19 de julho de 2017

Soldado da Aeronáutica leva tapa de PM durante abordagem no ES; veja vídeo

Segundo a Polícia Civil, homem foi levado pelos PMs à delegacia, onde assinou termo circunstanciado por desacato. Agressão foi gravada por câmeras de monitoramento em Santa Teresa.


Loreta Fagionato, A Gazeta
Santa Teresa (ES) - Um soldado da Aeronáutica denunciou uma agressão que sofreu por parte de um policial militar na noite de sábado (15), no Centro de Santa Teresa, na região Serrana do Espírito Santo. Câmeras de videomonitoramento flagraram o momento em que o soldado leva tapas no rosto e é levado por dois PMs à delegacia da cidade.
O vídeo mostra quando o soldado da Aeronáutica, de camiseta e boné, tenta se aproximar do carro e os policiais tentam impedi-lo. Eles começam a discutir e o militar coloca um dedo no peito do policial; é quando o PM reage e o agride com tapas no rosto.
Após a agressão, o vídeo é encerrado com os policiais saindo com o militar da Força Aérea Brasileira.
O soldado foi levado para a delegacia, assinou um termo circunstaciado por desacato e foi liberado.
Versão do soldado da Aeronáutica
De acordo com o soldado da Aeronáutica, que pediu para não ter o nome divulgado, ele passava de carro quando os policiais o abordaram.
Ele afirma que se identificou como militar, estacionou e desceu do veículo. Foi quando os PMs pediram que ele ficasse de costas e abrisse as pernas para ser revistado. Neste momento, ele afirma ter sido chutado na perna por um dos policiais.
O militar reclamou da violência da abordagem, pois não teria impedido a revista. Os policiais decidiram revistar o veículo e o militar da Aeronáutica pediu para acompanhar a revista, mas teria sido impedido, segundo ele.
"Fui algemado e levado à delegacia. Foi feito um boletim de ocorrência por desacato", afirmou o militar. Ele contratou um advogado e disse que busca Justiça.
Procurada pela reportagem da TV Gazeta na segunda-feira (17), a Força Aérea Brasileira não enviou uma resposta até a noite desta terça-feira (18).

Outro lado
Procurada, a assessoria de imprensa da Polícia Militar informou apenas que a Corregedoria da PM adotará as providências cabíveis para apurar os fatos.
Já a assessoria da Polícia Civil informou que o soldado da Aeronáutica assinou um termo circunstanciado por desacato e foi liberado.
Em uma rede social, o policial que teria agredido o militar da Aeronáutica fez uma postagem em que afirma que, enquanto for policial, vai trabalhar para manter a ordem em Santa Teresa.
G1/montedo.com

84 comentários:

Anônimo disse...

Se fosse há uns 25 anos atrás os PM seriam devidamente arroxados pelo comando do militar agredido, mas hoje...

Anônimo disse...

Minha mãe sempre me deixava bem avisado antes de eu ir à escola: "se brigar por lá vai apanhar de novo em casa". Hoje vivemos no país dos direitos - todos são cheios de direitos mas ninguém quer cumprir obrigação alguma. Com relação ao vídeo, dá para ver que o rapaz coloca o dedo nos peitos do policial antes de tomar o tapa... no meu entender acho que ele apanhou foi pouco.

Anônimo disse...

Desacato,,,sempre desacato. Qualquer olhar ou atitude do cidadão o PM, mesmo sem o perfeito entendimento do que significa a palavra, utiliza-a de forma a mascarar sua própria arbitrariedade e despreparo profissional. Sua atitude não condiz com a sua posição de polícia nem a história de sua corporação.

Anônimo disse...

Infelismente tem muito bandido usando a farda dá PM capixaba.

Anônimo disse...

Me parece que o famoso major Leonardo finalmente foi abordado

Anônimo disse...

No vídeo dá pra ver que o fabiano aponta várias vezes para o peito dos policiais. InfeliZMENTE, é assim que funciona no mundo real. País, eduquem seus filhos pra não serem folgados na rua. Já vi tenente tomando também

João Luiz disse...

Infelizmente a PM de uma forma geral está muito mal formada e preparada, os "policiais" não entendem nada de leis e regulamentos, enfim, já sabemos o desfecho dessa história, se fosse um oficial o comando já estaria enquadrando os policiais militares no CPM, mas como é praça ainda é capaz de ser punido

Anônimo disse...

Se fosse aqui na minha guarnição, o soldado daria voz de prisão em todo mundo e ainda recolhia a viatura da PM !!!


Sgt Resenha

Carlos Cesar Santos de Souza disse...

A FAB com certeza não vai fazer nada, isso considerando que o agredido foi um soldado, também vale ressaltar que a atitude do PM pode também demostrar resquícios de represália, já que militares das FA ocuparam o estado durante greve e baderna promovida por PMs. O Caminho do militar é procurar o MP para tentar expulsar o marginal que reapresenta o estado do ES.

Anônimo disse...

Isso é culpa das FFAA, que acha que soldado bom é aquele que não dá nenhuma alteração na caserna, porém não os instruem,no modo geral,a não ser a tirar um bom serviço. Hoje o EV chega na caserna aprende a chamar de senhor é a atirar acabou a formação : é coroado com um serviço de escala. Por que um soldado não tem porte de arma ? Por que nem as FFAA confiam neles. O soldado tem que ser mais valorizado em vez de ser somente usado.

derli brites sandim disse...

O minimo que se espera é que o brigadeiro responsável pelo soldado agredido, convoque o dito policial para ir até um quartel da aeronáutica para se explicar e vamos ver que o tal pm vai continuar agressivo.

Anônimo disse...

Osambos estavam errados mal.abordagem e o outro identificar e nao colocar o dedo e a PM nao bater mal instrucao poucos treinados mal cursos CFsd fraco ruim

Anônimo disse...

Carteirada militar não resolve, principalmente de soldado. Já tive colega, sargento, que teve a carteira rasgada por policiais. Ha muitos policiais que se acham com todos os poderes da galáxia e ainda ficam rebarbados quando são parados por militares das FFAA. Tem que ter muita calma e paciência com alguns policiais "chucros" sem noção. No Brasil as coisas funcionam ao contrário, onde as Forças auxiliares querem mandar mais que as Federais. Falta de treinamento em abordagens ou simplesmente arrogância e abuso de autoridade? A corregedoria e a Justiça podem corrigir.

Anônimo disse...

A valentia e o abuso de autoridade é so contra os que cumprem a Lei. Com as facções, só cooperam e são mansos.

Anônimo disse...

Se foi desacato, não pode ser agredido. Haviam dois ou mais policiais e, acho, sabem como conter uma pessoa... ou não?

Anônimo disse...

O vídeo mostra o polícial colocando o dedo no peito do soldado tbm, se o militar já havia se identificado, o tapa não foi no rosto desse militar somente, mas de cada militar das FA.

Anônimo disse...

Briga de soldados. O que bateu fez greve e deixou a segurança estadual nas mãos da FFAA. A desunião entre os militares começa lá na base, entre os pobres soldados. Triste realidade em uma república das bananas.

Anônimo disse...

A que ponto chegou as FAs,deprimente,nem PM a respeita.

Anônimo disse...

Se tivesse batido na cara de um bandido ia perder o emprego, mas como foi só um militar que ganha menos doque a metade que ele ganha não dá em nada

Anônimo disse...

Primeiramente, cabe informar aos desinformados e ao PM que não existe mais crime de desacato à autoridade. Acabou. Segundo, se o Sd errou, o certo é o PM prendê-lo e não agredi-lo. Agora o que vai acontecer? O Sd vai ser punido pelo seu comandante, a corregedoria da PM vai entregar uma medalha para o PM. Diante disso, o PM vai continuar dando tapa da cara de militar. Nesses casos, eu sempre me pergunto: Por que o PM não sobe um morro e vai dar tapa na cara de traficante? Simples. O traficante é bandido e dá um tiro na cara dele, o Sd é um cidadão que cumpre os seus deveres e não conta nem com o Exército para protegê-lo. Pior, ainda temos que ler declarações como esta: "no meu entender acho que ele apanhou foi pouco". Milico merece a instituição e os baixos salários que têm. Não respeitam e não protegem nem os seus. Toma tapa na cara!

Anônimo disse...

Gostaria de ver esses PMs nas favelas do Rio de Janeiro, para ver ser se atuariam com o mesmo rigor. É muito fácil dar tapa na cara do cidadão desarmado. Policiais despreparados a serviço da comunidade, redundando nessa lamentável transgressão disciplinar.

Anônimo disse...

....Comandantes fracos, paus mandados de um governo mais fraco ainda, o governo bate todo dia em nossa cara, a mídia bate em nossa cara, a Pm bate em nossa cara, daqui uns dias até os mendigos vão bater em nossa cara, e o que fazem nada versos nada, só ficam em seus tronos de enfeite ditando regras e mais regras, falta de um comando de verdade, pois o lema braço forte e mão amiga já se foi a muito tempo...

Anônimo disse...

O Anônimo de 19 de julho de 2017 08:28, não sei quem vc é mas vou te perguntar: Será que esse PM daria tapas na cara do Marcola ou do Beira Mar ? Eu respondo não, duvido que ele seja macho de fazer isso, mas dar tapas na cara de um Soldado da FAB é mole, ele só precisava dar voz de prisão ao militar por desacato e em caso de resistência sim, imobilizar e algemar o militar e leva lo pra Delegacia, fiz Cursos de Tiro Tático Policial e Técnicas de Abordagem e Imobilização, tanto na PMERJ quanto na Polícia Civil do RJ, e tanto a doutrina qto a prática de instrutores e mesmo as instruções na PE, PA e SP, não autorizam a bater nem em cara de bandido, como dizia Lampião: " Em homem não se bate, em homem se mata", e depois de levar pro Distrito Policial, o PM através do seu Comando participa se o militar disciplinarmente, pois as Forças Armadas apuram e punem se for o caso ocorrência em que se verifique alteração do militar, agora se o PM tinha razão ele perdeu ao agredir o cidadão /militar, vai responder no JECRIM por, constrangimento Ilegal, abuso de autoridade, e depois o militar move contra ele um processo cível por danos morais, onde ele sentirá no bolso.
Tenente QAO Reserva Remunerada do Exército

Anônimo disse...

Sera q no Brasil alguem tem a mesma coragem ? http://m.folha.uol.com.br/mundo/2017/07/1902464-chefe-das-forcas-armadas-da-franca-renuncia-devido-a-cortes-no-orcamento.shtml?mobile

Anônimo disse...

Resultado da sindicância...pms serão recebidos com um cafezinho, conclusão punir o SD Ser. Todas as corregedorias da pm são corporativistas, este é um órgão inútil.

Anônimo disse...

O único erro dos PMs foi a agressão ao soldado , fora isso fizeram o correto , que foi algemar o militar e conduzi-lo à DP para as medidas cabíveis e depois sua condução por militares de sua unidade para que sofra as consequências castrenses . Não coaduno com qualquer tipo de abuso policial , mas já tive várias abordagens a militares das FFAA que sempre criavam algum tipo de problema , como se fossemos obrigados a dar-lhes qualquer tipo de favorecimento , chegando inclusive a ser insultado com os mesmos clichês de que eles são "federais" e nós, PMs, apenas "forças auxiliares" e que não podíamos tocá-los , o que sempre aprendiam da pior forma que estavam errados .
subtenente PMEEJ Guedes

" Para manter a ordem pública , temos a polícia ; para a guerra , o Exército , para os dois , temos a Polícia Militar."

Anônimo disse...

Só acho que o PM não agrediu apenas o Sd mas, sobretudo, a própria FAB no momento em que o rapaz se identificou como militar da Aeronáutica deveria ter sido tratado com mais respeito. Vamos esperar pra ver se os superiores do Sd da FAB vão se manifestar em seu favor. O problemas é que as Forças Auxiliares do Exército não sabem qual é sua posição e, não aparece nenhum comandante de unidade pra colocar eles no seu devido lugar.

Anônimo disse...

Ânimos esquentados acaba dando nisso. Como a postagem acima fala q o soldado da aeronáutica coloca o dedo no PM isso é verdade. Claro que houve excessos do PM mas como tem soldados nas forças armadas querendo ser o tal, o fodao e etc. Acaba dando nosso ai q vemos no vídeo. Creio q os dois erraram, pois o policial teria q ter preparo psicológico pra tratar a situação e não revidar um dedo no peito com um tapao na cara do soldado. Um Cap do EB uma vez me disse que em qq abordagem policial, mesmo com excessos, mantenha a calma e deixa o policial se acalmar e fazer o trabalho pq no final tudo acabará bem. Isso é fato. Policiais no Brasil trabalham com a tensão a mil pois bandidos não vêm com o nome na testa. Abs.

sandro tatsch disse...

O procedimento padrão adotado aqui no Rio Grande do sul seria: identificar-se como militar, solicitar a presença da PE para que a PE faça a revista, pois um ser daquela natureza extremamente despreparado e truculento pode perfeitamente plantar drogas ou uma arma de cano raspado para incriminar quem está sendo abordado

O patriota disse...

Vamos por parte: Foi abordado na rua por PM: 1. Obedeça e colabore com o procedimento de abordagem do Papa Mike (principalmente se você estiver no erro, à noite e sem a presença de testemunhas) 2. Deixe para se identificar como militar das FFAA somente se a situação evoluir (Lembre-se que nem a sua funcional vc deverá estar portando em algumas regiões do país, com o perigo de ser reconhecido por assaltantes e ser morto) 3. A rua é do PM, no nosso país, só temos valor dentro do quartel (e quando temos) 4. Muitos dão serviço no brilho portanto seja cordial e manso e sempre recorra posteriormente ao judiciário por qualquer conduta desabonadora do oficial de polícia. (nesse caso lembre-se que ele terá acesso ao seu endereço no processo) 5. Pense 1.000 vezes antes de procurar a S2 de sua OM, pois lá poderão piorar a situação pra seu lado!!

Hierarquia do país hoje em dia!! ORCRIM (POLÍTICOS) - DIREITOS HUMANOS - GLOBO - JUDICIÁRIO - POLICIAIS CORRUPTOS - TRAFICANTES DE DROGAS - POLICIAIS - RESTO DA IMPRENSA MARROM - FFAA

Anônimo disse...

Se as FORÇAS ARMADAS não tomarem atitude em relação a esses abusos de pms, daqui há pouco, oficial superior vai levar tapa de soldado da PM!
No tempo do meu pai, o Comandante da PM seria cobrado por isso!

Anônimo disse...

Não foi no Espírito Santo que há bem pouco tempo, para ser mais preciso 5 meses, que houve uma intervenção do Exército para impor a lei e a ordem naquele Estado devido a uma paralisação ridícula da Polícia Militar? Então....acho que não preciso falar mais nada a respeito do preparo do policial....

keko marques disse...

Kkkk PM na guerra?? Não seja brincante. Não aguentam nem a bucha de entrar numa favela sem as FFAA...

keko marques disse...

Depois daquela cena ridícula do cb que foi "impedido" de sair com a tropa por familiares, essa pm do ES não tem moral pra nada.

Anônimo disse...

Quando eu vejo um PM em uma rua escura dando blitz eu sinto o mesmo medo que quando vejo um traficante

Anônimo disse...

Sub, Guedes.
Polícia militar para a guerra?
Kkk
Por isso são despreparados no trato com o cidadão infrator, pois se acham militares da guerra. O lema das PMs é servir e proteger, não se esqueça disso, sub tenente da polícia mais corrupta do mundo.

Gen Anibal disse...

O PM e a delegacia que enquadrou o soldado mostraram que não estão acompanhando o que está mudando no seu próprio ofício de trabalho pois desacato à autoridade não existe mais. Vá fazer uma qualificação homem das cavernas que se diz policial.

Anônimo disse...

Desacato nunca deixou de ser crime. Houve um caso específico que foi reformado para fins de jurisprudência. Estude

Anônimo disse...

Milicada do EB é um leão até a primeirA abordagem jkkkkkk

Anônimo disse...

Único comentário sensato. O resto, só leão se alojamento que na hora H se acovarda

Anônimo disse...

Não existe isso. Eles podem abordar a vontade. A identificação só é feita no momento da revista

Anônimo disse...

Falou tudo. Aprendam, leões

Anônimo disse...

Eu me lembro que nem com 3 mil homens, helicóptero e blindado o eb não conseguiu parar os homicídios...fora urutu parando em bar pra dar aquela resenha. Tudo noticiado no Montedo

Anônimo disse...

Onde vc viu isso ,amigo , de ter que esperar a PE para fazer a busca pessoal ? Nao existe isso ! A busca pessoal poderá ser feito pelo policial de serviço, pouco importando se o abordado é sd ou Gal . Essas más orientações que os militares tem dentro dos quartéis levam os mesmos a cometerem erros durante as abordagens policiais nas ruas e que trazem serias consequencias disciplinares aos militatares das FFAA.
Vá se informar melhor para que nao cometa os mesmos erros !
Sd PM PR de Mello

Anônimo disse...

Sou Tenente QAO R/1 do EB, e nunca tomei tapa na cara de Polícia nenhum, seja no RJ, AC, RR e RS nesses Estados por onde passei os 30 anos no EB, o militar das FA não deve bater boca com Polícia, caso contrário perde sua razão, hj tem equipamentos pra gravar áudio e vídeo, no celular, câmera de veículo, no próprio local havia e filmou a ação, é só o militar procurar a Corregedoria e o MP e fazer uma Representação Criminal contra o Sd PM e depois processa lo por danos morais, não tem que botar dedo na cara ou no peito e nem discutir com o polícia, infelizmente eles são os Reis da Rua principalmente a noite, quem é carioca como eu sabe muito bem o que digo, mas afirmo a vcs que PM não bate em cara de todo mundo não, toda vez que sou parado no RJ ou aqui em MG, ligo as luzes internas do carro, as lanternas e desligo o motor, me identifico e informo que estou portando arma de fogo, sempre fiz isso desde que era sargento e ainda ofereço o veículo pra ser revistado e nunca fui agredido, eu acho que também falta orientação dos Comandos de OM aos seus subordinados principalmente aos Sd/Cb e Sgt e Of mais jovens e em algumas vezes uma postura de respeito por parte dos mesmos, pois tem praça e oficial muitas vezes se comportando como marginal dirigindo drogado ou embriagado arrumando confusão, ouvindo Funk Proibidão,mexendo com mulheres acompanhadas, aí como que vcs acham que um policial vai respeitar um militar deste nível ?
Ten QAO EB R/1

Anônimo disse...

Não defendo nenhum dos dois....dois moleques, cada um querendo bancar em nome da farda ....esta assim agora, esses jovens que estão entrando para serem militares estão cada vez piores, não respeitam nada e não compreendem regras ....prisão disciplinar nos dois, amarrar os dois abraçados pra aprenderem a não brigar ....mango e salmora no lombo

Zé Lebrão disse...

Esse lixo de policial, pegou o militar errado, quero ver ele pegar um militar aloprado e com sangue no olho. Covardes agem assim, onde vê moleza...

Anônimo disse...

Policial despreparado e truculento, deverá ser afastado imediatamente do serviço nas ruas. E o pior, pago com o dinheiro de nossos impostos.

Anônimo disse...

Infelizmente a polícia militar brasileira aprende tudo menos a ter educação,o treinamento do exército aprende a ter disciplina e educação coisa que acho não se aplicar no treinamento de alguns policiais,agora se fazem isso com um soldado do exército imagina com um qualquer não generalizado mas alguns policiais são uns lixo na sociedade.

Anônimo disse...

Parabéns Ten QAO. Sou sgt PM e infelizmente, pessoas como o Sr. São raridade no atual EB

Anônimo disse...

Não acredito que cheguei ao dia que veria o pessoal do EB dizendo que sem eles a Polícia não sobe o morro

Anônimo disse...

Perfeito. A não ser que o militar esteja fardado, não se deve esperar a PE. E mesmo fardado, vide o "Major" de BH.

Anônimo disse...

Anônimo de 20 de julho 08:53, SD Mello.
O senhor aborda e faz revista pessoal em um cel PM do Paraná também? Duvido muito.

Anônimo disse...

O STF entende não haver mais crime por desacato mas os tribunais militares ainda aplicam tal artigo.

Anônimo disse...

Sabe de nada inocente. Fica vem Faustão dá nisso.
https://www.google.com.br/amp/s/noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2016/12/15/stj-decide-que-desacato-a-autoridade-nao-e-mais-crime.amp.htm

Anônimo disse...

Guarnição no teu caso seria da comida

Anônimo disse...

Sábias palavras , ten QOA .
Minhas continências para o sr!
Subten PMERJ Guedes

Anônimo disse...

A grande verdade é: em grande parte não há camaradagem entre as FA e as PM. Principalmente depois das greves onde o Exército teve que fazer a função da PM. Eu entendo que em uma situação dessa ninguém ganha nada, só há perdedores. Porém o Sd da aeronáutica será o maior perdedor, como em 99% dos casos dessa natureza. Nada contra a PM, admiro e respeito o trabalho que faz, entendo ser peça fundamental na segurança pública, aliás tenho a certeza que por traz da farda existem muito mais pessoas íntegras e sérias do que pessoas más. Mas sempre que sou abordado em Blitz por PM não me apresento como militar, pois sei que no meu Estado as 2 forças não se entendem. É uma pena que seja assim.

Anônimo disse...

PM para a guerra? Meu Deus,é o fim viu. Um bando de despreparados que sequer sabem fazer uma abordagem. O EB sobe a favela sim,é o vagabundo respeita. Ao contrário de Vcs que nem vagabundo respeita. A que ponto chegou o Estado. PM se achando em condições de se comparar com o Exército. Meu Deus.

Anônimo disse...

informo a todos os entendidos, moro em santa teresa -es, e conheço o policial da reportagem, e muito mais o militar, este "militar", vive dando cavalo de au pela rua, correndo igual um doido e quase atropelando pessoas, neste dia estava dirigindo alcoolizado, quando o policial parou ele, ele ficou xingando eles, e não se identificou como militar, então como o policial iria adivinhar, o policial fui procurar saber, foi fuzileiro naval por 5 anos, e é um excelente policial, não sei se a atitude foi correta ou não, mais estou do lado dele, pois este militar vive criando problemas em nossa cidade

Unknown disse...

Ué, se a PM é força auxiliar do Exercito, instituição preparada para guerra,a PM irá auxiliar em que? Matar mosquito?

Anônimo disse...

Sou apenas um soldado PM, mas no meu cotidiano tenho a grande oportunidade de não apenas escutar, mas muitas vezes dar a minha opinião sobre conhecimentos gerais, doutrinas e jurisprudências com outros policiais,advogados, delegados, juízes etc. Quem conhece a PM de Minas sabe do vasto conteúdo doutrinário que a corporação possui, material suficiente para uma vida inteira de leitura. Concordo que nem todos possuem o preparo psicológico e mental para executar o serviço, mas dizer que a PM não tem preparo está errado. Certa vez, durante uma conversa com um nobre Tenente do EB, este formado na digníssima Academia Militar das Agulhas Negras, falávamos sobre o código penal militar, momento em que me vi na oportunidade de aprender mais a respeito, por fim, decepcionei-me pois percebi que seus conhecimentos sobre o assunto não chegava a ser superficial, nem mesmo o artigo 9 sabia. Acabou que eu dei uma aula. Acreditam? Não? Podem acreditar.

Anônimo disse...

Houve um único julgado , sem valor vinculante em favor da descriminalização do desacato,PORÉM, uma turma do STJ já reafirmou que se trata SIM de crime. Fora isso, temos milhares de julgados que ratificaram o crime.
O último foi ainda em maio de 2017. É por isso que nosso país está assim. As pessoas tem um blog desse, rico em informações, mas preferem falar sem saber o mínimo. Montedo, se quiser ajudar ainda mais a tropa, destaque isso num post separado. Obrigado

http://www.stj.jus.br/sites/STJ/default/pt_BR/Comunicação/noticias/Notícias/Terceira-Seção-define-que-desacato-continua-a-ser-crime

Anônimo disse...

Quem mata mosquito é o eb kkkkkk

Anônimo disse...

Claro que ele faz. Se o coronel não estiver fardado e em atitude suspeita, sim... A Identificação só é feita após a revista preliminar. E depois querem falar que sabem abordar

Anônimo disse...

E aí leaozada??? Vão ficar julgando agora? No final, PM sempre mais profissional que o EB

Anônimo disse...

Ano de 1987, Rio de Janeiro.

Uma Gu da PM aborda um cabo da minha OM de forma truculenta e desrespeitosa.

O Cb estava fardado (naquele tempo andava-se fardado nas rua).

Conclusão: PM foram punidos e, todos os dias, durante 30 dias, tiveram que comparecer na minha OM a título de sindicância, mesmo que não fossem ser ouvidos ou algo parecido.

Ficavam sentados no corpo da Gda, desarmados prestando continência até pra recruta.

O S Cmt do deles teve que apresentar o boletim com a punição dos PM ao Cmt da minha OM, à base de mijada.

Mas, isto foi em 87, como eu disse.

Anônimo disse...

Companheiros,
Estive em missão no Complexo da Maré, lembro como fosse hoje, tinha um Sd da Aeronáutica que todos os dias dava ALTERAÇÃO com a tropa do EB, se achava muito importante (tivemos muita paciência com ele - coisa que o PM não teve)..... Sou militar do Exército Brasileiro, mas, estou de pleno acordo com a ATITUDE do PM, não tem que aliviar nessas situações. Numa abordagem policial temos o DEVER de colaborar com os companheiros que estão trabalhando, que estão pondo suas vidas em perigo, não sabendo quem vai encontrar numa abordagem. Quem comenta o fato desmerecendo o trabalho do PM é por que nunca fez uma Operação de GLO. Vlw.

William disse...

O mundo dá volta e a PM poderá fazer greve novamente, então as FFAA estarão nas ruas com poder de polícia. Aí, as abordagens, as revistas pessoais serão feitas no padrão FFAA. E o respeito dispensado será mútuo e proporcional.

Anônimo disse...

No dia que a PM for pra uma guerra com o EB é pq jà perdemos a guerra.
O art que estabelece que as PMs e BMs são reserva e força auxiliar do EB são resquíciis da ditadura.
Até hj não sei que auxilio e reserva seria essa,pois a guerra mudou,cence quem tem o melhor equipamento e treinamento coisa que nãi temos,entăo PM e nd seria a mesma cousa,o resto é ufanusmo e frustração,combater bandido é diferebte de lutar contra soldados.
Não devemos misturar alhos com bugalhos.

Vicente ferrari disse...

Wtf de FFAA é essa que tem medo de sua força auxiliar?

Anônimo disse...

Tá muito enganado colega. Redondamente. A Intervenção do Exercito no ES depois daquela baixaria que Vcs fizeram, mostrou quem manda tá. Sua mente pelo visto é bem desprovida. Bate de frente comigo pra Vc ver quem é Quem.Lixo.

keko marques disse...

Diz aí sub Guedes da pmrj,pra quem seu governador acaba de pedir socorro?

Anônimo disse...

Anônimo 19 de julho de 2017 19:19, a primeira coisa que se orienta nos quartéis das FFAA é para o militar se identificar, tudo de errado que acontecer depois disso é para ser apurado. Já vi elementos da PC serem encaminhados ao quartel, onde servi, para se explicarem ao comando sobre uma agressão a um 2° Sargento que eles apreenderam indevidamente, sim. Basta o comando não ser omisso, inclusive isto é obrigação do comandante. Os próprios militares ficam questionando o comando que, quando é um líder de verdade, não "deixa em branco".

Anônimo disse...

Anônimo 21 de julho de 2017 07:20, não fale do que não entende. Em caso de guerra, tem sim normas e atividades para uma força auxiliar como PM, BM, Marinha Mercante.

Anônimo disse...

Anônimo 20 de julho de 2017 14:50, lembra-se do Morro do Alemão no RJ? Perguntar não ofende!

Anônimo disse...

Que mentira ,como se um coronel tivesse poder de coagir depoimentos Kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Foi isso que ele quis dizer.

Unknown disse...

Vc esta completamente certo. Ser força auxiliar e reserva do EB não enobrece em nada as PMs, só serve como argumento para alguns milicos quando querem se referir a PM com menosprezo.

Anônimo disse...

Sim sabichão,vão auxiliarvem que numa guerra,vão pra libha de frente combater? Auxiliar até a defesa civil auxilia,quero ver é ir pra guerra e enfrentar o inimigo.

Sobrevivente disse...

Sempre quando há a exorbitrariedade ou a arbitragem pelos pms,e querendo sempre se justificar,usam a ecpressão Desacato a autoridade.Quem é a autoridade?

Unknown disse...

O Estado, a adm pública. O desacato n é um crime contra a pessoa mas sim contra o Estado. Estude!

Anônimo disse...

O papel da PM em casos de guerra é a defesa interna do País. Irá defender instalações do governo e pontos estratégicos. Bom, eu li isso em algum lugar só não lembro onde. Me corrijam se eu estiver errado. PE

Anônimo disse...

Eu, Sgt da FAb, 20 anos de serviço, digo: - Está certíssimo policial! sou feio, cara de noiado(graças a Deus nunca usei drogas), vivo sofrendo abordagens de todo tipo, PM, PC e GM, nunca fui desrespeitado, seja a pé, de carro ou de moto, Um ou outro PM sempre é mais exaltado mesmo, porém, não vi motivos que levassem a mim achar por parte deles alguma atitude incorreta em abordagens, até hoje não! pode ser que aconteça, e geralmente, eu que ando armado, raras as vezes que me pediram o porte, geralmente, só a funcional basta, então, meus amigos chorões, em vez de criticar o PM, vão aprender um pouco sobre a disciplina deles, eu fico doido, mas doido mesmo, quando vejo militar FA em botecos de 5º nível, brigando, em rodas de FUNK, em shows/som de RAP, se misturando com gente que não presta, com a desculpa de que é morador do bairro e cresceram juntos, não esqueça que hj vc virou militar, e seu amigo continua vagabundo, esse muleke ai, só pelo vídeo já vi que é gente que não presta, e mais, a FAB não se pronunciou porque já sabe o histórico do indivíduo, esses moleques que vestem uma fardinha de um serviço obrigatório, ja acham que podem bater boca com policia? que enfrenta a morte todos os dias, mesmo que tenhamos muitos soldados bons, mas hoje esta cada vez mais raro, ajam como homens e não muleques e ganharão respeito, ajam como mulekes e tentem jogar antiguidade, e levarão tapas.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics