18 de julho de 2017

Maggi cobra da Aeronáutica punição a quem divulgou informação falsa sobre avião com drogas

A Força Aérea Brasileira disse que aeronave apreendida teria decolado de uma de suas fazendas
O senador Blairo Maggi (PP) (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
MURILO RAMOS
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, pediu que a Aeronáutica puna o responsável por divulgar a informação de que um avião interceptado com 500 quilos de cocaína, no final de junho, decolara de uma de suas fazendas. Segundo o ministro, a Aeronáutica não se preocupou em checar o dado fornecido pelo piloto antes de divulgar a informação. Foi a Polícia Federal que desmentiu a informação. Maggi diz que o episódio causou danos a ele e suas empresas.
EXPRESSO/montedo.com

7 comentários:

Anônimo disse...

Quem és tu cara pálida para achar que pode exigir punição?

marta goulart disse...

O povo e´quem deveria exigir punição aos nossos desgovernantes corruptos, que nos matam diariamente e ninguém toma providências, apenas seguem suas próprias leis ou seja, a da impunidade. Pessoas estão morrendo.

Anônimo disse...

Tem direito sim. Vc gostaria de ser esculhmabado a nível nacional em jornais, TVs, etc ... sem culpa ?

Se liga !

Anônimo disse...

Quem fala demais o que não deve e sem provas, tem que assumir a responsabilidade sim.

Garivaldino Ferraz disse...


Tem razão o sujeito. Elogiam tanto o sistema de controle aéreo e divulgam uma informação incorreta que prejudica a imagem de um inocente, independente de ser uma pessoa simpática ou não.
Que sirva de exemplo, também, aos adoradores de holofote, que gostam de dar entrevistas, mais para aparecer do que para informar.
Sempre digo que instituições altamente eficientes como a PF e Ministério Público, além de Polícias Civis e Militares dos diversos Estados tiveram sua eficiência comprometida a partir do momento em que seus membros começaram a ter destaque na mídia, revelando métodos de investigação que não deveriam ser divulgados.

Anônimo disse...

O que foi divulgado, só não sei a fonte, é que o piloto interceptado informou que tinha decolado da tal fazenda ou foi detectado a partir da fazenda. Se depois ele mudou a declaração e se é verdadeira, só as investigações, talvez, consigam esclarecer. Se a informação foi corrigida, qual problema causou? Só pensam "naquilo"?!($$$$). Já que o ministro quer cobrar a punição de alguém por algo errado, é só olhar para Brasília. Não faltam oportunidades para isso.

Anônimo disse...

O piloto passou as coordenadas e como o latifúndio do "Seu Blairo"é quase a metade da região centro-oeste...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics