15 de novembro de 2015

Marinhas de 5 países iniciam manobras na costa do Brasil

Exercícios militares realizados em conjunto com as forças brasileiras envolvem navios de Estados Unidos, Grã-Bretanha, México, Chile e Peru
As Marinhas de Estados Unidos, Grã-Bretanha, México, Chile e Peru se uniram à brasileira para os exercícios militares da Operação UNITAS 2015, que começou nesta sexta-feira no sul do Brasil, informaram fontes oficiais.
O Ministério da Defesa do Brasil indicou em comunicado que as manobras ocorrerão ao longos dos próximos dez dias tanto em terra como no mar, com a participação de 17 navios - nove brasileiros e oito dos outros países envolvidos -, além de aviões de combate e cerca de 8 mil militares.
Os Estados Unidos fornecerão quatro navios liderados pelo porta-aviões USS George Washington, que tem 320 metros de comprimento e transportará 48 aviões de combate e reconhecimento. O Chile enviou a fragata Almirante Riveros, enquanto a representação do México trouxe o navio de patrulha oceânica Baja California e um helicóptero AS-565 Panther.
A Marinha peruana deslocou até o sul do Brasil a fragata Quiñones, junto com um helicóptero AB 412, e a Grã-Bretanha enviou o navio de apoio logístico Gold Rover.
O Brasil mobilizará para estas manobras três fragatas, três navios-patrulha, um submarino e um rebocador, além de aviões de combate e reconhecimento.
(Com agência EFE)
Veja/montedo.com

6 comentários:

Anônimo disse...

O Brasil deve estar passando vergonha com seus navios obsoletos e caindo os pedaços, frente a demais paises que levam a serio a marinha de guerra.

Anônimo disse...

Cadê o porta-aviões brasileiro? Não temos?

Anônimo disse...

A arma secreta da MB é simples: ferrugem no inimigo que quem sabe o tétano vence a guerra!!!

Anônimo disse...

Uma vergonha! E ainda dizem que somos a 8ª economia. Nunca entendi isto.

Anônimo disse...

Já já vamos perder o pré-sal!!!

Anônimo disse...

para um exerciciosinho no Brasil os americanos mandaram SÓ um porta aviões! enquanto que o nosso está parado.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics