8 de setembro de 2015

Soldado do Exército é preso por protestar no desfile em Brasília. Só que não!

O jornalista Ricardo Noblat, de O Globo, reproduziu a imagem abaixo em seu twitter:
Parece evidente que há um engano. Pelo 'padrão' de apresentação do cidadão, deve tratar-se de algum manifestante que resolveu ir ao desfile fardado.

15 comentários:

Hamilton disse...

A farda camuflata do cidadão manifestante não é do Exército, e sim, da Aeronáutica e tudo indica que o mesmo a vestia sem ser militar, pois uniformes militares podem ser comprados em lojas especializadas por qualquer pessoa.

Anônimo disse...

E assim, o Decreto contra as prerrogativas dos comandantes, foi publicado sem ninguém saber de nada. Nem o Ministro sabia, nem o Almirante sabia, nem a Dilma sabia. Abram o olho! É assim que se faz nesse país. Ninguém sabe de nada e o ferro vai furando.

Anônimo disse...

DECRETO LEGISLATIVO

ALELUIA QUER ANULAR MEDIDA DE DILMA CONTRA MILITARES

http://diariodopoder.com.br/noticia.php?i=39402738778

Anônimo disse...

Foram dois civís que se vestiram de militares (note que há outro imobilizado ao fundo, no chão) para protestarem.

Anônimo disse...

http://www.dem.org.br/aleluia-propoe-decreto-legislativo-para-anular-medida-de-dilma-contra-militares/

Anônimo disse...

http://epoca.globo.com/tempo/filtro/noticia/2015/09/dilma-tira-poderes-de-comandantes-militares-sem-consultar-ministro-da-defesa.html

Anônimo disse...

http://www.folhapolitica.org/2015/01/general-diz-que-atitude-de-novo.html

Anônimo disse...

A responsabilidade pela decisão de o decreto ter saído da gaveta era considerada um mistério. No fim do dia, no entanto, a Casa Civil informou que o envio do decreto à presidente atendeu a uma solicitação da secretaria-geral do Ministério da Defesa, comandada pela petista Eva Maria Chiavon. O comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, que estava ocupando o cargo de ministro interino da Defesa, e que viu seu nome publicado no Diário Oficial endossando o decreto, disse que não sabia da existência dele. "O decreto não passou por mim. Meu nome apareceu só porque eu era ministro da Defesa interino. Não era do meu conhecimento", disse o comandante ao deixar o desfile de Sete de Setembro.

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/dilma-tira-poderes-de-comandantes-militares/

Anônimo disse...

http://observatoriodarede.com.br/politizacao-do-ministerio-da-defesa-jaques-wagner-muda-aos-poucos-perfil-do-portal.html

Anônimo disse...

Salvo melhor juízo a farda é da FAB

Anônimo disse...

General diz que decreto de Dilma que mexe em poderes dos militares está ‘em estudo’

http://oglobo.globo.com/brasil/general-diz-que-decreto-de-dilma-que-mexe-em-poderes-dos-militares-esta-em-estudo-17430244#ixzz3lBEaWFuG

Anônimo disse...

Até quando os militares ficarão calados e inertes, à mercê dos seus generais , que pouco se importam com a tropa sangrando?

Anônimo disse...

Adoro esse pessoal ,civil, que protesta em Brasília!!!!
Eu vibro com eles!!!

Anônimo disse...

O uniforme é da FAB e pelo que parece são civis devido se observar estão com o uniforme irregular sem coturno. São civis tumutuando mesmo...
Que seja aplicada a lei de uso proibido de fardamento das forças armadas previsto na justiça militar e mais tumultuo.
Porem se tratando de Brasil acabara em pizza.

Anônimo disse...

Enquanto o Brasil festeja seu dia de independência, no antro palaciano,os guerrilheiros continuam com suas ações para acabar de vez com a autoridade dos militares e se perpetuarem no poder, sob os olhares atônitos dos comandantes militares que ainda acreditam em alguma sinceridade governamental.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics