31 de março de 2016

Demissionário, comandante da Força Nacional diz que governo e presidente não têm escrúpulos

GUILHERME AMADO
O coronel Adilson Moreira, que pediu demissão do comando da Força Nacional de Segurança, enviou um e-mail aos subordinados da corporação em que atribui a conflitos éticos a razão de sua saída.
No texto, ele afirma que o país é conduzido "por um grupo sem escrúpulos, incluindo aí a presidente da República". Dizendo-se envergonhado, Moreira acrescenta que sua saída foi uma exigência de sua família.

Leia a íntegra do texto:
"Caros TCs da FN,
Desejo lhes informar, que na data do dia 21Mar16, após reunião com a secretária e seu chefe de gabinete, solicitei a ela que me exonerasse do cargo no prazo máximo de 15 dias.
Como os senhores depositaram suas confianças em mim, solicitando minha permanência, nada mais justo do que lhes informar a minha decisão de não mais permanecer na FN.
Caríssimos, a única motivação que me prendia na FN era o desejo de não produzir nenhuma “solução de continuidade dos trabalhos”, sendo um facilitador das suas aspirações e assim mantive meu compromisso.
Fui a Santa Catarina em meados/fim de janeiro e solicitei a minha família a autorização para permanecer na FN até o fim dos Jogos Olímpicos e os convenci disso. Também informei ao meu amigo Nazareno de tal intenção, pois foi ele quem me trouxe para cá.
Somente aí aceitei o convite da secretária. No entanto, faço registrar, que o “conflito ético” de servir a um governo federal com tamanha complexidade política sempre me inquietou.
Agora em março não foi mais possível manter o foco na área técnica somente.
Minha família exigiu minha saída, pois não precisa ser muito inteligente para saber que estamos sendo conduzidos por um grupo sem escrúpulos, incluindo aí a presidente da República. Me sinto cada vez mais envergonhado. O que antes eram rumores, se concretizaram.
A nossa administração federal não está interessada no bem do país, mas em manter o poder a qualquer custo. Como o compromisso era de não causar solução de continuidade, solicitei para a secretária apontar em alguns dias um substituto.
Desse modo manterei nossa programação, sem “sobressaltos”.
Óbvio que passei por cima de algumas incoerências ao longo da caminhada aqui na FN, mas isso tudo fica no campo da experiência profissional. Entendo que nossos cronogramas estão muito ajustados e como tudo foi muito “socializado”, em termos de planejamento e execução, tenho a convicção de que tudo caminhe normalmente sem minha presença e com um novo Diretor.
O que posso dizer: MUITO, MUITO OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE."
Lauro Jardim (O Globo)/montedo.com

14 comentários:

Anônimo disse...

É o caos se instalando no Brasil,só quem não vê são nossos comandantes. Comandantes se pronunciem,cumpram com seu juramento e saiam em defesa da nação,não façam com o povo o que fizeram por seus comandados (nada),a não ser nos transformar numa defesa civil,cumprindo com as mais diversas missões de gari a tudo que nos humilha como militar.A um cearense chamado Castelo Branco agora!!!

Anônimo disse...

Esse pelo menos tem dignidade e não apego aos cargos, vantagens, coisa que não vemos nos integrantes das FFAA.

Anônimo disse...

A palavra convence, o exemplo arrasta...

luis carlos albuquerque - 1º Ten QAO 88 disse...

os comandantes militares não largam o cargo pra não perderem as mordomias, diárias, viagens ao exterior, e por alimentarem o ego com o alto cargo.

Anônimo disse...

Aceitar um cargo para ficar engolindo "sapos", aguentando desaforos e "descascando abaxis", para manter no poder quem só pensa no próprio bolso e em se manter no poder, mentindo descaradamente, só para quem não tem vergonha, mesmo. Se não pode tomar providências para impedir isso,e nem ficar ao lado do povo ordeiro, a opção é mesmo pedir demissão, e dizer claramente o porquê.

ALVARO disse...

Vcs, pedem moderação nos comentárioas, mas o ex presidente coloca palavões nas suas entrevistas e não vejo nenhuma ´proibição sobre ele. Gozado, né?

SGT ESMB/ 2003 disse...

se pra vocês que ganham boas DIÁRIAS e fazem apenas segurança ostensiva tá ruim, imagina pra gente que não ganha nada ou quando ganha é 2% e estamos de FRENTE.

SGT ESMB/ 2003 disse...

ERREI EM MINHAS PALAVRAS, vcs precisam ser também valorizados, na verdade todos nós.
Parabéns pela missão cumprida!
Boa sorte na nova caminhada.

Anônimo disse...

Caxias, Osório, Castello Branco certamente muitos antigos comandantes e heróis Nacional estão envergonhados com o estado no qual encontra-se o exército que eles forjaram em luta. Salários beirando ao ridículo. Subordinados que pelas costas não respeitam e não admiram seus comandantes. Uma vergonha! A nação pagará um preço muito alto quando esse exército que o Lula ameaçou botar na Rua com armas na mão realmente mostrar-se ao povo a verdadeira cara do PT

Anônimo disse...

Esse coronel vai ser punido por isso. Generais "Dilmistas" não deixarão barato.

Anônimo disse...

Tanto tempo que não vejo um discurso honesto, que quando me deparo com um até me surpreendo. O coronel que aguarde pagar um preço alto porque é isso o que acontece nesse país de bananas com quem fala a verdade e com quem fala o que pensa.

Anônimo disse...

Quando se pede moderação nos comentários, acredito que seja para as as pessoas que tenham um mínimo de educação, coisa que o ex não tem. Boca suja, da pior espécie, desde a época dos sindicatos, não poderia se passar por intelectual. Bem que ele tenta e só fala merd... .

Anônimo disse...

Este é um militar digno, pois mostrou que não fica bajulando chefia e quer as coisas direitas. Minha continência ao nobre militar...

Anônimo disse...

Vamos aguardar como vai se comportar o novo comandante, se contra ou a favor das pessoas ordeiras.Mais um motivo para aumentar a "gastrite" dos chefes militares.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics