20 de novembro de 2015

Aviação russa destrói 500 caminhões-tanque que estavam em poder de terroristas na Síria


O Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia informou nessa quarta-feira que a aviação nacional destruiu 500 caminhões-tanque que estavam em poder de terroristas na Síria, diminuindo a exportação ilegal de combustíveis. Segundo os militares, centenas de cargueiros transportam milhares de toneladas de petróleo para transformação no Iraque. Conforme os representantes do Exército, essa é uma das principais fontes de financiamento do terror.
O Estado Maior russo comunicou que nos últimos anos, o grupo radical muçulmano EI (Estado Islâmico) e outras organizações extremistas organizaram no território sírio o chamado oleoduto móvel.
Durante entrevista coletiva, os oficiais russos apresentaram fotografias que mostraram como centenas de caminhões-tanque estão prontos para formar uma coluna e entrar em movimento. “Só nos primeiros dias, nossos caças aniquilaram 500 cargueiros. O sucesso da operação reduziu significativamente as possibilidades dos extremistas de exportar petróleo ilegalmente e, por consequência, de obterem lucros do contrabando”, concluíram os militares à imprensa.
Os governos de Rússia e França se uniram para bombardear as posições do EI em territórios sírio e iraquiano, em uma aliança inédita após 70 anos. (ABr)
o Sul/montedo.com

3 comentários:

Anônimo disse...

Cada um com seus problemas! Isso é um caso isolado. Puna-se o responsável.

Anônimo disse...

As ações da Rússia não são anti-EI, mas pró-Assad, que controla menos de 20% do território da Síria e é aliado da Rússia,que mantém até base naval no país.

Anônimo disse...

Os interesses políticos e econômicos acima de religiões e vidas humanas. O ser humano não muda. Querem dominar, enriquecer, controlar, matar os "inimigos", escravizar, impor o seu "deus" e, depois, deixam tudo aqui quando morrem.Não levam nada e deixam sofrimento, desolação e uma briga implacável pelos seus "bens". Se o suicídio, se explodindo, fosse um caminho para o paraíso e encontrar as muitas "virgens" que dizem que tem direito, os primeiros seriam os líderes dessas religiões.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics