12 de maio de 2017

Um médico da Aeronáutica e um major do Exército perdem o posto e a patente, por crime sexual e peculato

Um médico da Aeronáutica e um major do Exército perdem o posto e a patente, por crimes sexual e peculato
Na tarde desta quinta-feira (11), dois oficiais das Forças Armadas sofreram a perda do posto e da patente em dois processos julgados pelo Superior Tribunal Militar (STM).
Ambas as representações formuladas pelo Procurador-Geral da Justiça Militar pediam que os militares fossem declarados indignos para o oficialato em decorrência de terem sido condenados judicialmente e com trânsito em julgado.
O artigo 142 da Constituição Federal de 1988 autoriza, em seu parágrafo 3º, incisos VI e VII, a perda do posto e da patente do oficial, mediante o procedimento administrativo próprio, quando condenado à pena privativa de liberdade superior a dois anos, por sentença transitada em julgado, e for considerado indigno e ou incompatível para com o Oficialato.
O primeiro caso foi de um capitão da Aeronáutica, de Florianópolis (SC), que havia sido condenado a três anos de reclusão, por atentado violento ao pudor e presunção de violência - quando a vítima não pode oferecer resistência.
A decisão foi proferida em novembro de 2015, pelo STM.
Conforme lembrou o relator da representação no STM, ministro José Barroso Filho, o militar se valeu da sua condição de médico e praticou as condutas libidinosas contra uma paciente, em consulta realizada em Hospital Militar, “para satisfazer a sua lascívia”.
“Houve violação à intimidade sexual da ofendida, de forma incisiva e ostensiva, cometida ‘por meio de violência moral, praticada num contexto de temor reverencial’”, afirmou o relator. “Dúvida alguma resta quanto ao desprezo ao pundonor militar, em especial, analisando o modus operandi do Representado, que se utilizou da sua especialidade médica para satisfazer os seus desejos sexuais, de forma repulsiva, maculando assim o nome da Instituição a que prestou juramento”.
O ministro finalizou o seu voto – que foi seguido por uninimidade pelos demais ministros – afirmando que a conduta apresentada pelo representado é “de tamanha gravidade e extensão, que macula toda a sua carreira, fere os princípios da ética militar e profissional, a honra pessoal, o pundonor militar e o decoro da classe”.

Desvio de alimentos de quartel do Exército
O segundo militar a perder o posto e a patente – em outra decisão unânime da Corte – foi de um major do Exército, que havia sido condenado a quatro anos e oito meses de reclusão, por peculato, também no STM.
O Tribunal entendeu que o representando, valendo-se das facilidades dos cargos ocupados entre 2003 e 2005, desviou “imensa quantidade de gêneros alimentícios” pertencentes ao Depósito de Subsistência de Santa Maria, (RS), que chegou a 80 toneladas.
No seu relatório, o ministro Carlos Augusto de Sousa afirmou que, conforme entendeu o Ministério Público Militar, a ocorrência do crime de peculato “restou plenamente esclarecido pelas provas testemunhais colhidas e pela constatação da incompatibilidade da movimentação financeira da conta bancária do Representado, cujo fluxo financeiro superava o dobro dos valores creditados pelo Exército Brasileiro, conforme apontou Laudo Pericial da Polícia Federal”.
Pelo fato de ter o controle dos estoques de alimentos da organização militar, o major efetuava ordens aos seus subordinados para que quantidades consideráveis de alimentos fossem entregues a um amigo e, em seguida, comercializados.
“O peculato, por seus elementos de tipicidade e de culpabilidade, denota, ao sujeito ativo, uma conduta lesiva aos preceitos da ética militar, revelando um comportamento atentatório ao Estatuto dos Militares”, declarou o ministro, ressaltando que esse tipo de crime é sempre passível à declaração de indignidade para o oficialato, conforme o artigo 100 do Código Penal Militar (CPM).
Com a decisão da Corte, os dois oficiais perdem o posto, a patente e também os seus vencimentos.
A sessão de julgamento foi transmitida ao vivo pela internet. Assista aos julgamentos da Corte Militar desta quinta-feira (11).

Processos relacionados
STM/montedo.com

Nota do editor:
O oficial do Exército condenado é o Major Marcio Pires de Araújo. O nome do major da FAB não foi divulgado, para preservar a identidade da vítima.

74 comentários:

Anônimo disse...

Caro Montedo, vejo que você insiste em divulgar notícias de cunho pejorativo para a imensa maioria dos militares das Forças Armadas. Tudo indica que você quer audiência a qualquer custo, mesmo quando a matéria se refere a uma minoria que transgride a Lei. Tal atitude, sugere um egoísmo, um individualismos sem precedentes. Você tem uma boa ferramenta nas mãos: seu blog. Entretanto você há de utilizá-lo com responsabilidade e sem interesse pessoal.
Data Venea, caro Montedo. Sugiro que você repense sobre essa questão, em detrimento de um razoável número de visualizações e comentários.

Anônimo disse...

Alerto ainda para que o caro Montedo não tenha como referências o seu pequeno grupo de apoiadores, pois a permanência do seu blog em atividade não pode ser mantida apenas por eles.

Anônimo disse...

Discordo da opinião do companheiro. A divulgação desse tipo de informações são importantes, principalmente no âmbito das forças armadas, a fim de coibir os abusos. Parabéns Montedo pelo excelente trabalho, continue no bom caminho de exclarecer a família militar!!!

Anônimo disse...

Eu ainda assim acho que o Blog está certo. Se fosse um caso de um graduado quem reclama estaria "feliz da vida". Como vovó dizia: " Pimenta no... dos outros é refresco!" Até na Bíblia não se escondeu as coisas negativas quando que aconteceram.

Anônimo disse...

Comentarista das 1230, está falando sério ou está brincando? O senhor deve estar confuso...

Anônimo disse...

há vinte e oito anos no EB sempre ouvi falar que o exército corta na própria carne, esse camarada ou e oficial ou é interssado no caso, ou ainda está indiciado e será notícia aqui em breve, chega. verdade sempre, parabéns Montedo!!!!!!quem não deve não teme, e aos vagabundos e ladrões cadeia e multa neles!!!!!!

Anônimo disse...

Comentarista das 12:33

Vc sabe ler?

Vou repetir:
Montedo.

Por favor, lembre ao comentarista das 09:30, que existe regulamentos os quais devem ser cumpridos, tais como, cumprir e fazer cumprir e falar a verdade.
Sei que os tempos mudaram mas os valores da ética continuam em vigor.
O sugiro do comentarista soa muito ruim e fora de proposito.
Nos cabe perguntar o pq deste sugiro.
E o pq transcrever uma noticia o incomoda tanto.

Anônimo disse...

Que mundo vive anônimo do comentário acima, tem que comentar sim, dois safados ou são santos? Acredito que você seja Oficial há sim o corporativismo.

anonimo disse...


Um tarado e um ladrao. Pronto, falei.

Anônimo disse...

Só porque é oficial acha que é perfeito. Vamos tomar vergonha na cara. Dentro dos quartéis há um corporativismo, fora dos quartéis a lei bate em todos. Esta na hora de sair da bolha meu camarada.

Anônimo disse...

Não é possivel !!!!

Esse camarada reclamando de novo. Entre no link abaixo e proiba o STM de publicar no site essas decisões para conhecimento geral. Vá se catar.

https://www.stm.jus.br/

Vá ver o site do EB, DGP, etc ... some.

O EB esconde da tropa toda sujeira que acontece na Força Brasil afora e os jornais publicam. Proiba os jornais.

Toda sujeira, fica no âmbito da 2ª Seção e quem tira serviço diariamente, não sabe de sumiço de armas, acidentes com Vtr, suicidios, roubos, mortes, etc ...

Vc é um alienado.

Anônimo disse...

Quem publica é a imprensa, o MP, o STM. O Montedo apenas transcreve alienado. Veja então o site do EB, só coisas lindas.

Q disse...

Será que o feminismo chegou ao exército????

Nós, civis, somos vítimas de falsas denúncias deste tipo o tempo todo por mulheres.
Temos de ter cuidado com isso!!!

Anônimo disse...

Certo ta o site do EB, que as vezes nem fala para a tropa que teve uma RACE.

E quando fala, não esclarece a tropa a pauta, afinal estão decidindo a vida de pelo menos 1 (hum) milhão de militares ativos, inativos e pensionistas.

Cadê a publicidade dos nossos chefinhos ?

Anônimo disse...

Mermão ! Acesse o site abaixo la ta tudo bonitinho, simples assim:
http://www.eb.mil.br/

Anônimo disse...

De total apoio ao comentário acima.

Anônimo disse...

Parabéns Montedo por nos manter informados de assuntos relacionados com as Forças Armadas. Continue assim!

Anônimo disse...

Concordo totalmente. Temos que honrar as FFAA e não denegri.

Anônimo disse...

Duvido que o senhor teria a mesma opinião se fossem graduados que tivessem cometido os crimes. A hipocrisia nas FA tem que acabar.

Anônimo disse...

Isso mesmo Montedo varra para baixo do tapete, afinal somos perfeitos e nenhum militar erra.

Anônimo disse...

A cada dia aparece um comentarista sem noção. Voce quer um blog chapa branca que so pública notícias favoráveis as FA. Até a resenha do EB publica as notícias desfavoráveis as FA. Parabéns Montedo pela imparcialidade não se deixe abater por comentários sem nenhum conteúdo.

Anônimo disse...

Montedo, vc tá certo. O EB e Aer Escondem em baixo do tapete os problemas. A lava jato tá aí pra mostrar que a impunidade chegará ao fim. O dinheiro é público e o direito a informação é constitucional. Parabéns pelo post. Brasil, acima de tudo! Somente abaixo de Deus.

Léo disse...

Não é um número " razoável de visualizações".São milhões e estamos só começando...Tem que divulgar,sim, senhor,todos os crimes,transitados em julgado,praticados por militares,seja ele quem for.Mormente,se for um oficial.Se fosse um sargento a ter praticado os atos ordinários acima citados, teria tido seu nome e seus crimes expostos.Por que não escancarar os nomes dos oficiais condenados? Não é escondendo os crimes praticados por militares,seja quem for,que a nossa instituição terá o respeito da sociedade externa,dos civis.Muito pelo contrário
A condenação denota o quanto nos é caro aqueles valores vilipendiados pelos dois condenados.E quanto à credibilidade da Instituição ,com relação ao público interno, posso afirmar,alto e em bom som, que nunca esteve tão deteriorada.Principalmente,com relação ao descaso de quem deveria,legalmente,cuidar para que os nossos VENCIMENTOS HUMILHANTES, ORDINÁRIOS, VEXATÓRIOS e RIDÍCULOS não chegassem aos níveis deploráveis que chegaram.Isto,sim,deveria ser a preocupação maior de quem tem o poder para mudar essa deplorável situação salarial.E não ficar se preocupando se o Montedo publica algo que é Público.Acabou aquela era na qual os crimes eram escondidos debaixo dos tapetes.Pau!!!

Anônimo disse...

Triste visão do comentarista das 12:33 de 12 de maio. A culpa pelos fatos não é de quem os publica. Culpar a divulgação pelos desvios de conduta ocorridos é como tirar o sofá da sala querendo ocultar uma traição. Parabéns Montedo, por retratar os fatos como eles são, de maneira isenta. Assim deveria agir todo o veículo de comunicação.

Anônimo disse...

Bem feito!!!!!

Anônimo disse...

A justiça deveria funcionar assim, rigorosamente como manda a Lei, mas parece que não é para todos.

Anônimo disse...

Militares servirão sempre de exemplo. Lispector, Temer.

Anônimo disse...

O anônimo de 12 de maio de 2017 12:33 por acaso é um dos militares condenados da notícia? Realmente não entendi. Está criticando o blogueiro por ter divulgado dados de acesso público sobre dois processos de dois "militares" condenados no STM??

Anônimo disse...

Se fossem praças pelo menos... mas oficiais? Como vc tem coragem de meter o dedo na ferida desta forma?

Anônimo disse...

Os tempos agora são outros! Quantos crimes iguais a estes,citados no artigo acima,tanto do médico quanto do gestor de material ocorriam aos montes nos quartéis e hospitais e nada ou quase nada era feito para combatê-los???

Marcelo Mendonça disse...

Ele só está informando um fato. Não vejo problema nisso. Virou noticia tem que reportar. O que se torna intrigante é ver que nos demais órgãos e poderes, os pares insistem em manter o delinquente nos seus quadros. Vejam o caso do nosso "magnifico" Congresso Nacional" que insiste em manter, a todo custo, vários bandidos nas linhas de frente. Já isso não ocorre no campo militar. Lá, cometeu o mal feito, o pagamento vem a galope.

Anônimo disse...

Estas notícias seriam pejorativas caso a justiça não fosse feita. Cortar a própria carne é necessário para estancar o mal, ao qual nenhuma instituição está imune e negar fatos já julgados pelas autoridades competentes, ajuda a manter a aura de intocáveis e de que tudo pode comum aos detentores de cargos nas instituições Nacionais. Errado seria fazer acusações a pessoas sem o devido cuidado sobre os acontecimentos, no entanto as acusações foram matéria de instâncias responsáveis para tal, bem como o julgamento, o qual foi dada a devida publicidade, que só faz lembrar, que estas instituições não se acomunam com determinados comportamentos, que devem sim, ser lembrados a todo o momento de sua existência para que não se caia na ilusão de se tratarem de instituições que existem como templo de vestais.

Anônimo disse...


Notícias de cunho pejorativo? (Pejorativo: ofender, insultar)

A verdade. Nada mais que a verdade.
A verdade não inulta nem ofende, é luz e abre a mente.

Audiência? Deixe isso a cargo da Rede Globo e jornais tendenciosos.

Egoísmo? Individualismo? Ele está compartilhando a informação, e informação verídica.

Existe notícia sobre Militar, boa ou ruim, é postada neste blog.
Doa a quem doer.

ps: Provavelmente, esta primeira postagem não é de um graduado, pejorativo: "praça"...
Esse corporativismo sem precedentes... Isso é o que corrói a instituição.

Continue postando "VERDADES" caro Montedo.

Dura Lex sed Lex.

Anônimo disse...

Caro Montedo, logicamente não tenho nada pessoal contra você nem seu blog. Só quero ajudar a conscientizá-lo de que certas postagens prejudicam muito a imagem das Forças Armadas. Se você notar bem as divulgações das atividades dos meios militares realizadas pelas mesmas, chegará a conclusão de que não é de interesse da classe militar em publicar as mazelas que ocorrem de forma pontual e esporádicas.
Assim, espero ter sido compreendido pela vossa pessoa. E que, logo que possível, tais postagens negativas à família militar sejam um hábito superado no seu blog.

Anônimo disse...

Imaginem na ditadura... Imaginem...

Anônimo disse...

Só vale a denuncia quando é uma parcela do "petê" né?

Sgt'sfree disse...

Negativo companheiro! Temas como estes devem ser de conhecimento de todos, respeitando apenas a reserva legal. Assim, o Blog estará sempre cumprindo seu papel social.

Anônimo disse...

" comentarista", Por que não te calas?

Anônimo disse...

Se os dois oficiais foram condenados e vão perder o posto e patente,o Blog vai publicar o quê? Esconder o fato de que no meio militar também tem "laranjas" podres? Não podemos tapar o sol com peneira. Militar é um ser humano como qualquer outro. De dois ou meia dúzia de maus exemplos não significa que a maioria seja igual.

Anônimo disse...

O anônimo o que vc quer dizer com isso?
Olha sinceramente....no mundo atual onde temos leis que DETERMINAM a transparência, cabendo o sigilo somente em casos afetos a segurança nacional; no mínimo soa muito estranho.
Anônimo quem faz as coisas corretas não precisa temer a verdade. Aliás as trevas temem a luz.
E se fossem praças? Anônimo vc se importaria tanto?
Pensando bem....relendo seu comentário, embora acredito não ter sido sua intenção, as vezes ele parece com um "aspecto estranho".
Afinal, anônimo qual foi sua intenção?

Anônimo disse...

Discordo totalmente do comentário de Vossa Senhoria. Tenho todo o direito em ser informado de tudo o que acontece com as Forças Armadas.
Notícias boas e ruins.
Se Vossa Senhoria deseja ler somente notícias positivas, sugiro que informe-se nos canais de comunicação oficiais das Forças Armadas!
Lá o senhor encontrará somente vitórias, nenhuma derrota.

Jozinaldo Freitas disse...

Tive o prazer de trabalhar com o Ministro José Barroso Filho. Homem probo e de um conhecimento juridico invejável.

RAIMUNDO JEDEÃO SOUSA DE MENESES disse...

Vc comentarista anônimo é covarde pela segunda vez tenta calar a verdade e Montedo.

Por certo é mais sujo do que pau de galinheiro e tá com o rabo presissimo.

¿Por qué no te callas?

Anônimo disse...

Discordo companheiro. É importante divulgar para que todos saibam que as condenações acontecem. Para não se repetirem.

Anônimo disse...

Que comentário ridículo. Vá plantar coquinhos.

keko marques disse...

Faça o seguinte, camarada anônimo: compre um tapete, envie ao ten Montedo, aí ele coloca essas notícias embaixo dele.

Anônimo disse...

Não entendi o objetivo do comentário, não vejo nada de errado nesta postagem, no meio militar existem todo tipo de ocorrências, inclusive lamentáveis como as citadas, ainda que sejam minoria, felizmente.

Anônimo disse...

Kkkk caro anônimo vc deve ser oficial,se fosse um praça vc Tava esculachando,cagaram o pau peixe já era, tá na hora de oficiais começarem a responder pelas suas camadas.

Anônimo disse...

Anônimo 12 de maio de 2017 12:33 você deve adorar uma ditadura. Ou seja, o que é bom a gente mostra e o que é ruim a gente esconde. Vai dormir e deixa de encher...

MESSIAS DIAS disse...

Deixe o Montedo em paz.

Ele é tão democrático que publica o seu desprezível comentário.

O assunto busca o Blog.

A verdade dói,

Porém liberta.

Parabéns Montedo!

militar com 29 anos de servico disse...

Faço minha as palavras acima.

Anônimo disse...

Tchê. O Sr.Montedo está certo em divulgar. Mesmo com gente sendo expulso, ainda tem chefes tentando a tal química. E gente criticando. ....
Sucesso aos bons.

Anônimo disse...

Ao comentarista anônimo das 12.33, sugiro que se conforme com a situação, vai perder seu tempo defendendo elementos indignos de envergar uma farda. Se o STM os condenou, paciência meu camarada.

Anônimo disse...

Esse amigo dás 12:33 está se tornando bastante incoveniente com essas publicações em tom de ameaça. Montedo, vá em frente por mais que doa na carne!

Anônimo disse...

http://www.brasil.gov.br/defesa-e-seguranca/2017/01/alistamento-militar-de-2017-vai-ate-30-de-junho

Jose antonio Moreira disse...

Dá para saber o nome do Capitão que está no link de acompanhamento processual,

MESSIAS DIAS disse...

Estou sub-júdice, tipificado pelo art 166 CPM. Entendo que não cometi qualquer crime, uma vez que apresentei sugestões ao Comandante do Exército.
Montedo batizou, a época, "BOCA NO TROMBONE". Promoções do QAO e Sargentos.

Entendo que todos os indiferente a pessoa deve ser divulgado.

Sem Corporativismo e Subserviência.

Montedo tem a minha continência.

Anônimo disse...

Data vênia kkkk kkkk é um brincante

Anônimo disse...

Dizer que o Sr Montedo contribui para denegrir a imagem do EB equivale ao Lulão dizer para o Juiz Moro que a lava-jato deixou "600 milhões" de brasileiros desempregados. Resposta do Juiz: o combate à corrupção ou a corrupção que acabou com os empregos?

Corporativismo nas FA? Querem um caso mais esdrúxulo que o do major médico que já tinha o CRM cassado e ainda era oficial do EB? Nem a classe médica, corporativista que ela só, passou a mão na cabeça do anjinho e ainda assim foi um parto para mandá-lo embora do EB.

Não querem o nominho rodando em notícias de condenações judiciais, é só andarem na linha.

E preparem-se pois o efeito Bolsonaro irá nos colocar em evidência na mídia: qualquer espirro do recruta irá parar no G1.

Anônimo disse...

Chega a ser engraçada a quantidade de mimimi de gente dizendo: "Se fosse um praça, você não estaria reclamando....".
Não concordo com o que o camarada aí disse. Sou Capitão do EB e acho que tem passar a navalha na própria carne sim, sendo Oficial ou Praça. E divulgue, afinal de contas vivemos numa República Democrática de Direito.
Choramingação da galera aí que não sabe argumentar é que é dose.

Anônimo disse...

Denegrir!!!

Anônimo disse...

Pau neles!

Garivaldino Ferraz disse...

Colegas que acompanham o Blog do Montedo. Não nos deixemos levar por pessoas que no passado eram denominados "quinta colunas"!
Pelo teor dos textos e pela demonstração de completo desconhecimento de princípios basilares das Forças Armadas, e, ainda, pela intenção de criticar a divulgação de um FATO, esse paspalho que iniciou a discussão sequer é militar.
Está somente semeando discórdia, como é costume em certos segmentos sociais, particularmente os que se sentem ameaçados palas Forças Armadas. Ainda acredita no "dividir para dominar".
Como escrevi acima, não passa de um paspalhão.
Notícias não podem ser confundidas com boatos e o Blog do Montedo não costuma publicar boatos.

daniel camilo disse...

Não entendi a raiva dos comentaristas contra o comentário do anônimo que não concorda com a veiculação da noticia. Democracia é isso: ele tem todo o direito de discordar e outros de concordar. Devemos respeitar todos os comentários como o próprio Montedo faz, do contrário não teria publicado.

Anônimo disse...

Cuidado! Bandido detectado na rede,,,esconder sujeira debaixo do tapete não faz e nem pode fazer parte de uma instituição da respeitabilidade das FFAA, se o fizesse estaria com a mesma credibilidade do senado, câmara, STF, e por ai vai.

Anônimo disse...

Anônimo 12 de maio de 2017 12:33, que comentário ridículo!
Deve ser um desses que tem por aí que faz um monte de caca.
Este ano um superior sugeriu que eu fizesse uma ilegalidade e eu caguei pra ele. Disse que não faria química nenhuma.
Resultado, ficarei mais torrado no SGD.
Sub Véio

Anônimo disse...

Prezados companheiros que se ofendem com essas notícias a la O Dia, que o Montedo insiste em publicar, esqueçam esse canal, simples assim. Há portais sérios e comprometidos com informações q interessam ao público dito sério, consciente e comprometido nas FFAA, incluindo-se, com absoluta ctz, praças que se salvam do universo maior que adora bajular o dono do blog. Acreditem, este espaço é a salvação desses frustrados, deixemos q eles se deleitem.
Uma correção, não são milhões de acessos, são alguns acessos. E, a insistir nessa ladainha de meter o pau e cuspir no prato que come, é óbvio que só restarão nesse blog esses "ispertos", estagnando nesses e perdendo ótima oportunidade de crescer com qualidade e valor.

Gen Anibal disse...

Tem que divulgar mesmo, independente se é oficial ou sargento. Do que adianta estar sempre trabalhando a "Imagem da Força" e não sermos reconhecidos através do direito da majoração de nossos salários. Senhor comentarista de 12:33, me admira muito o senhor querer que o Blog do Montedo queira esconder as pilantragens de militares sem noção debaixo do tapete só pensando na Imagem da Força. Eu acho que você com esse pensamento já fez muita safadeza nas Forças Armadas.

Anônimo disse...

O Zé ruela vem aqui no blog, faz um comentário e tira o foco da notícia, conseguiu o que queria. Não fujamos di assunto, neste caso, dois membros da nobreza, um ladrão e um estuprador, sem vergonhas. Fica a dica, não percam tempo com pessoas que querem atrapalhar o debate, está na cara que o blog não só pode como deve publicar assuntos afins de interesse dos militares.

Anônimo disse...

Parabéns Montedo por nos manter informado, apesar de muitas informações deixar um grupo grande de Oficiais revoltados e insatisfeitos.

Anônimo disse...

O problema não está no EB, o problema está nas pessoas que infelizmente fazem parte da Força, e essas pessoas não podem e nem devem fazer parte do nosso círculo. Não adianta criticar o Montedo por ter postado esta matéria porque o que aconteceu é verdade e que sirva de exemplo pra quem faz ou pensa em fazer.

Anônimo disse...

Não sabia que essas coisas aconteciam nas FFAA.

Eu pensava que todos os militares eram probos, principalmente os formados na acadimia . Estou espantado.

Os leões de alojamento estão felizes e vão rugir mais alto.

Vamos ajudar o Brasil a sair da crise. 35 anos de serviço é pouco.

A Selva nos une. Tudo pela Amazônia.

Anônimo disse...

Companheiro não vejo nada de errado em informar a família militar que um tarado e estuprador e um ladrão (que por acaso eram oficiais) perderam o posto e estão presos. Pior seria se ainda estivessem na ativa, lembrasse que um deles poderia atender a uma parente sua e o outro tirava comida do rancho (lógico que não do cassino dos oficiais) para enriquecer, experimenta um Cb ou Sd ou Sgt levar um pouco de comida que sobrou do rancho pra casa pra ver. No mínimo estaria preso e seria chamado de ladrão pro resto da vida. Vou ser sincero tem que ser muito corporativista pra achar que falar verdades destrói a nossa classe.

Unknown disse...

Pau neles! Precisamos também acabar com a safadeza dá CPQAO, comissão caixa preta e ilegal! O interessante que agora o pessoal de acadimia tb tá tomando carona! Nunca antes na história deste país... Kkk

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics