22 de abril de 2016

Entendendo o Brasil...

Via Facebook (Paulo Teixeira)


12 comentários:

Anônimo disse...

E outra perguntinha: quanto tempo duram as armações metálicas usadas nas laterais, em contato com a maresia? Obras "modernas" são assim. saem milionárias e precisam de reformas a cada quatro anos, para sustentar os políticos.

Anônimo disse...

Aproveitando a confusão do impedimento da presidente, o vice assumirá. o que está quase certo, e aí, uma "boa" notícia para os militares: mais cortes necessários virão, o que é imprescindível para retomar algum fôlego na economia.E na equipe do governo, a volta do "vampiro" que detesta militar, Serra.Não sei mais se ainda existe sangue nas veias dos militares, para aguentar tanto castigo.

Anônimo disse...

O engenheiro que fiscalizou esta obra está na m..... !!!

cap eng/2006

Anônimo disse...


Que tal esta construtora?????

http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2016/04/22/estande-de-predio-em-construcao-desaba-e-deixa-soterrados-em-area-nobre-de-sao-paulo.htm



Anônimo disse...

Engenharia moderna, irch!!!

Anônimo disse...

Nesses tempos de ampla exposição pública o título do post pode induzir o leitor a achar que por ser militar o engenheiro, a obra centenária seria um exemplo do arrojo do Exército. Não é bem assim e um pouco de história não faz mal a ninguém pois trata-se de obra construída em terras que pertenciam a família do militar, seu pai, o Comendador Jacob Niemeyer.
Segue o link para consulta:
"http://www0.rio.rj.gov.br/pcrj/destaques/especial/avenida_niemeyer.shtm"

Anônimo disse...

Faltou falar quais partidos. Isso, nem pensar? Afinal, quem apoia Temer, não pode.

Garivaldino Ferraz - Brasília disse...

Anônimo das 14:57: me parece que o foco da publicação está na qualidade da obra. Até porque o nome Niemeyer nos leva mais facilmente à lembrança do "comunista mais ávido pelo vil metal que o mundo produziu".

Anônimo disse...

Já tem ptistas se infiltrando aqui com seus boatos intencionais. Se Temer conseguir assumir mesmo, já será lucro para o país. Estamos naquela máxima: "Dos males o menor!" Não tem outro jeito! Corruptos não são só os políticos, como querem fazer parecer. O povo também se corrompe por Bolsa Família, gato de água e de luz etc. Então, a diferença está só no montante recebido. Portanto, se virar deputado, senador ou presidente, só vai roubar bem mais.

Anônimo disse...

Prezado Gerivaldino a intenção do meu comentário não foi debater o post com viés político, mas contribuir de modo a acrescentar um dado histórico sobre a obra que foi custeada com a contribuição da família do engenheiro. Sobre o "comunista mais ávido pelo vil metal que o mundo produziu" suponho que você se refira ao arquiteto Oscar, nesse contexto creio pertinente você individualizar para que se faça justiça ao patronímico. A título de exemplo e ainda sob enfoque histórico temos o reverso da medalha, reverso por ser católico, o Dr Antônio Augusto Ribeiro de Almeida Niemeyer, ex-ministro do STF e avô do arquiteto. Respeito sua opinião mas não comungo da idéia de atribuir o rótulo que você externou à toda família.

Garivaldino Ferraz - Brasília disse...

Ao comentarista Anônimo das 23:39: efetivamente foi um equívoco generalizar a minha opinião a respeito de Oscar Niemeyer. Lamento se algum descendente do engenheiro Niemeyer tenha se ofendido. Não foi essa a intenção. Por outro lado, não sendo do RJ, fico grato pelos detalhes históricos a respeito da obra de engenharia e das pessoas envolvidas em sua concretização.
Cavalaria!

Anônimo disse...

Caro Garivaldino Ferraz, Osório nos une. Força e Honra!!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics