19 de dezembro de 2015

Fortes militares viram pontos turísticos no Brasil

Edificações à beira-mar, criadas para proteger o país de invasões, guardam histórias incríveis


Dez fortes militares históricos, alguns deles com mais de 400 anos, se tranformaram em pontos turísticos de grande interesse no Brasil. Representantes de diferentes passagens da história do país, as obras foram erguidas em locais estratégicos à beira mar, para proteger o território brasileiro de possíveis invasões estrangeiras. Atualmente, algumas delas cumprem a função de orientar embarcações e todas estão abertas ao público.
A visita a tais obras permite a contemplação e o estudo da arquitetura trazida ao país pelos colonizadores europeus, além de revelar outras curiosidades, como os hábitos dos soldados e momentos marcantes do nosso passado. O Forte de Copacabana, por exemplo, serviu de prisão para o presidente deposto, Washington Luís. A lista de fortalezas, a seguir, foi elaborada pelo site AlugueTemporada.

Forte dos Reis Magos (RN)
Editora Globo (Foto: Editora Globo)
O Forte dos Reis Magos foi o marco inicial da cidade de Natal — fundada em 25 de Dezembro de 1599. O nome remete à data de início da sua construção, 6 de janeiro de 1598, Dia de Reis. Sua arquitetura é singular e linda, tendo o forte um formato de estrela. A edificação ainda preserva os canhões expostos na parte superior, capela com poço de água doce e alojamentos.

Forte de Copacabana (RJ)
Editora Globo (Foto: Editora Globo)
O Forte de Copacabana foi idealizado no fim do século 19 para compor o sistema defensivo da cidade do Rio de Janeiro e do seu porto. Momentos históricos envolveram o forte, como o Movimento Tenentista de 1922 e a Revolução de 1930, quando a fortaleza serviu de prisão para o presidente deposto, Washington Luís. Atualmente, o local, que tem uma vista incrível para a orla de Copacabana, é um dos pontos turísticos do Rio. Além disso, o espaço abriga um pequeno museu militar e a Confeitaria Colombo, que faz parte do patrimônio cultural da cidade.

Fortaleza de Santa Cruz da Barra (RJ)
Localizado em Niterói, o Forte de Santa Cruz da Barra foi durante os períodos de colônia e império brasileiro a principal estrutura defensiva da Baía de Guanabara e do Porto do Rio de Janeiro, já que à época o forte de Copacabana não existia. Com uma arquitetura imponente e preservada até hoje, a fortaleza atrai uma média de dois mil visitantes por mês e é o segundo ponto turístico mais visitado do município. O último disparo do forte foi dado em 1955.

Forte São Matheus (RJ)
O lindo forte de São Matheus, localizado na Praia do Forte, em Cabo Frio, é o mais antigo monumento da Região dos Lagos. A edificação foi construída a mando da coroa portuguesa no século de XVII a fim de defender as terras de possíveis invasões de ingleses, franceses e holandeses. Preservado, o forte é de fácil acesso e proporciona uma vista linda do oceano e da orla cabo-friense.

Forte das Cinco Pontas (PE)
Editora Globo (Foto: Editora Globo)
Localizado em Recife, o Forte das Cinco Pontas foi edificado pelos holandeses no ano de 1630 durante a ocupação de Pernambuco. Durante uma restauração do forte no século XVII, o forte perdeu sua estrutura original e ficou apenas com quatro pontas, como permanece preservado atualmente. Foi neste forte que os holandeses se renderam à revolta luso-brasileira em 1654. Atualmente, a fortaleza abriga o Museu da Cidade do Recife.

Forte Orange (PE)
O Forte Orange localiza-se a 50 km de Recife, na ilha de Itamaracá, e é mais um exemplo de construção holandesa na região. Após a saída dos holandeses, os portugueses reformularam a estrutura do local que se tornou patrimônio histórico nacional no século passado. Atualmente, a fortaleza encontra-se fechada para melhorias e a previsão é de reinauguração em dezembro deste ano. Quando o trabalho terminar, os visitantes poderão contemplar vestígios da construção holandesa que estavam escondidos sob a atual fortificação portuguesa.

Forte de Santo Antônio da Barra (BA)
Flicr
Construído em 1696 para proteger a Baía de Todos os Santos, o Forte de Santo Antônio, em Salvador, ganhou, logo após sua inauguração, um farol para orientar as embarcações que ali entravam, missão que é cumprida até hoje. O espaço abriga o Museu Náutico da Bahia, que oferece visitas monitoradas. Atualmente, é comum os baianos e turistas se reunirem no farol para observar o pôr do sol.

Forte São Marcelo (BA)
Editora Globo (Foto: Editora Globo)
O Forte São Marcelo, também chamado de Forte do Mar, em Salvador, é o único forte do Brasil em formato circular. Foi construído em 1623 e sua forma cilíndrica foi inspirada no Forte de São Lourenço do Bugio, localizado na foz do rio Tejo, próximo à Vila de Oeiras, em Portugal, que possui um formato similar. Atualmente, porém, este fortificação só pode ser vista por fora, pois está fechada para obras de melhorias até o fim de 2015.

Forte de São João da Bertioga (SP)
O primeiro forte a ser construído no Brasil foi o de São João de Bertioga, localizado na ponta sul de Bertioga, ao lado do canal e próximo à balsa. Erguido em 1532, é considerado patrimônio histórico e cultural do Brasil desde 1940. Tem diversos artefatos históricos em seu interior, como a réplica de uma armadura medieval.

Forte de São José da Ponta Grossa (SC)
Construído em 1740, o Forte de São José da Ponta Grossa está próximo a um dos destinos mais procurados por turistas atualmente: a praia de Jurerê, em Florianópolis. Do forte é possível observar parcialmente a praia de Jurerê e a ponta da praia da Daniela, além do lado continental da Grande Florianópolis. Ou seja, além de abrigar uma parte da história de Florianópolis, a edificação proporciona vistas privilegiadas da cidade.
CASAVOGUE/montedo.com

8 comentários:

Anônimo disse...

Faltou o forte da barra de Santos na cidade de Santos-SP localizado na entrada do porto de santos o lado de guaruja-SP. Um dos fortes mais antigos do pais, foi criado para proteger a primeira cidade do país São vicente dos corsarios, piratas e inimigos...
Para que tiver interesse em conhecer acesse:

http://www.santoscidade.com.br/fortaleza_da_barra.php

Anônimo disse...

Esta sera a forma de ganhar dinheiro fazendo os velhos fortes virarem museus e cobrar uma pequena taxa para visitação e assim comprar as necessidades para as FFAA. Já que não vem verba para nada...

Anônimo disse...

Além dos fortes já citados, temos lindos fortes em Belém, em Rondônia( Forte Príncipe da Beira, Fortaleza e o linda Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo, colado a João Pessoa/PB. Venha e desfrute de belíssimas praias límpidas de águas mornas o ano todo.

Anônimo disse...

Para entrar no farol da Barra, em Salvador, cobra-se R$ 15,00 por cabeça para visitação. O dinheiro deve ir para a Marinha comprar comida para a guarda do quartel de suas OM.

Anônimo disse...

Transforma em hotel, dá mais dinheiro. Temos que aprender muito com os gringos!Brasil acima de tudo!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Faltou o Forte Marechal Luz em São Francisco do Sul/SC!! E ainda tem Hotel de Trânsito! Muito bom, recomendo.

gilson nascimento disse...

Boa tarde Montedo. Sou Sargento do Exército e formado bacharel em Turismo pela UFPE e por coincidência meu TCC foi sobre o forte das cinco pontas, na época em que fiz o trabalho (2013) o forte havia acabado de passar por reformas e concerteza ele é um marco não só para a historia de Pernambuco, como a do Brasil uma vez que Pernambuco e considerada berço da nacionalidade brasileira na primeira união das três raças que formão nosso povo. existem outros fortes e fortins na cidade de recife e nas vizinhanças q coloquei em meu trabalho como possível corredor de visitação. quem não conhece e muito bom ir e levar filhos, amigos e parentes para conhecer um pouco da nossa história.

Anônimo disse...

Cara, você fez faculdade mesmo ???
Concerteza, formão ???
Meu Deus....
BRASIL: PÁTRIA EDUCADORA !!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics