9 de dezembro de 2015

Brasileiros invadem base naval na Bolívia, roubam armamento e fazem militares reféns

O militar da Força Nacional Boliviana, José Bazualdo Cruz,  disse na delegacia de Polícia Civil em Guajará Mirim (distante 330 km de Porto Velho), que a Base Naval Nova Esperança, localizada próximo do distrito de Araras, na rodovia 425, fronteira do Brasil com a Bolívia, a foi invadida por um grupo de seis brasileiros na manhã do último o domingo (6).
No Boletim de Ocorrência registrado pelo militar boliviano, ele narrou que ouviu pelo rádio o relato de um outro militar, que informou a ação dos brasileiros. Segundo Bazualdo, os criminosos invadiram o local por volta das 7h, rendendo as dez pessoas presentes, entre elas uma mulher.
O grupo levou seis fuzis, uma pistola 9mm e uma embarcação da Força Armada Boliviana. As dez pessoas levadas pelos criminosos já foram encontradas. 
Bazualdo não soube repassar características físicas dos acusados, porque não estava no local no momento da ação.
De acordo com o delegado Milton Santana da Silva, de Guajará-Mirim, as vítimas estão bem e só apresentaram inúmeras picadas de insetos pelo corpo, devido a quantidade de horas que ficaram na mata. As vítimas não souberam informar a polícia brasileira características sobre os assaltantes.
Com A Perola do Mamoré e Rondoniaovivo

2 comentários:

Anônimo disse...

É a bronca dos brasileiros em represaria pelo roubo da Petrobras.kkk...
Tem brasileiro bandido em todo lugar do mundo estamos perdido.

Anônimo disse...

Pode ser mesmo alguma retaliação, pois os militares bolivianos tocam o terror contra os brasileiros das comunidades de fronteira. É uma hipótese...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics