15 de abril de 2015

Comerciante é morta durante confronto entre militares do Exército e criminosos na Maré.

A comerciante Cláudia Rocha
Reprodução do Facebook
Paolla Serra

Uma comerciante foi morta, no final da tarde desta terça-feira, durante um confronto entre militares da Força de Pacificação do Exército e criminosos, na Vila do João, no Complexo da Maré. Claudia Rocha estava dentro de casa, quando foi atingida. De acordo com a assessoria da Força de Pacificação, os militares estavam em patrulhamento, próximo a Travessa 13, quando sofreram disparos de fuzil e de pistola de bandidos. Ainda segundo a assessoria, a tropa reagiu.

De acordo com a filha da vítima, a vendedora Fabíola Rocha Reis, de 23 anos, a mãe estava preocupada com o tiroteio e se aproximou para ver como estava a funcionária da loja de roupas masculinas da família, que fica em frente a sua casa. Claudia também deixou uma filha de 10 anos.
- Não sei direito o que aconteceu. Quando cheguei em casa, minha mãe já estava morta - lamentou.

EXTRA/montedo.com

Um comentário:

Anônimo disse...

As mortes, infelizmente, aconteceram e acho que continuarão pois, como se vê nas imagens na TV, é uma área densamente povoada, com ruelas tortas e estreitas, relevo desfavorável a quem está entrando nas comunidades e os bandidos conhecem muito bem os becos e esconderijos.Acho, inclusive, que eles estão fazendo isso de propósito. Atiram contra os militares sabendo que algum civil será atingido, provocando a ira da população contra os militares. É complicado, pois ainda tem os policiais corruptos que colaboram com os meliantes e, com certeza, desejam ficar sozinhos no comando da área.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics