30 de outubro de 2012

Aluna de Colégio Militar é destaque entre 16.000 candidatos e será Jovem Embaixadora nos EUA

Aluna do CMSM será jovem Embaixadora nos Estados Unidos da América
Santa Maria (RS) – No dia 23 de outubro, foi divulgada a lista dos 37 brasileiros que farão parte do Programa Jovens Embaixadores – 2013, nos Estados Unidos da América (EUA). Dos 16.500 inscritos em todo o país, 37 candidatos foram selecionados e, dentre eles, a aluna do 3º ano do ensino médio do Colégio Militar de Santa Maria (CMSM), Luize Bolzan Daniel. Ela integrará o grupo que parte em janeiro de 2013, para três semanas de intercâmbio nos EUA.
Na primeira semana, os estudantes cumprirão agenda em Washington (DC) e, após, seguirão em subgrupos, para diferentes cidades americanas, onde ficarão hospedados em casa de famílias locais, frequentarão aulas em colégios de Ensino Médio e participarão de atividades de voluntariado.
EB/montedo.com

5 comentários:

Anônimo disse...

Que vergonha!
O Sistema dos Colégios militares!
Recursos públicos para poucos!
Esses oficiais elitistas!

Anônimo disse...

CARO MONTEDO VC PODE INFORMAR SOBRE AQUELA NOTÍCIA DE QUE A MATÉRIA A RESPEITO DOS 28% IA ENTRAR NA PAUTA DO CONGRESSO LOGO APÓS AS ELEIÇÕES, O QUE FOI QUE HOUVE, NÃO VAI MAIS OU VAI QUANDO?

TATSUMI disse...

Por que o pessoal não se identifica quando faz comentários inapropiados?!? Essa garota pode ser filha de oficial, de praça ou até mesmo de um civil!!! Além disso, os alunos pagam um montante para ter aulas nos Colégio Militares. Outra coisa, se ela teve êxito, tenho a mais plena certeza, que não foi por estar em um colégio militar, mas sim por seu esforço e dedicação. TATSUMI (ezratatsumi@hotmail.com)

Anônimo disse...

Concordo em gênero , número e grau com o comentarista acima das 12:03.
Se ela conquistou este intercâmbio nos EUA foi com certeza devido a sua dedicação e inteligência. E ela sendo inteligente, certamente vai passar bem longe de prosseguir em uma profissão militar.

TATSUMI disse...

Com relação a escolher o não a carreira militar, será uma decisão que dependerá única e exclusivamente dela. Contudo, a carreira militar não é somente AMAN e EsSA. Para ela, o universo se torna mais especifico, acesso pela Escola de Oficiais do Quadro Complementar ou por nossos indiscutíveis Instituto Militar de Engenharia ou Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Além de tudo que foi exposto, insta salientar que: se uma pessoa não tem os recursos financeiro suficientes para arcar com uma formação universitária, a opção pela carreira militar é uma opção muito bem aceita, pois terá a formação pagamento por uma instituição e além disso, uma vaga garantida no mercado de trabalho. TATSUMI (ezratatsumi@hotmail.com)

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics