7 de junho de 2015

Cortes do 'ajuste' atingem até 25% dos gastos da Defesa

CORTES NA DEFESA
JAQUES WAGNER NÃO TEVE FORÇA PARA IMPEDIR CORTE DE 25% NA DEFESA
MINISTRO DA DEFESA, JACQUES WAGNER FAZ A MAIOR POSE, MAS NÃO TEVE FORÇA PARA EVITAR OS CORTES. (FOTO: ABR)
Os dias andam agitados nos comandos militares em Brasília. É tempo de enxugar o orçamento - e o que se sabe é que haverá cortes de 24,8% no valor fixado originalmente na Lei Orçamentária Anual, que era de R$ 22,6 bilhões. Na prática, significa redução para R$ 17 bilhões e o contingenciamento, uma espécie de congelamento, de R$ 5,6 bilhões que podem vir a ser liberados se houver dinheiro. É muito, mas a proposta original do setor econômico do governo era mais pesada, batia em pouco acima de 50%, o que levaria o caixa de 2015 para um patamar de alto risco, coisa de R$ 11 bilhões.
Jaques Wagner, ministro da Defesa, não teve força para evitar os cortes, mas faz o "jogo do contente":
"Os projetos estratégicos podem sofrer os efeitos de uma velocidade um pouco menor", disse, em referência ao ritmo de execução dos planos já contratados, ressaltando que, "para colocar em pé programas como esses, o processo é sempre demorado mas, para acabar com qualquer um deles, é muito rápido". Na segunda e na terça-feira a secretária-geral da Defesa, Eva Chiavon, faz reuniões para definir com equipes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica o volume contingenciado e onde serão feitos os cortes.
Os recursos de custeio, como os de contratação de serviços, das despesas cotidianas e das concessões de diárias foram limitados a R$ 1,1 bilhão até o fim do ano. A economia não será linear. O ajuste prevê variações da quota porcentual de acordo com critérios como necessidade imediata e negociação mais favorável a partir da discussão com os fornecedores. A meta geral, todavia, será mantida em 24,8%. O Ministério da Defesa é o quinto na linha das perdas. (R. A.)
DIÁRIO do PODER/montedo.com

10 comentários:

Anônimo disse...

Não quero ser pessimista mas com esse Governo que tem ogerisa dos militares quando a economia estava boa estava ruim agora que a economia está indo de mal a pior nem preciso dizer...

Daniel-MB disse...

O plano diabólico para enfraquecer e pulverizar as Forças Armadas continua.

Anônimo disse...

Que venha logo o meio! Oportunidade de tirar um por fora pq desse mato faz tempo que não sai cachorro.

Anônimo disse...

Este Ministro das Forças Armadas não tem força nenhuma a favor das FFAA e muito menos vontade de nos ajudar...
Só esta preocupado com ele e com o PT.

Anônimo disse...

A força dele é só para o "contra"!

Anônimo disse...

Viva! que venha o meio expediente, vou ganhar um din din vendendo pipoca no colégio perto da minha casa e que o EB continue sucateado até eu ir pra reserva.

Anônimo disse...

Um comunista que troca o nome de um colégio na Bahia de um ex presidente militar, (honrado e querido pelas pessoas de bem) para um terrorista chamado Carlos Marighela, psicopata de alta periculosidade, inimigo n° um dos militares, eliminado por ser um líder terrorista, pode ter boas intenções com as FFAA??? Parece que muitos dos nossos companheiros acreditam em papai Noel.
Em tempo: a corja comunista de então, não construiu nada de útil, apenas levaram o Brasil para a pior crise política e econômica dos últimos tempos.(Quiçá parem por ai).
Como não são capazes de construir nada, tocam os nomes daqueles feitos pelos militares. Usurpando o legado daqueles que governaram nossa Nação com honradez e dignidade.

Anônimo disse...

Não teve força ou não teve vontade?

Anônimo disse...

O que esperar de um sujeito que tem simpatia por um assassino e mau caráter como Mariguela. A ignorância é a ruína de qualquer sociedade. Parecemos desse mal. 85% da população brasileira acha que Dilma não foi cúmplice em assassinatos, não ajudou a planejar assaltos a banco, seqüestros, que lutou a favor da democracia...chora lagrimas ocas, afirmando sua luta, mas não fala que foi a favor do comunismo...o qual os compeliu a pegar em armas e instalarem suas bases no Araguaia...Mariguela é um herói para os baianos???? Para os que não conhecem a historia do seu país e recebem um sanduíche de mortadela e 35 reais para vociferarem o que desconhecem em protestos comprados.

Anônimo disse...

Que venha logo o meio expediente, é economia para todos, inclusive para o Governo. Pense, cairá pela metade a guerra do papel, isso fará também cair a produção negativa pela metade. Como nossos "Chefes" em reunião do alto comando estão preocupados com dia do fardamento, uso do guarda chuva, nova gravata e novos métodos de avaliação, sabemos que os problemas reais da tropa não serão resolvidos. O negócio é tirar um por fora, pq desse mato realmente não sai cachorro. No meu caso em particular que já há muito tempo não tenho comprometimento com essa Instituição fuleira, quero que o circo pegue fogo mesmo, eu acho que cortaram é pouco. O EB atual trabalha para dar mordomia para alguns oficiais generais e oficiais do QEMA, os chamados acionistas, pq o resto é resto, não sobra atualmente migalhas nem para os Oficiais QSG, os chamados manga lisas, pode falta tudo, mas o dinheiro para as viagens ao exterior dos Generais/Oficiais do QEMA, sua diárias, suas transferências de 2 em 2 anos, seus coquetéis regados a caviar e whisky, podem ter certeza que esse não falta e o resto da tropa que se exploda, então senhores, que venha o meio expediente e que se ferre a Instituição falida.Vamos ganhar um dim dim por fora pq se esperar de dentro estamos na M.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics