11 de fevereiro de 2016

No trecho: Engenharia do Exército Brasileiro!



DEPOIMENTO DE CIDADÃO.INTERESSANTE!
Publicado por General Theophilo em Domingo, 31 de janeiro de 2016

16 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem, que há pessoas que nos reconhecem. Por mais simples que elas sejam.

SELVA...GUERREIRO MUITA SELVA,,,,,MEU AMIGO


PARABÉNS....EXÉRCITO BRASILEIRO...

Anônimo disse...

Que bom que alguem vê o nosso serviço, pois muitos acham que somente ficamos dentro dos quarteis treinando e mais nada.
Estes serviços realizados pelas FFAA a nossa assessoria de imprensa deveria mandar para a Globo, Record, Bandeirantes, SBT entre outras emissoras para a população realmente ver que trabalhamos.
Parabens pelo serviço.

Anônimo disse...

O que me deixa triste é o fato de que o mesmo que elogia hoje, basta um "esbarrãozinho" amanhã para ele "meter o pau" nas FAs. O povo muda de opinião muito facilmente. É lamentável isto! Vejo um bocado de "malandros", que vivem a custas do governo, bebedores de cachaça, que dizem: para que serve o exército? Um monte de gente que não faz nada! As pessoas têm preguiça até de se informar antes de malhar. E, quando você tenta explicar, ainda ficam aborrecidas com você. É um povo muito mal informado e ingrato!

cabo 2011 disse...

MÃO DE OBRA barata. QUE ORGULHO dos severinos!!! SQN

bota um soldado pra ralar por merreca
rsrsrs

Anônimo disse...

Beleza. Mas na próxima põe o sinto!!!!

Edizum Pereira disse...

Parabéns ao Exercito Brasileiro.

Anônimo disse...

Putz! Tchê! o cara tá de cinto, e com "c" kkkkkk. Montedo, tem comentarista precisando de óculos kkkkk.
Selva, GUERREIRO!!!

ENGENHARIA!!!

Anônimo disse...

Passou nos noticiários imagens de obra de uma empreiteira enrolada na Lava Jato, desabando as laterais do canal e deixando vazar água do velho "Chico".Agora vai ver quanto eles cobraram por trecho e a qualidade executada. Adivinhem quem vai consertar????

Anônimo disse...

Além de criticarmos os militares
criticamos quem nos elogiam
mi mi mi
Leões de alojamento

Marinho disse...

Tive a honra de trabalhar na BR-163 sentido Cuiabá e depois no sentido Santarém e ainda na BR-040, saudades daquela época! Não vivemos em vão! Engenharia!

Anônimo disse...

Anônimo 11 de fevereiro de 2016 21:58, vulgo mi mi mi, você também deve ser um desses que não têm personalidade e muda fácil de lado. É a realidade, para que fazer média?

Anônimo disse...

Querem ganhar mais e nem escrever cinto sabe? Pelo amor de deus, usa o corretor...
Este ano teremos livros obrigatórios novamente.
A primeira prerrogativa de melhor salario e estudo.

Anônimo disse...

Parabéns pela reportagem, testemunho ou seja lá a colocação que quiserem dar, já não é a primeira vez que menciono que os nossos órgãos de comunicação divulgam muito pouco os nossos trabalhos ou seja a grande massa do povo brasileiro, ainda não conhece de fato nossos trabalhos Brasil a fora, como dizem a propaganda é alma do negócio, mais um fato notório, narrado por um trabalhador anônimo fazendo o trabalho que nossos meios de comunicação deveria fazer.

Anônimo disse...

Com o trabalho praticamente escravo que o exército usa, tem que sair barato mesmo.

Anônimo disse...

Eu sabia que o Montendo não ia postar as duras verdades que eu coloquei ontem, mas vou insistir de forma mais branda. A Engenharia do Exército é um Paulo Maluf dos tempos modernos, rouba mas faz. Hoje não vou citar nomes, mas como sou um severino de Engenharia e trabalhei no trecho posso dizer com conhecimento de causa que o sistema DEC é responsável por muitos desvios é claro que esses desvios nem chegam aos pés dos feitos pelas Empreiteiras existentes neste país e já conhecidas porque estão costumeiramente frequentando a mídia. Se alguém tem dúvida é só mandar o TCU fazer uma devassa nos Batalhões de Construção que é a ponta da linha do DEC e comprovar o que eu estou dizendo. São desvios de finalidade, insumos e equipamentos adquiridos por meio de contratos e pregões já vencidos e por ai vai. Realmente o serviço final fica ótimo, porque os severinos trabalham de sol a sol e os prazos previstos são cumpridos as custas de sacrifícios da tropa, mas que os desvios existem, eles infelizmente existem.

Anônimo disse...

Ótimo trabalho executado as custas da escravidão dos severinos, que abandonam a própria sorte seus familiares e como conclusão ocorre na Engenharia Militar, um alto índice de divórcios e problemas sociais como alcoolismo, drogas e endividamentos. Problemas estes ignorados por nossos "Comandantes", que se preocupam apenas com suas acensões ao generalato. O cidadão que atualmente vai para AMAN ou ESA e que compulsoriamente cai na Engenharia, aconselho pedir para ir embora e volta em outra oportunidade para não se arrepender depois da formação. A Engenharia só é boa para os oficiais em final de carreira pois estão criando um monte de Grupamentos para se abrir vagas para Generais, atitude esperta do antigo Comandante da Força, para aumentar o número de caciques, sem necessidade alguma.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics