10 de setembro de 2016

MS: três militares do Exército morrem em acidente de carro

Três militares do Exército Brasileiro morreram em acidente na tarde desta sexta-feira (9), por volta do meio dia, na BR-267, entre Porto Murtinho e Bonito.
No veículo havia cinco militares, sendo que dois sobreviveram e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros. Dos ocupantes, apenas os dois sobreviventes usavam o cinto de segurança.
O acidente aconteceu na ponte do Rio Perdido, onde as vítima seguiam para Bonito. Os bombeiros tiveram de usar aparelho de corte para retirar os corpos de dentro do carro.

Os três militares que morreram , foram identificados como Jairo Ortiz, de 20 anos, José Henrique Duarte de Freitas, 20, e João Lucas da Silva Neves, de 18 anos.

As vítimas estavam em um carro junto com outros dois jovens, Luis Felipe Freitas Ayala, de 19 anos, que conduzia o carro e Everton Vaz Ortega, de 19, que estava como passageiro. Eles estavam usando o cinto de segurança e foram socorridos. Ainda não se sabe se os jovens estavam viajando a trabalho ou estavam passeando.
Equipes da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e militares do Exército Brasileiro estavam no local. Causas do acidente serão apuradas.
Amigos e familiares lamentaram a morte dos jovens nas redes sociais. O caso foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Caracol.
Veteranos/Correio do Estado/montedo.com

6 comentários:

Anônimo disse...

http://atarde.uol.com.br/educacao/noticias/1800635-colegios-militares-obtem-melhores-indices-da-capital

Anônimo disse...

O Militar João Lucas da Silva Neves, com 18 anos ????

Anônimo disse...

Que Deus lhes dê descanso e às famílias conforto nessa caminhada difícil.

Ari PF disse...

Está certo. Se alista no ano em que completa 18 e serve no ano em que completa 19.

Anônimo disse...

CMO tem zica mesmo

Anônimo disse...

Uma tragédia, que Deus conforte a família desses jovens.
Mais uma da bruxa do CMO.

Sobre o comentarista de 10 de setembro de 2016 15:58, o alistamento militar é feito no ano que o jovem completa 18 anos para, no ano seguinte, se for selecionado, servir como efetivo variável. Ele deve ser EV e faria aniversário (19 anos) daqui até o final do ano.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics