23 de julho de 2017

Nas asas da FAB: Rodrigo Maia voou 117 vezes em jatos oficiais em 2017

RODRIGO MAIA É CAMPEÃO NO USO DE JATOS DA FAB
Autoridades do primeiro escalão do governo e presidentes da Câmara, do Senado e do Supremo Tribunal Federal têm o “direito” de usar jatinhos do Grupo de Transportes Especiais, da FAB, mas ninguém se utiliza mais dessa mordomia do que o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Reeleito em fevereiro, já em março fez 26 viagens nas asas da FAB. De janeiro a julho, o presidente da Câmara voou 117 vezes.

VOA, MAIA, VOA
Só em janeiro deste ano, com a Câmara dos Deputados em recesso, Rodrigo Maia voou 15 vezes pela FAB, segundo dados do GTE.

ELES VOAM, A GENTE PAGA
Têm “direito” à mordomia dos jatinhos da FAB, além de ministros do governo, os presidente da Câmara, do Senado e do Supremo Tribunal.

JÁ IMPLANTE DE VERGONHA...
Quando presidiu o Senado, Renan Calheiros usou jato da FAB para ir a sessões de implante capilar, no Recife, e a um casamento na Bahia.

O QUE FALTA?
O GTE da FAB mantém 18 jatinhos para transportar autoridades. O governo poderia arrecadar mais de R$1,5 bilhão, vendendo a frota.
DIARIO DO PODER/montedo.com

2 comentários:

Ivan disse...

Boa Noite Montedo.

Sou sargento tempoário da FAb e tbm já fui temporário do EB.

Entre as diferenças das duas tropas que estava analisando, era que a FAB tinha vagas específicas na escola de sgt pra quem era cabo e que a FAB foi a última força à parar de estabilizar sem concurso público (em 2011 se não me engano,).

Comenta e noticia sobre o fim das vagas para cabos no concurso da EEAR.

Vejo que há muita reclamação por parte dos cabos, que até um ano atrás tinham se não me engano 50% das vagas da EEAR para cabos.

Mas agora será extinto.

A constituição federal de 88 é bem clara. Ingresso e carreira em órgão público e FFAA só por concurso. E o mais engraçado, a FAB é a força que mais tem mulheres, e nenhuma dessas entrou em "vagas para cabo". Isso não era um corporativismo injusto com as mulheres?

OBS: ja é oficial, está no site da EEAR:
http://ingresso.eear.aer.mil.br/contato/index.php

Anônimo disse...

Um dia desses um funcionário civil tentou por motivos financeiros um vôo. Mas que nada!não tem foi a resposta. Agora sabemos o motivo!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics