora dos quartéis há vida.
Eu particularmente queria ser Comandante da Força, mas não é possível, por isso estou me preparando para novos desafios na reserva.

Anônimo disse...

DESCONSIDERANTO UMA CAUSA JUSTA, PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS E HOMENS VALOROSOS E SUAS FAMÍLIAS, O DEP CLAUDIO CAJADO-DEM/BA ENTREGOU O QE A SEUS ALGOZES, SENDO ASSIM, SUGIRO QUE ELE MUDE SEU NOME PARA "PÔNCIO PILATUS", O QUAL LHE FARÁ JUSTIÇA.

Anônimo disse...

Esta obscuro tudo isso, o texto sugere várias interpretações, reflete a má vontade em elaborá-lo, talvez até com o intuito de que o mesmo não vá adiante, só tenho ima palavra para tudo isso "palhaçada" estão nos fazendo de palhaços, sou da ativa e meu parecer é de que mais vale dois macarrãonzinho na mão que um losango voando, no entanto se mesmo com essa esmola, o pessoal da INATIVIDADE não for contemplado será a DERROTA total. Lamentável tudo isso e enquanto isso os sem moral, os inecrupulosos e surrupiadores continuam afundando o nosso Brasil no precipício.

Anônimo disse...

É, cada vez mais entendo porque crucificaram Jesus Cristo. Ninguém nunca conseguirá contentar a todos!

Anônimo disse...

Tudo bem torço para os QE, mas espera aí, pessoal...ainda não foi aprovado! Calma...estão muito eufóricos!!!

Minas Gerais!Brasil!

Anônimo disse...

Caros Irmãos de Farda, a meu ver não temos do que reclamar, também sou Sgt QE com orgulho e desde que incorporei e estabilizei como cabo ja sabia o que seria minha carreira: Promoção a 3.Sgt na ativa e proventos de 2. Sgt na Reserva. Com a aprovação desta Lei serei promovido ainda na Ativa. Vou reclamar sim é da LE perdida, do acréscimo de tempo de serviço perdido,mas da promoção assim como outros companheiros me considero satisfeito.Um abraço a Todos....

Anônimo disse...

Essa lei é mais um descalabro jurídico que só tem chance de acontecer em países como o Brasil:
1º - como pensar em garantir vencimentos calculados sobre o soldo de Suboficial para quem não fez o CAS, se esse direito não é garantido para quem fez?

2º - Outra coisa, os militares ouviram falar em fator previdenciário? Como é que pensam em receber promoção de vencimentos?

Anônimo disse...

Descupe-me amigo de 4/jun/13,11:10 mas:
Papagaio de pirata que repete as coisas sem saber, você usou um ditado popular, mas de pessoas sem conhecimento e que não estão comprometidas com o que dizem,"ditado dos burros", Leia a Bíblia e verá o verdadeiro sentido deste dito popular. Se o sentido do ditado fosse este o qual você quer maldosamente atribuir, milhares de pessoas não estavam nas ruas manifestando-se por melhorias, a seleção brasileira não teria técnico e você, não falaria uma blasfêmia em um blog sério, com certeza você não é cristão, e se for, é só na língua, não no coração.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

boa tarde alguem pode me informar se este projeto e paras as 3 forças armadas pessoal do quadro especial,tenho 22 anos de efetivo serviço,sou cb marinheiro,,sendo aprovado serei promovido a 2 sgt.tenho duvidas.

Anônimo disse...

todos cbs estabilizados com mais de 15 anos de serviço do quadro especial serao promovido,caso a pl seja aprovado,marinha exercito,fab
vamos torcer para que de tudo certo...

Anônimo disse...

Desculpa aí irmão pastor de 4 de julho de 2013 22:09, te juro, da próxima citarei Chico Xavier...

Anônimo disse...

Espero que com esta possibilidade de promoção o QE estude, pois a maioria de seus militares não tem nem ensino fundamental completo. Aqui no Grupo foi um Deus me acuda, muitos se perguntando como faço para estudar. É triste...muita acomodação.

Anônimo disse...

"Papagaio de pirata que repete as coisas sem saber, você usou um ditado popular, mas de pessoas sem conhecimento e que não estão comprometidas com o que dizem,"ditado dos burros", Leia a Bíblia ..."

E por que a Bíblia? Por que não o Al Corão, Livro dos Espíritos, Horóscopo, Numerologia e outros livros sobre crenças e crendices?

Este país está a um espirro de virar a República Neopentecostal do Brasil.

Abraço a todos (religiosos e não religiosos).

SO R1 Rebello - FAB disse...

e os QUESA como ficam ?

Anônimo disse...

Aqui na minha OM já tem até QE fazendo TAF, vejam só...daqui a pouco eles começam a frequentar as formaturas, com essa possibilidade de promoção...

Anônimo disse...

Só para comentar o escrito pelo militar "provavelmente concursado - de carreira" do dia 5 de julho de 2013 20:58 - Sou Sgt QE e na minha unidade aqui no sul quase todos os QEs têm 2º Grau completo, eu por exemplo sou professor universitário (ta bom pra vc), mas sem stress daqui uns 6 anos todos os QEs estarão na reserva e vc poderá provar que é um militar competente, desimbocando muito (já que não necessita de nós), sendo voluntário sempre, não sendo o primeiro a sair depois do toque de ordem, não pensando só em fazer novos cursos e em sua próxima transferência. Acrditem as Forças Armas vão melhorar muito em qualidade depois que formos todos para a reserva. Só pra constar, sou favorável a promoção a 2º Sgt a STen não. Grande abraço a todos.

Anônimo disse...

Caros companheiros, que saberia informar qual seria o intertício para essas promoções e a partir de quando se daria as promoções?

Anônimo disse...

7 de julho de 2013 18:51
Coitados dos seu alunos hein amigo..."desimbocando"...pelo seu "apurado" conhecimento gramatical vc deve lecionar algo que não envolva escrita. Aqui na OM em que sirvo nunca vi QE ser voluntário pra nada que não desse diárias... E quem fica após o expediente, ou é puxa-saco ou incompetente, pois não consegue cumprir missão das 0800h às 1700h. Vejam bem, não quero ofender aqueles que carregam suas mochilas como todos os demais.

Anônimo disse...

Ilustres leitores fica latente as dúvidas suscitadas e a pertinência de todas, espero humildemente esclarecer algumas e me colocar a disposição em busca de um consenso:
- A criação do QE foi de forma equivocada e pelo voluntarismo do saudoso Presidente João Figueiredo através do decreto 86289 de 11 set. de 1981 e tao grande equivoco só foi colocado na rota assertiva,através da lei 10951 de 22 de set.2004 onde o QE que existia de fato passou a existir de direito pela reorganização do quadro.
- Pela Lei 3953 de 2 set. de 1961 foi assegurado aos ‘‘MILITARES’’ taifeiros da Marinha e da Aeronáutica acesso até a graduação de suboficial e chamo atenção para o parágrafo segundo, art. primeiro da citada lei ‘‘OS ATUAIS TAIFEIROS DA AERONÁUTICA ESTÃO ISENTOS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO, FICANDO OBRIGADOS, TODAVIA, AO PREENCHIMENTO DOS DEMAIS REQUISITOS PREVISTOS NO PARÁGRAFO ANTERIOR‘‘.
- Através da Lei 12158/2009 houve acesso a graduação superior dos taifeiros da aeronáutica na INATIVIDADE que permitiu a promoção dos taifeiros não contemplados em 1961 retroagindo a lei para abrigá-los.
- Quando da promulgação da lei 12158/20009 anteriormente aqui tratada quem não se lembra que os QE estavam inseridos no corpo da lei e;portanto desde aquele ano com a possibilidade real de através de emenda serem ST que foi retirada segundo o argumento a época do deputado Jair Bolsonaro em entrevista do plenário que para não atrapalhar a promoção dos companheiros inativos da aeronáutica devido ao efetivo do QE exército ser maior e que em ‘‘seguida’’ seria feito uma proposta de PL. aos QE surgindo o equivocado PL 4373/12
Conclusão:
A Constituição Federal de 1988 não permite que assuntos de mesma natureza seja tratado de forma distinta, como neste caso onde militares que entraram pela mesma porta são tratados de formas diferentes e com todo o respeito ao deputado de 5 mandatos Claudio Cajado ao ler o seu relatório fica latente que ele não ouviu o grito da rua bradando aos nossos eleitos que Zelem pela nossa cidadania como ele não fez ao dispensar 14 emendas de seus pares todas elas restabelecendo o direito Constitucional a igualdade tanto do QE quantos dos outros coirmãos das outras Forças que ficaram de fora da lei 3953/61, indo muito além porque o seu substitutivo nao apresenta a segurança necessária para se tornar Lei. Julio Augusto de Oliveira Soares-TC ref.Presidente da FAMIL-MT

Anônimo disse...

Ao militar que chamou os QE de mercenários que so trabalham por diária lamento que teu ego tenha sido atingido, sou QE e trabalhei muito pra chegar aonde estou, passei por muitos conceitos de meus Cmts de OM e nunca recebi algo que desabonasse minha carreira...ao contrario, carregamos muitos em nossas mochilas porque eram incompetentes pra realizarem algumas missões...então cidadão não ofenda quem não conhece pois me orgulho muito de de vestir esta farda e devo tudo que tenho ao meu Exercito...Um grande abraço a todos os QE do Brasil e vamos aguardar virar realidade nosso projeto...

Anônimo disse...

Ao anônimo de 9 de julho de 2013 23:03
Sem querer te ofender, caro amigo, mas para chegar onde você chegou, deves ter servido muito cafezinho e falado muito: "meu chefe". E tenha certeza, você não deve nada ao EB, deve primeiramente a DEUS e ao seu trabalho. A instituição não vê seres humanos, vê números. E você, assim como eu, também os somos. Sou grato a nossa instituição, mas nada veio de graça. Estudei muito para ser aprovado no concurso (embora muitos companheiros que entraram sem concurso considerem essa etapa obsoleta, pelo que li em alguns comentários...). Também fui avaliado ao longo da minha carreira, assim como os oficiais que me avaliaram passaram pelo mesmo crivo. Ser avaliado não é mérito ou o oposto, é apenas um entrave burocrático. Aliás, só para terminar, você é o tipo de subordinado ideal pelos padrões da velha guarda, respirando por aparelhos (metaforicamente falando, para usar um termo polido...)típico caso de Síndrome de Estocolmo, e achando que tudo vai as mil maravilhas. Um abraço, e aprenda a conviver com a diversidade de opiniões.

Anônimo disse...

Poh então eu sgt de escola quero ser cmt de Cia. Negão cada macaco no seu galho. Um absurdo o cara ser 2º Sgt para dirigir caminhão na garagem, pois aqui no meu batalhão é só o que QE faz, dirigir e ser auxiliar de S Ten em reserva de material. Se vc convidá-lo para exercer função de sargento mesmo como, sgtte ou ocupar alguma carteira, ninguém quer. Daí parte logo p/ jargão conhecido por todos " Não estudei, não tenho capacidade." Ninguém é imprenscidível, muito menos os QE. É muita pretensão achar que uma força de 1648 vai parar pq os QE vão acabar, É SACANAGEM kkkkkkkkkk!!! Os QE são os únicos que no meu ver não tem nada a reclamar pois ganharam um cargo federal de graça, estável p/ resto da vida sem terem pego num caderno. Nessa altura do campeonato 80% dos QE trabalhariam no mercado informal. A VERDADE DÓI!!!

Anônimo disse...

Eu sou QE e ralei muito pra chegar até aqui!!! tive que passar por uma entrevista dificílima na CS, dar o gás no básico e trabalhando pro sub pra conseguir meu engajamento, pra vocês de escola vir aqui ficar falando besteira...
Pra mim os QE merecem chegar a Cap QAO

Anônimo disse...

esse cara é um daqueles que se acha o maximo. se tão sabio como pensa que É.PORQUE NÃO ESCOLHEU UMA PROFISÃO MELHOR.JUIZ.PROMOTOR.TALVEZ PROCURADOR MP FED. ESTE É UM FRUSTADO E DISCRIMINADOR QUE SE ACHA MAIS PATRIOTA QUE UM CB. OU UM Q.E. TODOS NÓS.SOMOS PECAS DE MANOBRA PARA OS OFICIAIS. AQUI NA MINHA UNIDADE EU VEJO TODA SEMANA ST FAZENDO FAXINA A MANDO DO CMT.

Anônimo disse...

Pelo que vi só serão beneficiados o pessoal do EB e da FAB, o pessoal da Marinha fica de fora? Desde já, agradeço por quem puder informar...

Anônimo disse...

os qe nunca vão acabar so formamos alguns que se acham se eu sair do eb tenho onde trabalhar mas aqueles que se acham vão trabalhar em que mesmo . ham guarda , olha nos qe formamos a todos e nunca seremos valorizados e EB não vão para e so que algumas pessoas vão ter que trabalhar .

Anônimo disse...

nos formamos vcs e o curso que tenho foi aproveitado pelo eb mas pergunto aqueles que ficam na porta do quartel esperando o horario tocar ou penar em transferencia em curso de cas que bom para o eb que vai ajudar a naçãoe falo tem sgt bom mas tem uns que pela mor de meu filhinhos , eu tenho 25 anos de eb vou para areserna eu servi ao eb fui destacado e nunca fiquei atras de mesa tenho muito amigos sgt e sei que tem muita gente contra que so pensa em si mas e isto por isto não temos uma classe forte.

Anônimo disse...

Boa tarde a todos os Sargentos do Quadro Especial, aos senhores de carreira não faço referência pois entendo que nem deveriam estar aqui "peruando/azarando".
Senhores, vou colacionar abaixo um emeio enviado ao Dep. Paulo Pimenta, no ano passado. Em outra oportunidade vou comentar sobre o relatório do Dep Cajado. Abraço a todos e grato pela leitura.
“Saudações Sr. Deputado Federal Paulo Pimenta.
Nesta oportunidade quero destacar uma inverdade que consta no Projeto de Lei apresentado pelo Sr. Ministro da Defesa à Exa. Srª Presidenta Dilma, referente a promoção dos Sgts do Quadro Especial, em suma:
Em suas razões apresentadas, diz o Sr. Ministro que o Exército não se preparou p/ tratar da questão dos "QEs", ao contrário da Marinha e Aeronáutica que criaram legislação especifica propiciando a ascensão até a graduação de Subtenente.
Aí está a inverdade, pois no período de 1992 a 1996 (não tenho a data exata), circulou pelas Organizações Militares, o projeto QAP – Quadro Auxiliar de Praças, no qual constava que o Sargento do Quadro Especial que possuísse o 1º Grau completo estaria apto a participar de concurso interno e, uma vez aprovado, frequentar curso de formação dentro da própria unidade ou em outra dentro de sua guarnição de origem.
A finalidade do “QAP” era de “liberar” o sargento formado em escolas (ESA/ESIE e Etc...) para sua atividade fim, ou seja, a instrução/qualificação do soldado, modo a mobiliar as seções administrativas somente com os Sargentos do Quadro Especial.
No entanto Sr. Deputado, a verdade é que esse assunto nunca foi levado a efeito, porém, caso o Sr. solicite informações ao Comando do Exército, certamente terá acesso ao teor de tal projeto.
Assim sendo, fica explicado a “inverdade” constante nas razões do Sr. Ministro, pois, o Exército se preparou sim, porém, não colocou em prática a legislação que iria corrigir esse erro moral cometido para com os Sargentos do Quadro Especial.
Logo, as emendas que estão sendo apresentadas ao Projeto de Lei nº PL 4373/2012 , as quais sugerem a promoção dos QEs até 1º Sargento na ativa (29 anos de serviço) e Sub Tenente na passagem para a reserva (30 anos de efetivo serviço), são as ideais, pois são as que deixariam as Forças Armadas em grau de igualdade nesta questão do Quadro Especial de Praças, tendo em vista, Marinha e Aeronáutica possuirem legislação nesse sentido.
Por último, Senhor Deputado peço que auxilie os Sargentos do Quadro Especial do Exército votando dentro da mais brevidade possível o projeto em questão, modo a corrigir essa atentado moral que o Exército Brasileiro está cometendo com essa classe de praças que sempre se dedicaram ao seu trabalho mesmo sem nenhuma perspectiva de promoção ou transferência para outra cidade ou Estado.
Atenciosamente,
3º Sgt QE
Bacharel em Direito
Aprovado Exame OAB/RS em agosto/2003”

Manoel Costa disse...

Montedo sou 3º SGT QE da reserva e gostaria que desse sua opiniâo sobre essa lei, ser for possivel, pois estou pensando entar comum requerimento baseado nela isso é possivel?
Lei nº 935, de 29 de Novembro de 1949

Melhora a inatividade remunerada dos terceiros e segundos sargentos das Forças Armadas, com mais de 25 anos de serviço.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o CONGRESSO NACIONAL decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Os terceiros e segundos sargentos das Fôrças Armadas, com mais de 25 (vinte e cinco) anos de serviço, computados na forma prevista no Estatuto dos Militares, serão promovidos à graduação imediatamente superior na data da respectiva reforma ou transferência para a reserva remunerada, voluntária ou compulsória, desde que tenham ótimo comportamento e encargos de família, na forma estabelecida pelo § 3º do artigo 231, do Decreto-lei nº 2.186, de 13 de maio de 1940 (Código de Vencimentos e Vantagens dos Militares do Exército).

Parágrafo único. O disposto neste artigo aplica-se aos terceiros e segundos sargentos reformados ou transferidos para a reserva remunerada, a partir da data em que o Decreto-lei nº 9.106, de 29 de março de 1946, perdeu a vigência.

Art. 2º Esta Lei entrará em vigor na data da sua publicação.

Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, 29 de novembro de 1949; 128º da Independência e 61º da República.

EURICO G. DUTRA
Sylvio de Noronha
Canrobert P. da Costa
Armando Trompowsky

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial da União - Seção 1 de 03/12/1949

blog montedo.com disse...

Amigo, esta Lei foi revogada. Não encontrei o ato, mas se pesquisar, vai achar.

Anônimo disse...

Montedo Bom dia, sobre a lei 935 de 29/11/49 consta na camâra federal sobre a situação dessa lei não consta revogação expressa.
aqui está o link
http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1940-1949/lei-935-29-novembro-1949-363378-norma-pl.html

Anônimo disse...

Montedo, pesquisei e não encontrei nenhuma revogação para a lei 935, na camara federal a situação da lei está que não existe revogação expressa, ou seja, esqueceram de revoga-la,e até na mP do mal ele foi esquecida, portanto se não foi revogada é porque ainda está valendo, você não concorda?

Anônimo disse...

Impressionante como tem causado ciúmes, ou revolta por alguns "companheiros" sobre uma coisa que ainda não foi aprovado, imagina quando for, se for aprovado. Parabéns a quem estudou e passou em um concurso FEDERAL de grandes proporções, pois não deve ter sido fácil.Sou Sgt QE, e com certeza tenho muito orgulho disso, como muitos outros colegas, não tive oportunidade de estudar, pois tinha que trabalhar pra não morrer de fome, e, foi no exército que consegui terminar os estudos, mas não pensem que não gostaria de ter passado num concurso com maiores perspectivas, como muitos dos companheiros de Escola, que cumprem o expediente só estudando para passar em outros concursos, nada contra, pois quem não gostaria de receber um salário melhor? Mas esses que ficam criticando, como li em alguns comentários,por exemplo de (13 de julho de 2013 18:53) de que o QE, só ta pra puxar o saco do Enc de Mat, ou dirigir uma viatura, pra seu conhecimento em minha OM de Art em SM, quase todos os QE trabalham em seção, todos em funções com responsabilidades de qualquer outro Sgt, e a grande maioria com curso Superior, os aux de ST são todos de escola e não vejo demérito nenhum nisso, a não ser que na OM que vc esteja, os de Escola pensam que tenham muito mais capacidade que os outros. Acredito que esse cidadão, nem dirigir uma viatura ele consiga. Mas não consigo entender o porque desse ciúmes ou preocupação, quanto a possibilidade de promoção. Se caso aprovado, veja bem "se aprovado", não sairá um centavo sequer do seu soldo, nem o prejudicará na sua promoção ou transferência, vc lutou por isso e tem esses privilégios, então não fica com essa dor de cotovelo sem motivo algum. Vamos cada um cuidar dos seus objetivos que todos saímos ganhando, e em breve muito em breve, não terá mais esses (eu me incluo)maldito QE, que tanto transtorno traz a vossa pessoa.

Anônimo disse...

sou soldado do exérctito consegui minha estabilidade na justiça e estou com 20 anos de sv ,se a lei for aprovada do jeito que está eu passarei direto p 3sgt ???alguém pode me responder ???muito obrigado

Anônimo disse...

servi em 1992 me reformei em 1997 como soldado antigo quero saber se vou receber alguma promoçao obrigado espero resposta .

Anônimo disse...

Uma Lei dentro do Projeto de Lei de Conversão Nr 23, de 2013 (Proveniente da Medida Provisória 618, de 2013).

Encontra-se atualmente em regime de urgência na Câmara dos Deputados para votação em seu plenário.

Vejam que o Projeto fala de Aumento do Capital Social, mas no seu final, a partir do Art 14 até o Art 19, trata da Promoção do Sgt QE a 2º Sargento, e em seu Art 22, REVOGA a Lei 10.951, de 22 SET 2013.

Confiram nesse link:

Acessar: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=592322&ord=1

Anônimo disse...

Para quem disse que é sargento concursado e afirmou que os QEs são beneficiados, entre outras coisas ,eu digo o seguinte:
1- Ser sargento concursado não demonstra nenhum nível de inteligência superior, afinal, quem sonha com a carreira militar são os menos preparados intelectualmente falando, ainda mais para concurso de praça. Se fosse bom, estaria em outro lugar;
2- Muitos dos capitães QAO que hoje estão reformados e recebendo vencimentos de major sequer tem o ensino fundamental. Pois, até o final da década de 1960, o indivíduo entrava no EB como soldado e ia progredindo ao longo dos anos.
3- Engraçado cobrar nível médio, quando até 1999, cobrava-se apenas a antiga 8ª série.
4- O Sargento QE tem muito mais experiência que um sargento que saiu da escola. E muitas vezes muito mais maturidade. Além de ser um quadro em extinção. Nada mais justo promover essas pessoas que se dedicaram por décadas a uma instituição.
4- Você pode ser comandante de Cia., para isto existe concurso público.
A verdade realmente dói, principalmente, para quem recebe a menor remuneração do Executivo Federal, que realiza um concurso onde somente os mais pobres na sociedade se interessam, e ainda assim se acha "o cara". Portanto, meu caro sua bola está muito vazia para criticar quem quer que seja. Prove que é bom. Faça um concurso para a CVM, SUSEP, TCU, INMETRO, onde os salários com inciais para um técnico começam pelo menos R$5.000,00

Anônimo disse...

COMO VAI A CARROAGEM PASSAOU APERNA NO DE CARREIRA , NAO PRESTARAM CURSO
A NIVEL NACIONAL COMO SGT DE CARREIRA E SAO PROMOVIDO A 2 SGT ISTO
PARA MIM E VERDADEIRA ABERRAÇAO, EM
QTO O SGT DE CARREIRA ART COM INF MAT
BEL INF CAV , SAIRAM 2 SGT PARA INATIVIDADE FORAM JOGADOS A MASMORRA
E TRABALHARAM , EXECUTARAM FUNÇAO SUP
SE ERRASEM SERIA PUNIDOS.

Anônimo disse...

Creio que equiparar um terceiro sargento de escola com um QE irá ser uma derrota se aprovada a medida provisória pois assim poderíamos então equiparar um médico com um enfermeiro podiamos promover o enfermeiro a médico depois de 15 anos ou então promover um tenente temporario a capitão, hoje temos muitos dos segundos e terceiros de carreira com nivel superior quando já não saem da escola com nivel superior. Outra questão é que não poderemos mais pedir aumento de salario equiparado a outra forças de segurança, já que um soldado da PM faz um concurso publico muito concorrido e muitos deles tem nivel superior e para promoçoes é feito através de concursos internos e tambem com avaliações de titulos, isto na PM, sem contar na PRF, BM, PF, PC, nunca poderemos querer nos igualar a outras forças devido a medida provisória amarrar um 3º e um 2º sargento com ensino fundamental e ensino médio o que nos tempos de hoje é totalmente irreal porém na classe da maioria deles ainda há. Iremos criar uma classe de militares que ficarão no exército só para esperar a estabilidade e para aguardar promoções até porque hoje dentro dos batalhões é isso que ocorre com a classe dos QE eles não podem fazer o que os de carreira fazem, ex: tirar serviço de cmt da guarda, e outra vai desistimular os jovens a prestar um concurso e ser um verdadeiro sargento das armas de carreira, ao contrário do que temos agora uma classe de sargentos que realizou um concurso bastante concorrido, pagou cursinho perdeu seu tempo. Da mesma maneira nunca irá ser igual um 3º ou 2º sargento de carreira com um 3º ou 2º sargento QE pois eles não realizam as mesmas atividades e nem as mesmas funções dentro de um quartel muitas das vezes estes não o querem fazer pois são QE deixam bem claro. Creio que diante deste fato não deveria existir esta medida provisória e sim uma medida que diminuisse com o intertício dos sargentos de carreira, voltasse o 1% de tempo de serviço, fosse criado adicional de aluguel, melhorasse a remuneração dos praças, essa sim seriam medidas que iriam a favor da valorização da classe.

Anônimo disse...

Infelizmente ainda temos que conviver com pessoas que so abrem a boca para falar besteiras. Meu camarada também sou sargento de carreira, mas discordo totalmente de você. Conheço vários Sgt QE e te digo com convicção, que está muito enganado. A maioria dos que conheço, tem algum tipo de curso superior, muitos com cursos tecnólogos e muitos com curso técnicos profissionalizantes, que com certeza no meio civil conseguem ganhar bem mais do que os militares da ativa.Vamos acordar para vida e nos unir para melhorar a situação financeira de toda a força, por que ofendendo a moral dos companheiros de farda em nada irá mudar nossas vidas. Abraços a todos e boa sorte aos amigos do QUADRO ESPECIAL, que muitos nos ensinaram quando chegamos da escola de formação.

Anônimo disse...

SOU 3º SGT QE, TRABALHO COM PAGAMENTO A MAIS DE 8 ANOS, E QUEM DISSE QUE QE, CABO E SOLDADOS ESTABILIZADO NÃO TEM COMPETÊNCIA PARA TRABALHAR É MENTIRA, FIQUEM ORGULHOSOS POR FAZER PARTE DESSA CLASSE, PROCURE ESTUDAR SE APERFEIÇOAR NA SUA PROFISSÃO, PARA RECEBER ESSA PROMOÇÃO QUE SERÁ BEM VINDA.
IMPORTANTE, ACREDITE EM DEUS E BUSQUE SEMPRE O BEM ESTAR DE SUA FAMÍLIA E SEUS AMIGOS DE PROFISSÃO.
BOA SORTE ... E QUE A PROMOÇÃO VELHA REALMENTE.

Anônimo disse...

Boa tarde,deveriamos parar com esta guerra , estamos todos ,numa merda só., de sgt de escola ou Qe.
temos sempre e que brigar por uma coisa melhor ,tiraram todos nossos beneficio e ainda pretendem tirar mais ,enquanto fica esta guerra interna .(fique com deus e reflitam sobre isto).

Anônimo disse...

Sou 3º Sgt QE e vou fechar o tempo agora em Dez 13. Alguém sabe me dizer se essa Lei vai ser aprovada e quando vai acontecer, pois estou dependendo disso para entrar com o processo para reserva.

Anônimo disse...

CARS AMIGOS DEPENDENDO DO RESULTADO EU VO MESMO ASSIM PARA RESERVA, PARABENS PARA QUEM CONSIGUIO A PROMOCAO VCS MERECES

paulo disse...

E OS DA RESERVA COMO FICAM ESTÃO EM DUVIDA

Anônimo disse...

Sou 3 Sgt QE, ja vai muito tempo que ouço falar em promoção a 2 Sgt QE, não posso ouvir falar no DEPUTADO PAULO PIMENTA PT, grassas a ele que coseguiu todo esse atraso, mas a promoção é muito merecida esperei na ativa mas não vei a tempo, já fui pra reserva ja vai 1 an. Convenhamos pura politica PT pretende ganhar voto dos QE

CABO TEMP BATISTA disse...

OLA COMPANHEIROS DE FARDAS! queria primeiramente parabenizar aos Srs SGT QE pela possível aprovação da promoção a 2 sgt QE, ao meu ver vcs são capacitados e tem o direito de ter essa promoção! muito ao contrario de muitos comentários de pessoas que se dizem militares de carreira nesse blog, os QEs são os que levam o quartel nas costas por seus bons serviços prestados e pelo suor que os senhores derramaram ao longo do tempo! muito merecido essa promoção vcs merecem mais! pela sua dedicação vcs mereciam sair cap QAO, sou cabo ep temporário com muito orgulho de vestir minha farda! sou de uma família humilde e pobre, meus pais não teve condições de me ajudar nos estudos hoje sou o orgulho da família! eu sei que todos vcs sgts QEs são batalhadores e de família humilde como eu sou. não ligue pra que esses filhos de papaizinhos que tiveram tudo na vida estão lhes falando! vejo esses comentários deles e vejo hipocrisia nas palavras ditas por eles! eu tenho 5 anos de serviço sai cabo com 2 anos e se eu tiver uma oportunidade de acontecer a estabilidade de novo eu abraçarei com orgulho e serei um QE com orgulho e feliz!!! parabéns cabos e sargentos QEs! abraços a todos. selvaa Brasil

Anônimo disse...

Olá! sou sargento QE do maranhão, quero deixar aquir registrado meus agredecimentos aos companheiros que lutam a tanto tempo pela nossa causa... Quero agradecer também os comentários construtivos principalmente do cb Batista, meu muito obrigado, que Deus nos abençoe grandemente meus amigos!. Selva!

Maria disse...

Bom dia! Sou pensionista de cabo inativo por doença que o incapacitava definitivamente para serviço militar com quase 12 anos de serviço contínuo. Permaneceu Cabo, tenho direito a receber a pensão como 3º Sargento?

Edilmar Santos disse...

claro que a senhora faz jus, dona NÃO faz jus dona Maria....

Anônimo disse...

EU LEMBRO QUE FOI A MAIOR CORRERIA PARA DIFERENCIAR MILITARES DE SERVIDORES PÚBLICOS,PORQUE COMO TÍNHAMOS MUITOS MILITARES TEMPORÁRIOS COM MAIS DE 5 ANOS PODERIA CONFLITAR COM PENSAMENTOS ARCAICOS RELATADOS,POIS BEM FUI TEMPORÁRIO SAI NO ÓTIMO,INDEPENDENTE SE TEMPORÁRIO OU NÃO (DE CARREIRA),MAS EU ESTAVA LÁ ADJUNTO DE PELOTÃO,COMANDANTE DA GUARDA,SARGENTO DE DIA,TRÊS ANOS SARGENTO DE TIRO,POIS NÃO TINHA,ALGUÉM DE CONFIANÇA,MONTAVA ESCANTILHÕES,ALVOS,PISTAS DE TIROS INSTINTIVOS,MINISTRAVA TREINAMENTOS DIÁRIOS,MAS NA HORA DE SUBSTITUIR O COLEGA EFETIVO,ESTAVA LÁ.A MUNIÇÃO QUE EU USAVA MORTEIRO 81MM,URUTU CASCAVEL,CANHÃO 90,M8 CANHÃO 37 ERAM DE VERDADE,LEMBRO UM EPISÓDIO EM QUE RECEM PROMOVIDO A CABO ME COLOCARAM NUM M8 E ME DISSERAM PARA DISPARAR NO ALVO E QDO VEJO TODOS TINHAM SE RETIRADO COM MEDO DE UM ESTRANGULAMENTO E EXPLOSÃO DO CARTUCHO,PARTICIPEI DE VÁRIAS INCURSÕES NAS RUAS E TUDO MAIS QUE QUALQUER MILITAR BEM TREINADO E DE CONFIANÇA PODE FAZER COM UM BOM TREINAMENTO,ALGUNS ME OLHAVAM COM ORGULHO, MAS INFELIZMENTE OUTROS NÃO SEI PORQUE QDO EM GRUPO COM DESDENHO,POR FIM DESEJO A TODOS QUE CONSEGUIREM ALGO QUE AJUDE A VIVER MELHOR CONSIGO E COM A FAMÍLIA,É MERECEDOR,POIS NÃO FÁCIL PASSAR PELO QUE TODOS NÓS COM SACRIFÍCIO PASSAMOS,PENSEM A FELICIDADE DO PRÓXIMO NOS AJUDA A SERMOS PESSOAS MELHORES.Sargento temporário do 2ºRCC,AONDE CONHECI PROFISSIONAIS PREOCUPADOS COM O GRUPO.

Anônimo.

Arquivo do blog

Real Time Web Analytics