14 de novembro de 2015

Foguete explode antes de lançamento na base de Alcântara (MA)


Um foguete não tripulado explodiu instantes antes de ser lançado, na tarde desta sexta-feira (13), no Centro de Lançamento de Alcântara, no litoral do Maranhão. Apesar do prejuízo, não houve feridos. Não se sabe ainda o que causou o acidente.
O problema ocorreu no lançamento do foguete, às 14h20. Segundo o centro, a falha aconteceu durante a operação de lançamento do Satélite de Reentrada Atmosférica (Sara). "Houve uma falha do motor do veículo VS-40M no momento da ignição que causou a sua perda", disse o órgão, em nota.
Ainda segundo o centro, o foguete ainda estava na rampa de lançamento e não chegou a decolar. "Todos os procedimentos de segurança foram adotados e não houve riscos a nenhum dos profissionais envolvidos."
Junto com o satélite, também estava embarcado outro experimento, em fase de qualificação, desenvolvido pela UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte): um GPS de aplicação espacial. Não se sabe se o aparelho foi destruído.
Uma comissão será designada para investigar as causas do acidente.
Por conta da explosão, a área de lançamento está isolada. Desde o fim de outubro a base espacial vinha efetuando lançamentos de foguetes não tripulados como parte da Operação São Lourenço.
No último dia 30, a equipe lançou o FTI (Foguete de Treinamento Intermediário) para treinar e avaliar os procedimentos do CLA para o lançamento do foguete suborbital VS-40M V03.
Na ocasião, o coronel aviador Cláudio Olany Alencar de Oliveira disse que o lançamento ocorreu dentro do planejado. "Foi altamente proveitoso e demonstrou que estamos prontos para realizar o lançamento do foguete suborbital VS-40M V03. Foi importante o teste com o dispositivo de teledestruição remota, utilizado pela primeira vez em um foguete de treinamento, como parte da preparação dos meios e do pessoal que atua na Operação São Lourenço", disse após a operação.
Em agosto de 2003, um outro acidente com o protótipo do Veículo Lançador de Satélites deixou 21 mortos. A explosão aconteceu rês dias antes de seu lançamento na base de Alcântara.
(Com Estadão Conteúdo)
UOL/montedo.com

9 comentários:

Anônimo disse...

Tudo quanto é foguete que tentam lançar lá explode! Quanto custa cada foguete desses?

LUIZEDZ disse...

Só posso dizer que é sinistro, muito sinistro.

Subão disse...

Alguém precisa parar com essas explosões!!! Antes que que nossos inteligentíssimos cientistas se matem....

Anônimo disse...

São tantas explosões em testes que cada vez mais isso se torna estranho.
Algo a ser investigado com cautela.

Anônimo disse...

Vcs não entenderam nada, estão testando um foguete flex.
Um foguete desse possui os atributos necessários para diversos aditivos, n boquinhas, ficar longe dos holofotes (vcs viram a noticia na grande midia?) e sofrer a beira mar do maranhão.
Conhecem alguem q foi transferido para lá sem peixada?
Perceberam como é ruim.

Anônimo disse...

Mais sabotagem ?? Cadê a ABIN, o CIE e a PF ???
Tá igual o LULA ninguém sabe de nada inocente...ou não querem nem saber.

Anônimo disse...

Pelo que sei, não é muito legal servir por lá,exceto para cientistas.Muita autoridade se achando rei da ilha. Houve uma época que me falaram que o comandante quando resolvia ficar por lá após o fim de expediente, certamente não trabalhando, todo o efetivo não podia retornar para o continente. O sujeito saía de São Luis de manhã cedo para pegar um barco e só voltava a tardinha, se o comandante deixasse ou fizesse pirraça, sei lá.Ficar longe da família e da mulher, para alguns é uma ótima opção. E, ainda tem a famosa maré braba da região para impedir o retorno.Acredito que o comandante e as outras autoridades tem até um avião a disposição, mas não tenho certeza, pois pela importância das instalações deve ter um plano B.

Anônimo disse...

Se miorá, instraga!

Luis Vanderlei Duarte Barbosa disse...

Sinistro

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics