16 de julho de 2015

EUA estudam abrir serviço militar a transgêneros

EUA ponderam abertura do serviço militar a transgêneros
Atualmente, os Estados Unidos não permitem que pessoas que mudem de sexo integrem as forças militares. Quem estiver incorporado e for descoberto acaba expulso
Militares [Foto: EPA]
Militares [Foto: EPA]
Os militares norte-americanos estão a considerar a abertura das fileiras a pessoas transgênero, que hoje não podem prestar serviço e arriscam-se a ser expulsas se estiverem incorporadas e forem descobertas, disse o chefe do Pentágono na segunda-feira.
Ashton Carter afirmou, em comunicado, que “as disposições atuais do Departamento de Defesa sobre a prestação de serviço pelos membros transgênero estão desatualizadas e a causar incertezas que distraem os comandantes das missões essenciais”.
Em resultado, o Pentágono “ vai criar um grupo de trabalho para estudar nos próximos seis meses as implicações de política e prontidão relativas a receber pessoas transgênero para servir de forma aberta”.
tvi24/montedo.com

6 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem que só como orgânico!

Anônimo disse...

O que é transgênero, afinal? Uma pessoa nasce com um sexo e vai se transformando em outro? É isso, um mutante? A definição no Google é vazia. Assunto muito complicado nos dias de hoje e para as Forçãs Armadas. No Rio Grande do Sul,conforme pesquisa no Google, um rapaz conheceu uma moça em uma festa e depois de alguns messes de relacionamento veio a notícia da gravidez... do "rapaz". Na natureza tudo ficou igual mas na vida social as pessoas querem inverter, ao menos na imagem e nas intenções. Que sejam felizes como escolheram ser.

Anônimo disse...

Será que os EUA estão nessa dificuldade toda pra recrutar efetivos para servir nas FFAA?

Anônimo disse...

Em breve haverá o transespecime, alguém que nasce humano e se identificará como cachorro, então ninguém poderá contrariar, ele mesmo escolherá seu nome canino, e passará apenas a latir. Cachorro é apenas um exemplo, mas haverá humanos migrando para todas as outras espécies vivas, ou quem sabe até para seres inanimados.
Certamente existirá o humano vivo que se identificará com o mundo espiritual, então exigirá tratamento de desencarnado, que as outras pessoas não o vejam, etc.
No começo isso tudo era visto como distúrbio mental, hoje é mera opção, cada pessoa tem o direito de ser o que quiser. Eu por exemplo sou um pássaro, vou parar de escrever e voar pela janela do meu apartamento. Fui. Digo piu.

Anônimo disse...

Ampliada greve no serviço federal

http://blogs.odia.ig.com.br/coluna-do-servidor/

Anônimo disse...

Essa estória é só para dar um ar de igualdade a sociedade americana. Eles estão reduzindo o efetivo militar e agora vem com essa possibilidade? Competência, eficiência e capacidade independem de sexo, e cor, porém, alguns se adaptam melhor em setores específicos. Homens atuais que trabalham em setores burocráticos, nem todos, tem coragem e eficiência de combate. |Como diz àquela musica, "cada um no seu quadrado".

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics