23 de maio de 2015

Militar da Marinha é a sétima vítima de ataques com facas no Rio

Alexandre Lima Ribeiro, 23 anos, foi abordado à noite por três homens na Rua da Igrejinha, em São Cristóvão, na Zona Norte
Alexandre Lima Ribeiro, 23 anos, é a sétima vítima de ataques a faca na cidade (Foto: Carlo Wrede / Agência O Dia)
FLAVIO ARAÚJO E HELIO ALMEIDA
Rio - Um militar da Marinha é a sétima vítima de ataque a faca na cidade em uma semana. Fuzileiro naval, Alexandre Lima Ribeiro, 23 anos, foi abordado, por volta das 23h30 desta sexta-feira, por três homens na Rua da Igrejinha, em São Cristóvão, depois de sair do Centro de Tradições Nordestinas. Ao reagir à tentativa de assalto, a vítima levou quatro facadas no peito. Os ladrões fugiram sem levar nada e Alexandre foi levado para o Hospital Souza Aguiar, no Centro.
Por volta das 10h deste sábado, Alexandre foi transferido para o Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins de Vasconcelos. Ele está sob observação e passará por cirurgia na unidade devido à hemorragia interna provocada pelos golpes. Ele teve dois ferimentos no braço direito, um no esquerdo, um no ombro esquerdo e outro no tórax.
O militar está lúcido e chegou a fazer um sinal de "ok" para a reportagem do DIA . Mais cedo, um amigo da vítima, que não quis se identificar, disse que ele estava bem.
De acordo com informações da Polícia Civil, o caso foi registrado na 17ª DP (São Cristóvão) e está sendo investigado. Testemunhas prestaram depoimento e a delegacia aguarda a liberação médica da vítima para que ela seja ouvida e possa tentar fazer o reconhecimento. Equipes da delegacia estão realizando diligências para identificar os autores do crime.
Também nesta sexta-feira, Miguel Meirelles dos Santos, de 36 anos, levou uma facada na mão quando tentava defender Michaela Silva Freitas, de 21, que sofria uma tentativa de assalto em um ponto de ônibus próximo ao supermercado Freeway, na Barra da Tijuca. Dois adolescentes foram apreendidos, acusados de tentar roubar a jovem.
Horas antes, a turista chilena Isidora Ribas Carmona, de 32 anos, foi esfaqueada no pescoço após ser assaltada na Praça Paris, na Glória. Na madrugada de sexta, o funcionário de uma lanchonete foi ferido levemente na mão a faca por Rodrigo Feliciano Raimundo, de 28 anos, no Centro. O assaltante foi detido e, segundo a polícia, ele é um dos atiradores que mataram o cinegrafista da Band Gelson Domingos, em 2011.
Na quarta-feira passada, Lorena Tristão, de 31 anos, foi ferida com golpes de canivete nas pernas em um assalto na passagem subterrânea próxima ao shopping Fashion Mall, em São Conrado. Na noite anterior, o médico Jaime Gold, de 56 anos, foi esfaqueado na Lagoa e morreu no Hospital Miguel Couto, na Gávea. No domingo, a vietnamita Tran Vu Ha, de 39 anos, foi ferida a faca no Centro.
O Dia/montedo.com

8 comentários:

Anônimo disse...

Infelizmente a violência está no Brasil todo, a falta de porte de armas para militares das Forças Amadas já provoca baixas, graças a Deus esse escapou com vida, quer um conselho FN faça concurso para PM pelo menos voce vai poder defender sua vida, da sua familia e do povo.

Anônimo disse...

A OAB vai propor a criaçao do "ESTATUTO DO DESFAQUEAMENTO" para diminuir a criminalidade e o índice dos homicidios, tal qual com o desarmamento...
Fala sério....militar das FFAA tem que ter porte de arma....ainda mais agora com essa mania de atuar como policia, em favelas, cobrindo greve de PM, de Agente penitenciario, mata mosquito...
estao correndo muito risco e se expondo com a bandidagem....ainda mais no Rio...milico quando é descoberto pelos bandidos é "queimado" na hora...

Anônimo disse...

A violencia esta generalizada pelo pais, e se for descoberto que é militar ou policial a chance de morrer é grande. Estamos em perigo.

Anônimo disse...

O estatuto do desfaqueamento é uma piada que estão inventando agora.
Vai ser muito interessante, para comprar uma faca no supermercado e transportar para casa vou ter que pedir autorização para a policia??? kkk...
Arma branca é qualquer coisa que se transforme em arma porem este tambem podendo ser um utensilio e ai como fica...
Só inventam, tem que aplicar a lei severa isso sim.

Anônimo disse...

No início, todos tinham facilidades de portar arma de fogo, então proibiram. Agora os bandidos estão "econômicos" e atacam com facas e, estão querendo proibir o porte de arma branca. Aí, eu pergunto: E bandido segue a Lei, senhores parlamentares? Daqui a pouco vai ter um bando de ninjas portando espadas. A população está cansada e começa a reagir. Será que vamos ver guerra de espadas no meio da rua.Estou andando com estilingue. Será que vão proibir?

Anônimo disse...

Será que algum membro dos "direitos humanos" ou defensor de criancinhas foram prestar solidariedade a este guerreiro ?

Anônimo disse...

Direitos humanos com certeza não deve ter prestado nenhuma solidariedade a este militar e a sua familia. Porem se fosse um criminoso já estariam lá.

Anônimo disse...

E o porte de armas senhores? Um país onde militar não pode portar arma, para defesa própria e de sua família, mas guarda municipal sim, o que poderemos esperar???

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics