27 de maio de 2017

Mico: Exército mandou recrutas para a rua em Brasília com fuzis sem carregadores

A manchete aí em cima é do Blog. E acrescento: fiasco maior, só se usassem reforçador para tiro de festim. Se o soldado não está pronto, não pode ir para a rua. O episódio foi do mais puro amadorismo.
Parte dos soldados convocados por Temer patrulharam Brasília com fuzis sem carregadores
RIO — Parte dos 1.300 homens do Exército que fizeram o patrulhamento na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nesta quarta e quinta-feira, empunhavam fuzis sem carregadores, como é possível constatar em fotografias. Enquanto um grupo estava com armas municiada, outros levavam o carregador em bolsas presas à cintura, segundo o Exército. Sem o carregador acoplado aos fuzis não é possível efetuar disparos.
A falta de carregadores disponíveis para a tropa foi descartada pelo Exército. No entanto, não é possível afirmar se o patrulhamento com os fuzis sem os carregadores veio de uma orientação do Comando Militar do Planalto, de onde os homens foram recrutados, ou se faz parte das regras de engajamento — normas de quando deve ser empregada a força — das Forças Armadas.
A Diretriz Estratégica de Garantia da Lei e da Ordem, do ministério da Defesa, diz que em situações como a da manifestação, em Brasília, armamentos não letais devem ser priorizados, no entanto, não existe uma regra para o tipo e como o armamento será utilizado.
"Considerar que as organizações militares (OM) de Polícia do Exército (PE) são as tropas mais capacitadas à execução de ações operativas, empregando equipamento apropriado, não letal, permanecendo o armamento letal para o emprego em situações de risco para a tropa, conforme as regras de engajamento", informa um dos trechos.
De acordo com o especialista em armas Vinicius Cavalcante, após analisar as imagens enviadas pelo "Extra", o fato de alguns estarem com fuzis com carregadores e outros não pode ser uma questão de segurança tomada pelo comando.
— Você vê que os oficiais e sargentos estão com as suas armas com carregadores. Os praças e soldados estão sem os carregadores para evitar a possibilidade de um disparo acidental que pode vitimar alguém em uma situação que pode ser contornada. Então, só tem a arma em condição de efetuar disparo aquele que tem melhor treinamento, mais discernimento, e que sabe efetivamente quando vai ser necessário efetuar o disparo com uma munição que é muito poderosa. Isso não é uma coisa da alçada de um garoto de 18, 19 anos que está servindo pela primeira vez e que vai passar pouco tempo nas Forças Armadas. Eles deixaram isso para os profissionais que são militares de carreira, que tem a possibilidade de efetuar um disparo com precisão e dentro daquilo que se imaginam que sejam as regras de engajamento — conclui.

AUTORIZAÇÃO PARA O USO DAS FORÇAS ARMADAS
Após um grupo de manifestantes quebrarem vidros e até incendiarem parte de um dos prédios da Esplanada, o presidente Michel Temer acionou nesta quarta a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para que as Forças Armadas fizessem a segurança do local.
O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União e estabelecia que as tropas atuariam na capital por uma semana, até o dia 31. O decreto, no entanto, foi revogado pelo presidente no dia seguinte, na quinta-feira. A área específica de atuação, no Distrito Federal, foi delimitada pelo ministério da Defesa.
A GLO é invocada, segundo a Defesa, quando há "esgotamento das forças tradicionais de segurança pública, em graves situações de perturbação da ordem". O dispositivo constitucional, que é de atribuição exclusiva do presidente da República, prevê que os militares podem, provisoriamente, atuar com poder de polícia.
EXTRA/montedo.com

59 comentários:

Marcelo Carvalho disse...

A matéria não diz absolutamente nada... Só conjecturas...

Anônimo disse...

Mico não é colocar o recruta na rua sem carregador.

Mico é se preocupar com faxina e formatura enquanto o país pega fogo.

Anônimo disse...

O cagaço é tanto que é preferível expor em risco a vida do Militar!!!!!
Vergonhoso!!!!!

Anônimo disse...

Isso sim é deplorável. Avisem ao general do GSI. É melhor deixar a tropa sem fuzil. Desse jeito aí, ainda correm o risco de, durante a baderna, perderem o armamento

Gilson disse...

Mico maior é usar a arma (Urna) de modo errado |

CRÔNICAS de BANDANECO disse...

Esse Blog não é sério... A arma não está alimentada, só isso. Está no porta carregador, simples assim.
Uma coisa é informar outra é criar assunto, me decepcionei.
Lamentável !

Anônimo disse...

Muitos rugidos saindo nos comentários, leões por certo?
Acredito que falta de maturidade.
Agora em uma coisa eu posso concordar, mandar recruta sem experiência isso é sim é amadorismo, mas por outro lado não mandar ninguém seria não cumprimento de ordem.
Do outro lado, no lado manifestante, não existem inimigos, correto?
o Fuzil como se sabe é uma arma letal, tão letal quanto uma canetada de um corrupto, correto?
Quando se fala que não existe atalho na constituição, eu acredito que está certo ou não?
Nesse contexto o perigo está na canetada, e é nisso que se deve estar atento.
Na verdade existe um inimigo feroz, o desonesto. E alguns até ja se sabe quem são, outros ainda aparecerão por ai com as investigações. Continua sendo sendo a arma do povo o voto.




Henrique disse...

Bando de bizonhos, os carregadores estão nos porta-carregador, só colocar mediante ordem. Apesar de tudo o povo do outro lado não é um inimigo armado de igual poderio de fogo.

Léo disse...

Mico maior é participar da GLO para garantir a permanência de políticos Vagabundos, ladrões,ratos putrefatos ,travestidos de autoridades,no poder.E receber VENCIMENTOS VEXATÓRIOS, HUMILHANTES, VERGONHOSOS E RIDÍCULOS!!!

Anônimo disse...

O sargento sonha em ser Oficial e porisso fica com carregador, pois caso de mole...a comissao RIP A ele !

Anônimo disse...

pessoal vamo lá colocar ev com carregador é mais arriscado que sem

Anônimo disse...

Com certeza não tinha disponível munição adequada para o confronto. Ah, se a bandidagem soubessem seriam um shopping center a céu aberto para aquisição de armamento. a maior feira da América latina!

Anônimo disse...

Isso só mostra que tudo que é feito ano após ano com o recruta é pura farsa.

Anônimo disse...

Chamem os fuzileiros navais, que desde o Praça mais moderno até o oficial mais antigo, são muito bem preparados para qualquer tipo de situação.

Anônimo disse...

...Caxias deve estar se revirando no túmulo ao ver o que o exército se transformou...

Mizael Damasceno disse...

Antes dessa afirmação, já verificou se o carregador não estava no porta-carregador e seria utilizado em caso de necessidade? Fuzil sem o carregador não significa que o militar estava sem o acessório.

Treta Muinto loca disse...

Melhor seria pagar uma tonfa a eles. Ou um outro meio não letal. Tem um trecho da matéria que é bem coerente. Mas é sempre complicado recruta armado pronto para efetuar o disparo. Se no quartel já acontece disparo acidental. Imagine nas ruas sob pressão. Qualquer opinião é mera especulação.

Anônimo disse...

Cada um tem um carregador de pow pow infinito.

Anônimo disse...

Se não tem como fazer, não faça! Melhor do que pagar esse mico!!! Mas esses pau mandados aceitam tudo, não ponderam nada! Bando de amador...não tenho orgulho de pertencer!!! Só pelo dindin.. só o papiro salva!!!

Zoroastro Prazeres disse...

Isso é Brasil

Anônimo disse...

Pelo que sei a cúpula não esta nem ai com a tropa; estamos todos desarmados de gestores que nos representem no atual cenário politico. A foto reflete uma realidade ampliada para a forma de defesa no meio politico e social atual das demandas e anseios da família militar.

Anônimo disse...

Simplesmente a realidade. Ou algum milico aqui ainda acredita que pertencemos a um exercito de verdade? Encerro com a seguinte pergunta retorica: quantos tiros executaram os recrutas da sua unidade neste ano?

Anônimo disse...

Nos temos e um exército de faz de contas...

Unknown disse...

Qta bogagem, foi orientação p n haver tiro acidental, se tivesse necessidade o militar sacaria o carregador q estava no porta carregador p ser utilizado.

Militar disse...

Lamentável. Eu tenho vergonha e medo de ir para Guerra com um Comandante que deu essa ordem. Militar que não quer correr risco não pode ser militar. Isso faz parte do ônus da função. Por favor, não permitam que transformem nosso Exército em uma piada.

Anônimo disse...

Exército amador é assim mesmo. Bando de embusteiros.

Anônimo disse...

Enquanto isso aqui em Recife o general do CMNE está preocupado se o gorro tem sete linhas, kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Colocam a vida do militar em risco mas ao mesmo tempo não querem que o mesmo reaja e coloque em risco os privilégios das suas funções!!Vergonha pouca é bobagem. O pior disso tudo é que a esquerdalha já vai pro próximo embate pronta e sabendo dessa baixaria! E outra:para os que vem reclamar de salário com relação às PM, creio que depois dessa tá respondido o porque deles ganharem mais:os líderes fazem toda a diferença!!

Anônimo disse...

Brincadeira! Que "mico". Eles correram o risco de perder o armamento. Vivemos em um EB de "fantasias". Depois que eu vi um camarada que tem pino no joelho receber a Medalha Osório e outro que tem medo de cobra receber a Max Wolff, percebo que é tudo "ilusão". O verdadeiro combatente que esta na ponta da linha é esquecido. O camarada do "caso da cobra" foi realizar o Estagio de Selva obrigatório, relutou muito, mas no segundo ano não escapou. Na instrução de ofidismo ele desmaiou por cima das cobras e na madrugada durante a alvorada a corda da rede de selva encostou nele e ele gritou cobra, cobra, cobra. Quem estava lá sabe deste famoso caso. Resumindo o camarada foi para Brasilia e pouco tempo atrás foi agraciado com a medalha Max Wolff que para receber é ter um dos principais atributos que é evidenciar coragem igual ao Heroi Max. Agora o cara com medo de cobra receber e outro de muleta a Osório. Me poupe!

Anônimo disse...

A unica tropa apta são os PE. Infantaria pura que é o corpo a corpo. Não tem vez para outras armas. Infante é Infante sempre. A prova que nos últimos 5 anos é a primeira arma fechar as vagas na AMAN e na ESA tb em primeiro lugar. Só não fecha antes das comunicações porque são mais vagas. Compulsando atualmente artilharia e engenharia.

Sgt Laureni disse...

Primeiro: Se sem carregador os arruaceioros fugiram, então a missão foi cumprida!
segundo: Já pensaram na hipótese de algum manifestante/arruaceiro/guerrilheiro/vagabundo ter um fuzil atirar e colocar a culpa no EB?

Anônimo disse...

Kkkkk o que é isso coronel preocupando em sair general, não o recruta não pode estar com o fal municiado pois se der alteração suja a carreira do oficial kkkk,cadê os culhoes dos oficiais kkkk perderam as bolas seus lixos, põe um QE no comando que o negócio sai.

Anônimo disse...

Quando penso que já vi de tudo, incompetência, amadorismo, situação ridícula.
As vezes Satanás me surpreende.

Anônimo disse...

Que vergonha se o soldado não tem condições não pode ir Pra missão real. Esse EB só Pensa na imagem da instituição até porque é só imagem que tem mesmo uma vergonha falam mal dos políticos mas fazem igual. É só fazer um levantamento de quantos oficiais estão indo Pra reserva e voltando como PTTC Ganhando mais 30% pra fazer tarefas que um bom Cabo pode fazer. Tem alguns que nada faz fica o dia todo tomando café e jogando paciência no computador vamos acordar MPF TCU VAMOS ACABAR COM ESSA FARRA COM O DINHEIRO PÚBLICO É SÓ FAZER UM LEVANTAMENTO De quantos vampiros estão sugando a nação com a leniencia dos comandantes que nomeia estes vampiros em nome da CAMARADAGEM ISSO É UMA VERGONHA. JÁ QUE ESTAMOS EM CRISE QUE TAL ECONOMIZAR EXONERAÇÃO ESSES VAMPIROS OPORTUNISTAS. JÁ CHEGA VCS SÃO IGUAL AOS POLÍTICOS.



Altevir Stall disse...

Os Soldados recrutas foram com as armas sem carregadores propositadamente. O Comandante da tropa agiu corretamente. Já imaginaram um recruta armado com munição letal? Os Oficiais e Graduados foram armados e municiados. Nas manifestações que ocorreram em Brasilia, alguém disparou algum tiro? Ainda recruta com dois ou três meses de instrução? Alguém já leu alguma coisa sobre distúrbios civis? Mico ou fiasco? Seria se alguém disparasse algum tiro, mesmo que acidentalmente. Daí eu queria ver aguentar essa imprensa marrom. Se tratando das Forças Armadas, tudo é motivo para críticas. O Brasil está uma baderna mesmo, Militares da reserva, criticando quem põe o pão de cada dia em sua mesa. São os Melancias....verde por fora e vermelho por dentro. São os que deviam ter sido excluídos em 1964.

Anônimo disse...

Caro montedo, procure se informar melhor antes de criticar a força e dar seu tiro amigo. Os militares foram pra rua sem o carregador de propósito. Não houve nenhum mico, a não ser o seu.

Anônimo disse...

Montedo: especialista em fogo amigo !!!

Anônimo disse...

Se for pra mandar pra rua com metade do equipo,então em manda!! Quem tá na rua exposto é o recruta, sem nada pra se defender e ainda tem uma arma pra dar de conta. Ou vai ter um graduado armado pra tomar conta de cada recruta desmuniciado?? Isso que os caras foram sabendo que iriam enfrentar um bando de marginais travestidos de "manifestantes democráticos". Chega ser cômico/trágico/triste...e por aí vai.

Anônimo disse...

Precisa acabar com esse negócio de soldado das forças armadas serem temporários. Isso é uma piada. Todo ano todo ano vc forma soldados e todo ano todo ano manda embora. Parece coisa de amador.

Celso Dos Anjos disse...

Independente do carregador estar no porta carregador, caro leitor, não acha que as fotos remetem a um certo grau de amadorismo?
Primeiro: O presidente do País acionou as tropas alegando a incapacidade das polícias Estaduais. Queimou etapas, acreditamos nós, em virtude dá "necessidade"; ora bolas esta mesma necessidade pressupõem armas alimentadas, não acha?
Segundo: Suponhamos que esses militares não sejam recrutas 2017, o que seria um ultraje, mesmo assim, a tropa que se expõem à vulnerabilidade sem carregadores, não acha?
Terceiro: Chega a ser motivo de chacota, amadorismo dos nossos chefes.
Además o BLog reportou um questionamento Social, por parte dá Sociedade ao ver este fato. Devemos nos questionar sobre os procedimentos ou apenas aceitar a perda iminente de credibilidade e respeito?

Anônimo disse...

Se nao for para combater pq colocar o soldado sem carregador e consequentemente sem munição? Acho que o Exército só é braço forte para a tropa e mão amiga pra quem??? Será que são para os políticos??? Será que para solicitar por melhores condições (remuneração, respaldo jurídico e instalações) a tropa, Ele (Exército) é mao amiga ou braço forte???
Uma hipocrisia de lascar...

Anônimo disse...

Quico?

Anônimo disse...

Nós vivemos em um exército de hipocrisia. Por isso eu falo: caga, pq quem caga vence!

Anônimo disse...

Normal, quando falta missão real sobra boçalidade.

Anônimo disse...

Isso tudo é muito ridículo, já mais vi isso em Exército algum. Porque não levar dois carregadores um vazio acoplado ao fuzil, afinal que vai adivinhar se o carregador tem munição ou não e outro no porta carregador municiado. A imagem é que fica, não faz muito tempo que um General 4 estrelas disse que a munição existente é para um dia de guerra. A crise piorou, e a munição também.

Anônimo disse...

Ainda bem que a PM já tinha controlado a situação quando os soldados chegaram, senão já imaginaram a tragédia dos soldados apanhando de ruaceiros? Foi tudo às pressas, deu pânico na câmara e presidência. Sinal de que as coisas estão bem piores do que pensamos.

Anônimo disse...

E eu pensei que as tropas tinham sido convocadas para chutar a bunda dos vagabundos, marginais... que estão engravatados se passando por representantes do povo e só pensam em escapar das inúmeras listas dos delatores e fugirem das mãos do juiz Moro.

Diego H disse...

Comandante é o espelho da tropa.

Anônimo disse...

Abatendo o moral da tropa; como sempre...né? Caro Montedo.

Fernando C. Mattos disse...

Perfeito. No PC, os baderneiros já tinham saído...

Anônimo disse...

A moral da tropa já está abatida faz tempo guerreiro! Só piruacao errada, não dá nem pra chamar o militar do EB de soldado! Um despreparo visível, falta de conhecimento de leis, técnicas arcaicas e um comando de merda! Quase 100% chega no fim da carreira frustado, inclusive oficiais! Parem de se enganar...vms estudar! Não tenho orgulho de pertencer, só pelo dindin!
Sgt turma 2010.

Anônimo disse...

Exército de festim!

Anônimo disse...

E quando no desfile de 7 de setembro? Vocês acham que as armas dos soldados estão municiadas? Claro que não! Mas tente tomar uma arma daquelas, há o pessoal do Serviço Reservado, fora da tropa, que não nem são observados, porém todos armados. Pessoas selecionadas para isso. Pensa-se que é fácil, mas tente para ver.

Ruy Lobo disse...

Quanto comentário de "especialistas". Não fazem ideia de doutrinas e regras de engajamento. Não adianta nem explicar...

Anônimo disse...

Todo mundo sabe que não se manda Sd ev pra esse tipo de missão, isso com certeza é coisa de chefe ou Cmt despreparado, falam do RJ mas lá qdo o bicho pega, vc não vê essas coisas por parte da tropa militar federal, e olha que servi muito tempo em unidades de infantaria e tb por 5 anos somente na PE onde missões de GLO são corriqueiras, o pessoal de Brasília deveria passar uma temporada no CadEx, PQDT, 9 BDA e PE, ou 11 Bda de Campinas pra aprender a trabalhar.

Anônimo disse...

Exército de mentirinha

Anônimo disse...

Deixem como está. A cada dia, um passo. A situação caótica vai ser resolvida com a PM, PF e Justiça. As Forças Armadas devem ficar só na "paquera", só vendo àqueles mesmos guerrilheiros de antigamente que dizem lutar pela democracia e tentam um levante, perderem o moral e serem desmascarados perante a Nação.

Anônimo disse...

"Especialistas" são aqueles que aparecem nos canais de tv falando asneiras semelhantes a você.

Anônimo disse...

QE tenho a ver com isso, kkkkkkkkkk

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics