7 de maio de 2015

Um soldado morreu e outro ficou ferido após disparo acidental em batalhão do Exército

Militar morre e outro fica ferido após tiro acidental em batalhão no Rio
Ambos foram atendidos no local e encaminhados para o hospital.
Unidade militar informou que abriu um processo para apurar caso.
Do G1 Rio
Um militar morreu e outro ficou ferido nesta quinta-feira (7) após um disparo acidental dentro do 1º Batalhão de Engenharia de Combate (Escola), em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio. O Comando Militar do Leste (CML) lamentou o episódio que, aconteceu às 11h40 desta quinta.
De acordo com o CML, o disparo aconteceu durante uma instrução militar prevista dentro da Unidade Militar. Ambos militares baleados foram socorridos no local e encaminhados para o Hospital Pedro Segundo, também na Zona Oeste.
As vítimas foram os soldados Mateus da Silva Mota, que não resistiu ao ferimento e morreu no hospital, e Higor Viana de Oliveira, que permanece hospitalizado. Segundo o CML, ele aguarda cirurgia para retirada de projetil na perna e seu quadro de saúde é estável.
Em nota, o CML afirmou que está prestando todo apoio às famílias das vítimas e que já abriu um processo investigativo, que irá apurar as circunstâncias do acidente.
G1/montedo.com

7 comentários:

MILICOVELHO disse...

TV RECORD, 08/05/2015, JORNAL FALA BRASIL, INFO Q O DISPARO FOI FEITO POR UM TENENTE, LOGO APOS, INFO E O EB NEGA ESTA INFO.

Anônimo disse...

Senhores. Segurança nunca é demais. Asp Of do BEsE efetuou disparo acidental de Pst. O disparo, em circunstancias ainda a serem apuradas, atingiu um recruta no peito e feriu outro na coxa. O recruta atingido no peito não resistiu e morreu na UTI.
Segundo informes, acidente ocorrido em instrução de manejo com o Armto. O Asp Of estava de serviço e ao expor o manejo da pistola, ao inves de Utlz a que estava na bancada, pegou a que estava no seu coldre, com munição real.
Asp dos anjos
De aman
2014
Esse ta bem

Anônimo disse...

LAMENTÁVEL E RECORRENTE

A FALTA DE MANEJO É LATENTE

ESTANDE DE TIRO 3 TIROS POR HOMEM, AOS ALVOS EM FRENTE...

Anônimo disse...

Mais uma vez repito, apesar de teoricamente sermos os profissionais das armas, somos os mais bisonhos no manejo de armamento!!!
Não se vê esse tipo de acidentes das polícias.
Nas Forças Armadas a maior incoerência do mundo é pôr o militar mais inexperiente para dar instrução ao recruta, principalmente a do recruta. Vcs gostariam de ver médicos recém formados lecionando nas faculdades de medicina ? Então como aceitar que quem dará instrução sobre armamento ao seu filho de 18 anos será um bisonho de militar recém formado, seja da AMAN, Sgt e Tenentes formados em 40 dias (STT e OTT) ou Oficial miojo feito em meio-expediente (CPOR/NPOR)? Isso está errado !!!!
Sargentos antigos, Capitães e Tenentes antigos é que deveriam ser reponsáveis pela instrução. Mas não... melhor manter a tradição de empurrar tudo para o mais moderno enquanto o antigo procura um barranco para se encostar durante o expediente. Veremos mais notícias destas ao longo deste ano e de todos os outros que porvirão, infelizmente.

Anônimo disse...

Para as famílias perdas irreparáveis, para o Exército apenas número, e a preocupação mostrar um ar de preocupação para a mídia.

Anônimo disse...

No Exército o que manda é a antiguidade, se o garoto de 20 anos com 10 meses de formação, é promovido a Tenente, ganha mais que um Primeiro sargento com 20 anos de EB, logicamente ele tem que saber mais e ter conhecimento para ensinar esse sargento, pois no serviço do quartel ele é o mais "sabido". Entenderam? Por isso ele tem que dar a instrução, pois ele "sabe mais"!

Ygor Viana disse...

Concordo com vc pura bizonhice

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics