10 de abril de 2015

Exército dos EUA está perdendo sua superioridade tecnológica, diz Pentágono.


Soldados do Exército dos EUA
Militares americanos (© AFP 2015/ AHMAD AL-RUBAYE)
A proliferação de armas de alta precisão e o desenvolvimento de métodos de combate na “era dos rebeldes” são fatores de risco que ameaçam por fim ao modo norte-americano de fazer guerra, acredita o vice-chefe do Pentágono Robert Work.
Segundo informou o jornal britânico The Guardian, a declaração se deu durante uma apresentação de Work na Escola de Guerra do Exército dos EUA (Army War College), em Carlise, no estado de Pensilvânia.
“Digo a vocês, a nossa supremacia tecnológica esta se dissipando diante de nós. Vemos como isso acontece todos os dias” — escreveu a publicação britânica citando palavras do vice-chefe do Departamento de Defesa norte-americano.
Segundo Work, os inimigos potenciais dos EUA tendem a promover ações de combate com a ajuda de truques táticos e mediante o uso de armamento tecnológicos de alta precisão, cuja “probabilidade de erro é quase nula”.
Na sua opinião, a capacidade de forças armadas que dispõem de tamanhas ferramentas de combate é capaz de superar o potencial do exército dos EUA.
O vice-chefe do Pentágono acredita que os recursos utilizados pelos combatentes do Hezbollah ou as milícias do leste da Ucrânia apagam a fronteira entre rebeldes e exércitos regulares.
Segundo Work, o desenvolvimento de tais métodos de combate porá fim à forma de levar a guerra “a qual nos acostumamos nas últimas 3 décadas”.
SPUTNIK/montedo.com

2 comentários:

Anônimo disse...

Pode falar o que quiser, mas as forças armadas dos EUA, ainda são uma das melhores. Pois lá o povo é patriota, valorizam os militares e as forças armadas.
Ser militar lá é ser um cidadão muito respeitado. Pena que no Brasil não se tem esta cultura.

Anônimo disse...

se para ser valorizado como os EUA mas que para isso ter quer ir frequentemente a guerras... deixa eu aqui mesmo, empurrando com a barriga, e brincando de soldadinho de chumbo...

nós ganhamos bem por ser um exército de absoluta paz

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics