21 de junho de 2015

Vacas magras: Exército vai antecipar o licenciamento dos recrutas


Resultado de imagem para serviço militarProvidência típica dos tempos de vacas magras: em portaria publicada na última sexta-feira, o comandante do Exército autorizou a redução, em até dois meses, do tempo de serviço militar dos recrutas incorporados neste ano. Com a medida, grande parte do contingente poderá ser licenciado já no mês de outubro.

25 comentários:

Anônimo disse...

Este procedimento é padrão todo ano ! Visto que Serviço Militar Obrigatório é de 12 meses e a 1ª Baixa é com 10 meses !!!

Anônimo disse...

Parece que calculou errado.
Se a incorporação é em março. É a regra.
Então temos: mar (1), abr (2), maio (3), jun (4), jul (5), ago (6), set (7)...Portanto, é menos de dez meses...

Anônimo disse...

Todo ano o Comando do Exército publica essa autorização.

Anônimo disse...

Nos anos70, 80, a gente incorporava dia 15 Jan de cada ano, imagine o final de ano do pessoal profissional. Os periodos de férias, hoje em dia é tudo mamão com açucar.

o EV ia para o estande em média 30 veses por ano, como ralavam os Of e o 3º Sgt de tiro, que passavam o dia todo de capacete de aço, aquele barulho de tiros o dia todinho, lidando com 120 recrutas por SU de Inf, etc ... O Mapa de tiro, tinha umas 30 colunas e era tudo cumprido.

A primeira baixa era 15 Nov, a segunda dia 30 Nov e a 3ª baixa, só com tranqueiras ou seja alterados, só em março.

E ainda tinhaaquele periodo desde o início de janeiro até a 3ª baixa, que tinhamos que lidar com uns 120 recrutas e mais uns 30% de 3ª baixa. Ufá !!!

O internato era 45 ou 60 dias integrais,sem refresco com instrução dia e noite.

Hoje em dia é canja. Já pensou o pessoal EP de hoje encarando uma jornada toda dessa !!!! Ia ter muitos suícidios kkkk essa gente já sai cansada da Escola e só se vê pica fumo reclamando de nada !!!!

Peguei OM de Artilharia em 79, que tinha uma média de 25 punições de ST/Sgt por anos, detenção e cadeia.

Pernoite era direito. Dobrar escala de Sgt de dia era constante.

Voces são muito, mas muito felizes.

Vida que segue ...

Anônimo disse...

Isso é procedimento padrão, todo ano sai Portaria autorizando a dilação ou redução do tempo de serviço militar obrigatório

Tarcisio Furtado disse...

PORTARIA Nº 645, DE 12 DE JUNHO DE 2015.
Autoriza a redução e a dilação do tempo de Serviço
Militar inicial dos conscritos incorporados no ano de
2015, e dá outras providências.
QUEM FALOU EM SETEMBRO?
ISSO VEM ACONTECENDO A MUITO TEMPO.
NO CASO É REDUÇÃO E A DILAÇÃO.
SE NÃO TEM NENHUMA NOVIDADE NÃO FALEM BESTEIRAS!!

Anônimo disse...

Todo ano é assim, está correto o anônimo das 23:35. A autorização se refere ao licenciamento em início de janeiro/16, portanto, dois meses antes de completar um ano (início de março).

Anônimo disse...

Não concordo que seja vacas magras e sim VACAS PERSEGUIDAS por um REVANCHISMO, que o atual governo a décadas vem fazendo de tudo para HUMILHAR as FFAA atingindo no bolso dos militares, depois que todas as classes grevaram e receberam reajustes através da força, enquanto os militares são os últimos(PARCELADO 3X) e o que resta, isso a década ocorre.E quanto aos recrutas usam desculpa de CRISE,DÓLAR,CRISE INTERNACIONAL e por aí vai,mas dinheiro para os PARTIDOS, POLÍTICOS E FUNDO PARTIDÁRIO(compra de apoio,voto) rápido eles aprovam e triplicam o valor.PENSE NISSO !!!!!!

Anônimo disse...

Cade os meios expedientes ??????
Isso que importa !!!!!!!!!!!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

Se acabarem com o SMI não entra mais ninguém nas Forças Armadas.

Anônimo disse...

Licença Especial em pecúnia.

EXECUÇÃO DE SENTENÇA CONTRA FAZENDA PÚBL Nº 5002962-88.2013.4.04.7215 (Processo Eletrônico - E-Proc V2 - SC)
Data de autuação: 27/09/2013 10:56:41
Tutela: Não Requerida
Juiz: CLENIO JAIR SCHULZE
Órgão Julgador: Juízo Federal da 1ª VF de Brusque

Situação: MOVIMENTO
Justiça gratuita: Deferida
Valor da causa: 111096.93
Intervenção MP: Não
Maior de 60 anos: Não
Competência: Cível
Assuntos:
1. Reajuste de Remuneração, Soldo, Proventos ou Pensão

(Clique aqui para mostrar todas as partes/advogados)
EXEQUENTE: NELCI ANTONIO DO AMARAL

EXECUTADO: UNIÃO - ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO


Nome: MARCOS AURÉLIO ROSA (Advogado do EXEQUENTE)
Nome: CLAUDINEI MOSER (Procurador do EXECUTADO)


Nº 5000421-14.2015.4.04.7215 (Processo Eletrônico - E-Proc V2 - SC)
Nº 5002962-88.2013.4.04.7215 (Processo Eletrônico - E-Proc V2 - TRF)
Clique aqui para ver os processos relacionados no TRF4


(Clique aqui para mostrar todas as fases)
19/06/2015 22:40 - 95. Despacho/Decisão - Determina Intimação - Abrir documento Abrir documento
19/06/2015 14:34 - 94. Autos com Juiz para Despacho/Decisão
09/06/2015 16:06 - 93. PETIÇÃO PROTOCOLADA JUNTADA Refer. ao Evento: 91 - PETIÇÃO

[Nova Consulta]

Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 300 - Bairro Praia de Belas - CEP 90010-395 - Porto Alegre (RS) - PABX (51) 3213 3000



http://www2.trf4.jus.br/trf4/controlador.php?acao=consulta_processual_resultado_pesquisa&txtPalavraGerada=OJaV&hdnRefId=62340765a0a982f0c30a4e52457d2b9a&selForma=NU&txtValor=50029628820134047215&chkMostrarBaixados=&todasfases=&todosvalores=&todaspartes=&txtDataFase=&selOrigem=SC&sistema=&codigoparte=&txtChave=&paginaSubmeteuPesquisa=letras

http://www2.trf4.jus.br/trf4/controlador.php?acao=consulta_processual_resultado_pesquisa&txtValor=5000421-14.2015.4.04.7215&selOrigem=SC&chkMostrarBaixados=&selForma=NU&hdnRefId=62340765a0a982f0c30a4e52457d2b9a&txtPalavraGerada=OJaV

http://www2.trf4.jus.br/trf4/controlador.php?acao=consulta_processual_resultado_pesquisa&txtValor=50029628820134047215&selOrigem=SC&chkMostrarBaixados=&todasfases=S&selForma=NU&todaspartes=&hdnRefId=62340765a0a982f0c30a4e52457d2b9a&txtPalavraGerada=OJaV&txtChave=


Eduardo disse...

O anônimo de 22 junho 2015 das 10:49 falou e disse. Tudo realmente verdade. Passei exatamente por esta época nos idos 1978 a 1982 no 14º BIMtz. Hoje o pessoal FELIZ e não sabe. Hoje, me desculpe os mais novos, mas é tudo mais leve. Melhor não é?

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/bahia/noticia/2015/06/homem-e-morto-e-crianca-de-5-anos-baleada-em-fazenda-grande-do-retiro.html

Anônimo disse...

Sobre as LE não gozadas e não contadas em dobro ...

http://www.militaresbrasil.com/2015/06/22062015-decisao-licenca-premio-nao.html

Ubirajara Felix disse...

E qual foi o ano de vaca gorda? para o EB, kkkkkkkk

Anônimo disse...

Alguns companheiros citando a rotina da caserna de antigamente. Eu vivi as duas fases, incorporei em 1982 e permaneci na ativa até 2014. Vivenciei o Exército operacional de antes e a guerra de papel de hoje e digo que não existe o mais fácil como muitos querem supor. Se antes havia a dificuldade do rigor, a exigência da disciplina máxima, havia a contrapartida da hierarquia como via de mão dupla e o respeito ao trabalho do subordinado, as sanções negativa e positivas. Hoje a escala hierárquica existe apenas para enquadrar, não existe contrapartida, ninguém representa seu subordinado, está decretado um cada um por si no que tange a direitos, os deveres são maximizados, visto que o grau de dificuldade da vida administrativa aumentou imensamente se comparado com o passado. Na guerra do dia a dia de antes havia o boletim, os aditamentos, os pernoites, algumas fichas, os QTS e o resto era operacionalidade. Hoje existe um mínimo de operacionalidade e todo o resto é burocracia, controles, gráficos, teorias, cronogramas, mapas, enfim uma infinidade de cobranças que não existiam na vida militar.

Anônimo disse...

Não vamos pra frente devido aos pensamentos de "na minha época". É preciso avançar, cada tempo tem suas dificuldades e facilidades. Só quem vive a situação que realmente sabe. Olhar de fora e julgar ser mais fácil ou mais difícil convém. Infelizmente o espírito do "na minha época" nos assombra e por essas e outras que muitas coisas negativas se perpetuam. Meu respeito à todos em suas respectivas épocas, mas que essa sombra não sirva de bengala de suas decisões no futuro próximo.

Anônimo disse...

Só faltou o pessoal do tempo "do rigor" dizer que um 3º Sgt ganhava QUINZE salários mínimos e não QUATRO...

Anônimo disse...

falou e disse o ultimo anonimo!

Anônimo disse...

Será que esse pessoal que está saindo mais cedo aprendeu, pelo menos, a dar um tiro de verdade? Será que vamos chegar ao ponto do jovem se apresentar, informar os dados pessoais e aguardar em casa? Não seria melhor ser voluntário?

Anônimo disse...

Servi o exercito em 1983 e realmente o arrocho era maior, mas como um anonimo postou tinha a contra partida, eu lembro um cabo ganhava 18 salario mínimos. Um sargento nas conversas sempre falava na pirâmide salarial em comparação aos demais servidores públicos estavam os militares estavam entre os melhores. Infelizmente após o governo Sarney só diminuiu, atingindo um nivel de miséria no governo Collor, lembro que nessa época em 92 já pertencia a PMDF e ganhávamos igual as forças armadas e no meu caso 3º SGT á epoca a remuneração não chegava a 3 salarios minimos. Ai veio o governo FHC que acabou de achatar mais ainda o soldo dos militares das Forças Armas e o pior tirou direitos históricos, como licença Especial a cada 10 anos, tempo de serviços os quinquenios e o congelamento do auxilio moradia e para dar o golpe fatal tirou a graduação ou posto a mais ao ir para reserva e por pouco não passou para 35 anos. A gente fica triste com esse tratamento aos nossos militares nossos guardiões e defensores da invasão externa infelizmente não tem a consideração que devia dos governantes. É até uma incoerencia os militares ficaram 20 anos no poder e não souberam deixar como legado um código de vencimento digno. Mas a esperança é a última que morre quem um dia eles voltam a dar um tratamento que os militares merecem, vivam os militares boa sorte a todos.

Anônimo disse...

Também discordo desse pensamento de "minha época". Quando o cara começa com o tal do "no meu tempo", ele está afirmando para todos que é um velho que não sabe lidar com mudanças.
Sou militar da ativa, e também já servi em 2 períodos distintos do EB. Existem contrapartidas como o nosso companheiro falou, em cada época, existem suas respectivas dificuldades.
Temos que ir nos adequando à mudanças, e não ficar preso ao passado. Essa mentalidade de que "antigamente era melhor" não ajuda em nada. Na maior parte das vezes, ela nos prejudica.
Você que hoje em dia é um vovô, guarde seu saudosismo para você mesmo. Ninguém quer saber como foi difícil para você. Eu não educo meu filho contando as minhas dificuldades, eu educo oriento ele em cima das dificuldades DELE, que ele enfrenta AGORA.

Anônimo disse...

Não é questão de "minha época" a questão é que tem preguiçoso demais,leão de alojamento demais, gente que só reclama pelos cantos, iniciativa é zero, não tem voluntário prá nada. Quase a totalidade só vão na boa, só querem levar vantagens, já chegam cansado das escolas, não apagam uma luz, não coocam um tijolo.

Verdadeiros sabonetes. Aperta aqui, corre pra lá. Aperta lá, corre pra cá. Da nojo.

Reclamam o tempo todo do EB, dos superiores, enfim, não colocam um tijolo para construir nada ... a maioria.

Por isso, se cumprissem as missões noites adentro, finais de semana como cumpriamos, esses sujeitos, não aguentavam 3 meses. É isso.

Vida que segue ....

Anônimo disse...

os que menos fazem, são os que mais reclamam. Levam a "lei de gerson" no pé da letra, com simulações de problemas,jogando o outro na fria, sendo puxados nas escalas.Nojo !

Anônimo disse...

Concordo com você do 24 de junho de 2015 19:13. Realmente, muitos já chegam com mentalidade de "usar como trampolim", só que não fazem o mínimo previsto. É uma geração que está se enganando.
A cultura da reclamação também é um câncer no nosso meio. Graças a Deus aprendi de berço que não se deve reclamar se está insatisfeito, a gente deve lutar para melhorar. Acontece que muitos não tem RESPONSABILIDADE. Realmente, muitos não querem assumir o que é deles, o que é função e responsabilidade dele. Mas isso é em todo o lugar.
O que vejo que prejudica mais é o militar reclamão, que impregna o ambiente de trabalho com sua visão pessimista das coisas que não ajuda a nada. O militar que não quer ter responsabilidade, acaba usando essa postura de reclamão e insatisfação para não fazer nada.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics