7 de julho de 2015

As Forças Armadas na Maré e uma aula de mau jornalismo

Asquerosa! Não há outro termo que defina melhor a série de reportagens de Juliana Dal Piva, publicadas pelo jornal O Dia, sobre a atuação das Forças Armadas no complexo da Maré. Trata-se de uma aula de jornalismo da pior qualidade, que nem procura mascarar seu viés ideológico esquerdista radical, pisoteando a verdade sem a menor cerimônia.
Uma das manchetes é particularmente mentirosa: "Justiça Militar condena cidadãos do Rio sem direito de defesa". Ao ler a matéria, não se encontra uma vírgula que comprove a afirmação do título.
Sucedem-se relatos  de cidadãos 'injustiçados': a mulher que saiu de casa de madrugada para ajudar um vizinho; o homem que passeava inocentemente com seu cachorro; o mototaxista que chamou um cabo do Exército de FDP, supostamente reagindo a um xingamento; todos presos por desacato por... desacatar!!! os militares, vejam só. Enfim, o rosário de lágrimas e sofrimento dos ordeiros cidadãos massacrados pelos milicos opressores é de dar dó. Só que não!
De quebra, uma comparação infame com a atuação da repressão na época da ditadura militar, coroada por uma referência ao livro 'Brasil, Nunca Mais!'
Entre as pessoas ouvidas pela jornalista, destaque para os inefáveis deputados Marcelo Freixo e Chio Alencar, ambos do PSOL, este partido que tem a democracia como pedra basilar de sua atuação (isto é uma ironia!).



Confira aqui, aqui e aqui as 'reportagens' de O Dia.

17 comentários:

Ten Reis disse...

Alguém sabe dizer por onde anda o CCOMSEx??? colocaram uma mordaça nele???

Anônimo disse...

==> ATENÇÃO MILITARES, RECEBI DO PRESIDENTE DA AMARPFA-DF O SEGUINTE ...

INFORMO QUE ESTÁ PREVISTO PARA AMANHÁ UMA AUDIÊNCIA COM O MINISTRO DA DEFESA, ESTAMOs AGUARDANDO A CONFIRMAÇÂO OK GENIVALDO

http://www.amarpfa.com/

* Falemos e divulguemos os assuntos de interesse da caserna. Adote um alienado, okey !

Vida breve, breve vida que segue ...

Anônimo disse...

Não me impressiona esse tipo de abordagem por parte do atual jornalismo brasileiro, principalmente dos jornais de menos expressão. Eles precisam polemizar para aparecer, tanto é que apareceram em menção aqui no blog do Montedo.
O pior é que nos cursos de jornalismo e outros da área de humanas das Universidades públicas ocorre uma revolução cultural imposta pelos professores "vermelhos", ao estilo Gramsci.
Vejam esse vídeo do Olavo de Carvalho explicando como se dá a revolução cultural: https://youtu.be/qMKul92GqjI
Da mesma forma os jornalistas, que já foram estudantes um dia, sofrem os efeitos da tal revolução cultural socialista e isso acaba, inexoravelvente, se refletindo nos textos jornalísticos que eles produzem.
Acho que seria uma boa as polícias e as Forças Armadas convidarem os "policiólogos" e jornalistas "vermelhos" a participarem das operações policiais para verem "in loco" o que acontece, serem testemunhas diretas das ações perpetradas pelos "pobres oprimidos" contra as forças de segurança nas áreas dominadas pelo tráfico de drogas.

Anônimo disse...

ESCLARECER E INFORMAR É DEVER DE COMANDO. ( Alguém conhece essa frase ! ? )

Por falar nisso, como anda as negociações do nosso reajuste ?

O Judiciário e os funcionarios civis do Executivo já estão de mexendo.

Ninguém merece uma inflação de 9% e receber 5% de reajuste.

Álias, reajuste é ano a ano e não em suaves parcelinhas anuais.

Era parcela únia, passou a semestral e depois anual. Daqui a pouco é quinquenal. Bah !

Anônimo disse...

E o reajuste das FFAA ? Até agora nem comentaram.

05 Jul 15

Governo e servidores federais têm última reunião antes de greve geral

http://blogs.odia.ig.com.br/coluna-do-servidor/

Anônimo disse...

REPRESENTANTES DE 21 ESTADS E O DO DF NÃO ACEITARAM 21,3% EM 4 SUAVES PARCELAS ANUAIS ( RABO PRESO POR 04 ANOS ) E A INFLAÇÃO A 9%.

E AS FFAA ACEITARIAM ? BAH TROCENTAS VEZES.

:::::::::::::::::::::::::

06 jul 15

http://blogs.odia.ig.com.br/coluna-do-servidor/

http://blogs.odia.ig.com.br/coluna-do-servidor/2015/07/06/contas-apertadas-a-espera-do-reajuste-da-prefeitura-do-rio/

PROPOSTA É REJEITADA

Cerca de 200 representantes da base da Condsef de 21 estados e do Distrito Federal rejeitaram, por unanimidade, a proposta de reajuste de 21,3% em quatro anos, apresentada pelo governo federal. Também foi aprovado indicativo de greve para o próximo dia 22. Os servidores voltam a se reunir dia 18 deste mês. Hoje é a reunião com o governo, às 14h.

Quem viver verá ...

Anônimo disse...

Exército coloca 400 homens em operação na fronteira com a Bolívia

http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/exercito-coloca-400-homens-em-operacao-na-fronteira-com-a-bolivia

Anônimo disse...

Militares do 62º BI de Joinville treinam para reforçar o cadastro biométrico na cidade

http://anoticia.clicrbs.com.br/sc/geral/joinville/noticia/2015/07/militares-do-62-bi-de-joinville-treinam-para-reforcar-o-cadastro-biometrico-na-cidade-4796177.html

Anônimo disse...

Como diria Olavo de Carvalho: Porque ninguém (entende-se o Cmdo) processa essa cambada?

Eles fazem isso por causa da cultura "não da nada !"

Anônimo disse...

A reportagem é tendenciosa no que diz respeito a não haver direito de defesa, mas fala uma realidade quando vemos civis sendo julgados por oficiais sem om menor preparo jurídico. Todos têm direito a serem julgados na seara penal por juízes que conheçam a Lei. Ser julgados por leigos na seara criminal é uma afronta aos direitos fundamentais do réu. Imagine ser julgado por técnicos da Receita no caso de crimes tributários, por diretores da ANAC no caso de crimes contra o transporte aeroviário, por diretores dos Correios no caso de violação de correspondência, etc... Nenhum de nós encararia com tranquilidade um absurdo desses. Apenas para exemplificar, vi uma oficial DENTISTA ir contra o voto fundamentado do Juiz togado num conselho, até aí tudo bem (o voto dos militares têm o mesmo peso do Juiz togado), o problema é que até o promotor tinha pedido absolvição!!!! E ainda quis ditar a dosimetria, indo contra a pena defendida pelo Juiz Auditor, quando a maioria dos oficiais a seguiu para CONDENAR a ré (civil), condenando a ré (civil) até além do que tinha sido pedido pelo MPM!!! O Juiz Auditor ainda foi extremamente educado e sinalizou para o promotor e a defensora que mais tarde "acertavam" a pena...cara, samba do crioulo doido...ainda bem que apenas uns 3 estudantes de Direito acompanhavam a sessão, se essa repórter estivesse...a reportagem seria ainda mais contundente.

Anônimo disse...

07/07/2015 - Sancionada lei que que torna assassinato de militares em crime hediondo

crime hediondo o assassinato de policiais civis, militares, rodoviários e federais, além de integrantes das Forças Armadas, da Força Nacional de Segurança Pública e do sistema prisional, seja no exercício da função ou em decorrência do cargo ocupado.

Leia mais ...
http://www.militaresbrasil.com/2015/07/07072015-sancionada-lei-que-que-torna.html

Anônimo disse...

MILITAR INATIVO, LEI N° 7524, de 17 de julho de 1986

Liberdade de manifestação, por militar inativo, de pensamento e opinião políticos ou filosóficos

Presidência da República
Subchefia para Assuntos Jurídicos
LEI No 7.524, DE 17 DE JULHO DE 1986.
Dispõe sobre a manifestação, por militar inativo, de pensamento e opinião políticos ou filosóficos.


O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

Art 1º Respeitados os limites estabelecidos na lei civil, é facultado ao militar inativo, independentemente das disposições constantes dos Regulamentos Disciplinares das Forças Armadas, opinar livremente sobre assunto político, e externar pensamento e conceito ideológico, filosófico ou relativo à matéria pertinente ao interesse público.

Parágrafo único. A faculdade assegurada neste artigo não se aplica aos assuntos de natureza militar de caráter sigiloso e independe de filiação político-partidária.

Art 2º O disposto nesta lei aplica-se ao militar agregado a que se refere a alínea b do § 1º do art. 150 da​ ​Constituição Federal.

Art 3º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art 4º Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 17 de julho de 1986; 165º da Independência e 98º da República.

JOSÉ SARNEY
Henrique Saboia
Leônidas Pires Gonçalves
Octávio Júlio Moreira Lima

Este texto não substitui o publicado no D.O.U. de 18.7.1986

Anônimo disse...

Exército Brasileiro se prepara para ter mulheres combatentes em até cinco anos

http://www.advocaciamilitar.adv.br/noticias/427/espcex-tera-as-1as-mulheres-combatentes-do-brasil/

http://www.advocaciamilitar.adv.br/noticias/1/

Anônimo disse...

Aos entusiastas do Cabo Daciolo ele foi um dos quarenta e poucos deputados que votou NÃO à medida que pretende mudar algumas coisas nos mandatos dos políticos. Pode ser aparentemente a favor da nossa causa mas tb é a favor da sua própria.

Anônimo disse...

Com batina, farda e muito bom humor, padre Valmir atrai fiéis para capela em Vila Militar

http://oglobo.globo.com/rio/bairros/com-batina-farda-muito-bom-humor-padre-valmir-atrai-fieis-para-capela-em-vila-militar-16650520

Anônimo disse...

Exército faz exercícios de treinamento em Cuiabá e outras 3 cidades de MT

http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2015/07/exercito-faz-exercicios-de-treinamento-em-cuiaba-e-outras-3-cidades-de-mt.html

Dinho Goulart disse...

É assim que a banda podre da imprensa age. Publica o que quer, da maneira que quer. Mas isso é fácil de derrubar, é só fazer uma pesquisa de opinião com a população local e publicar o resultado. Chama ela para verificar a pesquisa e dar transparência ao processo.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics