24 de maio de 2017

O exército de baderneiros bateu em retirada

O remédio para a insolência das tropas liberticidas formadas por arruaceiros profissionais é a aparição de tropas militares
Augusto Nunes
O que houve nesta quarta-feira em Brasília nada tem a ver com manifestação política, coisa rotineira em países democráticos. Foi uma explosão de violência concebida para transformar a capital numa versão brasileira da Caracas embrutecida e desfigurada por Hugo Chávez e seus filhotes liberticidas. Foi uma celebração da insolência arquitetada pelo ajuntamento de bolivarianos que se expressam em português de cortiço.
No Congresso e na Esplanada dos Ministérios, viu-se em ação pelegos apavorados com o fim da vida mansa garantida involuntariamente por trabalhadores sindicalizados, parlamentares corruptos em pânico com a Lava Jato, vândalos sem cérebro movidos a mortadela e tubaína, vadios profissionais atraídos pelos pixulecos oferecidos a incendiários amadores e outras abjeções a serviço da seita que quase destruiu o país.
As afrontas ao Estado de Direito alcançaram dimensões tão desafiadoras que, tratada inicialmente como caso de polícia, a ofensiva selvagem virou um caso para as Forças Armadas, cujas funções constitucionais incluem a garantia da ordem pública. Tropas formadas por baderneiros aparentemente incuráveis têm cura: os ataques criminosos são interrompidos pela aparição de tropas militares.
Neste 24 de maio, o remédio produziu efeitos imediatos. Previsivelmente, os vigaristas disfarçados de guerreiros do povo brasileiro bateram em retirada, ou saíram em desabalada carreira, tão logo toparam com soldados de verdade. Países civilizados confiam às Forças Armadas a preservação da normalidade democrática. Assim deve ser num Brasil resolvido a enterrar a era da canalhice.
Veja/montedo.com

7 comentários:

Anônimo disse...

....Braço forte mão amiga, aqui não tem vez baderneiros....

Anônimo disse...

Versão brasileira da Caracas??? As manifestações na Venezuela são fundamentadas em busca da democracia pois lá existe uma DITADURA. O que se viu em Brasília foi TERRORISMO DAS CENTRAIS SINDICAIS, MST, MTST e outros grupos, incentivados pelo Deputado Paulinho da Força Sindical, por Rodrigo Janot, O GOLPISTA que quer a DITADURA DO MPF e outras lideranças CONTRA O FIM DO IMPOSTO SINDICAL OBRIGATÓRIO, que ajuda a alimentar o terrorismo.
Creio que, pelos tipos de pessoas que foram filmadas deve haver até dinheiro do crime organizado financiando esse TERRORISMO.
Essas lideranças tem que ser presas antes que venham com armamento pesado e o Paulinho da Força Sindical perder o mandato por incitação ao crime, à violência e ao TERRORISMO.

Anônimo disse...

Muito bem descrito. O Brasil ficou nas mãs de bandidos por 14 anos. Essa gente tem que ir para a cadeia,inckusive os organizadores dessas manifestações. Gente escrota, nojenta, bandidos, vagabundos, etc ... gente que veio ao mundo só pra atrasar a vida dos outros.

Anônimo disse...

.

acp

24 mai 1866

Primeira Batalha de Tuiuti

Dia da Infantaria do Exército Brasileiro

acp

.

Anônimo disse...

São esses, como esse marginal da foto, que quebraram tudo pela frente, que se dizem lutar pela "democracia"? E não vi, ainda, nenhum esquerdista condenar os seus próprios "soldados" do exército de marginais. Alguns dizem que foram infiltrados, mas sabemos que muitos foram alimentados e pagos. Ataque criminoso contra a polícia, com barras de ferro, pedras e outras armas e objetos, e a polícia só com cassetete, balas de borracha e gás. Na TV, durante uma reportagem, apareceu uma moça, acompanhada, fazendo fotos montada em uma carcaça de bicicleta que estava em uma barricada. Ela estava passando, parou, montou na carcaça, bateu duas fotos e foi embora. Possivelmente vai aparecer nas redes sociais como "vítima". Valoriza-se a bandidagem, a baderna, vota-se nos bandidos e denigre-se as Forças de segurança.E ainda reclamam quando o Exército é chamado?

Jiddu Siciliano disse...

O Comentário de 25 de maio de 2017 01:26 foi extremamente acertado, realmente isso mesmo TERRORISMO, nesse caso a atitude do governo foi acertada...esse pessoal tem que ser responsabilizado e preso...e estas "centrais" fechadas e extintas.

Farao Chegou disse...

Temos que acabar com o imposto sindical. Esse câncer!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics