10 de setembro de 2016

RJ: após disparos contra a tropa, Exército ocupa a Linha Vermelha

Exército decide ocupar com tanques a Linha Vermelha
Medida foi adotada neste sábado depois de militares serem atacados a tiros
ANTÔNIO WERNECK 
RIO - Atacados a tiros e pedradas por traficantes de drogas nos últimos dias, o Exército decidiu pela primeira vez ocupar com blindados um trecho da Linha Vermelha, na altura do Complexo da Maré, e não descarta até a possibilidade de ocupar favelas na região se os ataques prosseguirem. A decisão foi tomada na noite de sexta-feira depois de os militares relatarem disparos de bandidos contra a tropa que controla o local. Desde a madrugada deste sábado, quatro tanques estão patrulhando a via expressa: três ficam parados com soldados armados em pontos estratégicos e um circula com militares..
O coronel Mario Medina, porta-voz da Coordenação Geral de Defesa de Área (CGDA) — responsável pela segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos — confirmou as novas medidas. Ele explicou que o uso de blindados na região já estava previsto, mas ainda não tinham sido usados.
— Os blindados estavam previstos naquela região e em outras da cidade. É uma ação preventiva para garantir segurança dos militares e principalmente da população — explicou o coronel Medina.
O GLOBO conversou com militares envolvidos na operação. Eles explicaram que nos últimos dias houve registro de tiros contra as tropas que estão na Linha Vermelha, próximo ao acesso à Linha Amarela. Nenhum militar foi ferido.
— Não queremos, não é nosso desejo, mas se os ataques continuarem não descartamos até a possibilidade de ocupar algumas comunidades da Maré. Ali sempre foi considerada uma área sensível no planejamento — afirmou um militar ao GLOBO.
No planejamento inicial da segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016, as Forças Armadas não iriam ser empregadas no reforço do policiamento ostensivo da cidade. A presença das Forças Armadas nos chamados corredores olímpicos foi para atender um pedido formal do governo do estado ao presidente Michel Temer, que autorizou. Desde então militares do Exército, da Marinha e Aeronáutica passaram a patrulhar a orla da zona Sul (de São Conrado até o Caju), as vias expressas (Linha Vermelha, Linha Amarela e Avenida Brasil), além do Aterro do Flamengo, os dois aeroportos (o Internacional Tom Jobim e Santos Dumont), além do Cristo Redentor e o Morro do Pão de Açúcar.
Ao todo, 23 mil homens das Forças Armadas estão no Rio na segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Todo o trabalho é coordenado pelo CGDA que reúne oficiais das três forças.
A região na Linha Vermelha onde os militares relataram ataques de traficantes fica próxima à Favela Vila do João, uma das comunidades do Complexo da Maré. No dia 10 de agosto, dois integrantes da Força Nacional foram baleados quando entraram, por engano, na favela. Eles estavam usando um aplicativo de celular durante o deslocamento, erraram o caminho e, ao tentar retornar para a Avenida Brasil, ficaram próximos da comunidade e foram atacados com um disparo, segundo informações da Polícia Civil. Um deles, soldado Hélio Vieira, de Roraima, levou um tiro na cabeça e acabou morrendo.
O Globo/montedo.com

18 comentários:

Anônimo disse...

CUIDADO COM OS DIREITOS "DUS MANUS"!

Anônimo disse...

As forcas de segurança tem que dar uma boa resposta para esses piá de bosta, que acham que mandam. Sob Nova direção, agora o direito eh do povo e nao dos bandido. Tem que botar ordem na casa. Sucesso a todos. Aço!

Anônimo disse...

Não adianta muito essa "proteção" paliativa. Os traficantes estão só esperando o término dos jogos para recomeçarem a agir por toda a cidade. Na visão de um simples cidadão, ocupar morros mais estratégicos, mesmo por pouco tempo,ajudaria a perdurar por maior tempo a diminuição dos crimes. Chegamos a esse ponto por causa da irresponsabilidade dos administradores públicos e falta de cobrança da população. O mal e o caos estão instalados e será quase impossível uma reversão desse problema, além de agentes de segurança envolvidos.

Anônimo disse...

Pobre desses camaradas, arriscando as suas vidas em prol de uma nação que não os valoriza! Míseros 2% que em alguns casos não pagam nem uma pizza! Ao mesmo tempo os FN receberam diárias de 550,00 para ficarem aos arredores das arenas! Nós, severinos, 2% para ficarmos tomando tiro de traficantes. Nunca teremos a devida valorização, pois quem detem o poder verde oliva está com as veias entupidas pela política e pelos futuros cargos públicos. Vivamos a realidade!!!

João Luiz disse...

Não adianta de nada ocupar favelas e não dar liberdade ao Exército para agir. Na última ocupação os vagabundos desafiavam os militares escancaradamente e os mesmos não podiam fazer nada, o Youtube está cheio de vídeos mostrando isso...ou se usa a Força para ser realmente empregada para botar "ordem na casa" ou então que as deixem nos quartéis pintando os meio fios e arvores com cal

Anônimo disse...

Se for assim sempre terá tropa de ocupação no RJ, pois lá é comum isso nas comunidades. De poder de força nacional as FFAA, treine as para isso e deixe as constantemente nestas funções já que é algo corriqueiro. Já que dentro das OM só existem embusteiros e leõess de alojamanto que dizem fazer tudo é a hora de provar e fazer algo real para o seu pais e para a população que nos paga. Pois hoje em dias as FFAA nas areas urbanas não fazem nada, só trabalham as das fronteiras e areas especias PEFs.

Anônimo disse...

O certo seria uma resposta RAPIDA, invadir a comunidade.
Essa passividade faz o que resta de respeito ruir.

Detalhe: Forças Armadas é o ultimo pilar do estado. Se cair nao tem Batman nem super-homem.

Léo disse...

Ou seja, " NÃO É NOSSO DESEJO OCUPAR FAVELAS DO COMPLEXO DA MARÉ,MAS SE FOR PRECISO..." Essa afirmação diz exatamente tudo o que o Estado Brasileiro pensa sobre o tráfico de armas e de drogas ilícitas no país: " Se não atirarem do exército não é problema nosso.Hipocrisia total.Triste.

SGT MELO disse...

Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes, Albert Einstein já sabia disso. Enquanto não se mudar o modo de agir com o trafico o resultado vai ser o mesmo, INVARIAVELMENTE. E não me refiro ao aumento da força, até pq isso tbm já foi feito. Busquemos outros exemplos, abramos essas cabeças tacanhas pq existem pessoas de carne e osso morrendo por conta dessa porcaria. Ai já vem alguém me taxar de um monte de coisas. Taxem do que quiserem mas essa tática já é usada desde 1971!!! E o resultado negativo é claro, não acham?

Anônimo disse...

Esperando por que? O serviço deles não para nunca.

Léo disse...

Vencimentos 'VEXATÓRIOS E HUMILHANTES'.General-de-Exercito R1 BINI.Pergunto? O que ele fez, quando estava na ativa, para mudar esse VEXAME E essa HUMILHAÇÃO nos vencimentos de seus subordinados? " Nada,nada,nada".

Léo disse...

Agora serão 35 anos de linha amarela,vermelha,etc,etc e etc- combate ao mosquito da dengue... Até lá,daqui a 35 anos,pelo andar da carruagem, todos os Soldados, de todas as PM,Brasilzão a dentro, terão vencimentos maiores que os Aspirantes-a-Oficial e os Sub-Tenentes em fim de linha.Vergonha e indignação!!!

Anônimo disse...

O Decreto do Presidente Temer saiu, só que a tropa na missão das olimpíadas continuam recebendo 2%, porquê Montedo? Pra Cb tá dando 30 reais.

Anônimo disse...

DECRETO do presidente que DETERMINA pagamento majorado para quem está envolvido nas olimpíadas e pára olimpíadas:
Dec 8847 de 2016

Léo disse...

Simples.Não há interesse em dar condições financeiras decentes para a tropa,nem mesmo diárias que são pagas para os PMs, pois tem que sair do ridículo orçamento da Defesa.E, na hora de negociar o mesmo orçamento, que vai lá é um político de plantão que coisa nenhuma e nenhum interesse tem em dar qualidade de vida compatível para os membros das Forças abandonadas.Entendeu , amigo?

Anônimo disse...

Ficar servindo de alvo, feito estátuas, não é solução para nada disso. Os traficantes, bem armados, protegidos por policiais corruptos, sabem que os militares das Forças Armadas não irão, tão cedo, invadir os morros. Vão ficar apenas enfeitando as avenidas, "protegendo" comitivas.Quando as coisas estiverem totalmente descontroladas e não tiver mais nenhum proveito político, o governo estadual vai pedir a intervenção. Aí a coisa já estará desproporcional.Eles tem condições e efetivo para operações e combate ao tráfico, pois se não tiver, que faça concursos ou deixem os cargos.

Anônimo disse...

PARA QUE SERVE uma LEI que o presidente da República fala que tem que pagar diária então para a os militares nas olimpíadas, se os próprios militares do alto escalão não pagam eles, o MPF tem de averiguar isso vem de pertinho e denunciar esse caso de descumprimento da lei Montedo.

Anônimo disse...

Montedo, sou também esposa de militar e estou sozinha em casa , com medo de bandidos aqui e espero que o Exército honre e mostre para a sociedade que é cumpridor das lei e pelo menos pague meu marido com que o Decreto do Sr Temer diz porque senso eu não terei dinheiro para pagar as contas do mês porque meu marido ganhava auxílio transporte e agora ganhamos menos que antes, porque ele foi escalado para a missão das olimpíadas sem poder reclamar. Estou muito triste com tudo isso e com o descaso com eles todos e das outras famílias também. Confio em seus comandantes e digo pra ele também confiar mas vou falar com a Kelma para nos defender se precisar Montedo.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics