8 de fevereiro de 2016

Disciplina. Honra. Respeito.


Discipline.Honor.Respect.This is the 3d U.S. Infantry Regiment (The Old Guard)(U.S. Army video by Staff Sgt....
Publicado por Soldiers magazine em Sábado, 6 de fevereiro de 2016

49 comentários:

Anônimo disse...

Muito bonito, mas o nosso pessoal dos Batalhoes de Guarda não ficam atrás... Eles também sabem fazer cerimoniais e ordem unida de forma perfeita.

Anônimo disse...

Isso é um verdadeiro cerimonial em homenagem ao soldado morto em serviço, combate ou ao soldado desconhecido. Não a firola que fazem em nossos quarteis pelo Brasil.
Uma homenagem onde até o presidente esta presente, mostra o verdadeiro valor que a nação da ao militar.
Nosso Batalhão de guarda somente sabe ficar brincando com escopeta fazendo dancinha ou bajulando autoridades...
Falta profissionalismo em nossas forças armadas se realmente querem compor a força de segurança da ONU.

Anônimo disse...

A coisa lá é baseada na disciplina, honra e respeito. Não é igual ao que acontece aqui no Brasil que o que se impõe é o medo. Aqui não se forma líder, e sim, chefe, uma coisa é diferente da outra. E, na hora de fazer cumprir uma ordem, recorre-se à situação como: "Faça isto porque senão o coronel vai te prender!", ou seja, molda um medroso irrecuperável. O recruta sente medo da própria arma, pois, caso ela dispare, o soldado vai ser "trucidado".

Anônimo disse...

Não enche barriga.....

Christian Bernhardt disse...

Que eu saiba este é o batalhão encarregado da segurança em Arlington, do Túmulo do Soldado Desconhecido... só voluntários servem lá e é feita uma seleção criteriosa entre eles... o militar que já serviu nesta Unidade tem um prestígio muito grande. Ter servido ali fica constado na sua ficha de serviços e é uma prova de que você é um excepcional militar.

E ao companheiro que disse que não enche barriga: encher a barriga é indispensável mas se apenas isso conta pra você é melhor procurar uma outra profissão que não seja militar.

Anônimo disse...

Mi mi mi, para de reclamar meu filho, se não está satisfeito vai embora. ..Pode ter certeza que no mundo civil você vai ter muitos Líderes,a vida aqui fora do quartel é muito boa. ..todos são compreensíveis, só que não!

Anônimo disse...

Me desculpem aos que ficam reclamando de salario, porem ser militar é vocação e não para ficar rico.
Logicamente temos que dar condições a nossas familias e a si proprios, porem duvido que algum sargento ou oficial sofra dificuldades financeiras pelo salario, a não ser se form mal planejamento financeiro, pois no minimo é 3500,00 reais como 3°Sgt. Se alguem for trabalhar fora dos quarteis vera que a dificuldade é muito maior e não tem as regalias que nós temos de TFM entre outras de meio expediente.
Botem a cabeça para pensar pois ser militar não é tão ruim assim em salario.
Quem não esta contente que vá embora.

Anônimo disse...

Lá também não enche barriga, viu algum gorducho no vídeo? claro que não. Quanto os batalhões de guarda, sua farda é um horror, o pior material possível, sem nenhum tipo de padrão e ordem unida quase que civil, sem marcialidade, com o saco cheio de serviço e missão, sem Chefes verdadeiros que se tenha orgulho em respeitar, assim vai o EB, com passos de formiga e sem vontade.

Anônimo disse...

E ao companheiro que disse que não enche barriga, busque ser feliz em outra profissão e pois ser militar voce não ficara rico. Voce esta na profissão errada.
Não pergunte o que seu país pode fazer por voce e sim o que voce pode fazer pelo seu país.
Ser militar é ser patriota e não mercenario. Precisamos de dinheiro para sobreviver logicamente mas não justifica lamentar pela profissão. Busque algo melhor voce...

Anônimo disse...

Christian Bernhardt
Porque procurar outra profissão? Militar no Brasil acaso não come, não paga transporte, não paga colégio para os filhos, não paga contas de energia, luz, água, telefone, aluguel? Vc, servindo em uma capital, ou cidade de alto custo de vida com mulher e filho, como se sairia com excepcionais 3200 reais líquidos que é o que recebe um 3º Sgt? Alguns oficiais acham muito. Tem Cmt que tem capacidade de falar em planejamento financeiro e familiar, daqui um tempo sugerirão esterilização química aos subordinados da base da pirâmide, pois não terão condições de criar filhos..kkkk. Quem executa tarefas por sacerdócio é padre, e mesmo assim é muito bem remunerado e atendido por sua instituição religiosa.Esse chavão conformista de "militar não entra na força para ficar rico..mimimi..." encheu, não tem lógica quando a instituição exige dedicação integral, insubmissa e permanente, não dando a contrapartida equivalente, a começar por uma remuneração decente. E não são os outros segmentos que ganham bem...nós é que ganhamos mal mesmo, e temos que aplaudir para contentar chefes e em nome da disciplina e hierarquia.



Anônimo disse...

Aposto que os defensores pró-EB-mortadela aí acima são todos oficiais. Pensamento pobre e desprovido de nexo, comparar-se com outras classes menos favorecidas para resignar-se, achar que nada precisa mudar,que ganhamos muito bem, que é só correr em forma entoando infantilidades (tomar chopp, saltar do avião, ir para a selva...etc e tal) para divertir a população (sim, senhores, isso não desperta sentimento patriótico, e sim risos...), fazer ordem unida e bradar bravatas...não precisa vocação para essas coisas. Aos conformados, que ganham menos que ascensorista de elevador de BSB, boa sorte, vibrem muito no seu mundo encantado....kkkkkkkkkk.

Anônimo disse...

mi mi mi

Anônimo disse...

Por quê não vai embora meu filho?? As forças armadas fazem contrato para vida toda? ? Se esta insatisfeito pede 150 que será atendido! Não está tão ruim? Segue outra carreira, existem vários concursos aí. ..o que mais tem hoje nas Forças Armadas são incompetentes que reclamam de tudo e não fazem nada, transformam o ambiente de trabalho em um merda...Muitos são ricos sim, ganham pra não fazer nada! !!

Anônimo disse...

Mi mi mi, sou praça e não fico nessa choradeira, escolhi ser o q sou! Não está tão ruim, vai embora!

Christian Bernhardt disse...

Ao anônimo de 18:56 que escreveu um comentário a mim: se você leu meu comentário vai ver que coloquei bem claramente "encher a barriga é indispensável..." e por "encher barriga" me refiro a pagar as contas, alimentação, carro, aluguel, etc, etc...

Mas para ser militar tem de se gostar da profissão além da necessidade de "encher a barriga"...

Mas antes que falem que eu me contento com pouco ou que sou alienado ou algo assim quero dizer que eu era até pouco tempo atrás era Segundo-Sargento de Carreira, da Arma de Infantaria e além disso fui soldado de infantaria e cabo de infantaria durante 6 anos. Fiquei 14 anos no Exército e amava o que fazia... o problema começou quando já não estava mais sendo possível "encher a barriga" e pensando na família eu saí procurando melhores condições. Mas isso não muda o fato que amo a atividade militar.

Só contestei o companheiro pois parece que temos alguns colegas de farda que não amam ser militares e entraram na força apenas pensando em dinheiro.

MESSIAS DIAS disse...

A questão central é enfrentarmos a realidade de frente e darmos igualdade em condições para trabalho.
Inicialmente é resolver o maior problema que é todos termos auxílio moradia, que resolveria o nosso maior problema que causa uma enorme desigualdade entre os que ocupam e os que não ocupam PNR.
Após devemos avançar com o fim de mensalidades nos Colégios Militares.

BOLSANARO deveria ter buscado junto ao seu amigo Eduardo Cunha colocar a LRM na pauta do Câmara Federal, para se tentar a volta do posto acima na reserva e o retorno do Adicional de tempo de serviço ao ano, no mínimo.

Anônimo disse...

Sei...kkkkkk, ta bom meu chapa.

Anônimo disse...

Parabéns, Christian Bernhard, por ter conseguido condições mais dignas pra VC e sua família. Creio que seu novo universo têm problemas endêmicos, assim como as FA. Vejo TB que lhe falta certo sendo crítico e maturidade profissional para perceber que lado positivo de uma profissão está intimamente ligado à remuneração e incentivos profissionais e não ao simples comodismo de nada fazer, executar TFM em horário de expediente, ou sair à rua pra vacinar cães ou matar mosquitos ou cantar o hino no 7 de setembro. Realmente, penso que se a desvalorização da carreira, pcp das praças, continuar, somente sendo franciscano e masoquista para insistir. Tem muitos concursos abertos, e a evasão passa despercebida somente aos olhos do EME.

Anônimo disse...

Esse praça anônimo das 21:59 acaba de se converter em meu herói... Deve ser um boca-de-rancho que mora no quartel, e não tem um passarinho pra dar agua. Deixe de ser hipócrita.

Anônimo disse...

Anônimo das 20:52
Mais um oficial que passa o dia todo no facebook, assinando documentos feitos por graduados. Vc sim é rico, pq recebe três vezes mais que os Sgt que fazem o seu trabalho, e VC em contrapartida só repassa o que seu CMT determina.

Anônimo disse...

Messias, bolsonaro está c....pra situação das praças. Ele se inclui no universos dos oficiais e disse certa vez que a questão das praças é assunto interno do EME, logo ele está se lixando. Estando bom para os oficiais (lembrando que uma praça em final de carreira, com 30 anos de SV, ganha 1200 reais a menos que um Of recém saído da academia) o resto que se dane, na visão de Bolsonaro. Não me representa. O EB copia tudo, pq não cópia a carreira de praça do exército português, e dá dignidade às praças? Porquê não acaba com a remuneração verticalizada, e com os interstícios absurdos para as praças? Somos funcionários públicos concursados e não entramos na força por favor ou predileção de um ou outro CMT, assim sendo, as exigências impostas por vaidades pessoais (Gen, e CMT que pensam impor disciplina prejudicando um universo inteiro, as praças) não podem sufocar o cidadão sob a farda. Pensem nisso.

Anônimo disse...

Estou na torcida que vai melhorar. Vai volta o posto a cima. Auxílio moradia e tbm o tempo de serviço. Vamos ter a valorização que merecemos. Aumento vem acima da inflação. Parabéns a nossa escolha. Dinheiro eh superfulo. Estamos economizado para o Brasil sair dessa crise. Eh só não gastar com escolas caras...viagens nas férias etc

Anônimo disse...

Anom de 8 de fevereiro de 2016 23:56, é comum em qualquer concurso que o cargo de nível superior ganhe mais que o de nível médio.

Tribunal de Contas da União
Para os cargos de nível médio, os salários podem chegar a R$ 6.000,00, já para os de nível superior a R$ 11.000,00.

Ministério Público da União
Os salários estão em torno de R$ 4.000,00 para cargos de nível médio, e R$ 7.000,00 para nível superior.

Banco Central
No último concurso realizado, o BACEN ofereceu para o cargo de técnico, que exige nível médio, salário de cerca de R$ 5.000,00, enquanto que o cargo de analista, que exige nível superior, o ganho estava próximo de R$ 13.000,00.

Controladoria Geral da União (CGU)
Os salários de nível médio giram em torno de R$ 4.000,00, já os salários de nível superior chegam a quase R$ 13.000,00.

Supremo Tribunal Federal
No concurso de 2013, o salário oferecido estava em torno de R$ 4.000,00 para nível médio, e R$ 7.000,00 para nível superior.

Anônimo disse...

Montedo, não tem como publicar um levantamento da evasão dos praças no EB?
Creio que os números sejam impressionantes, visto que somente em minha turma de EsSA éramos 140 e hoje não somos um pouco mais que 90.
Na minha unidade esta havendo coisas que nunca vistas: vários temporário ocupando funções antes piruadas por 1º Sgts.
Isso é reflexo que 2º e 3º Sgt de carreira somos um pouco mais que 1/2 duzia, não coloco nessa conta os 2º Sgt QE, pois, palavras dos mesmo, não podem assumir funções chaves pois ocupam vaga de cabo.
Não é querendo usar o velho chargão, mas o pessoal que não esta contente esta mesmo pedindo para sair...

Anônimo disse...

Fico muito emocionado quando vejo o presidente dos EUA em um cerimonial deste ! Mostra o respeito que o chefe tem por seus subordinados,muito contrário de um certo país tupiniquim que tem uma senhora de duvidosa moral (pois foi guerrilheira que combatia os próprios militares) como comandante em chefe !

Anônimo disse...

Esses valores são iniciais para esses cargos, não ocorre tal discrepância no final das carreiras, um cargo técnico do MPU depois de 30 anos de SV não ganha menos do que o cargo de nível superior inicial.VC quer convencer quem?

Anônimo disse...

Cel ganha muito bem. 13800

Anônimo disse...

O que adianta ganhar muito e não tem vocação. Militar eh vocação

Anônimo disse...

Anônimo de 9 de fevereiro de 2016 11:27, você diz que "um cargo técnico do MPU depois de 30 anos de SV não ganha menos do que o cargo de nível superior inicial" com base no seu achismo. Não apresentou nenhum argumento.

Confira em http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12773.htm

Vencimento Básico de Analista em início de carreira (A1): 4.633,67
Vencimento Básico de Técnico ao final de carreira (C13): 4.240,47

Não conheço a progressão da carreira deles, então não posso afirmar se leva 30 anos para o técnico chegar ao topo.

Mas olha que interessante que descobri, lendo na legislação sobre a carreira deles:

"§ 3o A progressão funcional e a promoção não acarretarão mudança de cargo."

Sabe o que significa isto? Que o técnico vai se aposentar com cargo de nível técnico. E você ainda reclama do EB onde existe a possibilidade do "técnico" se tornar "analista".

Anônimo disse...

O anônimo 9 de fevereiro de 2016 11:27 está certo. Esta é a verdadeira visão matemática da situação. Tem-se que analisar projetando para o futuro, pois a carreira não é estática. Mas a coisa piorou muito quando tiraram as gratificações dos militares. Antigamente, um "cabo velho" ganhava mais que um 3° SGT recém-formado. Era até justo porque o cara já tinha dado sua vida pela sua carreira. Mas para eles, cabos e taifeiros, no final, foi criada uma lei para promovê-los a SGT, alguns foram até promovidos a ST, e ainda com soldo acima. Agora, o que fizeram para melhorar a carreira dos SGT? Nada! O fato de dizerem que se o cara não está satisfeito, porque ganha pouco, que saia é muito fácil para quem é irresponsável ou não tem noção de família, pois a grande maioria que está passando por dificuldade é chefe de família e não poderá sacrificar ainda mais seu pessoal. Seria muita irresponsabilidade! Se todos que ganham mal tivessem que abandonar suas profissões, o Brasil não teria mais professor. O governo tem que corrigir este problema, não é as pessoas terem que mudar de profissão, não!!!! Isto é coisa de BOÇAL.

Anônimo disse...

Faltou uma pequena gratificação do MPU.....kkk de 90% no cálculo do amigo.
R$ 4.633,67 x 1,90 = Salário inicial de R$ 8.803,97 valor no primeiro mês.
Após as promoções anuais...depois de uns 13 anos estará recebendo:
R$ 13.219,07 - Fora outras gratificações etc etc etc

Anônimo disse...

Dia 13 FEV haverá o ataque ao mosquito...

Anônimo disse...

Exatamente amigo, cade o oficial deslumbrado com sua gloriosa carreira para rebater esses fatos? Quem disse que um técnico do MPU ganha 4 K a vida toda e na inatividade? É muita falta de conhecimento desse cidadão. Vejo que na AMAN, se preocupam somente com o ego desses cidadãos e não os preparam para serem líderes, aceitarem opiniões e fatos diversos das suas realidades. Por isso estamos na ruína em que nos encontramos. Querem nos convencer que ganhamos muito bem, as praças, e que aplaudamos o sistema, cheios de dívidas e designados. Covardia de um sujeito que ganha 9k, 10k ou 15 mandar um companheiro que ganha 3k pedir pra sair. Típico de OF.

MESSIAS DIAS disse...

Nós militares deveríamos estarmos preocupados na melhoria das nossas condições de vida.
Porém sempre aparece alguém com todo o rei na barriga e define em suas rápidas palavras: tá insatisfeito que saia.
Na verdade esse companheiro que está fazendo o discurso do perfeitamente correto, almoça ovo e arrota camarão.

Minha preocupação com as outras carreiras são única e exclusivamente comparativa.

Torço é que se implante o Auxílio Moradia e, principalmente, todos os Sargentos de Carreira, tenham seus planos de carreira definido até Capitão QAO.

Devemos participar dos Esforços de Desenvolvimento Nacional, porém termos a real noção de que não somos a solução da Pátria, apresentando moralidade infantil.
Moralidade é ser honesto.
À medida de justiça no tocante à carreiras no Brasil, per si é incorreta.

Então devemos é nos unir para conseguirmos melhorias possíveis!

Anônimo disse...

Oficial é analista de que? Hinos e canções? Corrida em forma com EV? Armamento? Vejo os Sgt fazerem todo esse trabalho e serem discriminados por ocuparem cargo de nível médio. Vejo oficial contando histórias de suas vidas durante maçantes 30 min de formatura, fazendo apelos psicológicos e assinando documentos. Realmente é uma honra inenarrável depois de 30 anos deixar de ser cargo técnico e integrar esse glorioso universo. Façam-me o favor.

Anônimo disse...

O comentário fala sobre vencimento básico. Existe sim a gratificação de 90% que vale para os dois casos, logo, não vai mudar o resultado final. O técnico ao final de carreira continua ganhando menos que o analista recém empossado. Isto é matemática básica. Mas como o amigo deve ter dificuldade com números, vou colocar os valores atualizados:

Vencimento Básico de Analista em início de carreira + 90% (A1): 8803,97
Vencimento Básico de Técnico ao final de carreira + 90% (C13): 8056,89

O meu objetivo não é comparar salário entre carreiras públicas. Nisto, concordo que o sargento está ganhando menos do que algumas outras carreiras (como por exemplo, esta que estou citando). Só quero mostrar que é comum o cargo de ensino médio ganhar menos que o de ensino superior. Não é privilégio do EB, como acham muitos.

Quanto ao anônimo de 9 de fevereiro de 2016 16:33, "Quem disse que um técnico do MPU ganha 4 K a vida toda e na inatividade?", eu que te pergunto. Mostre para mim onde eu disse no meu comentário que um técnico ganha 4k a vida toda. Está bem claro o valor do vencimento básico, retirado da legislação. Sugiro que melhore sua interpretação de texto.

Anônimo disse...

Acho que oficiais e sargentos tem seus meritos, todos tem, porem cada qual prestou um concurso deferente com funções e carreiras diferentes na vida. Foram opções que cada um fez no inicio de sua vida.
Agora não adianta reclamar do leite derramado e sim buscar crescimento.
Fui soldado, Sgt Temporario, sgt de carreira e agora sou oficial de carreira na area de QCO. Quem quer crescer busca estudo e crescimento...
A oportunidade esta para todos, não adianta ficar esta disputa de quem faz mais ou menos, cada qual com a sua função e ganha por isso.

Anônimo disse...

Idem a VC, leia mais.

Anônimo disse...

Estou muito feliz com o que ganho, fiz o concurso quando era nível fundamental e menos de um ano de formação. ....Quanto será que eu estaria ganhando se eu tivesse prestado concurso pra nível fundamental hoje? Eu acho que nem existe e se existir paga muito menos que receBo hoje. ..Não tenho recalque por não ser oficial de carreira, se eles são o q são é porque estudaram e se dedicaram. ..o curso pra aman sempre esteve aberto pra mim, não passei e fui pra Essa. .

MESSIAS DIAS disse...

Repito,

Qual o problema dos sargentos de carreira terem o plano de carreira definido até Capitão QAO?

Qual o problema de lutarmos pelo Auxiluo Moradia

Qual o problema de lutarmos para os Colégios Militares serem gratuitos?

Qual o problema de termos tratamentos igualitários nos hospitais militares?

Qual o problema dos QE chegarem a STen?

Devemos então é buscarmos melhorias para todos nós!

A questão é deixarmos de ser falsos moralistas e comer ovo e arrotar camarão!

Quero é que o senhor BOLSANARO lute para fazer com que o Presidente da Câmara Federal coloque na pauta a LRM e consiga a volta do posto acima e do 1% de tempo de serviço ao ano. Lembro que a LRM é nossa culpa, ou seja, dia nossos Comandantes a época!

Vamos lutar por nós!

Sargentos até QAO!

Anônimo disse...

Nação que respeita os seus símbolos, sua bandeira, seu hino...são nações grandiosas...aqui as crianças não sabem nem o hino nacional...na minha época de escola se hasteava a bandeira pelo menos 1 vez por semana, oportunidade que cantávamos o hino nacional...
meu filho tem 14 anos e nunca em nenhuma escola que ele frequentou foi hasteada a bandeira...
Deveria voltar o antigo Educação moral e cívica e o OSPB, para ensina o povo a pensar como uma coletividade...parando de olhar para o próprio umbigo...

É comovente vê como os EUA reverencia seus heróis desconhecidos, não vamos falar aqui de motivos que levam os EUA a tantas Guerras (sei que eles não são santos) mas quando entram na frente de batalha eles sabem que realmente da o sangue...

diferente daqui que reverenciam os cordinhas de Dom Pedro II...

Anônimo disse...

fico pensando: um rapaz ficar 7 longos anos ralando em escola militar e sair ganhando uns 6.900,00 (bruto).....eh uma merreca...mas o que importa eh o gosto...a vocação...como dizem...

Anônimo disse...

Anônimo 9 de fevereiro de 2016 17:34 aprenda a enxergar não somente o que os olhos veem, enxergue também com a razão. Fazer contas não significa saber Matemática. Vamos ao assunto em questão: um funcionário nível superior inicial não tem todas as gratificações, mas um funcionário nível técnico fim de carreira tem, então, é comum este ganhar mais que aquele, na vida civil; pois na carreira militar acabaram com várias gratificações, que também faziam acontecer a mesma coisa, por exemplo, um taifeiro mor ganhava mais que um 3° SGT recém-formado. O mesmo acontecia com o chamado "cabo velho". Também acontecia com o subtenente em relação ao aspirante. É só perguntar a alguém daquela época.

Anônimo disse...

Menos Messias, menos...

Anônimo disse...

Menos nada Messias.
Você nos representa.
Estamos contigo.
Parabéns!

Anônimo disse...

Representa vc e todos os frustrados em forma... nao eu.

Anônimo disse...

E o que VC diz de quem passa 30 anos dedicando-se à força, e passa para a reserva com a saúde combalida, a família fragmentada, a sanidade mental comprometida (por lidar com vaidade e futilidades infantis dos nossos chefes durante todos esses anos...) e ganhando muito menos que esses nobres jovens que passam 5 anos cantando canções, aprendendo a marchar, lendo sobre filosofia e figuras icônicas da direita? Parece justo a VC?

Anônimo disse...

Messias, se QE fizer curso de formação de sargento e CAS, até podem sair ST, o porém é que vão estar com 50 anos de força...o certo é o certo.

Anônimo disse...

Agradeçam ao Messias. Graças a ele e outros por aí a última turma a ser ser promovida ao QAO será a de 94. Obrigado senhor Messias. O senhor conseguiu o que queria...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics