24 de agosto de 2015

Negativados: calote do governo põe comandantes militares no Serasa

CALOTE DO GOVERNO PÕE CHEFES MILITARES NO SERASA
ESTIMA-SE QUE O CALOTE É DE CERCA DE R$ 200 MILHÕES. FOTO: ROBERTO STUCKERT FILHO/PR
Cláudio Humberto
Comandantes de unidades das Forças Armadas são as mais recentes vítimas dos calotes do governo Dilma. É que a falta de pagamento ameaça a sobrevivência de fornecedores, que, como forma de pressão, negativam comandantes que assinaram contratos de fornecimento de materiais, inclusive comida. Só na área do Rio de Janeiro, estima-se que o beiço das Forças Armadas na praça ultrapassa R$ 200 milhões.

CREDIÁRIO VETADO
Os comandantes das unidades militares federais só descobrem que estão inscritos no Serasa quando tentam fazer algum crediário.

DADOS COMPLETOS
Contratos de fornecimento são assinados pelos comandantes em nome das Forças Armadas, e neles constam todos os seus dados pessoais.

DANO MORAL
Um comandante contou à coluna, que, impedido pelo Serasa de financiar a casa própria, decidiu processar o governo por dano moral.

DIZ QUE NÃO ESTOU
Jaques Wagner (Defesa) calou. A assessoria pediu “casos específicos” de comandantes negativados. Mas a coluna não entrega suas fontes.
DIÁRIO do PODER/montedo.com

18 comentários:

Anônimo disse...

Putz, comandante com nome sujo na praça é esculacho mesmo !!!

MARNO MATTE disse...

Causa estranheza o governo não saber quem está devendo na praça....Eles não sabem tudo da gente??? Parece mesmo que o senhor ministro da defesa veio mesmo para descansar na cadeira...Vida atribulada dá nisso.

Anônimo disse...

Mais uma da série.....
Não tá fácil pra ninguém...

Anônimo disse...

Mas isso é bem feito pra eles que nao tomam uma atitude para por ordem nesse país.
E nao fazem nada pela força,seus militares estao a mingua,individados.
Sendo assim é bom eles ficarem também,serve de reflexão.

Anônimo disse...

Fica até difícil comentar alguma coisa, é o fundo do poço, esse lixo de PT está acabando com todas as Instituições do Brasil.

suzy.tude disse...

J Wagner como "ministro" já é uma piada de péssimo gosto. Comandar as FFAA, aí já é insulto!

Anônimo disse...

É amigos, estamos chegando no fim do poço, essa dos Ordenadores de Despesas ficarem com o nome sujo devido a pagamentos não realizados é vergonhoso para todos nós, inclusive é transcresão disciplinar, previsto no RDE, contrair dívidas além de suas possibilidades, como explicar isso? tà feia a coisa kkkkkk.

Anônimo disse...

Tá uma ZONA esse país hein !!!

Ten Reis disse...

O que mais me assusta é o silêncio do Alto-Comando perante toda essa situação...a impressão que passam é que estão todos de rabo preso

Anônimo disse...

Até agora os militares falaram que não se envolvem em politica, porem a politica estão nos afetando e nos envolvendo, em principal os OD das OM. Ta ficando dificil a situação...
Quando sera feito alguma coisa pelos nossos comandantes com a atual situação, nomes sujos por inadimplencia é fogo, daqui a pouco as promoções serão barradas por estar respondendo processo.

Anônimo disse...

Dizer que não sabia que o nome estava na "rela"? É estranho pois o SERASA avisa que o sujeito está sendo inscrito no rol dos devedores. Foram acreditar na META, olha no que deu.Eles não devem esquentar a cabeça, estão apenas no mesmo balaio de gato que deixaram acontecer. Já estou até acostumado com essas coisas. Toda semana chega um comunicado aqui em casa mas, fazer o quê? Deixar de comer é que não vou.

Anônimo disse...

As empresas fornecedoras até podem negativar o CNPJ das OM, fato que na prática é inócuo, pois as compras realizadas pelas administração pública são feitas por intermédio de pregões específicos para aquela aquisição. Lembro que para realizar um pregão deve-se comprovar a expectativa de crédito (a famosa NC). A empresa, ciente disto, participa do certame, sabendo que expectativa de crédito é uma obrigação do governo em repassar o crédito. Entretanto, a prática nos diz que pode haver atrasos, como tem o ocorrido, pois a DIORFA não está repassando numerário. Ainda, se negativadas, as OM poderão continuar adquirindo com outras fornecedoras.
Agora é sujo uma empresa colocar o nome do comandante, como pessoa física, no SERASA, isto realmente está errado e cabe uma ação jurídica na área civil por danos morais e materiais, FACILMENTE comprovado. Talvez algumas empresas tenham feito isso como retaliação, pois o viés obriga o EB a negativar a empresa, ou seja, empenhou e não entregou em 30 dias com prorrogação de mais 30, terá seu nome inserido no SIAFI de forma negativada.

S Ten Douglas disse...

Governo inventa uma nova Medalha ás vésperas do Dia do Soldado, ao invés do Pacificador a do Caloteiro. Triste realidade, o último apague a luz.

Unknown disse...

Está acabando com as instituições sérias enquanto os sindicatos que vandalizam estão a cada dia mais fortes, absolutos desafiando a própria lei, e nada acontece.

ISMAEL AZAMBUJA ROCHA disse...

Bem, se a Bolívia invadir o Brasil vai ser tudo resolvido. Uma economia forte e estavel poderá investir "en nuestras FFAA".

Anônimo disse...

Se não me falha a memória ouvi dizer que seria divulgado um reajuste para militares já confirmado no dia do soldado ... ???

Andre Gonzaga disse...

Estão querendo diminuir a credibilidade de nosso exército! E estão conseguindo! Comandantes, o que fazer?????

Anônimo disse...

Ao anônimo das 09:44, o reajuste(?) que divulgaram dias atrás é de 25%... em 04(quatro)parcelas, se é que podemos chamar disso, com a primeira em 2016.Apenas para informar, a prévia da inflação de 2015 já está passando de 9%, onde podemos concluir que estamos pagando em vez de receber.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics