9 de dezembro de 2015

Muitas imagens, uma história

Militares e seus cachorros: uma história emocionante.

4 comentários:

Anônimo disse...

Esses peludos já salvaram a vida de muita gente, seja encontrando explosivos, seguindo na frente da tropa em patrulhas e entradas táticas, encontrando drogas, procurando vítimas de desastres ou pelo simples fato de estarem ao lado de muitas pessoas que já perderam a esperança na vida e nos humanos. Infelizmente muitos, inclusive pessoas de farda, insistem em tratar essas criaturas maravilhosas como se nada valessem. Basta ver a quantidade de casos de "deuses estrelados, acima da lei e da justiça"(ops, cometi um engano, queria dizer comandantes de unidade) que mandam abater ou largar à própria sorte aqueles pobres vira-latas que aparecem nos quartéis, pois é extremamente difícil entrar em contato com alguma organização não governamental para solicitar ajuda para castrá-los ou para colocá-los em feiras de adoção (imagina que um "deus" desse vai se rebaixar pedindo ajuda aos outros, embora para passagem de comando e outros eventos eles fiquem pedindo patrocínio daqui e brindes dali). Além disso, sempre haverá o lacaio o qual pode ser um oficial intermediário, subalterno, mas na maioria das vezes é um oficial de EsSA (praça que não quis fazer a Academia, mas que quer ser promovido a general mediante extrema servidão) que não hesitarão em cumprir as ordens mais absurdas, entre elas abater os pobres animais que estão "incomodando". Por outro lado, há pessoas muito boas, pois conheço casos de comandantes de OM que tiraram dinheiro do próprio bolso ou solicitaram auxílio de ONGs para castrar e tentar dar um destino decente aos animais (alguns até adotaram cães que apareceram na OM) e há tantas praças que podem não se esforçar para dar um destino melhor, mas pelo menos oferecem carinho e não maltratam essas criaturas indefesas. Além disso, posso garantir que pessoas que são ruins com animais com certeza serão piores com qualquer outra criatura, principalmente com seus semelhantes!

Anônimo disse...

O companheiro(a) anônimo(a) das 07:12 quer parecer politicamente correto, mas nunca viveu dentro de um quartel, para falar essas "pérolas". Perdeu uma excelente oportunidade de ficar recolhido à sua extrema insignificância. Ainda por cima nem assina o post!

Anônimo disse...

Parabéns pela postagem, Montedo. Tenho um Pit Bull, apesar da fama de mau, a cada dia me impressiono pela sua docilidade, inteligência e amor ao dono. (No caso eu, né. He,he).

Montedo, gostaria de parabenizar-lhe também, pela postagem da turma de 80.Sou de 89 ( já era um pouco diferente). Parabéns, acima de tudo, pelo ORGULHO em ter sido (Ou ser, dependendo do ponto de vista) Sargento da nossa Força Terrestre.
Valeu Montedo.
1º Ten QAO CordeirEx

Anônimo disse...

Belissima postagem... O verdadeiro amigo do Homem... Esse nao precisa de dinheiro, carro de nada de valor.. apenas o carinho verdadeiro.... Merecerá sempre toda honraria de um combatente.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics