11 de dezembro de 2015

Sargento do Exército morre após acidente na BR-050 em Catalão, GO

Condutor precisou desviar de outro veículo que realizava ultrapassagem.
Caminhão viajava em comboio de Brasília (DF) para Uberlândia (MG).
Vanessa Martins
Do G1 GO
Um sargento do Exército de 22 anos morreu no início da tarde desta sexta-feira (11) após sofrer um acidente na BR-050 em Catalão, no sudeste de Goiás. A vítima estava no banco do passageiro no momento em que o veículo saiu da pista e tombou. O condutor, de 27 anos, teve apenas ferimentos leves.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o caminhão tentou desviar de um veículo que realizava uma ultrapassagem e saiu da pista. O condutor tentou voltar para a via, mas o caminhão passou por cima de uma placa de sinalização e tombou, sem capotar.
Ainda conforme a PRF, o jovem chegou a ser atendido por uma ambulância da concessionária que administra a via, mas não resistiu e morreu ainda no local. O motorista ficou ferido, mas não precisou ser hospitalizado.
O caminhão seguia em comboio com outros veículos de Brasília (DF) para Uberlândia (MG) levando fardas e outros equipamentos do Exército.
G1/montedo.com

4 comentários:

Anônimo disse...

Pode ser que eu esteja errado mas houveram bastantes acidentes com esse tipo de viatura esse ano e na sua maioria por capotagem.

Anônimo disse...

O amigo está certo, mas a culpa não é da vtr
Umas viraram porque estavam muito acima do limite de velocidade com um obus atrelado. Outra uma civil enfiou o carro de frente na Vtr
Esse da repostagem, foi dito que um outro carro provocou o acidente.
O EB comprou mais de 10000 Vtr nos últimos, é natural o aumento dos acidentes
Vamos parar de tentar culpar os outros pelos nossos erros

Anônimo disse...

Essa Vtr tem sim um problema no sei eixo gravitacional, tivemos uma palestra de um Gen que confirmou isso.

Anônimo disse...

as vtr sao preparadas para manobras mas em caso de nesscesidade de uma manobra de emergencia tem que ser cautelozo pois a velocide nao ajuda em manobras fortes devido ao declive da pista.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics