16 de julho de 2017

"Nosso dever é preservar a democracia e garantir o funcionamento das instituições", diz Comandante do Exército

‘Nada fora da Constituição’
Comandante do Exército afirma que papel das Forças Armadas é garantir a democracia
João Domingos
O comandante do Exército, general de Exército Eduardo Villas Bôas, diz que não há caminho a não ser o respeito à Constituição para que se resolva a crise política do País. “Nada fora da Constituição. As instituições é que vão ter de buscar essa saída.” Sentado em um sofá em seu gabinete no quartel-general do Exército, em Brasília, tendo à frente um grande quadro do Duque de Caxias, do coronel pintor Estigarribia, o general recebeu este repórter e falou do papel das Forças Armadas no atual momento, da preocupação com a falta de líderes e da esperança de que a próxima eleição os traga de volta, com base em novos campos de pensamento que possam nos apontar soluções.

O papel do Exército e das Forças Armadas
“O Exército é uma instituição de Estado. Não é ligado a governos. Por consequência, nós, o Exército, estabelecemos como doutrina, e como eixo de atuação, que vamos nos preocupar com a manutenção da estabilidade, não criar nem provocar movimentos que gerem alguma incerteza e alguma instabilidade. Entendemos que o essencial é que as instituições encontrem os caminhos para a solução dos problemas, em nome da sociedade. Diz o artigo 142 da Constituição que Marinha, Exército e Aeronáutica são instituições nacionais permanentes, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob coordenação do presidente da República, destinadas à defesa da Pátria, à defesa das instituições e, por iniciativa de uma delas, à garantia da lei e da ordem. Nosso dever é sempre preservar a democracia e garantir o funcionamento das instituições. É assim que a sociedade nos vê, o que nos torna a instituição de maior credibilidade no País. Não focamos o curto prazo. Focamos o longo prazo, a continuidade.”

Preocupação com a crise
“Assim como atravessamos o impeachment da presidente Dilma Rousseff, estamos enfrentando esse momento. É lógico que, como qualquer instituição, sofremos as injunções decorrentes da crise. Nos preocupam as consequências de caráter econômico que podem afetar, em termos de orçamento, os nossos projetos. Essa é a questão que mais nos preocupa.”

O Brasil atual
“Tenho dito que o Brasil é um país sem projeto, um país à deriva, não de agora, mas de algum tempo – quero esclarecer, porque disse em outra entrevista e interpretaram como uma crítica minha ao atual governo. O Brasil perdeu a coesão social, perdeu o sentido de projeto e a ideologia do desenvolvimento. O País está muito preso ainda a dogmas políticos e ideológicos que não têm capacidade de interpretar o mundo atual, um mundo totalmente interligado, com cadeias econômicas transnacionais. Interpretações com base ainda em luta de classes não cabem, porque patrão e empregado não estão mais em campos opostos, mas no mesmo campo. Veja que um marca-passo que a pessoa coloca é monitorado da Alemanha; uma turbina de avião, quando o avião decola, é monitorada do Reino Unido. Essas xenofobias, esses fracionamentos, são contraproducentes, nos aprisionam e nos impedem de evoluir.”

Eleições de 2018
“Tenho esperança de que a próxima eleição dê oportunidade de que novas lideranças, com base em novos campos de pensamento, possam nos apontar soluções. Um grande mal que acho que nós estamos vivendo é a falta de lideranças. Toda nação, quando em crise, vê surgir líderes com estofo para apontar caminhos novos. Nós tivemos, por exemplo, Margareth Thatcher no Reino Unido, Ronald Reagan nos Estados Unidos, quando os Estados Unidos entravam numa crise séria, o Emmanuel Macron, agora, na França, que teve capacidade de interpretar a realidade e apontar um novo caminho. Acredito que é um processo natural que deve acontecer conosco. É a esperança que tenho em 2018.”
O Estado de S.Paulo/montedo.com

62 comentários:

Anônimo disse...

Dizer que nossa maior preocupação é com a questão orçamentária para não afetar os projetos do Exército??? Disse o que pensa em poucas palavras. Preocupação com o país e nossos soldos deveriam ser mais importantes do que os projetos.

Anônimo disse...

Bolsonaro 2018!!! essa é a nova liderança.

Anônimo disse...

E a esperança de um salário digno ? Aonde fica ? Na gaveta ?

Anônimo disse...

Por falta de lideranças, como refere o nobre Comandante, é que pode "renascer das cinzas em 2018", alguma "alma penada",como salvador da pátria, para novamente humilhar as FORÇAS ARMADAS, com suas migalhas de aumento.
Tomara que o espírito do saudoso Castelo Branco, mostre como colocar o Brasil novamente no rumo, já que continua à deriva.
Salvem o Brasil.
O Brasil espera que cada um cumpra seu dever.

Anônimo disse...

Texto do Juiz Federal Durval Neto:

Como todo respeito ao colega Juiz estadual, o episódio foi inoportuno e provocou um desnecessário embate entre o Judiciário e o Exército Brasileiro, duas instituições que devem merecer o nosso respeito. O Juiz de execução penal tem, de fato, competência para inspecionar estabelecimento prisional. Mas essa inspeção não decorre de função jurisdicional típica, e, sim, de exercício de função administrativa correicional, como, inclusive, já se posicionou o CNJ. Não vou aqui entrar no mérito sobre se é adequado ou não o emprego das Forças Armadas para a garantia da lei e da ordem (GLO) em presídios. O tema é complexo. Mas o fato é que o governador solicitou e o presidente decretou. No momento em que a segurança do presídio está sob emprego das Forças Armadas numa operação de GLO, cessa temporariamente a administração estadual, passando à área federal, adquirindo natureza jurídica de atividade militar. O STF já tem precedentes que não apenas declaram constitucional o emprego das Forças Armadas para GLO, como reconhecem até mesmo a competência da Justiça Militar da União para julgar eventuais crimes ocorridos sob tal emprego, independente de intervenção federal. A entrada no presídio poderia representar risco à segurança do próprio Juiz, o que estava sob a responsabilidade do General. Seja como for, certamente houvesse menos vaidade institucional e mais espírito de corpo (ao invés de corporativismo), unindo forças para garantir o êxito de uma operação tão delicada, o incidente não teria acontecido nem tomado a proporção que tomou.

Anônimo disse...

Quanto bla bla bla discursou o politicamente correto só falou o que os políticos querem ouvir preocupado com os projetos e a muito tempo esqueceu que quem vai fazer os projetos virarem realidade está(a tropa) está em penosa situação financeira, desmotivada e não vemos nada de concreto pra mudar nossa situação somente projetos e estudos, realmente vivemos um exército de projetos. Que saudade dos tempos dos Generais do verdadeiro exército dos anos de 1964 a 1985.

Anônimo disse...

Quanto bla bla bla discursou o politicamente correto só falou o que os políticos querem ouvir preocupado com os projetos e a muito tempo esqueceu que quem vai fazer os projetos virarem realidade está(a tropa) está em penosa situação financeira, desmotivada e não vemos nada de concreto pra mudar nossa situação somente projetos e estudos, realmente vivemos um exército de projetos. Que saudade dos tempos dos Generais do verdadeiro exército dos anos de 1964 a 1985.

Anônimo disse...

Prezados!Lendo os comentários acima lhes digo o seguinte :tirem da cabeça que teremos aumento de salário na tal " reestruturação" que tanto alardeia-se. Simplesmente esqueçam. O que muito provavelmente farão será aumentar o tempo de serviço, baseado nos argumentos dos civis (óbvio), os quais não tiram serviço de 24 horas, não vão pra campo de 10 dias seguidos, etc, e readequar as alíquotas das taxas de descontos, incluindo nessa manobra os cabos, soldados e pensionistas. E só! O jogo político nesse país se dá no congresso e no senado(vide a compra de votos de parlamentares que foi feita essa semana. Praticamente algo do tipo atacado e varejo - aliás, sempre foi assim). Enquanto a gente depender apenas do ministro da defesa e dos comandantes das forças, vai ser essa pindaíba. Só lamento!

Anônimo disse...

este senhor vive no mundo do BOB, o presidente roubando até o talo ele acredita nos deputados, senadores, juízes etc.. o Brasil chegou no fundo do poço e não tem mais volta a única esperança é o ADJ de cocoComando Viralata.

Anônimo disse...


Interessante Artigo sobre a Guerra Terrorista

http://www.alertatotal.net/2017/07/interessante-artigo-sobre-guerra.html

Anônimo disse...

Ano que vem teremos eleições presidenciais. Provavelmente o Lula vai concorrer e infelizmente ele vai ganhar...Não resta dúvida disso, nunca votei nele e não votaria. Os seus principais cabos eleitorais, por incrível que pareça, é o Bolsonaro e os possíveis candidatos do PSDB, além das lambanças do governo Temer. Porém ele corre o risco de ter sua candidatura impugnada, embora a condenação tenha sido duvidosa...
Ou seja, se o lula ganha teremos o pessoal reclamando e pedindo intervenção militar (igual ocorreu com a vitória da Dilma), caso ele não concorra ou não assuma após a vitória, teremos a baderna dos movimentos sociais e sindicatos...
Espero que não sobre para as forças armadas...feridas abertas!!!!

Anônimo disse...

É muita ECEME pra minha cabeça, não dá.

E o projeto de salário, kd?

Anônimo disse...

Hipocrisia.

Anônimo disse...

Sr General, preocupe-se com nossos vencimentos e o resto é balela. Precisamos no final do mês pagarmos nossas contas. Tá na hora de mostrar hombridade com seus comandados. Já passou da hora, paciência tem limites.

Anônimo disse...

Bolsonaro 2018 com dinheiro no bolso, só assim será possível, simplesmente adeus ano velho e feliz ano novo! Rapaziada nosso dindin da reestruturação salarial sai esse ano ainda ?

Anônimo disse...

Margareth Thatcher no Reino Unido, Ronald Reagan nos Estados Unidos e no Brasil: Tiririca

Anônimo disse...

O que eu admiro nesse General é que ele não espera ir para a reserva pra poder falar. Fala enquanto está na ativa. Deve ser um exemplo para todos os outros.
Creio que ele não citou a nossa defasagem salarial porque não estava no contexto do assunto abordado. Mas, não tenho dúvida de que num momento oportuno ele falará sobre a necessidade de melhorias salariais consideráveis.

Anônimo disse...

Bolsonaro já está a mais de 30 anos na política, sempre foi apagado e moita.
A única coisa que fez foi colocar os filhos para mamar essa grande terá chamada política...

Anônimo disse...

Quem disse que ele não falou sobre a nossa situação salarial?

https://www.youtube.com/watch?v=RJi_H8faqSc

Anônimo disse...

Faltou defender uma remuneração justa para incentivar a carreira militar e também para permitir que os militares da reserva/reformados tenham uma vida razoável, após décadas de dedicação às FA.

Anônimo disse...

Então, pelo que eu entendi, corruptos não serão candidatos em 2018? Isto é defesa da democracia.

Anônimo disse...

Comandante Vilas Boas, o Sr pode conseguir um aumento bom pra nós? eu e minha familia estamos passando necessidade

Anônimo disse...

Comte Villas Boas, aqui em casa estamos comendo hamburguer e ovo a semana toda, só domingo que comemos frango. o dinheiro não dá nem pra comprar todos os remédios, sou cabo reformado pela saude, ganhando proporcional ao tempo de serviço (17 anos). Por favor me ajude, já nem tenho vergonha da familia e amigos me verem na pior, só penso num salário suficiente pra me manter.

Insustentável disse...

Todos estamos desesperados com nossos soldos e o cmte não está nem aí, essa é a verdade, tudo conversa fiada e o tempo vai passando e nada, vai pra asa e entrega o bastão para um general de coragem.

Léo disse...

Se depender dele exigir melhorias, o soldinho,VERGONHOSO e vagabundo continuará ridículo.Preocupação zero com a situação financeira da tropa.Amigo íntimo dos senadores comunistas!

Anônimo disse...

Garantir o Funcionamento das instituições ? sera que o general ja reparou que as instituições não estão funcionando corretamente, que estão corrompidas e corruptas. Defendendo políticos ladroes e prejudicando o povo Brasileiro. Este general é um comediante, não consegue nem garantir um melhor salario para seus subordinados.....irão dizer que não ha dinheiro, enquanto temer gasta milhões pra comprar apoio.......este general, ai ai.

Anônimo disse...

Libera os comentários, Montedo?

Anônimo disse...

Exmo Sr general Comte do Exército, o que o senhor tem a dizer sobre a reestruturação das carreiras? Não vai ter? está aguardando? está suspensa? Por favor, dê uma notícia.
Deus o abençoe !

Anônimo disse...

http://revistapegn.globo.com/Tecnologia/noticia/2017/07/novo-aviao-de-guerra-brasileiro-comeca-alcar-voo.html

Anônimo disse...

Enquanto isso,o magistrado recebendo um auxílio moradia maior que o salário bruto de um 3ºSgt das FFAA, uma manobra política na "boca do caixa" para impedir a prisão de qualquer candidato às próximas eleições ,salvo em flagrante delito, a oito meses ou menos das realizações destas e a "istorinha"(propositalmente com i)das "melhorias" nos adicionais que hoje parece ter dissipado no ar, ao som de gargalhadas e palavras tais como:Kkkkkkkkkkk... e eles acreditaram!!! kkkkkkkkkk...

Anônimo disse...

Quem nomeou esse Cmt? Não foi o PT. Então existe um alinhamento ideológico? Ou estou enganado. 80% dos nossos Generais que estão na ativa qual foi o governo que promoveu?

Anônimo disse...

Sempre achei que vamos ter uma reforma para aumentar o tempo de serviço, as contribuições, os descontos no contracheque e nada de melhotrias salariais! Podem me chamar de pessimista, mas o que escutamos e vemos não dá para ficar acreditando em mais nada! Tirei meus 30 anos, já estou a 14 na reserva, perdí direitos que me garantiram desde o dia que cruzei o portão do quartel, não me dão o que jà determinado pelo STF, uma MP que só me tira direitos! Agora me digam: eu tenho motivos para ser otimista? Eu tenho para ser realista! Fui!

Anônimo disse...

falar também não adianta, quero atitude , se não conseguir está reestruturação agora , quando vai ser?

Anônimo disse...

Será que o general não vê que, com raras exceções, as instituições já estão "podres"?

"Triste de um povo que precisa de heróis".

Anônimo disse...

O que dizer da judicialização da política e da politização da justiça? Há ainda políticos corruptos no poder.
Isto é democracia ?

Anônimo disse...

Só recorrer ao judiciário. Eles estão loucos pra ajudar a gente

Anônimo disse...

Quando a fome e outras necessidades aumentarem entre os militares e seus familiares vocês "Verão que os filhos teus não fogem à luta".

Anônimo disse...

O discurso do Gen VB foi mais para os políticos do que para os comandados.

Anônimo disse...

http://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/concursos-9-orgaos-abrem-inscricoes-para-2-mil-vagas-na-segunda-feira.ghtml

Anônimo disse...

Ainda estamos no início do segundo semestre de 2017 e o comandante do EB já está contando com as eleições de outubro de 2018? Vamos cair na real. Precisamos de soluções a curto prazo ou ao menos previsões em relação a nossa situação salarial. Aguardamos as palavras dos Comtes das FA, ou do MD o mais rápido possível.

Anônimo disse...

OQUE adianta projetos estratégicos e a mão-de-obra desmotivada, assolada, desunida. Oque adianta entrar em um quartel cheio de projetos e no final do expediente voltar para casa cheio de contas pra pagar, ver sua família desesperada, passando nescessidades e privações.Queremos motivos para continuar dando o sangue por esse Brasil de ladrões. A tropa precisa ser valorizada senhores comandantes, não adianta ter embarcações, caças, tanques de guerra, projetos de foguetes e um subordinado só penando em como vai pagar a escola de seu filho, ou como vai fazer pra fechar o orçamento do mês, nunguem é de ferro. SOS SENHOR COMANDANTE

Anônimo disse...

Infelizmente chego a conclusão que nossos chefes se relacionam com políticos como se fossem políticos também e não como oficiais generais. Enquanto isso o Pres Temer, acusado de corrupção passiva, atrasa a reestruturação das nossas carreiras. Gostaria de saber o que todos eles tem a dizer sobre isso. Estamos no limite.

Anônimo disse...

Senhores eu tbm estou na maior pindaíba. o dinheiro não dá mais pra comprar frutas, nem sobremesa, só estou comprando o básico do básico. Não tenho nem como levar a minha família a um cinema. Acho que tem muita gente passando necessidade nas forças armadas, eu vendi o meu carro e tou andando de ônibus. Espero que apareça alguma luz no fim do tuneo pq a coisa ta muito feia. Nunca passei tanto aperto assim, td mes fico mais de mil reais no vermelho.

Anônimo disse...

Essa crise que nós estamos passando, sobre defasagem salarial, pode ser a mola mestra para nos unirmos muito mais.
A união faz a força.

Anônimo disse...

Boa noite, quando esse Sr assumiu o Cmdo do EB, achei que haveria alguma melhora. porém me enganei e acredito que muito tb, fala bonito para repórter, mas de melhoria para tropa nada de novidade, continuamos sem PNR, sem aumento na tabela de transferência desde 1993, sem financiamentos acessíveis de imóveis pelo FAM, aumento nos vencimentos compatíveis com nossas necessidades nem pensar, enfim o que esse Sr veio fazer no Comando de nossa Força, vou dizer o que eu acho: carinha de bom velhinho, sem tipo papai noel rorororo, mas meu senhor nós estamos muito mais muito decepcionados com Vossa Excelência, solicito que pense na sua tropa, e isso esta comprovado nos relatos acima de companheiros que estão passando necessidades, muitos deles deram mais de trinta anos em pró dessa instituição que tanto amamos, nossas famílias estão passando necessidades, não temos motoristas, PNR, pessoas em nossa casa para fazer todos os afazeres, pense nisso, sua tropa esta carecendo de ajuda, por favor deixe sua marca, principalmente do nome que o Sr carrega, quem viver verá.

Anônimo disse...

É isso aí. Chega de roubalheira, de corrupção e impunidade.
Nem um passo daremos atrás. Deus está no controle!

Anônimo disse...

Deus ilumine as autoridades para elas nos tirarem do abismo financeiro em que nos encontramos

Anônimo disse...

Realmente o que os comandados precisam não é de bla bla bla mas sim ter comandantes que se preocupem com as reais necessidades de seus homens. Esperar por liderança??? acredito que cargos como o de presidente do supremo, do senado, da câmara, ministro da defesa, cmt das 3 forças deveriam ser um bom exemplo para o país, mas, se há declaração que não há liderança na atual conjuntura então o que fazem nesses cargos??? Não quero ser pessimista não, só espero que o Brasil não se torne uma Venezuela no futuro. O legislativo e o executivo estão corrompidos, o judiciário se aproveita da situação para exigir salários e benesses que em nenhum lugar do mundo pagariam. Enquanto isso, desemprego, fome, violência, estabelecimentos fechando as portas...e as instituições funcionando???

Anônimo disse...

Texto bonito, mas ele não falou nada sobre as mudanças na carreira militar, tempo de serviço, habilitação, moradia,etc

Anônimo disse...

Obrigado montedo por deixar esse espaço aqui para fazermos um desabafo, quem sabe ate algum oficial leia, se vao resolver é dificil saber, mas pelo menos nós desabafamos um pouco.

Anônimo disse...

Fala sério que estão cumprindo isto!...Tá não, o que estão mesmo é desacreditados...affffffff

Anônimo disse...

So crise,entao aumentem nossa margem ,senhores comandantes,as pensionistas precisam de sua margem de volta,pense nisso.

Anônimo disse...

Oficiais generais deveriam ser proibidos por lei de ocupar cargos comissionados em estatais depois de deixarem suas funções. Quem sabe assim se preocupassem com os mortais da tropa.

Anônimo disse...

Imagina o civil que ganha Milão e não tem pnr, fusex e transferência...Imagina o PM no ES que ganha 2600 e não tem nada disso

Anônimo disse...

Cadê aquela milicada Valente que tava mordendo a fronha do juiz??? Agora ficam aí cordeirinhos com o General que abandona vocês o tempo todo.isso Pq estavam aplaudindo a macheza deles ainda ontem

Insustentável disse...

Montendo, você poderia fazer chegar ao conhecimento desse sr. os comentários aqui escritos. Pelo menos ele saberia a popularidade dele com a tropa, derrepente ele se envergonhe e peça pra sair. Chega de estudos, reuniões e conversa fiada, todos estamos cheios de contas pra pagar.

Insustentável disse...

nimo17 de julho de 2017 09:51
Oficiais generais deveriam ser proibidos por lei de ocupar cargos comissionados em estatais depois de deixarem suas funções. Quem sabe assim se preocupassem com os mortais da tropa. CONCORDO PLENAMENTE

Anônimo disse...

Enquanto isso,na sala das falcatruas em Brasília, os políticos agradecem a passividade das Forças Armadas e continuam a tramar suas "metas" para o futuro.

ALMANAKUT BRASIL disse...

Foto de fuzil nas nádegas de militar de MS cai nas redes e dois são expulsos - 25/01/2017

'Recruta é uma raça que tem que ser estudada'.

http://www.midiamax.com.br/cotidiano/foto-fuzil-nadegas-militar-ms-cai-redes-dois-sao-expulsos-329454

Intervenção Militar: por que não acontece ?

MIC - Movimento Intervencionista Constitucional - 11/06/2017

https://www.youtube.com/watch?v=tSm0hEeXjsk

Anônimo disse...

Sábias palavras...Não sou contra a democracia
Mas o que esses políticos fizeram foi saquear o país literalmente, levaram toda riqueza produzida com suor do povo brasileiro durante anos. Agora a culpa é do trabalhador, a culpa é do salário dos funcionários públicos, a culpa é da aposentadoria de quem trabalhou a vida inteira. Como a culpa é nossa e não deles, nós devemos pagar a conta. Eles rasparam o tacho, não deixaram nem migalhas pro povo. É isso que se chama democracia ??? Exemplo disso é que a justiça bloqueou 3 BILHÕES da conta do ex-governador do RJ...Tem noção ??? Se um governador consegue isso, imagina o resto...Manda a conta da democracia que o povo paga...

Anônimo disse...

Aviso aos candidatos aos concursos dos próximos CFS: 2 anos como aluno, 10 anos como 3º Sgt, 10 anos como 2º Sgt, 10 anos como 1º Sgt, e 10 anos como STen kkk. Ou seja, tirando serviço durante 32 anos kkkk

Anônimo disse...

PM-SC abre concurso para contratar 70 oficiais com salário de R$ 12,8 mil

Inscrições começaram em 15 de julho e vão até 14 DE AGOSTO

Estão abertas até o meio-dia de 14 de agosto de 2017 as inscrições para o concurso público da Polícia Militar de Santa Catarina (PM-SC) que vai contratar 70 oficiais. Serão chamados 65 homens e cinco mulheres. O salário, que começa a ser pago a partir do primeiro mês do curso de formação no cargo de cadete, tem valor inicial de R$ 4.764,26. Depois da aprovação no estágio probatório e promoção ao posto de 2º tenente, a remuneração sobe para R$ 12.882,69.

2º TEN DA PM COM SALARIO DE GEN DE EXERCITO!!!!!!!!!!!!
PODE?????????????
RESPOSTA: PODE

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics