21 de setembro de 2015

Boca no trombone: tenente do Exército denuncia irregularidades no sistema de promoções ao QAO


Em vídeo, o 2º Tenente do Quadro Auxiliar de Oficiais Messias Sant'Ana Dias denuncia as irregularidades no processo de promoções de subtenentes e sargentos, particularmente no seu caso.
Após obter na Justiça Federal de Brasília  uma liminar que suspendia as promoções dos Subtenentes de Infantaria ao QAO em 1 de junho passado, o Tenente Messias Dias teve seu processo analisado e sua promoção em ressarcimento de preterição aprovada em tempo recorde pela DAProm.



Leia a íntegra do processo:

161 comentários:

Anônimo disse...

Infelizmente o militar passa a ser visto diferente depois que entra na justiça contra as FFAAs. E, no caso deste militar, o fato de estar com problemas psiquiátricos é mais complicado ainda.
Meus cumprimentos pela coragem e iniciativa !

Anônimo disse...

Calma irmão. Você é um exemplo de perseverança. Cuida da sua saúde que é o mais importante agora.

Anônimo disse...

Farei o mesmo com essa palhaçada do QAO.

Anônimo disse...

Assinou a certidão de óbito militar. Pode ir pra reserva.

Anônimo disse...

Já lutei contra o sistema e sei o quanto é difícil.

Anônimo disse...

Foi promovido e está reclamando e ainda vai tomar uma "rebordosa" de graça!

Anônimo disse...

Infelizmente tem que ser assim mesmo, só denunciando à mídia esse "processo enigmático" que é a promoção dos praças do EB.Mas isso é apenas um grito de socorro em um deserto vazio, pois no país do carnaval ninguém se preocupa com nada ....

Cap Com /2002

Anônimo disse...

Parabenizo o companheiro pela coragem pois você lutou por sua família diferente de muitos covardes que aceitam tudo calados e preferem mendigar ao altos coturnos.

Anônimo disse...

Depois vêm uns gaiatos aqui defender a lisura do crespo e transparência das trevas.

Anônimo disse...

Só falou agora pq saiu QAO, queria ver falar como Sub Ten (Praça), o que não vejo a pelo menos a 26 anos dos 29 que possuo e digo ainda, faltam 4 meses e alguns dias pra abandonar o barco. O último apague luz e fechem a porta. 2º Sgt QE

Anônimo disse...

alguém tem de abrir essa caixa preta que é a promoção a QAO, aonde está escrito os critérios para distribuir esses pontos???

Anônimo disse...

Muito lúcido, muito claro, muito objetivo... Pensamento seria, com tds esses problemas relatados e outros e muitos outros, vamos melhorar, vamos aperfeiçoar, Vamos modificar pra ajudar, Massss SQN... nossos Cmts olham isso como uma afronta, como uma guerra, e nada se faz pra melhorar, infelizmente so a justiça para q as coisas mudem. Brasil Acima de Tudo.

Anônimo disse...

Oficial do EXÉRCITO divulga documento onde revela detalhes do processo de promoções ao QAO.: http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2015/09/oficial-do-exercito-revela-detalhes-do-processo-de-promocoes-ao-qao.html

Anônimo disse...

Não acredito mais no Exército.....

Anônimo disse...

A coragem desse militar deve ser um exemplo a ser seguido pelos nossos generais!!!

Anônimo disse...

Se mandarem para a reserva, vá, mas não desista na corte maior. Ela é quem manda e recupere seus direitos. Conheço militar que foi recusado seu engajamento, demitido por conceitos indevidos na sua ficha. O responsável pelos conceitos não valia o que o gato enterra. Era um sujeito imoral e outros adjetivos, conhecido por toda a organização. O militar demitido, entrou na justiça, demorou um pouco e ganhou. Tiveram que incorporá-lo novamente, conseguiu depois todos os pagamentos devidos, as promoções perdidas até suboficial e, até ajuda fardamento da última graduação, pois estavam exigindo que ele comprasse o fardamento com o próprio dinheiro.

Anônimo disse...

Aquela promoção relâmpago dos taifeiros, na Aeronáutica, muitos sem o ensino fundamental e sem atender os pre-requisitos exigidos para a promoção a Suboficial quebrando a hierarquia e não contemplando os Especialistas da Aeronáutica, que carregam o piano, é mais um absurdo.

Anônimo disse...

Está de parabéns o companheiro!garra e coragem que sirva de exemplo para outros injustiçados,felizmente a justiça está sendo feita até para os peixes graúdos, imagina para essas falcatruas de porão!Boca no trombone e justiça neles!

Cap FAB disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cap FAB disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cap FAB disse...

Parabéns ao colega!! É desse tipo de militar que precisamos para, inclusive, obter mais respeito dos que não respeitam a carreira de um SGT, seja no EB, FAB ou Marinha.

Anônimo disse...

Admirável a atitude do Tenente... Está defendendo os seus, literalmente...

Tenente, ao senhor, minha mais vibrante continência !!!!

Ten QAO/90 disse...

Depoimento corajoso, mas só gostaria de lembrar ao companheiro que a entrada dele no quadro se deve à esse sistema distorcido que ele agora crítica, pois praça de 91 entrando no quadro enquanto ainda temos subtenentes da turma de 86 (muitos) é um absurdo, não acha companheiro??

Anônimo disse...

Desnecessário...

Rosseau

Cap FAB disse...

Enquanto Taifeiros se deliciam c suas promoções a SO. Qesa ganhando da justiça o direito de galgarem mais graduações na carreira. Os Sargentos de Escola são menosprezados e continuam sem CARREIRA!!!

Luis Fernando Smidt disse...

Como sempre. o nosso valoroso EB só acerta as contas na Justiça...

Kelma Costa disse...

Ao conviver por tantos anos junto ao meu marido e ter muitos amigos dentro das Forças Armadas tenho observado e ouvido a insegurança das praças no que se refere a suas promoções. Pois, como elas são realizadas por portarias ninguém nunca sabe o que vai acontecer; é sempre uma expectativa angustiante e muitas vezes frustrantes. Pois durante esses anos houve várias mudanças no interstício (que é o tempo de uma promoção para outra). Junto a isso ainda há os critérios de promoção por antiguidade e por merecimento; o que ultimamente vem causado desconforto e revolta principalmente no caso da promoção dos Sub Ten ao oficialato que foram na sua maioria por merecimento e isso deixou centenas de Sub Ten mais antigos de fora.

É de conhecimento de todos os militares que o sistema de avaliação não é um sistema perfeito e na maioria dos casos injusto. pois as Unidades Militares são diferentes, com funções distintas e a avaliação é igual para todos. É CLARO QUE QUEM TRABALHA EM UNIDADE OPERACIONAL É DIFERENTE DE QUEM TRABALHA EM OM ADMINISTRATIVA. Só por aí o sistema já mostra sua injustiça, pois quem trabalha “colado” no Chefe será avaliado diferente daquele que o Chefe vê raramente, quando alguém questiona esse fato, a resposta que obtém é: ISSO É AZAR MILITAR ou NÃO ESTÁ SATISFEITO VÁ EMBORA!


Original/Completo em http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2015/09/oficial-do-exercito-revela-detalhes-do-processo-de-promocoes-ao-qao.html

Anônimo disse...

Só tenho uma coisa a dizer: Meus parabéns, pela coragem e pela devida promoção!

Anônimo disse...

Parabéns ao companheiro!
Pena que o Sr esqueceu de colocar que as promoções até STen também estão sendo manipuladas pela Comissão de Promoção de Sargentos, não estão seguindo o que a Port nº 006-EME, preconiza, pois o entendimento da mesma é um e a resposta que estão dando aos requerimentos de promoção em ressarcimento de preterição é totalmente diferente do que está escrito na Portaria.
Sr Cmt do EB, vossa Excelência tem o poder de fazer justiça aos seus Subordinados que estão sendo prejudicados por esta Comissão, então peço que a faça, acabe com a mesma.

João Luiz disse...

Fico impressionado com a surpresa de alguns quando se fala sobre a promoção a QAO. Todos estão carecas de saber que existem vários furos e injustiças nessa promoção e que, com certeza o Exército tem conhecimento disso e nunca fez nada para corrigir esses erros e nem vai fazer. Quem nunca viu aquela subtenente vagabundo, cheio de punições na sua carreira, conceito baixo, mas que é promovido a QAO, enquanto se vê excelentes subtenentes sendo preteridos em suas promoções ficando tão desgostosos com a injustiça e que acabam pedindo a reserva? essa promoção a QAO é um verdadeiro festival de mentiras e furos, que a força tem conhecimento, mas pelo visto não tem o menor interesse em resolver.

Raphael Alvarenga disse...

Parabéns pelo posicionamento. Existem alguns Cmt que não têm nenhum perfil para comandar. A Instituição está sendo vilipendiada por alguns deles. Não foi assim que aprendi.

Anônimo disse...

Parabéns Tenente pela coragem e pela promoção. Sua atitude me inspira e já estou organizando os meus documentos para recorrer sobre o meu conceito que é ruim para entrar no QA. Sou de 92 e tenho certeza que serei injustiçado, pois não tomo cafezinho com o chefe e não gosto de bajular ninguém. Acredito que se houvesse uma enxurrada de ações como a do tenente não teríamos um processo de promoção tão injusto como o nosso. Afinal, estamos fazendo CHQAO para quê? Por que que a nota do CAS pesa mais que a do CHQAO? Um CAS dura 3 meses, o CHQAO 2 anos. O CHQAO habilita e é inerente ao oficialato, então por que que ele é um curso sem peso no processo? Altos Coturnos, me respondam!

Anônimo disse...

Muito bom.
Sei que muitos irão criticar. Mas muita coragem.
Quem concorda com o modelo atual esta sendo beneficiado ou não assiste nem TV.
Como pode o ST possuir vários cursos fora do EB e não servir para nada. O Praça faz o curso junto com o oficial vale ponto para promoção para um e o outro não (pós-graduação).
A seleção para promoção, transferência, monitores e outras não existe transparência. Quem defende este modelo e porque e mafioso ou corrupto ou puxa-saco.
Sei de ST que também foi prejudicado e não entrou na justiça, deveria entrar.
Contrariou:
Constituição federal - Art. 37
Lei de Acesso a Informação LEI Nº 12.527, DE 18 Nov 11.
Estatuto dos Militares (LEALDADE) o subordinado também têm direito.

Anônimo disse...

O bom seria uma campanha pedindo transparência nos processos administrativos no EB.

Anônimo disse...

Quem deve avaliar os Sgt deve ser os próprios Sgt.

Anônimo disse...

Senhora Kelma Costa, minha admiração à senhora, pelo seu comentário coerente, ele descreve toda a nossa realidade como praça das Forças Armadas. Insegurança quanto à carreira que escolhemos é algo corriqueiro em nossa rotina. Diferentemente dos oficiais, que têm várias promoções, enquanto uma praça tem somente uma no mesmo período de tempo, sem mencionar o fato de não serem recíprocos os mesmos critérios de promoção em ambas carreiras, pois diferente da praça, o oficial sabe exatamente o dia e hora de cada de suas promoções durante toda sua vida militar, sem turma ultrapassando outra, sem frustrantes atrasos de 6 meses, 1 ano.

Anônimo disse...

Nas PM e BM não existe idade limite, para os já militres, para nenhum concurso.
Será que eles estão errados e somente nós certos. Quando copiam as coisa aplicadas em outros países só copiam as coisas ruins.
Quem deve compor a comissão são os militares do QAO e STen.
Quem deve avaliar a tropa deve ser a própria tropa.
Como um militar que passou a vida toda em vida boa vai ser prejudicado.
Existe militar, sem curso operacional, sem missão no exterior, sem Comando de TG, sem monitor, sem Adj de pelotão, sem Cmt de GC, sem ser sargenteante, sem ser Encarregado de material, única guarnição na carreira e Brasília.
Este militar citado possui medalha, e claro o Sr José Genoino e outros de Brasília também possuem. Vários militares com este perfil são os cabeças das turmas.
Pergunto o conceito e estresse dos militares serão idênticos. Algumas funções a passagem do Sgt deveria ser obrigatória.
Outro sistema seria provas em todas as promoções.

Anônimo disse...

só o que faltava, exploração política

Anônimo disse...

Parabéns ao companheiro de farda. Ah se os nossos comandantes tivessem a coragem e o patriotismo desse MILITAR.

Anônimo disse...

Nem todos merecem serem oficiais...tem gente que ficou na moita a vida toda, nem chefe de viatura foi, não correu riscos, indo para uma missão no exterior, ou chefiando um Tiro de Guerra, ou até mesmo se trancafiou em sua OM, tendo uma ou duas transferênciazinha, e agora vem querer ter o mesmo tratamento dos outros, por isso concordo que a promoção seja somente por Merecimento, quem quer que faça sua parte...

Anônimo disse...

Vou entrar na justiça também para rever o meu conceito, pois estou sendo muito injustiçado e vou ser prejudicado quando entrar no QA. Conheço um colega meu que está com 5 As trabalha meio expediente em Policlínica enquanto eu sirvo e Blog ralando o dia todo não tenho um A. Aí eu pergunto é questão de sorte ser promovido a QAO?

Jadir Araujo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Parabéns ao nobre Oficial!
É de militares assim que precisamos que tenham coragem de enfrentar a Administração Militar que não cumpre o que esta escrito em seus regulamentos, leiam a Port nº 006-EME, de 9 JAN 15, que preconiza as promoções por TURMA DE FORMAÇÃO, onde não haverá mais ultrapassagens pela turma de formação subsequente.
O Art 10º é bem claro e diz que na promoção de JUN do ano de “A+1”, e, ao final,TODOS os militares abrangidos pelos limites, que atendam aos requisitos exigidos, devem ter sido promovidos, evitando-se ultrapassagens por militares da turma subsequente.

O Art 11º diz que na 3ª etapa será promovido os remanescentes da turma de formação abrangida.

Mas a DAProm pelo visto está tendo dificuldades para compreender a Portaria, uma vez que nos diversos Despachos em resposta aos diversos pedidos de promoção em ressarcimento de preterição, onde os militares prejudicados alegam que não foi cumprida o que preconiza a referida Portaria, eles dizem que o fato desses graduados terem sido ultrapassados passaram a pertencer ao universo de promoção da turma ultrapassante, porém a Portaria é bem clara as promoções são efetuadas por turma de formação e não universo ou turma de promoção.

A Lei Complementar nº 095, de 26 FEV 98, diz que a Administração deve articular a linguagem, técnica ou comum, de modo a ensejar perfeita compreensão do objetivo da lei e a permitir que seu texto evidencie com clareza o conteúdo e o alcance que o legislador pretende dar à norma.

Então a Port nº 006-EME, de 9 JAN 15, não está redigida de acordo com a pretensão que a Administração Militar quer dar a norma, uma vez que a mesma tem um entendimento e é respondido com outro entendimento totalmente diferente.

Aos Sargentos das turmas de 93 e 98, que foram prejudicados e que deveriam ter sido promovidos em 1º JUN 15, tomem coragem e entrem com requerimento de promoção em ressarcimento de preterição e se derem nega, criem coragem e entrem na justiça, pois com certeza a mesma irá reconhecer que houve erro Administrativo.

A Administração pode consertar esse erro que é promover todos sem terem que solicitar, pois é previsto no Estatuto do Militares e não há necessidade de haver vagas na promoção em ressarcimento de preterição.

Sr Cmt do Exército mostre que o Sr não comanda somente para os Oficiais e sim para todos e faça justiça, mandando a DAProm promover todos os graduados que foram prejudicados na promoção de 1º JUN 15, das turmas de 93 e 98, cumprindo assim o que determina a Port nº 006-EME, de 9 JAN 15, caso o Sr tenha duvidas leia a mesma e a interprete e compare com as respostas da DAProm, para ver se esta clara conforme determina a Lei Complementar nº 095, de 26 FEV 98.

Não deixe que esses graduados tenham que entrar na justiça para ter seu direito à promoção reconhecida.

Anônimo disse...

As Sras Kelma Costa e Ivone Luzardo são duas guerreiras pelos nossos interesses. Parabéns! Devíamos todos ter um pouco de vergonha e união e dar nossos votos a elas.

Anônimo disse...

Não entendi o companheiro do comentário do dia 21 de setembro de 2015 10:50 (Ten QAO/90), o cara se achou prejudicado e ingressou com ação judicial, cabe a quem também se achar prejudicado que acione a justiça, não podemos criticar o companheiro por ter ido à justiça fazer valer seus direitos. Pelo amor de Deus não que mentalidade mais pequena.

Anônimo disse...

Na força aérea brasileira eu só queria três coisas:namorar a menina que o soldado namora,comer a comida que o taifeiro come,e por último gostaria de ter a moral que o especialista ACHA que tem.Abraço.

Anônimo disse...

O 2 Sgt QE, que fez comentário no dia 21 de setembro de 2015 08:11, amigo a ação foi impetrada como subtenente com a finalidade de ser promovido a 2 Ten.

Ubirajara Felix disse...

PTatria Brasil.

roberto da silva barros disse...

sou do CFS 88, 3º B Com Ex, tenho 5 A e o restante B, não tenho punição, e vou pro 4º QA e não sei se vou galgar a promoção, e tenho visto cada lixo ser promovido que me envergonho de acordar de manhã e fazer a barba... essa COMISSÃO é uma PALAHAÇADA...eles promovem quem eles querem......
mas se não sair em dezembro, em janeiro to entrando na justiçã, doa a quem doer.

Anônimo disse...

Meu amigo....ele fez mais como ST do que como QAO...: Entrou na justiça!!!!.

Pesquise melhor antes de escrever....

Abco

Anônimo disse...

Fui censurado.

Anônimo disse...

No Exército ainda existe a possibilidade do ST ser promovido a 2º Ten QOA, mas na Marinha, por exemplo, quem quiser ser Oficial Auxiliar tem que fazer o concurso dentro da Força. Quanto a essas avaliações ou pontuações, acho que um militar que está servindo no ar condicionado nunca poderia ter uma pontuação maior que a de um militar operativo, a não ser que esse militar já tenha em seus assentamentos histórico operativo anterior.

Anônimo disse...

E o que dizer de um sub que sai QAO somente por jogar futebol com o chefe e tocar violão na seção...e um outro que vivia baixado a vida toda e se esquivando quando sgt, e quando saiu sub, para se livrar da função de encarregado de material implorou para outros sub, mais antigos que ele, assumirem a função. Puxação de saco de uns lacaios que além de babarem o comando, ainda por cima queimam os outros praças.

Anônimo disse...

Sou Sargento da Turma de formação de 1998 e vou entrar na justiça, caso o meu requerimento de promoção por ressarcimento seja negado. Na legislação em vigor não existe o termo "turma de promoção" conforme os "doutores" da DAPROM alegam. Não dá mais pra ficar parado, deixem de ter medo, não dá mais pra ter motivação por uma carreira que pode ser mudada com uma simples assinatura de um general porque sua mulher dormiu de calças...

Anônimo disse...

Que nada....
Agora ele é promovido por decreto e não por portaria....

Anônimo disse...

Um fato muito grave que ocorre no EB e que todos sabem, porém, não conhecem a extensão e a profundidade do problema: quase todo militar que entra na Justiça por mais justa e legal que seja à causa, ganhando ou perdendo, fica marcado para sempre e sofre uma perseguição velada, porém implacável. Conheço casos de excelentes militares que após impetrarem ações na Justiça, tiveram seus conceitos bruscamente depreciados, nunca mais conseguiram cursos, transferências e tiveram às suas ascensões terrivelmente prejudicadas mormente àquelas mais dependentes do nebuloso merecimento. Promoção a QAO então, tornou-se um sonho cada vez mais distante para cada um desses cidadãos(militares),os quais cometeram o único crime de defender o seus diretos e a esperança de proporcionarem uma vida mais digna às suas famílias.Não se pode confundir discricionariedade com abuso de poder, abuso de autoridade e arbitrariedade. A "lei do silêncio" que todos nós sabemos existir nas ruas e/ou em certas comunidades por esse imenso Brasil afora, não deveria macular qualquer Instituição que tem como missão precípua a garantia do Estado Democrático de Direito.

Anônimo disse...

Para o oficialato o correto é concurso tal como a FAB faz, pena que só chegam ao oficialato algo entre 2% a 3% dos sargentos.

Não existe sistema que não seja falho, mas sei que há pontos distribuídos à todos pela comissão do EB e ai é a "discriocionariedade" erra, pois tornar fácil ajudar ou prejudicar alguém.

O EB tem essa questão de uma turma dar , carona na outra conforme os pontos, os "méritos" do guerreiro, já na FAB isso não ocorre. Uma vez novinho, sempre novinho, uma vez moderno, sempre moderno.

Cap FAB

Anônimo disse...

Carreirista. Provavelmente usou o sistema toda carreira, agora o sistema o utilizou. O militar em questão não aprendeu a dança das cobras. E vamos para o youtopas!

Anônimo disse...

Apenas uma coletânea dos comentários sem comentários. Quando o homem aprendeu a escrever, a primeira coisa, por lógico, foi juntar as palavras. Enquanto muitos foram além - juntaram-nas e entenderam seu significa e seu alcance - , outro permaneceram apenas na fase primitiva, a de juntá-las. Eis alguns exemplos:

- Assinou a certidão de óbito militar. Pode ir pra reserva.
- Foi promovido e está reclamando e ainda vai tomar uma "rebordosa" de graça!

- Só falou agora pq saiu QAO, queria ver falar como Sub Ten (Praça), o que não vejo a pelo menos a 26 anos dos 29 que possuo e digo ainda, faltam 4 meses e alguns dias pra abandonar o barco. O último apague luz e fechem a porta. 2º Sgt QE
- Desnecessário...

Anônimo disse...

Muito bom, companheiro!!! O Cara tem que ter culhões para dizer o que você disse. Tem muito milico que pensa o mesmo e ao ser injustiçado pela força em vez de reagir, baixa a cabeça para que coloquem a cangalha. Talvez o EB um dia descubra que o século XXI já chegou e evolua um pouco.

Anônimo disse...

Tenente Messias, quem vive por pontos, por pontos morrerá. Veja bem, se o senhor conseguir um monte de pontos com uma batida de frente com uma "Scania" e ficar inválido definitivamente, será promovido a um posto a cima, ou seja, capitão. Com essas suas declarações bateu de frente com a instituição e não vai ganhar nenhum ponto. Quem geralmente corre atrás de pontos, deixa muitas cicatrizes em outrem. Na nossa vida nada acontece por força do acaso, tudo tem uma razão. Pelo visto, o Tenente Messias não tem perfil de oficial, no entanto, segundo suas declaração está ficando doido. Pois bem vai ser reformado como capitão, sem pontuação. E ponto final.

Anônimo disse...

Se ele que é da Tu 91 está indignado, imagina eu que sou de 88 e ainda aguardando a boa vontade da DAProm. Se não sair agora em Dez/2015 entro na justiça também. Parabéns Messias !

Anônimo disse...

“PODER DISCRICIONÁRIO”
Ao ler o processo verifica-se que nas informações prestadas pelo Exército (DGP/DAProm), mais uma vez, como é de praxe, evoca o tal “PODER DISCRICIONÁRIO” Ah! Esse poder discricionário?! É uma caixa preta, tem causado muita injustiças e tristezas, em diversas oportunidades na administração militar. Tem impactado a vida de muita gente séria e honrada. Tem gente que não tem condições alguma de exercer o tal poder discricionário que está a fazê-lo, e o resultado está sendo o mesmo que o de um chimpanzé com bisturi na mão em uma cirurgia cardíaca. Assassinando reputações e ânimos alheios.

Anônimo disse...

Parabéns ao Ten Messias Dias. Cuida em recuperar-se, para o seu bem. Não dê o gosto ao seu algoz de fragilizar sua saúde, sua família precisa de você inteiro, e aliás você está muito bem, parece um menino, rs. Breve isso fará parte de um passado.

Anônimo disse...

Vocês já pensaram o tanto que a situação deste tenente se contrasta com o tal ADJUNTO DO COMANDO, e estes últimos feitos que dizem ser para valorizar a praça?!
Bastaria a coragem do olho-no-olho e o respeito. A tentativa do convencimento, ao menos. A lealdade é uma mera palavra a mais do Estatuto, e ela anda esquecida na força. Se tiver algum aluno da ECEME lendo, avisa o Gen Elias, para tirar tempo de alguma instrução e enfatizar em vocês a lealdade com o subordinado, faz favor. Obrigado.

Parabéns ao Ten Messias Dias.

Anônimo disse...

Dentro do tema sobre funções exercidas ao longo da carreira como sendo objeto de avaliação funcional, eu incluiria ainda a observância como item de avaliação a DISPONIBILIDADE PARA ATIVIDADES MILITARES. Em tal critério, por exemplo deveriam ser levado em consideração a quantidade de dias de afastamento do serviço (licenças, dispensas médicas, funções que deixam fora da escala de servico) e ainda, aí caberia ao OM "levantar", os militares que SEMPRE PAGAM serviço, pois afinal de contas quem tira serviço está mais sujeito a cometer erros do que quem não tira e, convenhamos, é no serviço e nas missões que vemos minimamente a capacidade do militar para solucionar problemas, assim como também parte da sua rusticidade, pois trabalho dentro de seção não é parâmetro para o chefe realizar uma avaliação mais completa do militar.

Anônimo disse...

Parabéns pelo comentário, mas tenho que ser muito sincero. É só no papel que o EB é lindo. Bizu para quem está lendo esse comentário: papira!!! Seja para sair, para conseguir um promoção (QCO, IME, e outros) papira praça. Como dizia uma professora minha: Só o conhecimento liberta.

Sou 3º sargento de 2010 e meu farol é conseguir o QCO!!!
Vou ser muito sincero mais uma vez: Não me vejo Sub-Tenente. Não é porque acho indigno ou qualquer outra coisa, mas porque o praça não tem valor (é fato!!!)

Abraços a todos.

Anônimo disse...

considero a política de promoção do QAO do EB ao sistema de cotas do governo federal, explico:

os STen que desde o início da carreira buscam o QAO, sabem que por seu "tato" e alguma coisa de prestatividade durante a carreira poderão sair QAO sem grandes problemas, porém, sabem que para ascender sobre os mais antigos é necessário que esse sistema injusto se mantenha.

o fato de o militar ter sido punido, nem sempre é um demérito, pois sabemos que não é raro militares serem penalizados pelo fato de peitar um superior hierárquico arrogante e imbecil.

o ideal e mais razoável seria simplesmente atentar pro que está escrito na Lei-mãe das FA, qual seja, o ESTATUTO DOS MILITARES (E-1), onde o art. 60 deixa claro que todas as promoções serão efetivadas com base nos critérios de ANTIGUIDADE e MERECIMENTO.

assim, a ascensão da praça em todos os QA, obedeceriam os critérios sobreditos, de modo que cedo ou mais tarde todos saíssem QAO, tal como ocorre com os OFICIAIS DA AMAN.

penso que a PRAÇA que não concorda com esse princípio de justiça - ISONOMIA - se considera implicitamente um ser inferior, profissionalmente falando.

não vejo o por que desse enredo todo em torno duma progressão até chegar a oficial por tempo de serviço, isso deveria ser tão comum quanto o processo das promoções até STEN.

mas voltando ao ponto onde encabeço dizendo da relação com cotas, digo: os negros por exemplo, não suportam as práticas discriminatórias - e estão certo - que nesse particular, de pronto invocam a igualdade perante a Lei, PORÉM, fazem pouco caso quando a Lei dão a Eles privilégios sobre os brancos em relação aos concursos públicos e afins, de modo que deveriam também ter o caráter de RENUNCIAR a essa política que os tornas de certa forma, INFERIORES ao resto da raça humana, e assim se considerar IGUAL A TODOS NA HORA DE CONCORREREM EM IGUALDADES DE CONDIÇÕES COM AS DEMAIS PESSOAS.

E é justamente ai que entra a minha analogia com os STEN que passam na frente dos mais antigos de forma deliberada e muito precoce; quando os mais antigos levam balão nas promoções, os que deram o dito balão, SÓ LAMENTAM, mas não admitem que se não fosse esse sistema obscuro de promoções sem critérios objetivos e em desacordo com o art. 60 do E/1, teriam que aguardar mais alguns anos até saírem no tempo certo, seja por merecimento, seja por antiguidade.

Portanto, uma proporção de 5x1 nos QA para o QAO seria muito justo e razoável, ou seja, para cada um STEN promovido por antiguidade, sairiam 5 por merecimento.

Atenciosamente,
2º Sgt COM - CFS/2000





Anônimo disse...

Em mais de 10 anos de EB, já vivi e presenciei muitas covardias, por dentro de uma farda existem homens pais de família senhores Cmts, nós não somos acéfalos para acreditar nessas ladainhas esses altos estudos para a promoção de praças, o militar quer o bem estar da sua família esperar quase uma década para obter um ganho salárial de 300 reais é uma piada de mal gosto é essa a diferença no líquido de um 2sgt/para 1Sgt, nosso EB é jurássico em vários aspectos pra acabar com essa polêmica criem o concurso de admissão ao oficialato aos moldes da FAB o CFOE curso de formação de oficiais especialista todos oriundos da graduação de sargentos com + de 5 anos de formação e nível superior, isso sim é meritocracia que os senhores tanto adoram propagar o "EB é um instituição meritocrática" a realidade é bem diferente. Existem três portas: Alistamento Coitado tá f....., ESA: escolheu mau agora carregue sua cruz por 30 anos e finalmente AMAN: Seja bem vindo ao nosso exército!! Cansei de ver companheiros se matando para terminar sua faculdade na maioria mal vistos pelo Cmdo,pois eram vistos como concurseiros que queriam abandonar o barco e hoje são acessores jurídicos , responsáveis pelas redes das OM etc.. Aplicando agora oconhecimentos que os Altos coturnos viam com maus olhos a época, o problema não são só promoções aqui na guarnição a FAB construiu + de 20O Aptos para OF/SGT,pq o EB não faz o mesmo??? é sempre a mesma ladainha nosso efetivo é infinitamente maior não tem como ..... Vamos acabar com o Rquero Cmts onde está escrito que militar com mais de 24anos de SV não concorre a escala de SV, na minha OM todos os Sgt de Carreira /QE + de 24 não concorrem a escala de serviço , senhores parem de fazer bobagem isso fere o princípio básico da ADM pública impessoalidade não pode dar regalia para uns e deixar os outros carregando o piano com escala apertada , depois o camarada vai pra justiça o cara não presta é alterado etc... Vamos parar de ser amadores, pra encerrar companheiros praças da FAB se aí ta ruim dá uma chegada aqui numa OM do EB e vivência o que o Sgt passa aqui e voltará feliz para nossa querida Força aérea. Nunca verá aqui amigo um oficial oriundo de praça comandar nada aqui no EB , já na FAB em meus tempos de S1 soldado especialista vi Subão sair tenente e comandar um DCEA destacamento de controle de espaço aéreo, amigos do EB essas unidades tem efetivo de uma Cia ,mas possui uma responsabilidade enorme radares de controle de espaço aéreo com cobertura de mais de 400km as vezes metade de um Estado da federação tudo isso pasmem comandando por um Tenente/Capitão QAO da FAB que possui as mesmas responsabilidades de um CMT de OM e zela pela operacionalidade dos sistemas de radares e comunicação e efetivo, no jurássico EB talvez aconteça quando Caxias levantar do túmulo e achar que acordou em 1800...pois nada mudou!!!!

papelmache1962 disse...

Caros companheiros S Ten!!!!!

Ao contrário do que foi noticiado aqui no "MONTEDO", ERRONEAMENTE, no mês de julho de 2015, A AÇÃO movida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra a UNIÃO (CP-QAO / D A PROM), relativa as arbitrariedades cometidas pela CP-QAO, NÃO FOI ARQUIVADA, muito pelo contrário, o MPF recorreu para TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO e, neste momento, a AÇÃO encontra-se com o PROCURADOR REGIONAL FEDERAL para manifestação. Isto é praxe. Podem ter certeza!!! Isto vai ter desdobramentos, logo, logo.

E quanto ao 2º Ten MESSIAS, minhas mais sinceras congratulações!!!!!

Anônimo disse...

É triste e vergonhoso o nosso processo de promoção a QAO onde impera o puxa-saquismo asqueroso, a bajulação repugnante, o subjetivismo barato, a concorrência desleal e o R-quero dos nossos superiores. Cadê o mérito nisso tudo? Cadê a transparência do processo? Cadê o nosso comandante maior que não vê essa aberração administrativa na instituição?

Ten QAO/90 disse...

Caro anônimo de 21 de setembro de 2015 16:34, vc tem razão, eu pensei uma coisa e escrevi outra, eu dou toda razão ao companheiro que ao se sentir prejudicado, (até pela minha formação em direito...) o que não concordei foi com o tratamento de herói, mas até sobre isto estou refletindo e achando que esta ação trará benefícios à todos nós praças, mesmo que esta não tenha sido a intenção do impetrante. Abraços e parabéns pela educação na interpelação à minha desastrada opinião.

Anônimo disse...

Parabéns ao Ten Messias !

Ocorrem muitas coisas sinistras e erradas nas diversas promoções. Deve ter ligação por telefone para alguém lá queimar alguém ou seja atribuir poucos pontos a determinados militares ou seja não gosta do militar e vai pela "raia 8" queima-lo.

Teve um 1º Sgt Bda na OM que eu servia, que ao entrar no QA em 2006, a Comissão deu ZERO ponto pra ele. Inacreditável !!! Ele recorreu e responderam via Radiograma, que era aquilo mesmo. Atualmente ele é 1º Ten já saindo Cap e serve no Cmdo da 6ª RM. Detalhe, sem punição, cumpridor das suas obrigações, correto nas atitudes, evangélico, de boa convivência. Não entendi.

Na época, eram SEIS da mesma Turma 86 na OM. Para mim e outros, ele seria o segundo a ter mais pontos na lógica. Foi o pior, pois teve ZERO ponto.

Pode isso Arnaldo ???

Anônimo disse...

Parabéns Tenente Messias Dias pela atitude, creio que muitos seguirão o seu exemplo para rever os seus direitos. Temos que acabar com esse sistema injusto. Esse negócio de conceitos subjetivos tem que acabar, tem que ser valorizado as notas do CHQAO, CAS, os cursos de especialização e o nível superior. Fora isso só em ter 25 a 30 anos de serviço efetivo já é um requisito meritório para promoção a QAO. Tudo isso é algo que tem que ser repensado pela Força.

Anônimo disse...

O pior de tudo, é que por uma provável interferência externa na tal Comissão ( uma ligação ) o militar constante do QA é prejudicado e não tem como provar, que houve desonestidade, sacanagem, perseguição ... fica por isso mesmo.

Essa Comissão foi criada em 2005. Antes disso não tinha nem CPS e nem CP-QAO.

O militar concorria pelo constante na sua Ficha de Valorização, que mostrava a sua vida militar desde o início e Vc baixava no DGP.

Ai em 2005, inventaram a tal Comissão ...conceito no periodo como S Ten, multiplicando por X, etc ..

Veja um exemplo como era: Se tivesse 5 militares da mesma Turma na mesma OM e cada um mostrasse a sua Ficha para o outro, cada um sabia quem estava na frente do outro.

Também tinha o documento do Cmt OM ( Fichas FICOS ) no qual o Cmt atribuia ao militar, menções E, MB, B, R, I em 10 atributos e se o militar tinha condições de ingressar no QAO.

Mudaram porqueeeeeeeeeeeee ??????????????????

Cá entre nós, a seleção tem que ter. Nem todos merecem ser QAO, talves 60% da Turma e olha lá heim !!! Pois tem muitos fraquinhos, preguiçosos, sem iniciativa, só reclamm e reclamam, produzir que é bom, nadinha. Convivi com cada Sgt, ST e QAO meus amigos !!!!

Entre os oficiais da AMAN, numa mesma Turma, quantos saem general ?

Talvez UM ou DOIS e as vezes NENHUM.

Seleção natural.

Anônimo disse...

Ato corajoso! A sistemática deve ser mais transparente porém não podemos esquecer que a turma de 1991, a qual pertence o companheiro em questão, foi a mais beneficiada por este Sistema, por hora contestado.

Anônimo disse...

Cadê o Cmt do EB que não se manifesta perante seus subordinados para falar sobre essas atrocidades que a CPS vem cometendo, mostre que o Sr é Justo e quer ver esses erros serem corrigidos, promovendo quem foi prejudicado.
É dever do Cmt do EB zelar pelos seus subordinados, principalmente quando estão sendo prejudicados e se manifestar quando ocorre essas denuncias, uma vez que não é a primeira vez que há denuncias.
Sei que estes comentários chegam até o Sr, então se manifeste!

Anônimo disse...

Certa vez em uma OM, éramos três 2º Ten QAO, um deles perguntou para mim: Fulano, será que beltrano foi militar ou veio do meio civil e saiu QAO direto?

Continuou: Não é possivel, o cara só faz besteira, tá queimando o filme.

Não sei como deixaram ele sair QAO, mas saiu. E ai Arnaldo ?

Obs: Faça um julgamento pessoal ai na sua OM e veja quais STen merecem sair QAO, mas sem peninha. Em cima do perfil do "sujeito ", análise do dia a dia. Vc não vai se surpreender.

Parabéns ao 2º Ten Messias, que conseguiu na Justiça, corrigir um erro cometido lá dentro da Comissão, que corrigiu rapidinho tudo, antes que travasse todas as promoções e a Justiça desse um pente fino lá.

Vida que segue ....

Sgt Exercito disse...

Ao Anônimo de 21 de setembro de 2015 07:42
Faça-me o favor seu Anônimo...deve ser por causa de pessoas feito Vc que nós Militares estamos desacreditados e cada vez mais incapaz de lutar pelo seus direitos.
Gostaria EU de levar "rebordosa" mas com a consciência bem leve de ter falado o que muitos anônimos feito Vc não falam pois são carreiristas ou tem medo de levar uma "rebordosa" kkkkk Fala sério

Anônimo disse...

Dentro da mesma Turma, não deve sair QAO mais do que 60%. Pente fino. Tem muitos ST fraquinhos, desinteressados, sem iniciativa, não tomam a frente de nada. Faz um DIEx e acha que ganhou o dia. Não colaboram, não pensam no coletivo.

Parabéns ao Ten Messias, pela que fez na carreira foi injustiçado. Já outros .... kkkkkk

Anônimo disse...

Senhores a justiça só atende que aciona ela.
Peguem a ação deste Tenente dê uma papirada e arrume um bom advogado. Pegue também aquela ação do MP contra o a promoção.
O engraçado e militar achar que outros não possuem o direito de sair Oficial, se existisse este parâmetro vários Oficiais ou Sargentos seria despromovidos a recruta.
Concurso para 3º Sargento de carreira, após 22 anos 3 promoções, que carreira e esta?
Não foi feito novo concurso para ingressar em outra turma, como a DAProm muda o militar de turma? Não interessa se saiu na frente ou atrás o concurso é o mesmo.
Vi excelentes militares amargarem anos tentando ser promovido a QAO e não conseguirem. No final falta coragem, justiça neles.
Com 45 dias um cidadão pode ser promovido a oficial e o militar com 25 anos de serviço não pode. E na maioria das vezes inclusive vão trabalhar no mesmo lugar.
Existe casos que realmente o militar deve ser prejudicado na carreira. Mas se não têm punição fez o previsto, como pode ser prejudicado?
O MP não pode entrar, mas cada um pode entrar individual.

Anônimo disse...

Sou Sgt da T 93 e não fui promovido em 1º JUN 15, tenho 2 cursos, 3 estagios, sou MB na formação e CAS, TAF E, TAT E, comportamento excepcional, medalhas de prata, corpo de tropa de ouro, serviço amazônico e Osório, 6 A e 10 B na avaliação e mais de 25 anos de serviço e não entendi porque a CPS me deu menos de 10 pontos e vi militares da T 94 promovidos 6 meses depois de mim que não valem o feijão que comem serem promovidos na minha frente.
Então chega-se a conclusão que a CPS manipula os pontos e promovem quem eles querem, não adianta ter méritos como os meus, não valem nada, os vagabundos é que tem valor para o EB.
Estou pensando em chutar o balde e entrar na justiça.

Anônimo disse...

O Exército tornou-se uma instituição que desrespeita a constituição. Basta ver a perseguição que é feita quando alguém busca um direito na justiça. Se existem 3 poderes independentes, que são o executivo, o judiciário e o legislativo, me parece muito grave quando uma instituição considere errado acionar o poder judiciário. É como se o exército considerasse crime quem busque direitos no judiciário. Senhores, nas Forças Armadas só existe hierarquia e disciplina, só isso mesmo, justiça não faz parte dessas instituições, justiça é com o judiciário, não hesitem em buscar seus direitos. Os que se julgam donos das forças armadas, que fiquem fazendo caras e bocas, mas não tem forças para confrontar a justiça.

Anônimo disse...

Esse post já deu.
Põe outra notícia aí.

Cap FAB disse...

Comentarista das 16:39h do dia de hoje, VC não deve ser milico. Deve ser um recalcado que não teve capacidade de Ser um Especialista. Eu sou um Especialista e respeito e admiro qualquer irmão de arma. Tenho familiares no EB e Marinha com muito orgulho !!!!!! É de gente despreparada igual a VC q as FFAA dispensam
Brasil!!!!

Anônimo disse...

Não me espanto ver tanto assunto administrativo no Exército ser objeto de apreciação do Judiciário que, na maioria das vezes, manda desfazer atos mal feitos pela Administração Militar.
Digo isso porque que a assessoria jurídica do EB é de péssima qualidade e não possui nenhum compromisso com a legalidade e com a ciência do Direito, apenas servindo para, rebuscadamente e com termos jurídicos em pareceres, dar aparência de justificativa legal para as insanidades e arbitrariedades dos Generais que dirigem o Exército. Afinal, caros companheiros, não é nas Forças Armadas que se encontram os melhores advogados, pois sabe-se que os melhores cargos de advogado no serviço público federal estão nas carreiras jurídicas civis que por sinal é pra onde vão os melhores advogados, restando aos concursos das Forças Armadas apenas uma ocupação muito "rasteira" para a prática jurídica por aqueles que não lograram êxito intelectual em seguir nas carreiras jurídicas civis.

Anônimo disse...

Simples resolver isso....CONCURSO INTERNO no mesmo formato da FAB no CIAAR para os segundos sgts com cas com idade ate 54 anos. Simples Pois fiz faculdade e uso o meu Canudo pra que ?






Anônimo disse...

Pois, é.

Existe a possibilidade de uma enxurrada de ações judiciais que virão e simplesmente se essas ações forem ganhas pelos militares, gostaria como cidadão que a União não arcasse sozinha com esse prejuízo, o certo é cada elemento que promoveu essa aberração divida entre eles o restante.
O Exército não perde a de estar errado, pois deixa que isso pose em sossego no emaranhado de portaria e outras legislações que vão de encontro as legislações básicas do ordenamento jurídico pátrio e os mocorongos acham que isso é normal.
Quem tem punições que mesmo após a CF/88 e não foram dadas o contraditório, direito amplo de defesa e nem foi formado um devido processo legal, tem direito a anulação do ato administrativo e pedir indenização por danos morais, converse com um bom advogado.
Mostrem para o Exército que a promoção a QAO é um "prêmio" por fazer uma academia por mais de 25 anos.
Só pra arrematar, eles saem da academia sendo bacharéis em ciências militares; mas, péssimos administradores da coisa pública e dando prejuízo a União com comportamentos de autoritarismo.

Anônimo disse...

Nenhum S Ten poderia ser promovido a QAO sem CHQAO.
PORTARIA Nº 148, DE 17 DE DEZEMBRO DE 1998
26. CURSO DE HABILITAÇÃO AO QAO (CHQAO) a. Objetivos 1) habilitar o aluno para o exercício dos cargos de Oficiais do QAO, capacitando-o, no nível considerado, ao emprego das técnicas de administração para o desempenho de funções de caráter administrativo.
2) proporcionar os conhecimentos necessários ao aprimoramento dos atributos indispensáveis ao ingresso no oficialato.

Anônimo disse...

Creio que agora o QAO acaba. Eles apenas estavam estudando uma alternativa para seu fim. Esperem para ver.

Anônimo disse...

Sou Ten QAO, turma 1988, desde de janeiro de 2015 passei para reserva remunerada. Nunca bajulei qualquer chefe, já tive discussões acirradas com chefes para demonstra-lhes meus pontos de vistas, que sempre estavam amparados ou nos regulamentos militares, no Estatuto dos militares ou na Constituição da República. Nunca fui desleal ou recebi deslealdade no período que estive no nosso Glorioso Exército. No CFS obtive a nota 7.45, CAS 8.40, ou seja, sempre fui mediano. Não fiz curso de especialização ou extensão. Todas as vezes que figurei no QA fui promovido. Para QAO tomei uma carona, mas no seguinte fui promovido, portanto, particularmente, não acredito em maracutaias no processo de promoção do Exército. Se ouve, ou se está havendo, não tenho dúvida que será corrigido, pois os erros por má-fé ou culpa sempre são possíveis de ocorrer. Hoje estou advogando e prestando assessoria jurídica e agradeço muito ao nosso glorioso Exército pelos companheiros que tive a oportunidade de conviver, pelos sólidos conhecimentos de civilidade, lealdade, companheirismo, ou seja de ser e agir como um verdadeiro HOMEM!

Anônimo disse...

http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=visualiza_noticia&id_caderno=&id_noticia=133861

Anônimo disse...

Esse Sgt QE, não fez concurso para ser Sgt, então não pode críticar um Sgt de carreira, que entrou na justiça ainda como praça... Se não tivesse tomado essa atitude não tinha sido promovido

Anônimo disse...

Simples: acabe-se com a promoção inconstitucional de praças ao oficialato! E assim a choradeira acaba.

Cap FAB disse...

Rsrsrs...recalque amigo?
Não deves ser milico. Sou Especialista com muito orgulho, mas militar acima disso e respeito qualquer irmão de arma, sinto orgulho por qualquer um do EB e da MB. Me sinto um Especialista honrado por fazer parte da família Militar. Claro, como em toda a família, a nossa tem uns muquiranas, seja de qualquer quadro, arma, especialidade...

Cap FAB disse...

Boa companheiro!!...precisamos de mais nobreza e menos covardia. Infelizmente , existem muitos iguais a este.

Anônimo disse...

DISCRICIONARIEDADE= PUXA-SAQUISMO= bajulação = baba-ovo = cafezinho com o chefe= 'mérito'. Essa é a fórmula sem-vergonha que hoje impera nas promoções ao QAO. A simples falta de empatia por um subordinado já o tira o "mérito" para a promoção. Essa é a triste realidade no EB. É uma palhaçada sem precedentes, com certeza se eu for prejudicado nessa questão, vou buscar o judiciário sem pestanejar. ESSA PALHAÇADA TEM QUE ACABAR.

Anônimo disse...

Rsrsrs..VC não é Graduado. Oficial TB não é, pois apesar de existirem Oficiais despreparados psicologicamente, ainda têm dignidade, coisa que VC não deve ter. Então VC é o que, além de um ser que fala asneira. Existem ST e SGT com mais capacidade de exercer a função de Oficial do que os próprios...

Anônimo disse...

Chega Ricardo !

Anônimo disse...

mi, mi, mi, quanto injustiçado. mi,mi,mi

Anônimo disse...

O correto, já que querem comissão, é então criarem uma na OM, composta por Oficiais e Praças e promoverem por turmas, para avaliarem se o militar tem ou não condições de ser promovido. Os militares sabemos o quanto é injusto o critério de avaliação, eu já vi um colega, que era corredor de maratonas à época, ser conceituado, no tocante ao vigor físico, com o conceito "R", não dá, claramente pessoal. vergonha.

Anônimo disse...

Põe outra notícia por favor Ricardo.

Anônimo disse...

Para não gerar dúvida: PAGAR SERVIÇO neste caso quer dizer não tirar serviço mediante pagamento (R$) para outro militar substituí-lo na escala. Remunerar pelo seu serviço que será tirado por outro militar.

Anônimo disse...

Ao anônimo de 21 Set 23:09 Constitucional na sua concepção, deve ser formar um menino de 19anos em 10 meses de meio expediente e sem concurso público este sim deve merecer ser oficial e não o pracinha que aguentou durante 27 anos uma escala de sv no lombo, os caprichos de cmts a cada 02 anos na tropa, exerceu diversas funções, foi movimentado a revelia este pra VC cara pálida não merece?? É triste ver comentários nesse padrão!!

Anônimo disse...

Na CP-QAO tem até um Eng Mil...por um instante me fez lembrar aquelas comissões para TREM e TEAM, designadas nas OM,s em que o Sgt da carteira da S4 elabora todo o documento e a Comissão só assina.

Anônimo disse...

Companheiro, vc deve ter realizado um estudo sério para!afirmas que praças estão mais capacitados que oficiais para o exercício do oficialato, não? Ou são apenas palavras ao vento? A questão é jurídica, meu caro, há vício na origem: praça faz concurso nível médio, logo não poderia assumir cargo de nível superior. O CHQAO não teve vênia do MEC para ser um curso superior tecnólogo, logo o que as FFAA armadas fazem, a partir da CF88, é inconstitucional. Gostaria que o Sr. argumentasse logicamente ao invés de sair injuriando gratuitamente quem vc nem conhece (nem militar da ativa sou mais). Da forma que o Sr. respondeu acredito que nem para cargo de nível médio o Sr. esteja preparado, quiçá para o oficialato.

Anônimo disse...

Acredito que depois dessa, o nosso Cmt Ex, Gen Villas Boas, a quem venho admirando cada vez mais pela sua postura em relação aos seus comandados, tome um providência no sentido de moralizar a política de promoções de Of QAO, ST/Sgt. Porque do jeito que está não dá para continuar. É a imagem da instituição que está em jogo. Segundo fontes da AGU, esta anda farta com o EB por conta do crescente aumento de ações judiciais questionando atos administrativos temerosos, principalmente em relação a pessoal.

S Ten/91

Anônimo disse...

Analisando friamente? na minha humilde opinião não passa de um carreirista que até então foi beneficiado pelo sistema, prova disso é que quando pulou turmas mais antigas não reclamou. Agora, que inicialmente, foi preterido, que sabe para que alguém mais antigo de 1988/89/90 fosse promidao, ficou zangadinho.

Anônimo disse...

Aos Sargentos do EB
Agora temos o Adjunto de Comando junto ao Cmt do EB, ele irá resolver essas injustiças que estão fazendo com as nossas promoções, pois acredito que ele foi nomeado para resolver o problemas dos Praças.
A não ser que eu estaja enganado e ele tenha sido nomeado apenas para tomar cafezinho com o Cmt.

Anônimo disse...

Para entrar no EB o militar prestou concurso público! Naquele momento do concurso existiam 1000 vagas, mas depois estas vagas passaram a não existir no caso dos praças.Já dos oficiais continua normal.
Você fica sob olhares por dez anos para conseguir estabilidade funcional, isto quer dizer que você presta para ser um bom militar e quando chega na fase para promoção a QAO não tem vaga, engraçado né!
Não percam tempo em mandar requerimentos para DAPROM pois no meu caso em questão enviei recontagem de pontos, anulação de fichas de avaliação e a resposta sempre a mesma: "não houve erros ou distorções".
Já entrei na justiça a muito tempo atrás,bem antes do Messias, mas como a justiça é demorada nas sentenças vou também entrar também com este mandado.
Sejam corajosos, não fiquem reclamando, entrem na justiça.
Selva!

Anônimo disse...

Pau que bate em chico bate em francisco

"Faça um julgamento pessoal ai na sua OM e veja quais STen merecem sair QAO, mas sem peninha" postagem de um leitor

Faça você um julgamento pessoal ai na sua OM e veja quais os oficiais que merecem ser promovido, mas sem peninha

Aman 4 anos de academia, Qco 1 ano de escola, Npor 1 ano de escola, Ott 45 dias de estágio

Sub ten no mínimo 26 anos de serviço

Anônimo disse...

Ao Anônimo (21 de setembro de 2015 22:45)

Companheiro, só para informá-lo, no EB existem duas classes de militares (CARREIRA e TEMPORÁRIO), certo é que o Sgt QE não é temporário, então......!!!! ficou mais fácil pra vc saber entao que o Sgt QE é de CARREIRA né amigo!!


Abç.

Anônimo disse...

Todo mundo que já foi militar sabe que nos quartéis somos pressionados a nunca entrar na Justiça. Se "batemos de frenta" assim mesmo, temos que estar preparados para covardias que vão-nos cometer. Por outro lado, há juízes que têm medo de "brigar" contra certas autoridades militares, na prática isto existe. Então, se o militar ficar abandonado na sua causa, saiba que ficará muito difícil, a partir daí, a sua carreira. Já vi isso acontecer com um tenente de academia que casou com uma sargento sem comunicar o casamento para não haver discriminação e estragou sua carreira. A covardia é muito grande!

Anônimo disse...

O correto é mostrar todos os pontos de FVM e Conceito de todos os militares que estão no QA, e não ter comissão de promoção.
E não levar capote de turmas mais modernas, ou melhor todos serem promovidos no mesmo tempo dentro das turmas.

Anônimo disse...

O correto é mostrar todos os pontos de FVM e Conceito de todos os militares que estão no QA, e não ter comissão de promoção.
E não levar capote de turmas mais modernas, ou melhor todos serem promovidos no mesmo tempo dentro das turmas.

Anônimo disse...

O correto é mostrar todos os pontos de FVM e Conceito de todos os militares que estão no QA, e não ter comissão de promoção.
E não levar capote de turmas mais modernas, ou melhor todos serem promovidos no mesmo tempo dentro das turmas.

Anônimo disse...

Bom....
gostaria de contribuir um pouco... o companheiro tem seis anos de selva....foi auxiliar de adido (missão no exterior)... quantos na turma dele, tão bons quanto ele, foram descartados na seleção para missão no exterior?... e ele foi.... infelizmente, a grande distorção ocorre em fazer nascer no coração das praças que valorizar a carreira é promovê-lo a oficial....desde 2004 sou voluntário pra a missão no Haiti e já vi companheiros irem mais de uma vez e eu continuo voluntário...não posso viver em função da instituição...acho melhor perseverar no tratamento e bola pra frente.

Anônimo disse...

Muito simples mesmo, acabar com a promoção ao QAO. Porém o que fazer com os anos de dedicação aguardando a promoção. Se vai acabar deve-se primeiro avisar nas Escolas de formação.
Com Sgt ganhando menos que Sd da PM de vários Estados, sem a possibilidade de promoção a QAO. Só vão conseguir analfabeto para o EB.

Anônimo disse...

Barbaridade...

Anônimo disse...

Tenho certeza que o Sub Ten Crivelatti acompanha este BLOG. Filtra e faz um relatório para o Gen Villas Boas.
Tenho certeza tambem que este assunto envolvendo o Ten Messias ( a quem transmito a minha mais vibrante continência) e os atos praticados pela comissão de promoção de praças, já tenha sido levado ao conhecimento do Cmt EB.
E até agora, cadê o S Ten representante maior das praças do EB junto ao Comandante do Exército intitulado Adj Cmdo?
Pra mim que tinha minhas duvidas positivas e negativas quanto a existência e imoportãncia de sta função..... cheguei a minha conclusão.
Penso que mais se parece com a "Lei Eusébio de Queiroz", ou seja, é pra Inglês ver......
E aos amigos que papiram para o CHQAO (tam bem estou nessa), esse assunto é importante.
Forte abraço a todos.
Assina um 1ºSgt de 96/Inf (aquela mesma turma que entrou e saiu do QA em 2002), PRA QUEM NÃO SABE, APÓS TER SIDO PROMOVIDO sessenta 3º Sgt a 2º Sgt, a Lei mudou e promoveu o restante a partir de 7 anos e 6 meses..
OREMOS.....

Anônimo disse...

Para entrar no EB o militar prestou concurso público! Naquele momento do concurso existiam 1000 vagas, mas depois estas vagas passaram a não existir no caso dos praças.Já dos oficiais continua normal.
Você fica sob olhares por dez anos para conseguir estabilidade funcional, isto quer dizer que você presta pra alguma coisa e quando chega na fase para promoção a QAO não tem vaga, engraçado né!
Não percam tempo em mandar requerimentos para DAPROM, pois no meu caso em questão solicitei recontagem de pontos, anulação de fichas de avaliação e a resposta sempre a mesma: "não houve erros ou distorções".
Já entrei na justiça a muito tempo atrás,bem antes do Messias, mas como a justiça é demorada nas sentenças vou também entrar também com este mandado de segurança.
Se cair na mesa de um Juiz uns 500 processos como o do Messias, a “Maracutaia” acaba.
O pior disso tudo é que tem uma minoria que acredita neste sistema arbitrário.
Sejam corajosos, não fiquem reclamando, entrem na justiça.
Selva!

Anônimo disse...

Tudo bem... Então vamos falar juridicamente:
Vamos acabar cons os concursos internos da FAB e da MB.... Pois são INTERNOS!
Tá bom... Vamos ficar só dentro do EB...
ACABEM COM OS CPOR/NPOR pois ninguém dalí tem curso superior e são promovidos a oficial também????... Há.... Mas espera!!!!
Estas promoções são pra bajular as elites da sociedade local local....

Tem muita coisa pra ser corrigida meu caro...
Não venha aqui prejudicar quem passa 30 anos dedicando sua vida por uma instituição, que por vezes é indígna....
2° Sgt 2002

Anônimo disse...

TREM e TEAM ... essa foi forte! kkk. Isso é muito comum!

Anônimo disse...

Exatamente companheiro 2Sgt 2002, a preocupação maior em formar OTT e OCT, garotos de 19 anos, sem nível superior, que mal aprendem a engraxar o coturno em 10 meses de meio expediente, nada mais serve que para massagear o ego da elite local, e a futura projeção da força, pois estima-se que tais garotos, passarão seu tempo de caserna, serão futuros "Sr-alguma-coisa" (juízes, promotores, professores...) e futuramente massagearão, em feedback, o ego da força. Uma barganha. Enquanto isso, pracinha com 30 anos de EB, que se lasque, morra ST.

Anônimo disse...

Adjunto do Comando... .
cadê vc????????
Não vai falar nada?
Pode falar..
o Sr já pode comprar a plaqueta de 2 Ten.
tenho a absoluta certeza que quando entrar no QA, certamente estará como o primeiríssimo lugar na lista do merecimento.
Alguém aqui duvida?

Anônimo disse...

1) Acabar com concursos internos da FAB e MB - Pq não? São tão inconstitucionais quanto. Tenho um filho policial federal, adoraria que de agente ele fosse automaticamente "promovido" a delegado. E olha que já para agente tem de possuir nível superior.
2) CPOR/NPOR - Jabuticaba do EB. Mas sem temporários (incluindo Sgts) as promoções aí sim demorariam séculos. Sendo que temporários são cargos "comissionados" e não de carreira, ou seja, outra categoria, com outras legislações incidentes, como a do Serviço Militar. Elite local? E vc acha sinceramente que a elite manda os seus filhos servirem o EB? Faz-me rir...talvez no CPOR DE SP até tenha um ou outro por tradição da sociedade paulistana, nos demais só de classe c para baixo. E isto é fato, vá no CPOR do Rio ou outro e veja com seus próprios olhos.
3)Tem muita coisa para ser corrigida? Sim, tem. Mas uma hora temos de começar, ainda que com REGRA DE TRANSIÇÃO.
4) Eu lhe prejudicar? Não sou agente político, não faço as Leis. Estou apenas expressando uma opinião. É meu direito fundamental assegurado na CF. Se vc não gosta dela, ok, é seu direito tb.

Anônimo disse...

Não, eu sou favorável a um praça de 27 anos receber satisfatoriamente como praça que é sem a necessidade das FFAA ficarem inventando "pedaladas" para beneficiarem alguns em detrimento de muitos outros. Quando em 2000 me disseram que mudariam a Lei de Remuneração para que se permitisse um "soldão", eu perguntei para o meu Cmt: "-Pq o Presidente apenas não baixa um decreto aumentando substancialmente o valor do soldo, sem precisar mexer na Lei?" Resposta do Cel: "-Pq precisam mexer em algumas gratificações e adicionais para chegarem no soldão." Na hora pensei: "Sabe de nada, inocente." Ou seja, as FFAA tentam resolver um problema arrumando uma solução meia boca que não atende a todos, e, ainda por cima, ilegal, pelo menos em tempo de paz, como agora.

Anônimo disse...

Sou Sub Ten da turma 89 estou na 3ª corrida, e nas duas vezes que entrei se ganhei 6 pontos da comissão foi muito, minha expectativa para dezembro é zero, faço meu trabalho da melhor forma possível, meu conceito é muito bom tenho quase 100 ponto na FVM, tenho curso fui instrutor de TG "E" de CAS, "E" no TAF, comportamento Excepcional e concluir o CHQAO, e pra que se a comissão só me afunda, vou esperar Dez/15, ai vou ver o que fazer, com certeza terei que fazer o mesmo que o Ten Messias fez.

Anônimo disse...

O cara se acha o máximo, o ban ban ban, mas esquece que outros militares trabalham sério e também têm méritos... Esqueceu também de falar, entre outras coisas, que teve nota baixa de CFS, que tem militares que pedem transferência e não são movimentados e que pedem curso e não são relacionados e etc. Portanto, merecimento depende do ponto de vista...O certo é acabar com essa comissão e usar apenas a ficha de valorização do mérito e o conceito.

Anônimo disse...

Senhores, sei que muitos não vão gostar do que vou deixar aqui no post, mas devemos ser sinceros e coerentes em nossas vidas.

Cumprimento o Tenente pela decisão que tomou.

Mas, não devemos "chutar o balde" apenas quando ele está nos atrapalhando. Muitos Subtenentes e sargentos, ao longo dos últimos anos (e décadas), foram promovidos na frente de outros militares de turmas mais antigas (conheço um colega de OM, da turma de 1992, que somente agora, em 1º Jun 15, foi promovido a Subtenente!?!). Aí eu pergunto: por que simplesmente receberam as promoções e não reclamaram por terem "passado" na frente de companheiros mais antigos? Por que não solicitaram esclarecimentos à DAPROM sobre os critérios da CPS? Por que não acharam injusto "passarem" na frente de outros colegas mais antigos? Por que não acharam a DAPROM, naquele momento, incorreta, injusta, e quem sabe até arbitrária ou ilegal?

É simples imaginar a resposta: o brasileiro típico somente se revolta dos erros alheios quando ele se prejudica, mas quando esse mesmo erro o beneficia, aí fica todo mundo caladinho e curtindo a felicidade.

P.S.: conheço e já conheci muitos subtenentes que não mereciam nem estar na graduação de subtenente, quiçá oficial.




Anônimo disse...

Próxima parada....psiquiatria, junta médica e internação. Procedimento padrão para todos aqueles que reclamam!!!

Anônimo disse...

Vai uma ajuda para quem tiver coragem de entrar na justiça.
Assista o vídeo abaixo.

https://www.youtube.com/watch?v=Mx11s0QiT2s

Anônimo disse...

A celeuma das promoções para ingresso no QAO é muito simples de resolver. Basta que se elimine da legislação do Exército a prerrogativa de a CP-QAO atribuir pontuação, a bel prazer, sob o manto da pseudo discricionariedade, que certamente a choradeira tende a acabar. A bem da verdade, esse negócio de a CP-QAO arbitrar que o S Ten Joãozinho merece 28,32 pontos e que o S Ten Pedrinho apenas 1,59 pontos, isso sem justificar o POR QUÊ de tais pontos tão fracionados, sinceramente não dá para engolir !!!!! Ainda mais pelo fato de a Comissão, na maioria das vezes, nem conhecer o histórico do militar !!!! Se bem que esperar o que de uma comissão que tem em seu efetivo, como dantes bem dito, até um Engenheiro Militar, da Diretoria do Serviço Geográfico, que deve "MANJAR HORRORES" de Administração de pessoal ?!?!

Anônimo disse...

“Mas a ambição do homem é tão grande que, para satisfazer uma vontade presente, não pensa no mal que daí a algum tempo pode resultar dela.”

Nicolau Maquiavel

Anônimo disse...

Pelo Amor de Deus, os doutores do Exército deveriam sair de seus castelos e copiar os sistemas vigentes em Exércitos mais avançados em relação à carreira dos soldados, cabos e sargentos, basta consultar a Wikipédia, não precisa de comissão, nem de viagens, copiem os EUA, ou França, Portugal,Alemanha ou Espanha.

Anônimo disse...

Pessoal.

O negócio é entrar na justiça, os QEs mostraram o caminho, esse Ten mostrou o caminho e vocês ficam pensando que o Adjunto do Cmdo vai fazer alguma coisa; só se for prá ele, rsrsrsrs. Não o conheço, mas acho que ele é gaúcho; nada contra, Ou que a Comissão vai mudar, só se for para pior.
O pensamento da oficialidade é que se você não for subserviente, puxa-saco, ou outro adjetivo que você quiser dá prá isso, não conseguirá nada; pois, que tem problemas é quem nunca "beijou" (no jargão militar) quer se dá bem na humanidade e no Exército: tenha um padrinho oficial general, ou QEMA e convide-o para fazer parte de seu relacionamento de amigo; mas "sem interesse", pois gostam disso.
E essa rapaziada que não fizeram o CHQAO, infelizmente, não vão ser promovidos,(a partir de Dez/16), aconselho desde já, ir preparando uma futura ação de ressarcimento de preterição c/c indnz por danos morais e, desde já comecem a organizar os papeis, pois o tempo urge.

Anônimo disse...

Ainda tá pensando?????
Vai lá!!!

Anônimo disse...

Ten QAO comenta:
Não poderia fechar esses comentários sem ao menos inserir algumas letrinhas e números do primeiro Adj Cmdo do EB. Pesquisem o significado para depois refletir sobre o militar que está ao lado do Cmt EB.

CURSOS/EST: AAV01 DAM01 EAB08 ECL02 EEL01 EEL02 GBD02 GBO01 LLQ02 LML02 LNT01 LVG01 MBT01 MBU01 MEI01 MIT01 NDU02 XAA01 ZAN01 ZAT01
MEDALHAS: 015 039 040 046 063 070 275 480 924 968 969 970 D04 D30 Q26

Fui seu instrutor de CAS e conheci a sua capacidade profissional. Sem sombra de dúvidas, um dos melhores combatentes do EB. Por isso está onde está. Ou seja: Méritos próprios.
Enquanto isso, os pançudos de plantão sempre dão um jeito prá não ao fazer TFM, não fazer marcha, TAF passa longe, estudando durante o expediente, etc, etc, etc.
"Não chores meu filho, que a vida é combate, os fortes se exaltam e os fracos se abatem"

S Ten 1992 disse...

Olá a todos! Quero aqui aproveitar o ensejo para enfatizar dois viés:
O primeiro deles é parabenizar o nobre companheiro por sua hombridade, coragem e conduta ilibada, o que per si corrobora não somente a sua fala mas também a sua carreira galgada de maneira exemplar.
Percebi que o destacado militar poderia muito bem ter se pautado pelo silêncio, uma vez que ainda sim fora promovido, no entanto preferiu ouvir a voz de sua consciência, que o cobrava de maneira contumaz.
Em um momento em que como se não bastasse a perseguição exacerbada do governo federal, que nos deixa cada vez mais expostos à mazelas de toda sorte.
O que falar daqueles que usam a farda para tomar proveito em prol do tráfico?; e ou da ilegalidade por meio de fraudes em processos licitatórios da Força Terrestre?.
Por fim, essas tais Comissões de Promoções são algo de mais obscuro que há na Força, pois sem nenhum critério determinam o rumo de nossas carreiras ao longo da vida castrense.
Que o Exmº Sr Comandante do Exército Brasileiro, que faço aqui também uma ressalva; me parece ser uma pessoa de grande caráter e muito bem intencionada. Possa tomar as providências cabíveis.

Anônimo disse...

RÉPLICA ao:

"Anônimo disse...

Ten QAO comenta:
Não poderia fechar esses comentários sem ao menos inserir algumas letrinhas e números do primeiro Adj Cmdo do EB. Pesquisem o significado para depois refletir sobre o militar que está ao lado do Cmt EB.

CURSOS/EST: AAV01 DAM01 EAB08 ECL02 EEL01 EEL02 GBD02 GBO01 LLQ02 LML02 LNT01 LVG01 MBT01 MBU01 MEI01 MIT01 NDU02 XAA01 ZAN01 ZAT01
MEDALHAS: 015 039 040 046 063 070 275 480 924 968 969 970 D04 D30 Q26

Fui seu instrutor de CAS e conheci a sua capacidade profissional. Sem sombra de dúvidas, um dos melhores combatentes do EB. Por isso está onde está. Ou seja: Méritos próprios.
Enquanto isso, os pançudos de plantão sempre dão um jeito prá não ao fazer TFM, não fazer marcha, TAF passa longe, estudando durante o expediente, etc, etc, etc.
"Não chores meu filho, que a vida é combate, os fortes se exaltam e os fracos se abatem"
23 de setembro de 2015 22:28 "

Vossa senhoria perdeu o foco da discursão, aqui está em questão militares que ao longo de 25 anos dedicaram suas vidas a caserva, fazendo cursos e se submetendo aos rigores da movimentação sem meios alguns (PNR e/ou aux).

E por estes combatentes que lutamos para que ascendam ao QAOlato, NÃO TÃO RÁPIDO QUANDO AO SEU PUPILO, o STEN CMDO/FE, a quem tenho em estima e consideração pela dedicação a Força.

Então não me venha aqui usar uma pequena parcela da laranja pode para justificar o SISTEMA RIDÍCULO de ascenção ao QAOlato.

Aqui mesmo na minha unidade, tem STEN indo pro terceiro capote, sendo que o mesmo teve uma vida normal, sem punições, cumpriu as ordens, etc.. etc..

Por fim, não poderia de forma alguma ter essa diferença de praças e oficiais em relação a ascensão da carreira militar, de modo que assim como os oficiais chegam ao último posto pro antidade, de igual modo a praça deveria ter o mesmo direito.

NÃO SOMOS UMS SBUCLASSE DE PROFISSIONAIS DENTRO DAS FORÇAS ARMADAS.


Anônimo disse...

Informação ao anônimo de 21 de setembro de 2015 22:03.

Quem inventou o CHQAO foi um ST cordinha de general, que quando viu que não iria sair QAO, chorou sua mágoas e seu chefe concedeu tal benefício em prol de alguns.
Os militares que não tiveram oportunidade de fazer o tal CHQAO que em tese seria o CAS e já são QAO, não estão ganhando os 5% a mais no contracheque, então há de convir que o CHQAO e desnecessário para achegar a Oficial.
Portaria é do Exército, e o que ampara a ascensão ao QAO é Decreto.
Favoritismo puro...


ST BACHAREL EM DIREITO disse...

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a se desanimar da virtude, rir da honra e ter vergonha de ser honesto. RUI BARBOSA"

Praça não tem carreira! Praça não ajuda Praça. Companheiros vocês acham que o ST do Comando vai ajudar alguém? Daqui 1 ano vou para reserva, jamais irei sofrer humilhação para ser QAO. Vou atuar na minha área do Direito que serei mais feliz. Sempre fui de tropa, tenho cursos operacionais, estive no HAITI, porém a decepção foi maior que tudo e hoje só penso uma coisa a RESERVA. Parabéns ao Guerreiro de Selva Ten Messias. Lider!

.

Anônimo disse...

Será que neste caso do Mandado de Segurança vai ter Delação Premiada...

Anônimo disse...

Um militar alto nível. Operacional. Habilitado em Inglês e Espanhol. Auxiliar de adido no exterior, missão que só vai os melhores conceitos. Várias medalhas entre elas PACIFICADOR, MARECHAL OSÓRIO e MAX WOLFF FILHO. Aconteceu isto tudo. Imagina com o subtenente peito liso que esta em uma subtenência arrumando cantil velho e costurando barraca.

Anônimo disse...

Observem onde esse militar serve. Cmdo "preconceituoso", QAOfobista, QCOfobista,QSAuFobista...

Anônimo disse...

Infelizmente, esse Tenente está certo. Alguns Oficiais pensam que o Exército é essa "meia-dúzia" formados na AMAN. O resto é resto, como QAO, QCO, QEM, QSAu, R2, não é mesmo, Cel Souto ?

Anônimo disse...

" Jamais se desespere em meio às sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda."

Provérbio chinês

Anônimo disse...

Caro Montedo.

Fiz um comentário razoável sobre a força e a situação atual de alguns militares que estão vivendo momentos sombrios e você censurou. Cadê a liberdade de expressão e de comunicação, haja vista, que o comentário não ofende a ninguém.
Seu blog, suas regras; mas, as suas regras estão pautadas em quê?

MESSIAS DIAS disse...

Gostaria de agradecer os diversos comentários, vindos de militares e civis, do Brasil e Exterior, como de amigos que convive em Porto Alegre que se encontra nos EUA e, também, de amigos em Angola e tantos outros que convive por esse imenso país, em especial na Fronteira do Brasil.
Não poderia deixar de apresentar o meu amor e servidão ao meu país e meu Exército e, que o vídeo e cartas, tem justamente o objetivo de sermos uma Força mais unida, em especial, entre oficiais e subtenentes e sargentos.
Também gostaria de lembrar da necessidade de termos um Quadro Auxiliar de Oficiais, para os nossos colegas da Marinha do Brasil e Força Aérea Brasileira, que podem exercer em suas Forças, as mesmas atividades que exercemos no Exército Brasileiro.
Finalmente lembro do nosso irrestrito direito de ir e vir. Nesse sentido comungo com a necessidade de que os Reservistas das Forças Armadas, sejam aproveitados na Segurança Pública, em especial, na Força Nacional de Segurança e Guardas Municipais, onde as pequenas cidades estão totalmente sem segurança, uma vez que os quadros existentes na Segurança Pública,são insuficientes.
Amigos, estou com sérios problemas psíquicos em função de tudo que vive nos últimos anos e que afetou também em muito minha família.
Porém não lamento. peço a Deus que me fortaleça para enfrentar o meu futuro e de minha família.
"Tudo Posso Naquele Que Me Fortalece. Ele que é Pai, Filho e Espírito Santo"
Obrigado!

Anônimo disse...

Com esse Mandado de Segurança, será que a DAPROM se endireita, e agora promove todos os ST que ficaram para trás, nada mais justo, e acaba com essa Comissão da Impromção...

Anônimo disse...

Replicando um comentário anterior sobre tal atitude de um militar que no seu viés acha-se injustiçado.

“Mas a ambição do homem é tão grande que, para satisfazer uma vontade presente, não pensa no mal que daí a algum tempo pode resultar dela.”

Nicolau Maquiavel

Anônimo disse...

Replicando um comentário anterior sobre tal atitude de um militar que no seu viés acha-se o tal...
Tenho a pontuação de todos que estavam nos QA anteriores, se vc visse as atrocidades que a DAPROM faz, não faria tal comentário...
Já entrei na justiça à muito tempo atrás, não tenho medo de conceito ou represália, sempre fiz o meu trabalho, já os que ficam bajulando estrelas ficaram na constelação mórbida...

Anônimo disse...

Replicando um comentário anterior sobre tal atitude de um militar que no seu viés acha-se o tal...
Tenho a pontuação de todos que estavam nos QA anteriores, se vc visse as atrocidades que a DAPROM faz, não faria tal comentário...
Já entrei na justiça à muito tempo atrás, não tenho medo de conceito ou represália, sempre fiz o meu trabalho, já os que ficam bajulando estrelas, ficaram na constelação mórbida...

Anônimo disse...

Replicando um comentário anterior sobre tal atitude de um militar que no seu viés acha-se o tal...
Tenho a pontuação de todos que estavam nos QA anteriores, se vc visse as atrocidades que a DAPROM faz, não faria tal comentário...
Já entrei na justiça à muito tempo atrás, não tenho medo de conceito ou represália, sempre fiz o meu trabalho, já os que ficam bajulando estrelas ficaram na constelação mórbida...

Iago Sampaio disse...

Bom dia, Ten Messias Dias desde já quero lhe parabenizar pelo mérito e ressaltar tamanha capacidade, desenvoltura e grande coragem em citar estes fatos, que hora verídicos e que vivem as escuras sem que qualquer um as exponhas com tanto respaldo e as vislumbre com tanto esmero. Ainda saliento alguns comentários com interpretações vagas, errôneas, caluniosos e distorcidos, porém limitadas ou sem perspectivas.
Senhores quando fala-se da Turma de 93 , simplesmente é dado como exemplo, " acordem para suas próprias realidades " sendo que vários militares de outras turmas foram prejudicados neste aspecto da carona independentemente de processo. Quando 93 é citado como referencia em que até os dias atuais acontecem estes fatos que ferem os princípios da moralidade e da eficiência (Direito Administrativo), e por sua vez o então S Ten e atual Ten Messias Dias que fora promovido por decisão judicial, e em todas suas promoções ele não foi autopromovido. Então as questões pautadas são gravíssimas e distorcemos estes aspectos ou ignoramos ou então criticamos sendo mais fácil associar a questões políticas do que enfrentarmos o problema. não no damos conta das verdades obscuras que são expostas a coragem de ante de tamanha exposição, e tenho certeza que ninguém iria relatar estes fatos desta forma como foi colocado, fatos estes que tangem a forma do trato com os praças em geral. No aspectos dos Sgt QE, todos são capacitados e quem não for terá que adaptar-se, e ao invés de de realizarmos questionamentos que desqualifique ou desvalorize a classe, logo diante de tanta disponibilidade de informação disponível atualmente e que proporcionam crescimento intelectual e podendo oportunizar melhorias e perspectivas com utilização de metodologias e e processos para o aproveitamento no seu trabalho.
Pediria que todos fizessem um autoavaliação e reflexão com relação a estes fatos ressaltados pelo Ten e tenho a honra e admiração da coragem por ter levantado estes fatos a tona. Parabéns cuide de sua saúde e fique com Deus.

Anônimo disse...

Entendo sim sua situação mano Messias, pois estava faltando alguém para tal coragem, com conhecimento e oratória para bradar e mostrar que competência e sabedoria se adquirem com experiência, com tempo de estudos(também) e vivencia, não só através de concurso. Na caserna vemos em todas as classes, posto e graduação, pois como, soldados competentes e soldados incompetentes, cabos competentes e cabos incompetentes, sargentos e subtenentes competentes e sargentos e subtenentes incompetentes, oficiais competentes e oficias incompetentes, isso independendo de ser concursando, temporário e/ ou QEs. Força e Fé na missão Messias, sua história no Exército não poderá descer pelo ralo. Boa sorte.

Anônimo disse...

E, ai, Messias a DAPROM mostrou a planilha da CPQAO deles...

Anônimo disse...

Como um sgt da minha turma classificação 68 é promovido por merecimento (PQD) e eu não classificação 40 (Haiti, Maré). Fui buscar esta resposta na vistas a Ficha de Avaliação a qual recomendo a todos os senhores e para minha surpresa uma ficha que fora avaliada pelo cmt da OM, que com total falta de respeito para com o profissional militar me avaliou com as seguintes menções: 1 C 12 D 3 E. Tá aí explicado motivo pelo qual não fui promovido. A banca deve ter olhado somente para esta ficha e disse deve ter matado 1 soldado, socado a cara de um oficial, prisão e tudo mais. fui parar na casa dos 60 no merecimento. Me diz aí Ten. Messias pode isso?

Anônimo disse...

Esse tal de Messias, é da turma mais favorecida do Exército que é a turma de 1991. Entraram no QA já na promoção de 2º Sgt antes de cumprir o INTERTÍCIO. Agora vão entrar em 5 (cinco) levas para concorrer a QAO. Disso ele não reclama, quando foi beneficiado ficou quietinho agora fica postando videos.

Cmt Vilas Boas - PODE PRENDER

Anônimo disse...

Ao comentarista de 31 de outubro de 2015 05:16

Simples.
Pede análise alegando erro de Severidade.
A DAProm vai publicar que houve indícios do erro de Severidade.
Aí é só entrar com ação de danos morais, pois mais modernos e com mesma capacidade foram promovidos, e materiais, em função da diferença monetária, contra a pessoa física, o ex-Cmt.
Assim ele aprende a lição.

Anônimo disse...

Alguem ainda acredia na DAProm ???

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics