15 de setembro de 2016

Fazendo História: EASA forma primeira turma de graduados Adjuntos de Comando

Vocês sabem, sou um apoiador de primeira hora da instituição do cargo de Adjunto de Comando no Exército. Como já escrevi aqui algumas vezes, tenho a convicção de que esse modelo, que teve pleno êxito e está consolidado na EASA, pode e deve ser estendido à todo o Exército, pois trata-se de um passo gigantesco (embora muitos não percebam) no caminho da valorização do sargento como profissional militar. Não estamos falando de um processo simples, eis que implica na mudança de uma mentalidade arraigada desde a Missão Militar Francesa, e lá se vão cem anos. Mas é - sem dúvida! - o melhor caminho, talvez, o único.
Pois bem, na esteira do projeto-piloto implantado na 4ª Brigada de Dourados (MS), a EASA acaba de formar sua primeira turma de Adjuntos de Comando. Quarenta subtenentes e sargentos concluíram o curso nesta quarta-feira (14). Parabenizo os recém-formados e aos profissionais dessa Escola em que tive a honra de servir por seis anos.
Leia mais sobre o Adjunto de Comando
Em abril, publiquei um artigo do comentarista Sgt MWF: 

O Adjunto de Comando e um texto didático (II): "isso não é para nós"

Uso o final de seu texto para encerrar essa postagem
"Os Graduados que ora desempenham a função de Adj Cmdo, com toda certeza terão um papel histórico nesse processo, mas no futuro serão apenas retratos em alguma galeria de honra, pois a realidade é que os verdadeiros responsáveis pelas mudanças esperadas pelo Corpo de Graduados e demais Praças (sempre me refiro a nós dessa maneira – grafando em maiúsculo e distinguindo o graduado do não graduado) serão os garotos que estão iniciando a carreira hoje. Eles estarão – espero – livres dos vícios e contaminações que hoje nós carregamos. Por essa razão termino esse texto com a mesma sentença usada para iniciá-lo: “Isso não é para nós".


47 comentários:

1 sgt inf disse...

adj de cmdo????
desculpem-me a ignorância, mas não adianta mudar funções sem mudar as mentes. Esse projeto não vai mudar em nada, é só mais uma cópia de algum pais de respeito, de um exército q honra sua dignidade, o que não é o caso do nosso exército, muito menos do nosso Brasil.

Além do mais, eu não preciso de curso para saber as necessidades da tropa e repassá-las ao comando....perda de tempo!

O comando não precisa de "INFORMAÇÃO", mas sim de "AÇÃO"

Eqto isso, padecemos!

Marcos disse...

Comentários de praças revoltadinhos iniciando em 3..2..1... " ah.. mas o salário tá baixo bla bla bla , ah.. mas até hoje eu não saí QAO bla bla bla , o PM de Brasília ganha mais bla bla bla
Sten Eng Marcos Pinto, RJ ( ativa )

Anônimo disse...

Esse negócio de Adjunto de Comando tem que funcionar de verdade, não ser apenas um cinzeiro de moto !!!

2º Ten QAO WFO

Anônimo disse...

Que o Adjunto de Cmdo leve os nossos pleitos ao Cmdo: PNR; Defasagem Salarial, Nomeação de Praças como Ministro do STM e por aí vai...que seja seja um mero garçon do cafezinho.

Anônimo disse...

http://atarde.uol.com.br/educacao/noticias/1800635-colegios-militares-obtem-melhores-indices-da-capital

Anônimo disse...

Pintar a cenoura da cor da salsicha não mudará o seu gosto.

Anônimo disse...

Só baixar e divulgar ...

Cartilha em quadrinhos da Justiça Militar da União orienta recrutas das Forças Armadas

https://www.stm.jus.br/informacao/agencia-de-noticias/item/6453-cartilha-em-quadrinhos-da-justica-militar-da-uniao-orienta-recrutas-das-forcas-armadas

Anônimo disse...

Sten Eng Marcos Pinto, RJ ( ativa )

Consegui sair QAO no meu primeiro QA, e acho justo as ponderações que todos colocam aqui , quem não chora não mama !!!

2º Ten QAO WFO

Anônimo disse...

Olha aí montedo, está avançando!!!!


2016
CDH - Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa
Situação:
PRONTA PARA A PAUTA NA COMISSÃO
Ação:
Recebido Relatório do Senador José Medeiros com voto pelo arquivamento da Sugestão.
Relatório ( DOC | PDF )

Anônimo disse...

Parabéns aos companheiros pelo Curso. os Senhores são nossos representantes. Não podemos continuar sendo "cinzeiros de motocicletas" ou atendentes de telefone e carregador de pastas. Lutem pelas praças. Sugestões: 1) construção de PNR em campos de instrução que não são utilizados; 2) Subtenente que ao ser promovido a QAO, tem que ocupar PNR de Oficial Subalterno e não permanecer no PNR de ST/Sgt, visto que recebeu o melhor aumento que é a promoção de praça para oficial. 3) Sgt QE ter um número "x" de PNR para ocupar visto que não são movimentados e quando ocupam PNR ficam 30 anos no PNR. 4) Determinar um tempo mínimo de permanência no PNR exemplo 5 anos, tempo suficiente para construção de um imóvel, porém ocorre o contrário o militar ao ocupar o PNR, procura o FAM e troca de carro e pegam um carro do ano 0 km. 5)Militar que possuir imóvel em qualquer parte do Brasil não pode ocupar PNR. (Ex: Sgt "X" possui imóvel em Belém-PA e trabalha em Fortaleza-CE, ocupa PNR e aluga para outro militar o imóvel de Belém-PA). Alguns tem imóvel na guarnição e ocupam PNR e alugam o imóvel para o militar que esta na fila de espera. 6) PNR de Gu Especial somente o tempo mínimo de permanência o militar que optar em ficar além do tempo desocupa o PNR e passa a vez para quem esta chegando com família em um local desconhecido. (EX; Localidade "A"). 7) Militares que estão esperando uma oportunidade em Brasília, sugestão a DCEM realizar uma auditoria em quem possui mais de 10 anos na Guarnição movimentá-los. Conheço colegas que estão 28 anos e no mesmo PNR. 8) Sugestão de melhoria nas indenizações de bagagem. 9) Valorizar finaceiramente militares que possuem cursos operacionais. 10) Medalhas somente valer pontos MARECHAL HERMES, OSÓRIO, SERVIÇO AMAZÔNICO, TEMPO DE SERVIÇO E CORPO DE TROPA. As outras medalhas são por indicação e não existe um parâmetro. Observamos que todos ou quase que vão para Brasília-DF recebem PACIFICADOR e outras, enquanto isto o combatente que esta lá no pelotão de Fronteira, fazendo Patrulha, ralando, não são lembrados. 11) O militar ter acesso aos pontos que a comissão deu, visto que observamos colegas que as vezes são "CONDOR" sempre doentes e na hora da pontuação estão lá em cima nos pontos, enquanto o combatente operacional linha de frente da tropa lá embaixo. (Ex. conheci um colega que sua função era entregar ficha no FUSEX e o outro guerra e paraquedista, salto livre servindo na tropa, recebeu menos pontos que o colega entregador de ficha que era chamado carinhosamente pelos mais próximos de "M41" pela estatura e em homenagem ao blindado. Inclusive a cadeira dele foi reforçada, visto que as vezes ele caia no chão. 11) Maior pontuação para o militar que esta servindo em tropa e menor para quem esta em Hospital, CRO, QG, ICFEX ou seja local sem operacionalidade. Esta é minha sugestão. Desculpem caso não concordem, mas no meu ver com meus 28 anos de serviço é isto ai. Felicidades aos novos adjuntos de Comando.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o autor, o nosso exercito ainda tem muito da Missao Militar Francesa !

Unknown disse...

O fundo da foto e parte do telhado, que aparecem na foto, denunciam a "valorização" da praça. Uma foto da ESAO ou ECEME teriam este cenário ?

Anônimo disse...

Muito pertinentes suas sugestões, pois fazem sentido e creio que poderiam tornar mais justos alguns desses processos. Só tenho reservas em relação a alguns delas, por exemplo, quem tem imóvel é porque economizou para isso, se privando de muita coisa, na grande maioria dos casos, pois nem todo mundo recebe herança. Não acho justo terem tratamento diferenciado. O benefício é para todos. Concordo com as outras ideias sobre PNR.
Sobre as medalhas, ficou alguma coisa de fora, a Max Wolf, por exemplo, que é difícil de ser obtidas e não é concedida por indicação.
Você foca nas soluções e não nos problemas. Essa é a atitude correta, parabéns.
Vamos ver agora se os demais participantes estarão dispostos a discutir estas idéias, de maneira construtiva, ou apenas remoer os problemas existentes.

1 sgt inf disse...

Anônimo15 de setembro de 2016 11:21....vc sabe tudo q precisa ser dito aos nossos comandantes. ..por acaso vc fez esse curso tbm?kkkkk

Anônimo disse...

Quem vai fazer o cafezinho? Ordenança, motorista ou a adj cmdo?

Anônimo disse...

Companheiros na nossa classe temos colegas de alto nível. Ou seja todos nos somos e temos que nos valorizar. O que precisa é existir algumas mudanças. O que eu percebo: Esta promoção a QAO causou um clima "ruim" ou seja uma desunião. No dia 7 de setembro um colega que estava dispensado por ter feito cirurgia, foi de cadeira de rodas e fardado assistir o desfile. O filho dele empurrando a cadeira. Ele ficou perto do palanque para o Cmt ver ele. Ainda falou que tinha que ser visto pelo fato do conceito. Outro colega de CHQAO faz resumão e fica estudando escondido e quando passa algum resumo é com erros. Estamos vivendo um clima de competição muito ruim. O sistema é falho, todos sabemos. Observamos colegas de alto nível e outros fracos e com mais pontos. Esta Comissão tem que dar mais transparência. Uma sugestão seria terminar a promoção por merecimento, deixar somente antiguidade. Medalhas sabemos que não é um critério justo. Imaginem o colega que neste momento esta lá no pelotão na selva, fazendo patrulha e outro no gabinete, quem é mais justo ser agraciado. Observem os Cmt que são exonerados após o Comando, vão para Brasilia-DF, ou seja, como dizem "a vitrine". Cada um tem que procurar o melhor para si. referente ao TAF na minha OM o oficial de TFM filma o TAF, isto mesmo filma todo TAF. No local de entregar o tiket, já assina a planilha que correu até aquele local, será que em outros locais é assim? Os nossos Adjuntos de Comando tem que fazerem um estudo sobre estes fatos. Observo colegas Subtenentes nota 10, que ao verem o QA e perceberem as injustiças, desanimam mesmo. Eu vi um colega guerreiro mesmo, 1º Sgt voluntário para Pelopes, saiu o QA ele estava atrás do "geléia", um colega que era o fotógrafo da OM. Ele "geléia" mas para os íntimos e do circulo e o (gege) que sempre com sua filmadora registrando eventos, (na vitrine) conceito lá em cima e o primeirão que vibrava, montava pistas de orientações, representava a OM em competições, lá no final do QA. Colegas Adjuntos de Comandos agora temos os Senhores, tentem mudar esta situação. Para encerrar, isto é um reflexo negativo para os "lobinhos" egresso das Escolas que analisam tudo isto. Obrigado por este espaço que é muito importante para expor nossas ideias. Somos a base da pirâmide, as praças são a a maioria, por isto unidos conseguiremos nosso objetivos.

Anônimo disse...

Um Sub Ten servindo no norte, a esposa é médica. Ele esta no PNR e já passou o tempo mínimo e ele continua. Este é um de muitos. Outro em Brasília, esposa recebe mais que um General e também está no PNR. "zona de conforto". Enquanto isto o menos favorecidos tem dificuldades de manter o filho em uma boa escola por causa do aluguel. Importante uma auditoria nível Brasil em todos PNR e tempo de Guarnição. Vamos dar sugestão aos nossos colegas Adjuntos de Comando, eles são a nossa voz. Tudo na democracia e disciplina. vamos lá pessoal..

Anônimo disse...

Auxilio natalidade ser igual para todos, tanto oficial como praça.

Anônimo disse...

Parabéns Caros Companheiros pela conclusão do Curso de Adj Cmdo. Tenho, tb, algumas sugestões q Vossas Senhorias poderiam assessorar nossos Chefes:

1º) Sgt QE ocupar PNR de ST/Sgt como está previsto IG 50-01;
2º) Modificação na legislação de Movimentação de Oficiais e Praças, contemplando os Sgt QE com movimentações para qq guarnição, ou seja, idênctico direito tal qual os ST/Sgt de carreira;
3º) Retorno do Auxílio-Moradia condizente com a guarnição que o(s) militar(es) e que sejam beneficiados TODOS os militares;
4º) Extinção das OM e Brigadas dos Grandes Centros Urbanos (22% de todo efetivo militar está no Estado do Rio de Janeiro!!!!!!) e;
5º) Criação de OM e Brigadas nas cidades fronteiriças que NÃO possuem presença militar (nossas fronteiras são peneiras).

Ass: Praça Velha.

Anônimo disse...

Senhores Adj Cmdo, lutem também pela tabela das transferências.
Fui transferido para uma Gu Esp. O que recebi não compra nem um carro popular 0 Km.
Antigamente, militares transferidos compravam uma casa!
Dentre outras situações, essa tabela está extremamente ultrapassada!

Anônimo disse...

Boa noite!
Sinceramente, parem de acreditar nesta instituição falida. Coloquem na cabeça de vocês que militarismo foi criado para oficiais de academia. Praça? Vocês não acham que deveria ter outro nome, ao contrário de um lugar público onde os pombos fazem suas necessidades.

Anônimo disse...

Vejo em alguns comentários pedindo para que os adjuntos de comando levem nossas reivindicações para o comando, Mas que comando é este que a esta altura do campeonato não sabe do que sua tropa, seus praças necessitam. PNR, intertício, salários e etc, são novidades? O Cmt do Exército não sabe disto?
Hoje ouço falar que o pais esta em crise e temos que entender isto, mas no período de 2006 até 2012 quando não estava, porque não conseguimos algo melhor para nós mesmos neste período?
Há lembrei! conseguimos blindados, caças e dinheiro para um estaleiro nuclear, mas faltou alguém avisar os grandes comandantes, que a tropa não come blindado, caça e estaleiro.
E não me digam que os reajustes nesta época foram maiores que os dos demais porque esta piada é velha! os outros órgãos fazem uma greve depois, uma pressãozinha e conseguem o dobro de nós.
Adjuntos de Comando façam alguma coisa realmente útil, não apenas Ofício e cafezinho.

Anônimo disse...

Espero que os Adjuntos de Comando leiam o Blog, o recado é para eles:

- Nossos Comandantes de OM esperam que seu café seja muito bom.

Assinado por um Sgt de uma instituição falida.

OBS: Essa semana fiz uma patrulha com POW!, POW!. (Não tem festim no Batalhão).

Anônimo disse...

Resposta ao anonimo de 15 de setembro de 2016 13:30, sobre PNR

Quanto aos "menos favorecidos" permita-me dizer que dentro dos postos e graduações o salário é o mesmo para todos e cada militar gasta da maneira que achar melhor.
Alguns o utilizam para festas, bebidas e carros novos, outros compram casas e/ou esperam 8, 9, 10 anos em uma fila de PNR.
Não é justo retirar um militar do PNR, porque sua esposa ganha bem, competência dela em ajudar o casal. Não é justo querer tirar o PNR daquele que economizou para ter uma casa própria enquanto o outro gastava suas economias com o carro do ano, repito o salário é o mesmo para todos.
Hoje aquele militar que esta na "zona de conforto", passou anos na fila do PNR, sua esposa estudou muito, para o militar com "inveja", "que não se programou", vir querer chorar por isto.

Aceito a ideia que precisamos de mais PNR, e não tirar quem esta neles.

Anônimo disse...

se ele conseguir fazer o que ta previsto no risg e colocar os mais de 30 vag... da fanfarra de minha om ja ta na ideia...

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkk...esse cargo é uma piada...os baba ovo pira.... quer valorizar? paguem adicionais conforme a função...é inadmissível numa instituição do tamanho do EB um pregoeiro, com varias responsabilidades, formado em direito ganhar a MESMA COISA que o camarada que serve cafezinho no gabinete do cmte. Não é culpa do comandante ou do corinho dele, mas sim da instituição.

Outra piada de mau gosto foi esse local onde tiraram a foto, só lembro das primeiras fotos do pavilhão onde ia ficar a parte adm do chqao la nos fundos da Eslog, fala serio, poderiam ter tirado essa foto na praça em frente ao pav cmdo... q lixo.

Fabio da Cruz disse...

Sinceramente, acredito no sucesso desta iniciativa. Porém, me assusta um pouco ver que grande parcela dos sargentos pouco conhecem sobre ela e acabam emitindo muitas opiniões que demonstram isso.
Vejo que uma grande parcela vê no Adjunto de Comando quase um líder sindical. Sinto informa-los que, dificilmente serão atendidos em seus pleitos. Algumas das expectativas que alimentam em relação aos Adjunto não são nem mesmo da alçada do ministro da defesa...

Anônimo disse...

Instituição falida galera, façam por onde e consigam o melhor em outros concursos, ou então se preparando com curso superior/técnico pra iniciativa privada quando forem pra reserva. Não temos representatividade política e muito menos vontade de obtê-la pois votamos em qualquer um menos nos nossos. Quase todos os Institutos de Leis, Regulamentos, Portarias, etc, relegam o praça ao 3 plano e nossos chefes estão preocupados APENAS com a manutenção de SUAS benesses. Lamentável mas é isso!

Anônimo disse...

A instituição já tem muito bem definida a hierarquia em seus postos e graduações. Qualquer INVENÇÃO nesse sentido é inútil. A voz de um adjunto de comando sempre será mais baixa que a de um Aspirante R/2. Alguém duvida disso? Nas forças armadas não existe representação de classe, ninguém é porta voz de ninguém. Esses senhores da foto estão todos muito preocupados e comprometidos com suas próprias carreiras, todo o restante é discurso pronto e inócuo.

Anônimo disse...

Alguns conselhos - talvez uteis para alguns...
1 - Gritar nao te faz mais forte. TFM faz.
2 - Pense antes de falar.
3 - Se vc precisar dizer a todos o tempo todo que vc eh "antigao," eh porque provavelmente vc nao mostrou o valor de sua antiguidade.
4 - Vc precisa se dedicar muito pra ficar informado e ser menos emocional.
5 - Se vc nao consegue se divertir um pouco todo dia, cara va pra casa...
6 - Nao tente ser assustador. Esse tipo de lideranca nao funciona.
7 - Nunca, nunca mesmo, faca comentarios negativos via internet.
8 - Tudo bem ficar nervoso. Todo mundo fica. A diferenca esta em como cada um age quando nervoso.
9 - Se a tua melhor justificativa pra respaldar tua "antiguidade" e profundo nivel conhecimento sao os teus vinte e poucos anos de servico, amigo, esta na hora de vc ir embora.
10. Nunca se esqueca de que vc nao eh melhor que ninguem... seja mais humilde.

Anônimo disse...

A grande distorção é que este deveria ser o ápice da carreira. sendo na verdade o trampolim para o oficialato. São os famosos "pilotos de disco voador". Fizeram o curso de pilotos disco voador, só que não existe disco voador. Somente com um corpo de graduadosdos do Exército, descolados da carreira dos Oficiais, com valor em sí mesmo, não a busca em transcender o círculo a que pertence e com esta função, que sequer um posto é, diferente do Sgt Major, é que teria uma racionalidade. Criou-se um novo curral. E como foi criado por deuses (segundo o jornal Espadim da AMAM), foi feito a sua imagem e semelhança. Isto é para eles.

Anônimo disse...

Grande a moral de um Adj Cmdo! Qualquer Of Temp, com 20 anos, sem saber nada do EB, mandará nele!
Temos que rever muitas coisas. Inclusive isso!
Boa sorte à todos, porque é o que precisamos!

Anônimo disse...

Melhor comentário

Anônimo disse...

Perfeito

Anônimo disse...

Ao comentário de 16 de setembro de 2016 18:06
Excelente comentário!!!!!!!!!!
O da minha unidade desde 3º Sargento não anda com praça,bajulador nato e ainda foi escolhido pelo coronel contrariando a Portaria.Foi uma decepção para os praças do BTL.

Anônimo disse...

Concordo plenamente. Ę se não for possível construir mais PNR, Aux moradia.

Anônimo disse...

Essa função de capataz, quer dizer, adj cmdo nem chegou aqui na OM e já tem um 1 sgt incinerando os graduados, apesar de que o mesmo é bem fraquinho, mas como o caminho das pedras e torrar os companheiros, ele tá bem pra caramba com os chefes. Nao se iludam, como a grande maioria destes, na função, ele fica o tempo todo tentando convencer que é gente boa e parceiro. Agora, aqueles que defendem essa bizarrice, virão com o argumento: "não temos provas, mas temos convicção, pois trabalhamos com pedaços de realidade", pois, para quem não gosta de pensar, já basta! Mimimi em 3,2,1......

Anônimo disse...

Maior valorização para Cursos.
Exemplo Curso de Perito Criminal, o militar faz uma missão real e muitas vezes é chamado na Justiça para expor o caso. Quase sempre questionado por autoridades.
Paraquedista,Comandos, F.Esp, NavFlu missão real.
Motociclista batedor missão real, alta velocidade tudo para cumprir a missão.
estes tem que serem reconhecidos.
Tenho um colega que "zomba": antigão esta quebrando a cabeça com estes laudos e eu aqui tomando meu tererê e com teu mesmo salário. Esta mentalidade tem que mudar. Tem que mudar isto, visto que o militar que se especializa se "ferra" e o que faz m1a1 esta na boa. Vamos lá Adjuntos de Comando é hora de mudar. Aqui é um espaço democrático. Quem se ofende é porque esta na "zona de conforto". Liberdade de expressão é constitucional ou não?

Anônimo disse...

"(...) E como foi criado por deuses (segundo o jornal Espadim da AMAM)".

Senhores nunca se esqueçam disso aí que o colega escreveu. Numa instituição em que parcela de seus integrantes - justamente aqueles que irão comandá-la - são manipulados para se sentirem "deuses", vocês acham que algo para a plebe será feito?

Imagina a cabeça de um recém saído da adolescência que se acha um "deus"?

Se não mudarem a cultura da Aman - apenas para me referir ao EB - a situação nunca mudará, repito, NUNCA mudará. Pois, eles são "deuses" e nós - praças - simples "mortais" jogados a própria sorte perante a "natureza" manipulada pelos "deuses"

Simples assim.

MPM disse...

Só quero fazer um comentário a respeito do militar que tem imóvel não poder ocupar PNR. O militar que faz esforço pra comprar um imóvel deixando de usufruir de várias benesses da vida. Enquanto outros só pensam em farra carro novo (como foi dito pelo próprio cidadão que questionou isso) noitadas ai nunca conseguem moradia. Pela falta de planejamento familiar ou até mesmo descaso com a família vai poder ocupar PNR e o outro não. Tá de brincadeira meu caro o direito é pra todos.

1 Sgt ACLS disse...

Não concordo com o item q trata de quem tem imóvel. Quer dizer q vou ser "punido" pq me sacrifiquei, peguei minha transferência toda e dei em um imóvel, tive que completar muitas vezes com um empréstimo, q as parcelas se assimilam com um aluguel por vários anos e em contrapartida, quem pegou o dinheiro, torrou com curtição, fez viagens, gastou com carrão, pagou as dívidas q não deveria ter feito vai ter o "prêmio"?! Isso não existe, cada um paga pelo caminho q traça, quem não se preocupou e não sofreu em economizar e pagar suadamente algo, vai ser recompensado? Do jeito q um escolheu em comprar um carrão, o outro optou em uma casa. Do mesma forma que algum militar resolveu investir em um negócio ou algo q gere lucro, ele vai colher os frutos do seu sacrifício por não ter curtido ou torrado o dinheiro.
Outra, a ocupação deveria ser inversa, chegar na guarnição com uma vaga no PNR e ter o limite de uns anos de ficar. Quem chega não tem conhecimento, não conhece as áreas direito, não tem a chance de conhecer igual quem já está a anos na cidade, que teria um bom tempo para depois de anos, alugar algo ou ter construído, com muito mais tranquilidade, de saber exatamente onde vai morar, de saber como vai ficar sua rotina de deslocamento...só acho.

Anônimo disse...

Concluir um curso e ser "mandando" por um R2 incompetente, formado em meio expediente,infelizmente, não é nenhum mérito, e sim mais um triste capítulo de sistema falho e ultrapassado.

Anônimo disse...

Depois de ler os comentários sobre PNR, dá uma vergonha de ser sargento.

Anônimo disse...

A maioria esclarecida já sabe que a criação do Adj Cmdo é um engodo para desunir ainda mais os praças. Sabemos que o Adj Cmdo não terá autoridade alguma perante uma sistema perpetrado desde a sua origem pelos descaso de quem a comanda para os subordinados. É mais um cargo para beneficiar aqueles que locupletam-se com tal sistema. Mas, para conhecimento de todos segue alguns dados sobre a remuneração obtida pelos integrantes das PM de nossa querida Nação. Eles sim tem representação de classe e não um mero fantoche para obterem o respeito a sua dignidade.

Salário das Polícias Militares no BRASIL em 2015
Estado
Salário inicial
1 BRASILIA R$ 7.190,98
2 RONDÔNIA R$ 5.952,80
3 TOCANTINS R$ 4.872,80
4 GOIAS R$ 4.485,92
5 SANTA CATARINA R$ 4.173,85
6 MINAS GERAIS R$ 4.098,01
7 PARANÁ R$ 3.651,75
8 ALAGOAS R$ 3.368,86
9 CEARÁ R$ 3.336,14
10 MARANHÃO R$ 3.333,57
11 ACRE R$ 3.278,65
12 AMAPÁ R$ 3.230,02
13 RONDÔNIA R$ 3.182,66
14 PARÁ R$ 3.155,49
15 PIAUÍ R$ 3.101,21
16 MATO GROSSO R$ 3.067,40
17 MATO GROSSO DO SUL R$ 3.055,49
18 RIO DE JANEIRO R$ 2.909,50
19 RIO GRANDE DO NORTE R$ 2.904,01
20 SÃO PAULO R$ 2.901,63
21 AMAZONAS R$ 2.726,37
22 SERGIPE R$ 2.702,78
23 PERNAMBUCO R$ 2.819,88
24 ESPÍRITO SANTO R$ 2.632,97
25 RIO GRANDE DO SUL R$ 2.632,88
26 PARAÍBA R$ 2.548,16
27 BAHIA R$ 2.497,79

RESPONSÁVEL PELA PESQUISA: DIRETOR DE ASSUNTOS POLÍTICOS DA ABAMF, SARGENTO RICARDO AGRA
1- FONTE DE CONSULTAS- SITES OFICIAIS DOS GOVERNOS ESTADUAIS E TERRITÓRIOS (SECRETARIAS DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS, POLICIAS MILITARES, SECRETARIA DE SEGURANÇA PUBLICA, ASSEMBLEIAS LEGISLATIVAS, ASSOCIAÇÕES DE CLASSE DOS MILITARES ESTADUAIS)

Anônimo disse...

vc deveria usar o tempo gasto pra montar essa tabelinha estudando pra ir pra uma dessas PMs... ze!

Anônimo disse...

Só o Papiro liberta Irmãos!!!

Anônimo disse...

O ST Marcos Pinto vai sair QAO quando ? Pelo tempo que comenta no blog já deve ter estourado a idade.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics