3 de junho de 2015

Até no futebol, Gramsci?! Jornalista que escreve "extorção" consegue vincular prisão de Marin ao regime militar

Pensando bem, um artigo destes é compatível com a dimensão profissional de alguém que grafa "extorção" assim, com 'ç' no lugar do 's'. 

Quartel-general da seleção no Rio mantém herança militar de Marin
Marin recebeu propinas também na organização da Copa do Brasil

Marcus Alves, de Teresópolis (RJ), para o ESPN.com.br
Quartel-general da seleção antes da Copa América, a Granja Comary ainda mantém os laços militares que caracterizaram a gestão do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, preso na última semana sob acusação de crimes como extorção, fraude e lavagem de dinheiro, dentre outros. O centro de treinamento em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro, é comandado pelo coronel Moacyr Alcoforado.
Ao lado de outros oficiais, ele assumiu a administração em 2013, após sucessivas acusações de desvios de materiais esportivos no local.
Alcoforado foi o responsável por receber o treinador Dunga e o coordenador de seleções Gilmar Rinaldi durante a preparação para a competição, que será disputada entre 11 de junho e 4 de julho, no Chile.
Ele figurava entre os nomes anunciados para a nova comissão técnica curiosamente no cargo de chefe de segurança também. O coronel era um dos homens de confiança de Marin.
Em seu discurso, a CBF vem tentando afastar a sua imagem do ex-mandatário nos últimos dias.
A entidade retirou até mesmo o nome dele de sua sede na quinta-feira passada.
O time comandado por Dunga treinará na Granja Comary antes dos amistosos finais contra México, no Allianz Parque, no próximo domingo (7), e Honduras, no Beira Rio, na outra quarta-feira (10).
Marco Polo Del Nero, sucessor de Marin, é aguardado nesta terça-feira no CT para conversar com os atletas sobre os escândalos recentes e assegurar a eles tranquilidade para a competição. A CBF nega que o assunto fará parte da pauta do encontro.
Ex-governador de São Paulo durante a ditadura, José Maria Marin foi responsável por aproximar a seleção dos militares. Como gesto simbólico nesse sentido, colocou os atletas para treinar em área militar, após praticamente duas décadas, ao recorrer à Escola de Educação Física do Exército, no Rio de Janeiro, em 2013.
Como vereador, ele chegou a pedir para que a ditadura interviesse na equipe que viria a se sagrar tricampeã em 1970.
ESPN/montedo.com

Bendito Print Screen
A prova do crime contra a última flor do Lácio, inculta e bela
Reprodução ESPN (Montedo.com)


Um comentário:

Anônimo disse...

Isso é o resultado do "nivelamento por baixo" no ensino superior. Ou as bolsas, cotas, redações com correção relâmpago, processos de "aceleração" no ensino médio, proibição de reprovar alunos reprovados, etc, etc.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics