8 de setembro de 2015

Crise nos pampas: prefeito de Porto Alegre quer Exército auxiliando na segurança do RS

Fortunati vai sugerir a Sartori pedir ajuda a Força Nacional e Exército
Prefeito disse que Estado está se afogando e precisa de soluções imediatas
Fortunati quer Força Nacional e Exército auxiliando na segurança  | Foto: Ricardo Giusti / PMPA / Divulgação / CP
Fortunati quer Força Nacional e Exército auxiliando na segurança | Foto: Ricardo Giusti / PMPA / Divulgação / CP
O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, solicitou uma reunião com o governador do Estado, José Ivo Sartori, para tratar a questão da Segurança na Capital. Nesta terça-feira, Fortunati adiantou que vai sugerir que o Piratini peça para o governo federal enviar ajuda da Força Nacional e do Exército.
“A sociedade está com medo, vejo uma cidade muito preocupada com a questão da Segurança. Por isso temos de agir. Tive várias reuniões com o comando maior da Secretária da Segurança e pedi uma audiência com o Sartori para tentar ser colaborativo. Entre elas está solicitar apoio do governo federal da Força Nacional e a presença do Exército nas nossas ruas. Tenho convicção de que o exército não está devidamente preparado, mas o policiamento ostensivo pode muito ajudar a dar a tranquilidade que a população precisam”, disse.
“O governo hoje tem dificuldade para pagar os salários. Os servidores estão fazendo uma operação padrão, o que dificulta muitos as ações. Não podemos ficar contando apenas com esses servidores. É necessário que novos elementos sejam acionados. Neste momento, a única coisa que percebo é a Força Nacional e do exército, o que acontece nos grandes eventos. Ele estiveram na Copa do Mundo e isso nos daria uma proteção”, completou
O pedido de reunião foi feito no final de semana. Fortunati afirmou ainda não ter a confirmação da data do encontro. O prefeito disse entender as dificuldades que o Estado tem passado, mas disse o Rio Grande do Sul está se “afogando” e precisa de uma medida rápida para combater a sensação de insegurança da população.
“O governador tem feito movimentações com os demais poderes. Foi até o Supremo Tribunal Federal questionar a dívida, tem feito a sua parte, o que é necessário. Dá para perceber que o que foi feito tem sido insuficiente para darmos tranquilidade à população. Temos que adicionar novos fatos. O Rio Grande do Sul está se afogando, não adianta pensar na busca de um navio que vai demorar cinco anos, temos que acionar um bote salva-vidas de forma imediata para que a população se sinta segura”, analisou.
CORREIO DO POVO/montedo.com

15 comentários:

Anônimo disse...

...é nois denovo novamente mais uma vez! !!!
E o salário ó!

Anônimo disse...

Melhor não! fico imaginando meus comandantes...

keko marques disse...

Que tal por os "combatentes" da cut e do mst nas ruas de PoA?

Anônimo disse...

Cadê o Estado que queria se tornar independente. Mostrem quem são capaz e criem sua própria moeda pra sair dessa pindaiba. Deixem de pedir arrego.

jonecy leite disse...

Esses políticos incompetentes ou ladrões, fazem a merda e depois chamam o Exército.

Anônimo disse...

Mais uma vez os severinos na rua fazendo a função da policia, que não faz o que deveria fazer...
E depois as FFAA que não fazem nada e são improdutivos, kkkk....
Quando precisam estamos lá sem hora extra, ganhando representação minima, qualquer dia e horario entre outros...

Anônimo disse...

É a herança do PT.
Tarso genro e a Lei de responsabilidade fiscal... APROVADO!

Anônimo disse...

Boa!

Anônimo disse...

É isto mesmo cara! Possibilidade existe. Se tudo que vai pra União voltasse pelo menos 50% o RS não estaria nesta situação. Não quero culpar os irmãozinhos do nordeste, mas eles estão levando os impostos recolhidos aqui.

Anônimo disse...

Mas, bah tchê, que incompetência!O Brasil seria o Rio Grande de amanhã?
Mas como foram deixar esses aproveitadores tomarem conta do estado? Se fosse lá no nordeste estariam dizendo que era por causa da pobreza maior, mas no Rio Grande do Sul? Isso comprova que as mentiras das campanhas do PT conseguiram enrolar todos os brasileiros. Mas isso passa e os responsáveis serão punidos, é o que esperamos.

Anônimo disse...

Tão não meu coitado....
E incompetência administrativa mesmo...
E um pouco de soberba da gauchada que sempre se acha melhor que os outros...
Tem que retroceder pra sentir na pele a dificuldade que os nossos irmãos nordestinos sempre sentiram....
Só assim pra aprender....

Anônimo disse...

Tudo nós.

Anônimo disse...

TUDO NÓS...Já sei, tem que cuidar do cabelo e barba do soldado; tirar um Sgt de dia: quem sabe um campo uma vez por ano, e de dois dias: muito papel não é? tudo em sete vias sendo uma assinada em cartório para solicitar um rolo de papal higiênico...cansa muito mesmo.

Anônimo disse...

Agora tu és contador, mais um militar metido a médico, contabilista, farmacêutico. ..kkkkkkk??? Vocês que se acham inferiores! O Brasileiro é igual no todo. A diferença está na desigualdade social existente e a causa da pobreza nordestina é o clima, solo pobre e seco. O recurso que poderia ser aplicado no pagamento do funcionalismo publico do RS está direcionado pela UNIÃO ao NE.

Anônimo disse...

tá certo, certo mesmo, certissimo, os nordestinos são culpados pelo calote que o estado rio grandense estão aplicando em seu povo e no governo federal, os nordestinos são também culpados pela guerra na síria, pela fome no mundo, há também esqueci pela segunda guerra mundial, FALA SÉRIO, GAUCHADA, VOCÊS TÊM NO GOVERNO DO ESTADO OS MAIORES CORRUPTOS DO PAÍS QUE DEPOIS DE TEREM SURRUPIADO TODO O ESTADO FICAM APONTANDO CULPADOS PELA FIGARICE, TÁ BOM, VAMOS CONTINUAR CULPANDO OS NORDESTINOS, PELA MISÉRIA QUE VOCÊS PASSAM, QUE SE ENGANAR É MAIS FÁCIL DO QUE ACEITAR A CULPA.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics