1 de fevereiro de 2016

Imagem do dia...

10 comentários:

Anônimo disse...

no site do CPEx consta a informação que o reajuste da Assistência Pré-escolar ( para R$ 321,00) não atinge os militares. Agora eu pergunto: se a Portaria MARE foi revogada, então não temos direito tb a receber a Assistência Pré-escolar (R$ 62,00). Como fica essa situação agora?

Anônimo disse...

O EB é patético para não dizer outra coisa, para te descontar alguma coisa no contra cheque é imediato, para te pagar algum direito financeiro demora meses. Não precisamos mesmo de inimigos externos, já temos os nossos de "estimação ".

Anônimo disse...

Se realmente tem certeza que tem direito, qualquer advogado resolve. Apenas assim que eles dão atenção.
Boa sorte.

Anônimo disse...

EB está falido....barca furada...
Ainda bem saí a tempo...
Como Cabo da PMMG ganho mais que um ST do Exército...lastimável



Anônimo disse...

Assim como estado de Minas está falido kkkkkkk

Anônimo disse...

Tratamento interessante: Os soldados e demais subalternos são os "peões" que vão levar chumbo, pedrada, andar na lama e na buraqueira nacional e são justamente eles que são maltratados pelos superiores, enquanto os que discriminam os superiores e os acusam de torturas e vivem sacaneando eles, são bajulados e tratados com respeito. É meio incoerente, não acham?

Anônimo disse...

E tem governo, por interesses, fazendo de conta que acredita na boa vontade dos irmãos Castro.

Garivaldino Ferraz - Brasília disse...

O Cabo da PMMG (01 Fev - 23:21) deve ter conseguido algum modo de faturar "por fora".
Os dados da Lei nº 16.717 de 31 Mai 2007, que concedeu os últimos reajustas computados para a PMMG, não concordam com a afirmação dele ganhar mais que um Subtenente das FFAA.
Pode ser que ele tenha alguma vantagem especial, mas isso não se aplica ao conjunto dos militares da PMMG.

Garivaldino Ferraz - Brasília disse...

Voltando à fotografia, nosso pessoal anda tão amargurado que deixou de perceber que, na imagem, um militar usa luvar ao cumprimentar o atual reizinho de Cuba.
O que não é costume!

Anônimo disse...

Se eu não me engano em Minas estão parcelando o salário dos funcionários públicos...lastimável essa situação.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics