15 de junho de 2015

Soldado do Exército e irmã são assassinados em Goiás

Bancária e militar do Exército são mortos a tiros em casa, em Luziânia
Irmãos, eles foram assassinados por ex-namorado da garota, diz polícia.
Suspeito foi achado morto horas depois em um carro capotado na BR-040.
Irmãos Brenda e Diego foram mortos a tiros dentro de casa, em Luziânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Irmãos Brenda e Diego foram mortos a tiros dentro de casa, em Luziânia  (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Do G1 GO
A bancária Brenda Esteves, de 22 anos, e o irmão dela, Diego, de 19, foram mortos a tiros na casa em que moravam em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é o ex-namorado da garota, de 24, que também foi encontrado morto.
O crime aconteceu na noite de sexta-feira (12). A jovem estava em casa, quando o ex-namorado chegou. Segundo a polícia, ela havia rompido com o suspeito há dois meses, mas ele queria reatar o relacionamento. Após uma discussão, ele atirou contra ela.
Suspeito foi encontrado morto em carro capotado na BR-040, em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Suspeito foi encontrado morto em carro capotado
na BR-040 (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Quando o suspeito já deixava a casa, o irmão dela, que era militar do Exército, chegou e também foi baleado. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Já a jovem, que foi atingida por dois tiros na cabeça, chegou a ser socorrida, mas faleceu no hospital.
Após o crime, o ex-namorado de Brenda fugiu. No entanto, o carro que ele dirigia foi encontrado capotado em meio a um matagal na BR-040, a cerca de 2 km de Luziânia, na manhã de sábado (13). Motoristas que passavam pela rodovia viram o veículo e avisaram à polícia. Ele estava no interior e a suspeita é que ele tenha atirado contra si enquanto dirigia.
Ainda de acordo com a Polícia Civil, horas antes de ser morta, a bancária chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o ex-namorado por ameaça. A prisão do suspeito chegou a ser pedida e os agentes fizeram buscas, mas ele só foi encontrado quando já estava morto. O caso segue sendo investigado.
G1/montedo.com

Um comentário:

Anônimo disse...

O mundo está de pernas para o ar. Tem que haver um estudo sério e profundo para descobrir que "raios" de machismo exagerado é esse que vemos todos os dias. Hoje, os jovens estão tendo a liberdade que não tínhamos, sem ter obrigação de dar satisfação ou ligar para o que a sociedade pensa deles. Querem namorar todas as moças e quando recebem um NÃO, se transformam em homens das cavernas? Acho que liberdade demais e a ostentação de que "sou o bonzão", está atrapalhando a parte psicológica. As mulheres sempre foram a parte mais "fraca" dos relacionamentos mas devem ser a mais sábia e cautelosas. Há muitos meliantes se passando por "anjos", bom de lábia e ostentando riquezas suspeitas e com a única finalidade de "pegar" o máximo possível de garotas para aumentar o seu status.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics