4 de setembro de 2016

Reforma: militares deverão ir mais tarde para a reserva

Militares negociam com o governo federal para evitar reforma mais radical, que poderia acontecer nos próximos três anos
Bruno Dutra
Apesar de terem conseguido ficar fora da proposta mais ampla de reforma da Previdência, que ameaçava criar um regime único para civis e militares, as Forças Armadas poderão ter o tempo de serviço necessário para passar à reserva ampliado de 30 para 35 anos. A informação foi confirmada ao EXTRA por uma fonte ligada ao grupo que trata do assunto. Hoje, os militares vão para a reserva aos 50 anos, em média. Com a ideia de mudança, a idade chegará a 55 anos e, em uma década, a 60.
Ainda de acordo com a fonte, a ideia está em fase avançada de discussão em Brasília, entre o governo e os comandos das Forças Armadas — Marinha, Aeronáutica e Exército —, que se reuniram com o secretário de Previdência Social, Marcelo Caetano, na primeira quinzena de agosto. Isso indica que a ideia deverá ser aceita pelos militares, após uma ofensiva da categoria contra a criação de um regime previdenciário único. A segunda e última reunião, que deverá firmar o consenso entre a União e os militares, está marcada para este mês, em Brasília.
A meta inicial do governo de unificar todos os sistemas de Previdência (dos trabalhadores da iniciativa privada e dos servidores públicos) está na grande dificuldade dos estados de manterem seus regimes próprios. Pelos cálculos a União, o rombo dos dois sistemas, neste ano, passará de R$ 220 bilhões. A questão é que o Planalto inclui os militares nesta conta — com 16% desse déficit —, embora essa categoria vá ficar de fora do regime único.
Procurados, os comandos da Marinha, da Aeronáutica e do Exército não se pronunciaram sobre a discussão. O Ministério da Defesa confirmou que tem se reunido com o integrantes do governo, mas negou qualquer acordo sobre o tema.

Argumentos contra possíveis mudanças
Num primeiro momento, quando o governo apresentou as propostas de mudança à categoria, os militares defenderam a manutenção das atuais regras de aposentadoria aos 30 anos de serviço, listando uma série de singularidades da carreira. Na ocasião, os comandos das Forças Armadas ressaltaram que os militares são submetidos à dedicação exclusiva e não dispõem de outra fonte de renda.
Outro fator que, segundo os comandos, impediria o aumento da idade para a reserva estaria no fato de a categoria não ter uma poupança compulsória, como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), nem remuneração adicional por horas extras. A diferença salarial em relação a outros trabalhadores também foi citada.
Segundo um militar da reserva, que prefere não se identificar, e que defende o tempo de serviço menor, a categoria é costumeiramente deslocada de cidade e estado, o que dificulta a especialização profissional, que poderia garantir renda extra. Isso, defende ele, colocaria o militar num patamar diferente, o que justificaria a necessidade de “aposentadoria antecipada”
EXTRA/montedo.com

104 comentários:

Anônimo disse...

35 está certo. Todos vão à 65, nós podemos trabalhar mais 5.

Anônimo disse...

Para tirar direitos ou prejudicar, não ha estudos e mais estudos, é só uma reunião e pronto.

Invicta disse...

Os militares continuam contribuindo quando passam para a reserva, alguém pode me explicar o que o governo economizaria ampliando mais 5 anos??

1 sgt inf disse...

Desisto de manter a moral. Não dá mais!
chegou ao limite! Boa sorta aos que resistirem!

Anônimo disse...

Fale por vc. Deveria ser só para quem entra agora.

Anônimo disse...

O comando já está ciente de tudo o que foi acertado, mas informar a tropa que será afetada, não é a prioridade do comando.
Aviação!

Anônimo disse...

Por 40 horas semanais (sem escala de sv,campo,missões de Severino), eu voto SIM!

Anônimo disse...

O Governo só F... nem sequer beija. Mexer com os militares é fácil, quero ver mexer com o judiciário com o legislativo e o MP.

Anônimo disse...

Claro que podemos mas, uma regra de transição seria necessária e justificada tendo em vista as varias diferenças entre os regimes. Geralmente a família do militar, esposa, filhos, fazem enorme sacrifício durante anos tendo como meta a (reserva) aos 30 anos de serviço, mudança radical desestabilizaria a família dos militares e não seria a solução para o problema orçamentário. Todos irão dar sua parcela de sacrifício? políticos, judiciário...ou só nós?

Anônimo disse...

Em vez de hotel de trânsito o exército vai investir em asilos. Projeto sobreviva se puder

Anônimo disse...

Teremos de aumentar as menções do TAF... e rever as escalas de serviço

Anônimo disse...

Vc é oficial né?

Anônimo disse...

Caraca 35 anos é complicado, mais 5 anos pra ir pra reserva, vai ser extinto o adicional permanência néh, pq convenhamos é quase impossível consegui-lo se isso se concretizar! Apenas uma classe se beneficia o generalato, meu Deus, bora sair que tá afundando infelizmente!

Como fica as promoções vão aumentar também ?

Anônimo disse...

Bandidos armados invadiram hoje vila dos SO/SGT do Galeao.

Anônimo disse...

Espero que também modifiquem o sistema de aposentadoria e mordomia da classe política, em especial dos ex-presidentes da república e outros que passam quatro anos na função e levam uma aposentadoria de dar inveja a qualquer cidadão. Se somos iguais perante a lei, logo deve ser revista essa mordomia.

Anônimo disse...

Militar não trabalha. Militar está sempre cumprindo uma missão.

Léo disse...

São os resultados de altos-Estudos e as boas notícias que a Tropa irá receber logo,logo. Só desgraça.Nada muda.Ou melhor: vai mudar para pior.

Anônimo disse...

Os administradores do fundo de pensão dos militares investem aonde o dinheiro? Em títulos da dívida pública, tesouro direto, ações de empresas estatais ou privadas?
Há extrato mensal enviado aos militares com demonstrativo dos depósitos e da renda?

Anônimo disse...

De que adianta hoje uma poupança ou um FGTS que rende a metade da poupança? O melhor dinheiro é o que vai para o bolso mas nem todos sabem como usar. Uns usam com a família outros, na farra. É a escolha de vida de cada um. Independente das escolhas, viver de empréstimo é dose para leão. Porque o fundo de pensão dos militares não empresta o dinheiro para os militares e usufrui uma renda maior?

Eduardo Costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Sou de acordo 35 anos para todos, assim acaba os vampiros PTTC amolando que vão para a reserva e depois volta para ficar amolando dentro das OMs...

Anônimo disse...

Por que esses políticos não começam alterando a forma de aposentadoria, salários e mordomia deles, para depois mexer no bolso dos trabalhadores? O povo tem de reagir. Não é dessa forma que se equilibra as contas, deixando que os trabalhadores arquem com tudo. Por que não param de golpear e assaltar o país e tomam vergonha na cara.

Anônimo disse...

Anônimo 20:08, Tu não deve ter familia, ou é da queles que fica no quartel depois do término do expediente.

Anônimo disse...

Escala de Sv de 6/7 folgas, campo, missões, dias fora de casa, sem tempo de curtir a familia, é tem quem goste, ainda fica no quartel depois do expediente, tem que pedir musica, a do Falcão, ser ou não ser.

Anônimo disse...

Psicólogo mim aguardem!!! Eu não aguento mais a escala de serviço e missões absurda. Fuiiiiii

Anônimo disse...

Eu queria estar na ativa para ficar mais cinco anos, infelizmente a expulsoria me pegou, deixei uma promoção pra trás, que pena! Tá vindo muito tarde essa proposta. Ficar na ativa até aos cinqüenta e cinco anos, não mataria ninguém.

Marco Soares disse...

E os 15 vencimentos para ir para a reserva....vai desencantar? Nossos chefes não falam nada.

Anônimo disse...

Como a fonte é o EXTRA, por enquanto não vou acreditar.

Mas bem levantada a questão por outro comentário acima, que vantagem tem elevar o tempo pra 35 anos de serviço, se mesmo na reserva os militares continuam pagando a pensão militar?
O governo vai mexer também no tempo da PF, PRF, professores das federais, aposentadoria e benefícios dos ex-presidentes?

Anônimo disse...

Pelos comentários, se vê o padrão de alguns.

Anônimo disse...

É bom as Forças Armadas já se preocuparem em melhorar, e muito, os seus sistemas de saúde e de atendimento aos militares. Do jeito que é o que se ver nos hospitais são militares de 35, 40 anos parecendo que já tem 60. Na sexta feira passada fui a um hospital militar, cheguei as 09:00 da manhã para pegar uma senha, saí para resolver uns assuntos e voltei, mas só consegui pegar uma guia para uma consulta as 17:00 hs.
Será que um soldado com 55 anos está ainda pronto para encarar o dia a dia de uma rotina militar? E os militares da Marinha que servem em navios e submarinos? Terão a mobilidade e a resistência para passarem o dia subindo e descendo escadas para uma praça de máquinas e passadiço? Terá um soldado do Exército com 55 anos a disposição de realizar uma missão na selva com a mesma desenvoltura de um jovem de 19 anos? Um militar com 55 terá condições de fazer uma trilha de 12 km com um fuzil nas costas? Um fuzil FAL 7,62 pesa quase 5 kg, mas numa caminhada de 5 km ele termina pesando uns 10 kg. E ainda tem a mochila! O militar terá que acrescentar mais um item no sua mochila: uma pá para cavar a própria cova!

Anônimo disse...

Mas se contribuo a vida inteira mesmo na reserva, porque tenho de aumentar o tempo de serviço?

Anônimo disse...

Eu vi muitos colegas batendo panelas,e o motivo foi uma simples diferença ideológica da década de 60..Amigos de farda, o muro de Berlim caiu na década de 80...essa bobeira de comu/capt não existe mais em lugar nenhum...exemplo maior: a China...

Anônimo disse...

bom dia, não tem jeito pessoal vamos embora enquanto a tempo, estamos esperando um governo único,é bíblico, mais cedo ou mais tarde vai acontecer, espero daqui a tries mesês pedi minha reserva, vou deixa uma promoção pra trais, mais vou garanti meus trinta anos de vida militar. abraço

Anônimo disse...

Vc combate com 55 anos? Certamente foi um militar de "tapete" e ar condicionado que nem medalha corpo de tropa tem. Deixa de ser ridículo!

Anônimo disse...

É por isso que estamos aonde estamos:
"Psicólogo (singular) mim (sem comentários) aguardem (plural)....

Agora vejo que temos o que merecemos.

ALEXANDRE ALVES DA COSTA disse...

Creio que muitos ainda não perceberam o teor da proposta, não haverá contra partida alguma, só teremos perdas. A nosso lei de remuneração não foi votada até hoje, nenhum benefício será oferecido e todos serão penalizados. Sem regra de transição a permanência de cinco anos a mais, irá engarrafar o plano de carreira dos praças que ficarão marcando passo até que os mais antigos se aposentem, a carreira se tornará ainda mais desmotivante e a evasão aumentará ainda mais.

Anônimo disse...

Aprenda a escrever, primeiro.... Grato!

Anônimo disse...

O senhor deve ser um militar de escrivaninha, ou sempre deu golpe no exercício de campo e escala de serviço.

Sgt 2003 disse...

só que ria poder pegar 24h/72h como bombeiros e PM. Pois mesmo dormindo no quartel, quando bombeiro de sobreaviso eles ganham esse bonus.

e nós não. :(

Sgt MB 2003 disse...

até que não é má ideia, com mais 5 anos terei mais chances de sair QAO

e também ir pra reserva ganhando mais um pouquinho.

O exército não vai e prender sub adeterno.

Sgt MB 2003 disse...

5 anos a mais é tranquilo

mas poderiam também estudar a questão de ter um "banco de horas", parecido com o do TRE, para compensar as horas passadas em campos e missões com folgas, daí descontaríamos com banco de horas e folgaríamos em casa o tempo passado em missão.

e o serviço de 24h descansar 72h igual aos bombeiros.

Anônimo disse...

Quem já garantiu a reserva, não está nem aí. Alguns comentam sem qualquer empatia com os que vão perder direitos na ativa.
Meus amigos, esse governo deveria ser de transição, porque não tem amparo popular das urnas. Não tem legitimidade moral para tirar nada de ninguém.
A MP do mal ainda está fazendo efeito e não a digerimos, agora, querem que os mesmos prejudicados sejam mais prejudicados. Um absurdo.
Tenho fé que os nossos Comandantes fiquem do nosso lado.

Anônimo disse...

Pega os militares de carreira voluntários e redireciona para o funcionalismo público civil: já é concursado, mesmo! Aí se aposenta aos 65, 70 anos... sem entrar em forma, fazer TAF, marcha, serviço... Nessa, todo mundo ganha: menos barnabé pro governo contratar, valoriza a carreira, moraliza os orgãos públicos (levando alguns valores da caserna para lá), mantém o efetivo das FFAA jovem e enxuto.

Anônimo disse...

Os nossos comandantes estão preocupados com seus cargos nas estatais quando passarem para a reserva, por que brigar pela tropa?

Anônimo disse...

Nossos comandantes aceitarão a proposta, eles não serão atingidos, já possuem mais de 35 anos de serviço.
Deveriam ter vergonha ao pedirem dedicação e confiança em palestras pelas OM.
Saibam, senhores comandantes, que a tropa não confia nos senhores, pesquisem e constatem.

Anônimo disse...

Pra ferrar os militares da FA é muito fácil.

Anônimo disse...

Kkk serei obrigado a ficar mais 10 QA, logo serão 15 QA para QAO.
Terão que rever a idade para a reforma "ex-officio", que tal 80 anos para todos, quem sobreviver verá.
Serei o Subtenente mais antigo das galáxias.

Anônimo disse...

Ta ai que achou que o Temer era bacana, além disso preparam-se para o aumento de janeiro de 2017 que provavelmente irá para o saco...

Anônimo disse...

Como os comandantes já disseram, vão investir em temporários e... adivinhem quem vai ser chamado para continuar sem muita despesas? os OF recém aposentados, voltando como PTTC. Tem uma mágica louca nisso. O OF entra na reserva hoje e no outro dia já está lá de paisano no mesmo lugar.O graduado entra na reserva e aí, haja saco e burocracia e exames(até o de próstata)para conseguir voltar. Acho que forças Armadas teriam que ser formadas só com OF. Seria mais eficiente(?), ou não.

Anônimo disse...

Se o militar continua a contribuir após a reserva, então aumentar mais cinco anos só beneficia os generais para mais um posto de comando e mais transferência. Já que vão mudar a Lei, por que não diminuir, pelo menos, essa contribuição na reserva? O governo não diminuiu o desconto do IRPF, que vai reajustar a tabela só em 5%, aumenta o tempo de serviço dos militares, estão realizando nova estruturação de unidades com transferências de muitas famílias que terão maiores dificuldades com perdas de emprego e só vejo e leio "sim, senhor"? Só fazem estudos com os militares para prejudicar?

Hugo Leonardo da Cunha disse...

Como tem infiltrado nesse negócio!!! Quero ver os que apóiam os 35 anos botar a cara aqui.

Anônimo disse...

Pergunta que me fi, lendo esta notícia. A não ser que acabem com o desconto do militar que passa para a reserva, não faz sentido...

Marco Soares disse...

E os 15 vencimentos para a reserva??? Alguém sabe alguma coisa??? Nossos chefes não falam nada.....

Anônimo disse...

Justo. Hoje não tem como a previdência arcar com pessoas se aposentando tão novos.

Agora poderia mudar algumas coisas em benefício dos militares... como por exemplo... redução do interstício, quando o militar tira sv no outro dia vai para casa...isso precisa ser revisto...precisa mudar também.

Nas polícias, em regra, a escala é 24/72h. Só nas FA que o regime é de escravidão... passa a noite acordado e no outro dia cumpre o expediente...

Por que nós sempre temos que ser os guerreirões que aguentam tudo e não pode obter benefícios??

Melhorias internas já valorizariam bastante.

Anônimo disse...

cadê a transparência do FUNDO DE PENSÃO para analisarmos DE FATO esses "prejuízos" que o GOVERNO ALEGA.

OLHEM AQUI: Operação da PF mira 4 maiores fundos de pensão do Brasil e bloqueia R$ 8 bi

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/09/1810338-operacao-da-pf-mira-4-maiores-fundos-de-pensao-do-brasil-e-bloqueia-r-8-bi.shtml

NÃO FICARIA CHOCADO SE NO NOSSO FUNDO ACONTECESSE O MESMO.

CADÊ A TRANSPARÊNCIA???

Anônimo disse...

Nova valorização dos Praças:

11 anos como 3° Sgt; 9 anos como 2° Sgt; 8 anos como 1° Sgt; e 7 anos como S Ten.

Anônimo disse...

Eles não se cansam de afirmar que os militares iriam ser colocados no mesmo pacote dos 65 anos, e daí, com um esforço sobre-humano dos nossos negociadores, conseguiram o benefício dos 35 anos de tempo de serviço. Pelo amor de Deus, acham que estão lidando com retardados!!! simplesmente não aceito mais essa injustiça com uma carreira que já está só com as cinzas em consequência daquela MP de 2001. Não esqueçam que para cada ação, existe uma reação... e isso não sou eu quem estou falando, é uma lei universal.

Anônimo disse...

Incorporando menos nas escolas de formacao, jah que ficarao mais tempo na ativa. Logo, o efetivo da ativa tenderia a ser menor sem ter que abrir claros com a reserva.

Anônimo disse...

Considero um absurdo aumentar o tempo de serviço dos militares, pois já são submetidos a uma realidade infinitamente inferior a outras carreiras, e para isso vale toda a argumentação lógica, como dedicação exclusiva, não ser remunerado por periculosidade, insalubridade, hora extra etc. Só não consigo entender como argumento que nós contribuímos com previdência até depois de estar na reserva, e portanto não há diferença nenhuma. Claro que há. Não argumentem desta forma, pois a lógica é, se você estiver na ativa por mais 5 anos, não precisarão formar outro para lhe substituir nos próximos 5 anos, isso é simples de entender, ou não?

Amiel Ballistra disse...

Porque não separar os efetivos das FFAA em Tropa de Choque (de Capitão para baixo) e plateia (de Major para cima). A Tropa de Choque, que sempre ficou no prejuízo, faria uma "marcha sobre Brasília" não pedindo, mas exigindo uma satisfação. A plateia seria dispensada para assistir o desfecho pela televisão estrangeira.

Anônimo disse...

Deve ser Soldado índio da Amazônia..."mim Soldado"...

Anônimo disse...

Kkkk...de onde menos se espera é que não sai P... nenhuma mesmo!!! Mas gostei do seu otimismo...kkkkkk

Anônimo disse...

Vc é militar mesmo ou é o Chico Bento da turma da Mônica?

Anônimo disse...

Que Fundo? Não existe fundo...a União apenas deixa de repassar os valores dos descontos.

Anônimo disse...

Já estão incorporando menos. E vão colocar mais temporários na base.

Reserva já disse...

Tantas matérias publicadas a esse respeito que deixa transparecer que existe interesse em que realmente mude o tempo de serviço dos militares. Informação ou fofoca?

Anônimo disse...

Fundo de pensão? kkk
Onde leu sobre isso???
Desde quando o EB tem???
Princípio do caixa único!

Anônimo disse...

É Sargentada ,nossa vida não está fácil . Ano que vem já estão querendo rever os índices do TAF .Lógico que irão aumentar . Desse jeito vai ter gente enfartando por causa da idade .

Anônimo disse...

É Sargentada ,nossa vida não está fácil . Ano que vem já estão querendo rever os índices do TAF .Lógico que irão aumentar . Desse jeito vai ter gente enfartando por causa da idade .

Anônimo disse...

Sgt 2003 disse...

só que ria poder pegar 24h/72h

Olha o padrão!
E o outro posta a foto todo alterado.
Ganham MUITO

runnerba disse...

Porque o governo METE A MÃO. TIRE o dinheiro de contribuição da mão do governo que quero ver se não dá pra aposentar aos 30 anos e vai SOBRAR dinheiro.

Anônimo disse...

Somos uma classe que, por força de regulamentos e leis já é toda amarrada/amordaçada, e, soma-se a estes "imbróglios" o fato de que nossa representatividade política e de chefias é quase nula, só podia dar nisso... Mais uma vez vamos pagar a conta como em 2001!

Anônimo disse...

Até 1967, os militares das FFAA trabalhavam 25 anos, depois 30 e agora 35. Vamos que vamos ....

Anônimo disse...

******************************************************************


a mais pura realidade...

o que justifica o aumento do tempo de serviço para 35 anos não é o fato de haver economia alguma, por razões já exaustivamente informadas acima.

a coisa vai acontecer para atender ao ego de alguns...

isso por que quando se aumenta em 5 anos o tempo de serviço militar, implica em dizer que o pessoal que deveria ir pra reserva e não foi mais, trará mais despesas com adicionais de férias, movimentações, auxílios fardamentos, aux natalidade, etc...

então a medida não é para conter gastos e sim para atender egos, isto está claro e evidente.

******************************************************************

Anônimo disse...

A situação é séria, mas as pessoas não conseguem enxergar. Esta situação de aumentar tempo para se aposentar não deveria existir nem para militares e nem para civis. Como eles podem ter a cara de pau de afirmar que para cada 4 trabalhadores hoje existem 3 aposentados usando os descontos daqueles para pagamentos das aposentadorias destes? Ora, quem está aposentado hoje pagou no passado para ter este direito. Quem está trabalhando agora está ou, pelo menos, deveria estar pagando para ter sua aposentadoria no futuro. Então, o que o governo faz e fez com todo o dinheiro arrecadado dos trabalhadores? O Brasil é mesmo um país de otários, pois só sendo babacas para aceitar tamanha vigarice e ainda ficarem aqui uns contra os outros, defendendo PUNGUISTAS metendo a mão nos nossos bolsos como se tudo isto estivesse sendo correto. O pior de tudo é que, mesmo fazendo todo esse roubo, não vai resolver coisa alguma, sabem por quê? Porque há mais ladrões do que gente neste país. Há muitos lobos em peles de cordeiro não só na política, mas também, infelizmente, nas Forças Armadas.

SO R1 Paulo Mendes.

Anônimo disse...

Aceito tudo, menos tirar o meu salário-família!!!

Anônimo disse...

Após serviço eu sempre vou para casa. Ainda informo que o motivo é por eu estar saindo de sv.

Léo disse...

TRÊS GERAÇÕES DE MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS.
Até ser publicada a Medida Provisória do Mal, os Militares que já tinha trinta anos de serviço,ou seja, as turmas de formação de 1970 para trás levaram para reserva todos os direitos que foram retirados das turmas posteriores(Os Generais, Alguns Corenéis e pouquíssimas praças de carreira- Somente as referidas turmas).As turmas de Formação que vieram depois de 1970 amargaram ,a cada ano, verem seus vencimentos serem corroídos pela altíssima inflação,principalmente da década de 80.A década de 90 foi para reorganizar a economia do país.O que foi feito com o Plano Real.O Brasil prosperou. Quase todas as Carreiras de Estado foram valorizadas, com exceção gritante das Forças Armadas, com o silêncio omisso dos Comandantes.O que se vê hoje com os militares das citadas turmas- As que perderam todas os direitos- em sua maioria, são militares endividados, cabisbaixos, desmotivados e, intimamente, extremamente magoados com quem os comanda.Chegamos à terceira geração.Essa, das três, sem dúvida nenhuma, será a maior prejudicada.
Tudo o que essa classe política corrupta e bandida, Saqueadores dos cofres públicos, essa mesma classe vagabunda que vendeu a ideia em 2000, de que precisava do sacrifício das Forças Armadas ,retirando todos os direitos conhecidos, para reorganizar a economia brasileira-MENTIRA CANALHA-ESTÁ AÍ O ROMBO DA PREVIDÊNCIA CIVIL E A ROUBALHEIRA DAS ESTATAIS E DOS FUNDOS DE PENSÃO, novamente, pede mais sacrifício para a tropa: 35 anos de efetivo serviço. A terceira geração de militares, a atual, receberá a maior pancada, e , consequentemente, as migalhas permitidas por essa elite criminosa.Até onde vai o cinismo e o desprezo da classe dominante pelos cidadãos de segunda classe? Somos exatamente para eles isso: cidadãos de segunda classe.

Anônimo disse...

Boa ideia Sr Amiel Ballistra, nesse pacote separamos também os efetivos de 3° e 2° Sgt dos 1° Sgt e STen/ SO, muito interessante. Desunido!!

Anônimo disse...

Impressionante !!! O CComEx não informa nada !!! Só informa dia disso e daquilo .


2º ten QAO WFO

Anônimo disse...

Vai ter militar fazendo TAF se apoiando numa bengala!

Anônimo disse...

Claro que ninguém falou aqui que um soldado vai combater com 55 anos de idade! O problema é que todos que tiverem mais de 50 anos vão ficar no ar condicionado, fazendo serviços burocráticos. Muita coisa terá que ser mudada: interstício, promoções que não contemplam os militares atualmente, mais gastos com as Forças...!

Anônimo disse...

Parem de reclamar ! Vamos trabalhar . Muita formatura e pouca produtividade . 35 anos está ótimo . Acho que tem muitos militares que se estivessem na vida civil estariam passando dificuldades . Vamos dar o sangue . Chegou a hora de realmente demonstrar o amor a farda . Parar de reclamar e trabalhar dobrado . Vibro muito .Vou para o quartel sábado organizar a semana que entra . Estudo muito .Não ligo para o toque no final do expediente . Agradeço a Deus e tenho muito orgulho de ser militar . Sou voluntário para todas as missões. Acho que trinta dias de férias longe da farda uma corvardia . Se eu pudesse trabalharia e tiraria serviço até o último dia de minha vida . Estou na força independente de salário .

Gen Anibal disse...

Graças ao meu bom Deus fui para a Reserva Remunerada em 31 de julho de 2016 como Subtenente, apesar de não ter saído 2º Tenente e ter perdido na justiça um Mandado de Segurança contra o Sistema de Promoção do nosso EB, digo com toda certeza que estou muito feliz na minha atual vida civil. Conviver com doentes mentais que colocam o EGO acima de tudo, não respeitando os interesses dos subordinados não é fácil não. É preciso muita dose de paciência. Conviver com bajuladores que para passar uma rasteira em seu par só para ficar bem visto pelo pessoal do 2º andar também não é fácil não. O que interessa é a chamada qualidade de vida que eu tenho no momento, pois a convivência com militares tapados e invejosos podem nos trazer até condições desfavoráveis na nossa saúde.

Anônimo disse...

O governo tambem vai aumentar o tempo de aposentadoria da PF, PRF, professores universitarios das federais, vai acabar com aposentadoris de parlamentares com 8 anos? Ou eles sao carreiras mais especiais que a nossa?

MARNO MATTE disse...

Quer dizer que a praça é promovida a sub antes dos 30 anos de serviço e morre sub... de 6 a 10 anos na pior função existente da tropa, tudo nas costas dele, aí em final de carreira, vai utilizar a indenização do final de carreira para pagar as tralhas que a linda e maravilhosa tropa detonou e extraviou nesse período.... TRISTE SINA..

MARNO MATTE disse...

Lembrei de uma coisa... e o trenzinho.... aumenta pra todos os postos e graduações. Essa leva de coronéis ocupando mesinhas em QGs pelo Brasil afora. Onde vão colocar esse povo todo com mais 5 anos de serviço? Excedentes? Extra QO? Já não conseguem administrar o que tem aí. Nos quadros de praças então, aí é que ficará muito estranho.

Anônimo disse...

agora sim vai ser cortado desconto da pensão militar pra quem foi para a reserva

Anônimo disse...

Para que falta menos de 140 dias para ir para casa. O que poderá acontecer.

Anônimo disse...

Ser militar por 35 anos é um presente ! Ganhar para fazer TFM todos os dias ,ter café da manhã e almoço e jantar da melhor qualidade diariamente . Sou sargento e nunca ganhei tão bem na minha vida ! Sou laranjeira e nem aluguel eu pago . Não pago conta de água e energia .Tenho academia gratuita no quartel . Internet liberada . Ganho muito bem para dar ordem unida . Adoro estar de serviço . Final do ano meio expediente e recebo o mesmo soldo . Sexta feira trabalho até 11:30. Onde terei uma vida melhor ? Não tenho curso superior , ganho mais que muitos dentistas ,psicologos ,engenheiros ,fisioterapeutas . Vibro muito em todas as missões. Já comprei casa e carro zero ! Infantaria acima de tudo !

Anônimo disse...

Por que não se ouve falar em aumentar o tempo para os PF, PRF, PCDF, professores federais, parlamentares que se aposentam com 8 anos???


STF aprova aposentadoria especial para policiais

Associação Nacional dos Delegados de Polícia FederalPublicado por Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal

Supremo derruba Recurso Extraordinário do Instituto Acrepevidência contra a Lei Complementar 51/85


O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) aplicou nesta quarta (13), por votação unânime, jurisprudência firmada no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3817 para reafirmar que o artigo 1º da Lei Complementar nº 51/1985 foi recepcionado pela Constituição Federal de 1988.

A decisão foi tomada no julgamento do Recurso Extraordinário 567110, relatado pela ministra Carmen Lúcia Antunes Rocha, em que o Instituto de Previdência do estado do Acre contestava a LC 51/1985.

Assim, a Suprema Corte põe fim à discussão sobre a aposentadoria especial e ratifica o dispositivo que prevê ao servidor policial a garantia do direito à aposentadoria voluntária, com proventos integrais, após 30 anos de serviço, desde que conte pelo menos 20 anos de exercício estritamente policial.

Com a decisão, o Supremo põe fim à discussão sobre a aposentadoria especial tranquilizando os policiais. A medida também repercutirá em decisões do Tribunal de Contas da União (TCU) que entende que o policial federal deve se aposentar com proventos proporcionais. Assim, caso o TCU continue decidindo por proventos proporcionais, a ADPF poderá ingressar no Supremo com uma ação judicial para manter a integralidade da aposentadoria prevista na LC nº 51/85, explica o diretor de Assuntos Jurídicos da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Aloysio José Bermudes Barcellos.
Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal

Anônimo disse...

Expresso aqui a minha opinião: nos dias atuais, poucos militares ingressam na Reserva com 30 anos de serviço - pelo menos aqueles com quem tenho e tive contato. Muitos ficam mais tempo para ascender ao último posto/graduação ou porque não tem o que fazer lá fora, ou seja, não se prepararam para a Reserva (novamente estou falando de casos em que tive/tenho contato). Normalmente, a maioria vai com 35 anos ou mais de tempo de serviço. Um exemplo: deem uma olhada no Almanaque On-line e contem quantos capitães QAO estão na ativa e verifiquem quantos anos de serviço eles já possuem.

Portanto, acho que essa polêmica toda é desproporcional. O importante mesmo é que os nossos comandantes - digo, oficiais generais do Alto Comando - lutem diuturnamente por melhores remunerações e adicionais como o Auxílio Moradia, aumento da gratificação ao ir para a Reserva (atualmente em quatro remunerações), igualdade do Auxílio Fardamento (não tem justificativa um major ganhar muito mais que um 1º Sgt se eles vão comprar fardamento na mesma loja e pelo mesmo valor). O pior, ainda em relação ao Auxílio Fardamento ser atrelado ao soldo, é que cobram das praças, por exemplo de um 3º Sgt, a mesma apresentação individual que um oficial!!

Essa é a minha opinião, mas respeito as opiniões contrárias.

Anônimo disse...

Será que vai ter uma regra de transição,

Anônimo disse...

Temporário o senhor?

Anônimo disse...

Concordo com o Sargento infante .Os sargentos ganham muito bem tendo em vista que é concurso de nível médio e fácil de passar. Militates do EB não vão para a rua como os militares da PM .A missão mais perigosa que vcs tem é caçar mosquito da dengue e muriçoca .Parem de chorar .A PM sim corre risco de verdade e trabalha sério.

Anônimo disse...

Boa noite!
Senhores, os militares não possuem previdência.
Todos sabemos que a LRM contempla ativos e inativos.
Na minha humilde opinião, para se mexer em tempo mínimo de contribuição terão de ser revistos Estatuto dos Militares e LRM.
Apenas mudar o texto de "30 para 35 anos" vai gerar inúmeras ações judiciais e dúvidas na interpretação do que foi ou não recepcionado pela nova legislação.
A tropa tem receios, visto o passado de retiradas de direitos.
A situação política de hoje é completamente diferente de 2001 (não estou dizendo que é melhor ou pior). As FFAA estão mais evidentes em suas missões constitucionais. O MD não é mais novidade. O EMCFA deu uma militarizada por lá, antes com o poder de assessoramento na mão única de civis, com total aversão aos militares por razão que conhecemos. A condição de negociação é bem menos adversa que na última alteração.
O certo é que alguma coisa vai mudar. Vai vir alguma perda que, espero, seja reposta com alguma outra vantagem para a classe. A carreira militar carece de atrativos. Hoje em dia o CMPA não lota um ônibus de ex-alunos aprovados na EsPCEx. Ninguém mais quer e os pais não incentivam mais, dada a situação.
Antes que "mães Dinah" digam que sou isso, ou aquilo, sou civil, filho de Of QAO R/1, antigo aluno do CMPA e amigo de muitos militares, em razão das minha criação e amizades do colégio.

Anônimo disse...

Pergunto novamente....

As outras categorias especiais federais (POLICIA FEDERAL, POLICIA RODOVIÁRIA FEDERAL, PMDF, PCDF, Professores das Federais, sem contar os parlamentares com 8 anos de serviço) também estão sendo cogitadas e aceitarão de bom grado o aumento de seus tempos de serviço ou só os milicos das FFAA tem que pagar mais cinco anos de quartel???

Anônimo disse...

Existe um momento que expressa nossas forças armadas, pelo individualismo, superiodade racial e regional que se incultou pela importância inserida no carrerismo, onde leia-se `eu primeiro e os outros se fodam na instituição` a morte das FFAA
BT

Anônimo disse...

Ao comentarista de 6 de setembro de 2016 16:31. O Sr esta de sacanagem seu Sargento. Conta outra piada! cara o dia que tiveres família vais ver. Deus lhe dê benção de não ter um filho especial como eu tenho. Vais ver o que é ser Sargento. Falou bobagem meu camarada. Um técnico de segurança do trabalho recebe 5 mil reais. Acorda camarada. Ou pergunto a você? vais ficar solteirão? não vai constituir uma família? Não esquece que a idade chega. Vou te deixar um exemplo real: um amigão meu, pensava assim, ficou toda vida de laranjeira. Juntando grana, sabe aquele cara que só quer ganhar, vendia mel, relógio, boné, carteira ou seja tudo, sempre fazendo brik. Foi para reserva como Capitão QAO. Quatro meses na reserva começou a urinar sangue, foi ver o que era: câncer de bexiga. Faleceu sem ninguém no lado. Sabe quem pegou toda herança dele um sobrinho que hoje desfruta de tudo que ele deixou. Faça uma reflexão sargento de infantaria e pegue o azimute certo. Conselho de um antigão com 31 anos de EB e na reserva.

Anônimo disse...

o comentarista infante que identifique-se para que o Fiscal Adm possa mandar providenciar uma GRU de R$ 15,00 o dia. No meu quartel os laranjeiras pagam GRU de 15 o dia e também R$ 30,00 de mensalidade da academia. isto mesmo seu Infante. sabia seu infante? O Sr esta muito espertinho. Sou DQBN e vou lançar um espargidor na sua moita..kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

"Anônimo disse...Parem de reclamar ! Vamos trabalhar . Muita formatura e pouca produtividade . 35 anos está ótimo . Acho que tem muitos militares que se estivessem na vida civil estariam passando dificuldades . Vamos dar o sangue . Chegou a hora de realmente demonstrar o amor a farda....6 de setembro de 2016 09:21" - Bem, o que temos são esse tipo de "companheiros" que agem nos bastidores; aí muitos se perguntam por que estamos remando contra a maré, lamentável!

Anônimo disse...

Ou seja meu camarada....
Vc tá dando o golpe, pois algum colega ser vai fazer o seu trabalho enquando vc dorme...
Patético.

Anônimo disse...

Os militares deveriam trabalhar, aliás ir pro quartel até os 70 anos pq é um povo q só dá despesas pro país, reclamam mto e não trabalhão nada.

Anônimo disse...

Aumentar de 30 para 35 não vai ajudar na diminuição de despesas, pelo contrário, só vai aumentar. Pois manter os militares mais tempo no serviço vai aumentar as despesas dos quartéis. Vai gerar mais despesas com movimentações, gratificações e férias, vai agravar problemas de saúde dos militares que geralmente aparecem nesta fase da carreira e geram ainda mais custos. O militar contribui até morrer, de forma que não existirá economia nesta medida.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics