5 de novembro de 2015

EUA lançaram 'bomba-privada' na guerra do Vietnã

AVIAÇÃO SEM NOÇÃO
Para celebrar o lançamento de seis milhões de libras em bomba no Vietnã do Norte, a Marinha dos EUA marcou a ocasião lançando um vaso sanitário sobre o inimigo
THIAGO VINHOLES 
Essa foto com o avião de ataque Douglas AH-1 Skyraider “armado” com um vaso sanitário pode parecer mentira, mas é real e ele decolou desta forma. Para celebrar os seis milhões de libras (2.721.554 kg) em bombas lançadas sobre o Vietnã do Norte, pilotos da Marinha dos EUA (US Navy) tiveram a brilhante ideia de lançar uma privada sobre o inimigo.
O avião, com codinome “Paper Tiger II” nessa missão, decolou do porta-aviões USS Midway com sua arma “especial” em outubro de 1965 para atacar objetivos no Delta de Mekong, no então Vietnã do Norte. O aparelho foi conduzido pelo comandante Clarence J. Stoddard, que voou acompanhado de seu ala Robin Bacon.
Segundo relato de um controlador de voo que acompanhou o ataque da “bomba-privada”, quando o vaso foi lançado por muito pouco ele não acertou o Skyraider comandado por Bacon, que vinha logo atrás em voo picado (mergulhando). Devido a resistência aerodinâmica e o baixo peso, o objetivo caiu de forma descontrolada e assoviando. Após o ataque, os aviões retornaram com segurança ao USS Midway.
O vaso sanitário lançado no Vietnã do Norte havia quebrado dias antes do ataque e seria descartado. Os pilotos então o recuperaram e pediram aos armeiros do porta-aviões para criar uma forma de prende-lo aos suportes de armas nas asas dos Skyraider.
A brincadeira por pouco não causou um acidente (War History)
A “bomba-privada” celebrou os 6 milhões de libras em bombas lançadas na Guerra do Vietnã
A brincadeira não foi divulgada no porta-aviões e quando a aeronave surgiu no convés de voo com a privada debaixo das asas todos levaram um susto. Passado o ataque e a celebração, os pilotos criaram uma série de piadas para explicar a missão, como a de um ataque bioquímico.
O comandante Clarence J. Stoddard foi o único piloto de Skyraider que conseguiu abater um jato durante a Guerra do Vietnã, um MiG-17. Em 14 de setembro de 1966, Stoddard, porém, acabou abatido por um míssil anti-aéreo e morreu na sequência da queda.
AIRWAY/montedo.com

6 comentários:

Anônimo disse...

Estão com vontade de jogar bombas em alguém, né? Ficar sem fazer nada faz a mente "bolar" essas bobagens. Comemorar porque jogaram uma quantidade astronômica de bombas sobre um país matando milhares? Certamente eles ganharam a guerra? Não?!! A privada foi jogada mas a merd... ficou com eles. Se fosse com os militares brasileiros, já teriam uma meia duzia de ONG's xingando.

Anônimo disse...

Depois falam que só militar brasileiro faz merda. E estes aí?

Anônimo disse...

Como a vida é irônica. Jogaram um vaso sanitário, mas foram os Norte-vietnamitas que cagaram na cabeça deles. \o/

Anônimo disse...

Por isso que se pode ver tantos cemitérios de soldados americanos, com aquelas pedras brancas, nos EUA, foi por causa de tanta bosta que fizeram. Precisaram até de vaso!

Anônimo disse...

Alguém pode me citar qual guerra os americanos participaram, saíram "vitoriosos" e o país "salvo" esteja ótimo hoje em dia? Lembram do Iraque? Infelizmente, o único louco que conseguia dominar as várias tribos sanguinárias de lá era o Saddam Hussein, que foi preso em um buraco, condenado e enforcado, depois que "demoliram" o país inteiro.No Afeganistão, até hoje não se sabe se foi "vitória" ou derrota. Destruíram e espalharam as facções tribais pelo país que virou um caos.

Unknown disse...

Se a foto é real, como se explica o tamanho do vaso? Reparem a proporção. Quem sentava nele, o Shrek?

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics