3 de abril de 2015

"Cortando na carne": Dilma vai assinar decreto restringido uso de jatinhos da FAB por ministros.

Governo publicará decreto para restringir uso de aviões da FAB por ministros
Imagem:Cavok
Rafael Moraes Moura e Lisandra Paraguassu
Pressionada a cortar gastos na "própria carne", a presidente Dilma Rousseff decidiu assinar decreto, a ser publicado na próxima semana, restringindo o uso de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) por ministros de Estado.
Segundo informações da Casa Civil e do Ministério do Planejamento, o decreto vai restringir o uso das aeronaves pelos ministros, com a permissão autorizada apenas em caso de missões ou casos excepcionais. Atualmente, os aviões são utilizados pelos ministros também para passar o final de semana ou feriados com a família em seus Estados de origem.
No momento em que a reportagem foi informada da publicação do decreto, o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e o da Secretaria de Relações Institucionais, Pepe Vargas, já haviam embarcado em aviões da FAB rumo a São Paulo e ao Rio Grande do Sul, respectivamente.
Com a medida, Dilma tenta demonstrar sinais públicos de que o Palácio do Planalto vai fazer sacrifícios dentro da própria casa para reduzir gastos, eliminar despesas extras e cumprir o ajuste fiscal.
ESTADÃO/motnedo.com

7 comentários:

Anônimo disse...

Isso não é corte, é um "arranhão" na carne.Quer cortar na carne de verdade? Corta os ministérios pela metade.Tem uma multidão "mamando" sem importância alguma. Nos governos passados, a administração funcionava muito bem com metade, por que não agora? O golpe de "foice" violento só cai sobre o contribuinte.

Anônimo disse...

O "staff" do GTE vai lamentar muito a redução no depósito de diárias em suas contas. Principalmente aqueles do "quadro externo".

Anônimo disse...

Tirou o bode da sala.

Anônimo disse...

Chora, GTE kkkkkkk ... Agora provem o sabor amargo do comissionamento !!!

Davi disse...

Papel aceita tudo. A distância entre mandar fazer e fazer é quilométrica.

Anônimo disse...

Tá faltando é dinheiro para o combustível, com certeza. Aproveitando a situação caótica para dar uma de eficiente. Nos anos anteriores a "festa" sempre foi à vontade.Não mudaram um só centímetro.Parece que todos que assumem o poder fizeram assistiram a mesma "escola".Quando afirmam que vão economizar, cortar, já fizeram os gastos acima do permitido. É só para os "zumbis" acreditarem.

Anônimo disse...

A quem diga que no EB, até o meio do ano não se tenha mais combustivel nas OM das FFAA e com isso tambem não teremos alimentação. Somente ficando nas OM o pessoal de serviço e formalizando meio expediente para os restantes...
Sera que isso vai acontecer, uma vergonha se isso ocorrer...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics