10 de dezembro de 2015

O soldado e o carrinho de mão

Histórias de Quartel
Infância pobre.

Ruben Barcellos
O soldado Duarte andava pelo pátio do 3º B Log, correndo e empurrando um carrinho de mão, daqueles com roda de ferro.
O barulho era infernal, chamando a atenção do seu comandante de companhia, o Cap Dalton.
Saindo para o pátio, o capitão chamou o soldado e lhe disse:
- “Ô soldado, você parece maluco. Não teve infância não?”
- “Infância eu tive, capitão,” e correndo mais ainda, gritou o Duarte, “eu não tive foi carrinho de mão!”
Esses duartes eram da pá virada!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics