13 de julho de 2015

Após cortes, exército americano terá menor contingente desde o pré-Segunda Guerra

Exército americano deve reduzir contingente militar em 40.000 soldados até 2017
O corte é uma medida de contenção de gastos, organizada após o término dos conflitos no Afeganistão e Iraque
Exército americano durante patrulha.
Exército americano durante patrulha.(VEJA.com/VEJA)
O Exército americano está planejando reduzir seu contingente de militares nos próximos dois anos. Em uma medida de corte de gastos, o país vai eliminar 40.000 postos de soldados e demitirá mais 17.000 civis que trabalham para o exército atualmente, aponta a rede britânica BBC.
Com os cortes, ao final do ano de 2017, as tropas americanas deverão contar com algo em torno de 450.000 homens. Em 2012, no auge dos conflitos no Afeganistão e Iraque, o contingente militar do país era de aproximadamente 570.000 soldados. Com o fim dos conflitos nesses países, a redução do número de soldados era prevista, lembra o jornal USA Today.
Atualmente, 10.000 militares americanos ainda permanecem no Afeganistão. No Iraque, praticamente todas as tropas foram retiradas em 2010, quando o presidente Barack Obama encerrou as operações de combate. Entretanto, ainda restam cerca de 3.500 militares no país ajudando o exército iraquiano no combate ao Estado Islâmico.
Após os cortes, o número de soldados americanos será o menor desde 1940, um ano antes do país entrar na II Guerra Mundial, quando o exército era composto por 270.000 homens em serviço ativo. Antes dos atentados de 11 de setembro, o número girava em torno de 480.000 soldados.
Veja/montedo.com

7 comentários:

Anônimo disse...

Nos quartéis, sessões de choques e espancamentos deixam marcas indeléveis

Desde 2005, 299 casos de torturas no Exército, na Marinha e na Aeronáutica foram julgados pela Justiça Militar do Rio

http://oglobo.globo.com/rio/nos-quarteis-sessoes-de-choques-espancamentos-deixam-marcas-indeleveis-16739410

Anônimo disse...

Queima de arquivo na Aeronáutica
Força Aérea Brasileira descarta informações de quem viaja em seus aviões

http://epoca.globo.com/tempo/expresso/noticia/2015/07/queima-de-arquivo-na-aeronautica.html

Anônimo disse...

Elegante, Valesca Popozuda comemora formatura do irmão no exército

http://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2015/07/elegante-valesca-popozuda-comemora-formatura-do-irmao-no-exercito.html

Anônimo disse...

Homem encontra na rua granada usada pelo Exército

http://globotv.globo.com/rede-paraiba/bom-dia-paraiba/v/homem-encontra-na-rua-granada-usada-pelo-exercito/4317140/

Anônimo disse...

==> REPRESENTACAO CONTRA CURSO/CONCURSO INTERNO NO EXERCITO (CHAQAO)

Leia mais ...

http://www.militar.com.br/blog15351-Representa%C3%A7%C3%A3o-contra-CHQAO#.VSz6NNzF-E5

Anônimo disse...

Isso faz parte de todos os paises que não tem guerra, chega uma hora que diminuem o efetivo. Tendo corte ou não mesmo assim existe financiamento e materias de 1° mundo diferente de nossa realidade que já tem um baixo efetivo, mal remunerado, mal equipado e mal treinado. Com a tropa desmotivada e buscando sair e novas oportunidades de concurso ou emprego fora. O baixo efetivo deles mesmo assim é capaz de acabar com qualquer pais do mundo. Muito diferente de nossa realidade.

Anônimo disse...

Segundo o ex presidente FHC, o exército americano é uma caixa de marimbondo cavalo. Quem jogar pedra nos EUA, vai levar ferroada seguida de coice...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics