18 de abril de 2015

SP: em quinze dias, dez cidades solicitaram ajuda do Exército para combater a dengue

Em 15 dias, dez cidades do interior solicitam militares para combater dengue

Agência Estado
São Paulo se soma a outros dez municípios do interior que, somente nos últimos 15 dias, pediram um total de 630 soldados ao Exército para ajudar no combate à dengue. Parte dessas cidades já vive epidemia, como Sorocaba, Campinas, Mogi Mirim e Lins. Segundo o Comando Militar do Sudeste, os municípios que solicitaram o maior número de soldados são Mogi Mirim, Marília e Sorocaba, com 100 homens cada.
Sorocaba chegou a 42,3 mil casos de dengue e 15 mortes confirmadas. A cidade apresenta a maior notificação de casos no Estado. Bebedouro, Jaboticabal e Garça receberam 50 militares cada uma, mas o apoio do Exército já se encerrou. Campinas, com 22,5 mil casos confirmados e quatro mortes, recebeu 60 soldados.
Mais duas mortes com suspeita de dengue foram registradas ontem em Limeira, na região de Campinas, segundo boletim divulgado pela prefeitura. Agora, são 7 mortes sob investigação e 12 confirmadas. A cidade tem 23.892 casos notificados e 7.010 confirmados - e está em situação de emergência.
Lins, que também vive situação epidêmica, solicitou 30 militares. Dez já estão nas ruas e foram recebidos com aplausos pelos moradores na quinta-feira, 16. A cidade registrou 673 casos neste ano, um a cada 106 habitantes. E Pirassununga ganhou reforço da Força Aérea Brasileira (FAB), além de 30 militares. Caçapava recebeu 10 homens.
O Estado de S. Paulo/montedo.com

3 comentários:

Anônimo disse...

Quem dera se os políticos fossem tão ágeis assim para valorizarem o ser humano chamado militar e o valoroso trabalho que eles prestam à sociedade!

Anônimo disse...

E a desgovernança nada fez para evitar a epidemia? Agora vão gastar uma fortuna com as compras "emergenciais". E, haja "severinos" para atender a todos.

Anônimo disse...

Sim mão de obra escrava!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics